AFE – Capítulo 171 – A Predominante [Ursa Maior]

PDF:Capítulo 171 – A Predominante [Ursa Maior]

Capítulo Anterior || Índice|| Próximo Capítulo

A autenticidade desta “força espiritual” era questionável, uma vez que isso era, afinal, puramente a dedução de Ai Hui.

De qualquer forma, a questão mais urgente agora era descobrir como fazer uso disso.

Foi uma pena que suas cinco residências e oito palácios tenham sido destruídos.

Antes de se tornar inconsciente, Ai Hui tinha sido devastado por ver seus esforços e sonhos arruinados. Acordando agora, no entanto, seus sentimentos de desapontamento desapareceram substancialmente, deixando apenas instintos de sobrevivência em chamas.

Não, as cinco residências e oito palácios não foram completamente destruídos. Havia um que permaneceu intacto – o palácio do céu, que abrigava o embrião da espada.

Ele estaria pensando em maneiras de reparar os outros sete palácios, mas isso era apenas se sua residência natal não tivesse sido destruída. Ela era a base para o sistema de cinco residências e oito palácios, bem como a base para nutrir a energia elementar. Enquanto a base estivesse intacta, havia maneiras de consertar o resto do sistema. Mas a destruição de sua residência natal significava que não havia como restaurar os outros sete palácios.

Espere, o resto dos sete palácios…

Um pensamento se formou de forma incisiva, e ele não conseguiu entender.

Sete palácios… Sete palácios…

Ai Hui forçou o cérebro antes de finalmente perceber o que ele havia lembrado.

A [Ursa Maior] não exigiu sete palácios?

Uma súbita onda de inspiração levou-o à resposta; Era realmente a [Ursa Maior]. Tendo recentemente adquirido a técnica, Ai Hui ainda não havia examinado cuidadosamente. O [Ursa Maior] que ele recebeu era a versão original deixada por seu criador, contendo todas as suas experiências e uma enorme quantidade de informações além da compreensão de Ai Hui.

Ele não pensou em usar tão cedo, originalmente pretendendo digerir mais informações antes de dar esse passo final.

Ninguém se apressaria a utilizar uma herança original. Era um desperdício do conhecimento precioso contida dentro, e também era extremamente perigoso fazê-lo.

Qualquer um com algum senso comum entenderia o princípio de fazer as coisas um passo de cada vez. Receber um conhecimento tão tremendo enquanto novato era análogo a um viajante morrendo de sede se atirando contra enormes ondas. Não só ele não conseguiria saciar sua sede, mas também acabaria se afogando.

Mas o tempo era um luxo que ele não podia mais pagar. Ele estava na encruzilhada entre a vida e a morte.

Não havia tempo para hesitar, nada mais a considerar.

Sem mais deliberações, a mente de Ai Hui mergulhou na [Ursa Maior]. O sentimento era semelhante a perfurar a superfície de uma bola de água.

O que saiu, no entanto, não era um fluxo de conhecimento, mas uma torrente de informações. Ai Hui foi incapaz de reagir a tempo e ficou sobrecarregado.

Ele logo entrou em um estado de transe.

Um dilúvio de argumentos especiosos, pensamentos paradoxais e sentimentos familiarmente desconhecidos engolfavam sua mente. Depois do que pareceu um longo período de tempo, sua consciência surgiu do mundo de outra pessoa e se espalhou como uma folha molhada sobre um vasto oceano.

Enquanto sua consciência estava explorando a [Ursa Maior], os fios de energia que fluíam através de seu corpo foram agitados.

O fluxo uma vez pacífico começou a subir incessantemente.

Enquanto Ai Hui estava em um estado de transe, o embrião da espada no palácio do seu céu também se tornou ativo.

Sua pulsação diminuiu o ritmo, mas cresceu em força. Ele pulsou como um bumbo, crescendo de forma constante e fazendo com que os fios de energia dentro de seu corpo tremessem com cada batida.

A “força espiritual” começou a se mover de seus pulmões, completando uma Rotação do Ciclo Circulatório antes de escorrer pelo braço e entrar na Crista do Dragão Inferno. Em seguida, procedeu a fluir de volta ao seu corpo.

Se Ai Hui estivesse consciente, ele ficaria chocado ao descobrir que essa “força espiritual” circulava pela mesma rota que a energia elementar.

A “força espiritual” retornando possuía um sabor afiado e foi completamente absorvida pelo embrião da espada.

À medida que o embrião da espada crescia em tamanho, as batidas afiadas tornaram-se ainda mais nítido.

Uma vez que atingiu o tamanho de uma semente de soja, o embrião da espada interrompeu sua expansão, mas não a absorção da “força espiritual”. Na superfície, um leve padrão apareceu onde o embrião da espada estava localizado e, enquanto continuava a absorver a “força espiritual”, o padrão tornou-se mais distinto e refinado, acabando por culminar na forma de uma espada longa.

Somente após a marca da espada longa aparecer, o embrião da espada interrompeu a absorção da “força espiritual”. A aura afiada que envolve o embrião da espada rapidamente se tornou mais restringida quando o embrião da espada girou dentro dos confins do espaço entre as sobrancelhas de Ai Hui até parecer apenas uma semente comum.

A “força espiritual” retornando ainda atravessava o embrião da espada, mas parecia ter perdido todo o interesse. À medida que a Rotação do Ciclo Circulatório continuava, a saída da “força espiritual” do embrião da espada era agora igual ao “influxo”.

Houve um aumento na quantidade de “força espiritual” entrando na Rotação do Ciclo Circulatório. Com cada revolução, a “força espiritual” passou pelo palácio do céu, bem como o embrião espada.

E cada vez que atravessava o embrião da espada, a “força espiritual” tornou-se mais espessa e seu sabor afiado foi aprimorado. A Rotação do Ciclo Circulatório gradualmente diminuiu.

Após inúmeras revoluções, a “força espiritual” tornou-se tão viscosa quanto o magma. Imbuído de uma intenção de espada densa, a “força espiritual” voltou lentamente para os pulmões de Ai Hui. Movia-se pelas paredes internas de sua residência natal e cobria toda a área com uma espessa camada de “força espiritual”. O influxo constante de “energia espiritual” acumulava-se dentro e engrossava as paredes internas.

Com cada Ciclo Circulatório, a espessa “força espiritual” passou pelo embrião da espada e acumulou uma intenção de espada mais forte. A camada espessa da “força espiritual” transformou silenciosamente os pulmões de Ai Hui.

A “força espiritual” parecia ter um efeito naturalmente nutritivo para a carne e o sangue. Uma parte dela penetrou nas paredes internas dos pulmões de Ai Hui e começou a crescer com a força da vida. Uma vez que os pulmões dilapidados de Ai Hui estavam totalmente saturados com “força espiritual”, eles começaram a rejuvenescer constantemente.

A intenção da espada embutida na “força espiritual” também foi absorvida por seus pulmões.

Depois de sua destruição, seus pulmões haviam sido como um fole cheio de buracos, mas agora que eles foram reparados, o fole voltou a ser capaz de gerar fluxo de ar. A respiração de Ai Hui fez com que seus pulmões se expandissem e se contraiam ritmicamente, aumentando a velocidade em que a lenta “força espiritual” estava fluindo.

O palácio da mão esquerda foi reparado no mesmo ritmo lento. Em breve, os palácios em sua mão direita, pé esquerdo e pé direito também foram restaurados para seus estados originais, na medida em que absorvem igualmente a intenção da espada.

Ao contrário dos palácios dentro de seus quatro membros, os palácios do portão, da terra e do mar de Ai Hui nunca foram ativados. Mesmo assim, o potente veneno de sangue se espalhou por todas as partes do corpo, estourando em seus três palácios desativados e destruindo-os também. O veneno do sangue evidentemente lhe fez um grande favor.

A “força espiritual” entrou nos três palácios de acordo com a Rotação do Ciclo Circulatório, fluindo pelas áreas danificadas e cobrindo-as completamente.

Os palácios do portão, do mar e da terra eram como três reservatórios danificados sendo remendados pela “força espiritual”. Jamais Ai Hui teria imaginado que seus palácios de portão, mar e terra seriam ativados dessa maneira.

Este foi provavelmente um ótimo exemplo de se levantar após a queda.

Uma vez que os sete palácios foram totalmente formados, o corpo de Ai Hui se convulsionou.

Ele estava flutuando, subindo e descendo dentro do vasto mar do mundo de outra pessoa como uma lentilha-d’água sem raízes. E, em seguida, sem aviso prévio, a lentilha flutuante começou a se enraizar, as experiências familiares e informações finalmente encontraram uma entrada. O corpo que era desconhecido à um momento tornou-se familiar no próximo.

Depois de ativar a herança da [Ursa Maior], uma tremenda onda de informações e experiências passadas foram batidas diretamente contra sua mente, deixando-o desmaiado. O que foi mais frustrante foi à falta de sete palácios – sem isso, o conhecimento não poderia ser absorvido.

Era semelhante a ter súbitas realizações sobre a Arte da Espada sem ter uma espada na mão. A torrente de compreensões e experiências passadas foi barrada sem poder sair, entupindo ainda mais a sua mente.

Não foi até que a “força espiritual” milagrosamente reparou sua residência natal e os sete palácios que o dilúvio de realizações e experiências passadas encontrou o seu repouso.

Se Ai Hui recuperasse a consciência agora, ficaria chocado ao descobrir que seus sete palácios vibraram na mesma frequência.

A intensidade das vibrações aumentou, provocando a “força espiritual” dentro de seu corpo para entrar no estado como água fervente.

A consciência de Ai Hui foi restaurada em meio a essas vibrações. Ele imediatamente sentiu como se fosse explodir!

A “energia espiritual” dentro de seu corpo estava entrando em um estado de transbordamento, já que a vibração sincronizada dos sete palácios provocava a “energia espiritual”.

Uma presença terrível filtrou-se pelo corpo de Ai Hui.

O Mastiff ergueu a cabeça, agarrando com dificuldade o chão com sua pata dianteira. Ele olhou para a massa de fumaça cinzenta e soltou um grunhido baixo e feroz. Poderia sentir que algo estava errado.

A aura de Ai Hui estava crescendo lentamente em força.

Como serpentes assustadas, as ataduras envolvidas em torno do corpo de Ai Hui voltaram rapidamente para suas posições originais com um whoosh[1].

As raízes da árvore que esfaquearam o corpo de Ai Hui tornaram-se cinzas, revelando Ai Hui, que parecia tão bem como novo sem um único arranhão para ser visto em seu corpo.

[Ursa Maior]…

Ai Hui finalmente entendeu em parte por que o [Ursa Maior] exigiu sete palácios fortes. Quando ele voltou os pensamentos, já tinha sido muito tarde. E enquanto as realizações passadas e as experiências contidas na herança [Ursa Maior] foram parcialmente corroídas do tempo, elas ainda eram imensamente poderosas.

Antes que ele pudesse reagir, seu instinto já havia tomado o controle de todo o seu corpo.

Os sete palácios vibraram mais intensamente enquanto sua aura se fortaleceu a um ritmo insano.

O Mastiff olhou com horror pela massa de fumaça cinzenta. Com medo e reverencia a aura que se emitia de dentro da fumaça.

Seu rugido feroz havia se transformado em gemidos assustados, e seus membros tremiam de medo. A mera presença de tudo o que estava dentro da fumaça era terrível, sufocante, suprimindo completamente o mastiff. Mesmo os traços sanguíneos começaram a se desestabilizar.

Em última análise, o medo superou sua obediência às ordens, uma vez que rapidamente escapou.

Longe, a dama de vermelho ficou pálida em choque. Igualmente longe, mas na direção oposta, a Cidade do Pinho central também ficou abalada.

O prefeito e o reitor imediatamente subiram aos céus e logo foram seguidos por todos os Elementalistas na cidade que tinham asas azuis. Com horror, eles olharam para as profundezas da floresta de sangue.

Shi Xueman estava cheio de medo também.

A presença aterradora era como uma besta feroz que se arrastara das profundidades do tempo, trazendo poder que era tão inspirador quanto assustador.

A atmosfera intensamente sufocante se agarrava pesadamente a todos.

Nas profundezas da floresta, os músculos de Ai Hui estavam convulsionando descontroladamente dentro da nuvem de fumaça cinzenta. Suspenso no ar, ele sentiu como se estivesse prestes a explodir.

A [Ursa Maior] era formidável e violenta, mas era a “força espiritual” dentro de seu corpo que piorava as coisas.

Se realmente fosse força espiritual…

Ai Hui abriu os olhos. Ele já estava no limite dele, e raios intensos de luz estavam se espalhando praticamente de seus olhos. Se a força espiritual estava realmente dentro de seu corpo… Exatamente quantas vezes mais forte que a força elementar poderia ser?

Porra, nunca aprendi isso na aula! Os professores nunca ensinaram isso!

Ai Hui apertou os dentes, apresentando um plano para usar o método mais simples e mais brutal para liberar a “força espiritual” transbordante em seu corpo.

Ai Hui ajustou sua postura no meio do ar, de costas para o chão enquanto segurava sua espada contra seu peito. Como um meteoro que caiu dos céus, ele se atirou no chão com muita força.

Com esta postura e a força da força espiritual, quanto poder seria desencadeado ao executar o [Arqueamento Dorsal do Peixe]?

O vento assobiou em seus ouvidos.

Os olhos de Ai Hui se arregalaram quando um único pensamento encheu sua cabeça.

Droga, algo que eu não aprendi também…

No momento em que sentiu algo contra suas costas, seu corpo instintivamente se arqueou. A “força espiritual”, que surgiu violentamente, correu para as costas dele.

O movimento grosseiro que ele praticou inúmeras vezes –

– [Arqueamento Dorsal do Peixe].

Uma explosão tremenda explodiu.


Nota:

[1] Onomatopeia para algo cortando o ar em alta velocidade.


Capítulo Anterior || Índice|| Próximo Capítulo
Rolar para o topo