Selecione o tipo de erro abaixo

O que desapontou Xiao Lin foi que o Capitão Yu falhou em dar uma resposta clara, deixando vagamente a pergunta de lado: “Você não tem que se preocupar com isso. Eles não podem fazer nada com a torre de ressurreição mesmo que a tenham!”

Ele estava muito confiante, mas a resposta ainda era bem vaga. Xiao Lin não perguntou mais depois disso, já que não entendia muito sobre a torre de ressurreição.

A torre precisava ser usada com a Lei da Imortalidade para ser efetiva e os outros monitores sentiram que ele estava se preocupando com nada. Mesmo que os orcs obtivessem a torre de ressurreição, isso não os preocupava nenhum pouco. Xiao Lin não queria revelar aqueles papeis também, já que não queria expor o fato que Gu Xiaoyue sabia élfico.

A reunião originalmente foi realizada para convencer o Capitão Yu a designar mais homens para construir as torres defensivas, mas no final, todos que acabaram convencidos pelo capitão. A importância da torre de ressurreição superou tudo, e com isso em mente, não só decidiram não aumentar a produção de torres defensivas, como até concordaram em designar mais alunos para apoiar a construção da torre de ressurreição para apressar o processo.

Ainda havia uma questão intrigante: se a torre de ressurreição fosse realmente completa, então a Lei da Imortalidade os permitiria não morrer, só precisavam trocar um pouco do tempo de vida para reviver.

Nisto surgiu um problema real — num espaço simulado não existia de verdade, a Lei da Imortalidade ainda funcionaria? Mesmo que estivesse em efeito, ter seu tempo de vida reduzido não era algo que todos podiam aceitar.

Todavia, Cheng Ming e os outros também tinham uma explicação razoável: a torre de ressurreição levaria de dois a três meses para concluir, no mínimo. Segundo as missões, esse era o maior tempo que teriam que defender a fortaleza. Após isso, se a fortaleza ainda estivesse em suas mãos, a Academia Dawn enviaria reforços para atacar os orcs famintos. Se falhassem em defender no tempo estipulado, então falharam na missão.

Basicamente, não importa como consideravam, o término da torre de ressurreição marcaria a conclusão do exame.

Quando não estavam lutando, todos estavam num estado de alerta constante, só que ainda era mais relaxante que durante batalha. Após alguns dias de experiência de batalha, estavam muito mais preparados e tinham mais experientes que antes.

O que não esperavam era que a paz durasse por quatro dias inteiros. Quando entraram no décimo segundo dia de ocupação da fortaleza, Chen Dao da Classe Doze finalmente sugeriu algo: “Devemos tomar a iniciativa e lançar um ataque!”

Os orcs estiveram quietos demais. Mesmo que os dois dias gastos atacando a fortaleza tivesse trazido muitas perdas, se considerar a sede de sangue em seus rostos, estas perdas não eram motivo para pararem.

Mesmo que todos quisessem acreditar que os orcs recuaram por medo, a maioria sabia que tinha que haver algum tipo de truque sendo pregado. Seus oponentes podem estar planejando uma guerra numa escala maior, ou até estavam aguardando por reforços.

Era por isso que partir para a ofensiva era necessário. Não podiam se dar ao luxo de observar os orcs reagruparem com os reforços, que tornaria a defesa muito mais complicada.

Xiao Lin não concordou com o plano por um motivo muito simples: eles muito provavelmente falhariam se os navios de guerra élfico decidissem intervir, levando a mortes desnecessárias.

Contudo, havia mais daqueles que concordaram. Graças ao voto da maioria, o plano foi colocado em ação. O ataque seria realizado à noite para tirar proveito da visão ruim dos orcs.

Xiao Lin participaria no ataque. Não faria isto para se mostrar; sua única intenção era ajudar a evitar perdas desnecessárias. A emboscada consistiria em quatrocentos homens, assumindo basicamente metade de suas forças na fortaleza. Se perdessem todos no ataque, não haveria mais como continuar defendendo a fortaleza.

A batalha de alguns dias atrás provavelmente enchera todos de confiança, talvez até tenham pensado que os orcs perderam a vontade de lutar. Pelo menos 80% dos monitores de classe estariam participando da batalha, o que deixou Xiao Lin muito preocupado. Ele discutiu o assunto com Cheng Ming e concluiu que este teria que ficar para trás.

Eles eram idealistas demais, mas até eles entendiam que não podiam colocar todos os ovos numa cesta. Os alunos com talentos sem dúvidas eram mais importantes, então não podiam se dar ao luxo de não ter alguns na defesa.

Xiao Lin escolheu cerca de trinta alunos da Classe Sete, incluindo Zhou Feng. Qin Chuan foi forçado a ficar para trás porque Xiao Lin precisava de alguém para manter o controle sobre a classe, qual Qin Chuan definitivamente era mais adequado que GU Xiaoyue. É claro, Xiao Lin também forçara Gu Xiaoyu a ficar para trás.

O clima não estava ótimo naquele dia, e chuvas torrenciais caíram o dia inteiro. Mesmo durante a tarde, o céu estava cheio de nuvens escuras que cobriram as duas luas.

“Parece que Deus está do nosso lado! Não consigo acreditar que certo alguém discordaria da emboscada!” Han Manman ficou muito feliz com o clima, e não conseguiu resistir a caçoar de Xiao Lin.

Xiao Lin deu de ombros e retrucou: “Sinto muito, mas este é o Planeta Norma. Seu Deus provavelmente não pode te ajudar aqui.”

“Você!”

“Tudo bem, tudo bem, parem. Todo mundo está atrás da mesma coisa. Não há diferença entre certo e errado. Devemos nos apressar. O clima aqui é incerto, então devemos parar de enrolar.” Sheng Guo da Classe Oito disse. Era um homem com um rosto muito nobre, e suas palavras frequentemente carregavam um ar digno, que fazia todos suspeitarem que ele tinha algum tipo de posição de poder na Terra.

Xiao Lin olhou para Sheng Guo e não falou mais nada. Ele vinha interagindo com os outros monitores de classe durante este tempo e Sheng Guo era muito tranquilo ao lidar com as pessoas. Sempre bancária o mediador quando alguém brigava, sendo cauteloso para não ofender ninguém. No entanto, comparado a Cheng Ming, Xiao Lin sentiu que Sheng Guo lidava com as coisas com muita astucia.

A equipe saiu sob a cobertura da noite. Considerando a falta de visão, seus movimentos foram lentos e se moveram muito perto do próximo para não se perderem.

Xiao Lin olhava ocasionalmente na direção do mar no caminho inteiro. Mesmo que não pudesse ver nada naquelas condições, todos entenderam o que ele estava procurando.

Os navios de guerra misteriosos permaneceram imóveis. Desde que deixaram sua posição clara após o ataque repentino daquele dia, estes permaneceram quietos desde então. Xiao Lin ainda não conseguiu descobrir qual era o plano dos elfos que estavam nestes navios de guerra, se é que realmente pertencia a eles.

Eles estavam a duas horas de distância do acampamento orc. Os orcs não construíram nenhuma torre defensiva, provavelmente não esperavam que humanos os atacassem com seus números.

O acampamento estava numa área aberta, sem nenhuma estrutura defensiva. Eles simplesmente montaram dezenas de tendas nas planícies e deixaram dois esquadrões para ficar de patrulha.

Xiao Lin e os outros não prepararam nenhuma tática especial para o assalto, e naturalmente não eram muito bons na furtividade, qual foi o motivo de serem notados pela patrulha no instante que chegaram a cem metros deles.

Com isso, a batalha emergiu.

Olá, eu sou o Sparky!

Olá, eu sou o Sparky!

Comentem e Avaliem o Capítulo! Se quiser me apoiar de alguma forma, entre em nosso Discord para conversarmos!

Clique aqui para entrar em nosso Discord ➥