AFE – Capítulo 60 – A Mudança do Embrião da Espada

Capítulo Anterior || Índice || Próximo Capítulo

 

Mingxiu não podia dizer o que Ai Hui estava fazendo, mas podia ver que ele parecia um pouco seguro de si mesmo.

E…

Quando ele segurou a espada, sentiu que o temperamento de Ai Hui mudou para melhor. No entanto, ela não conseguiu descrever exatamente o tipo de mudança que ocorreu, e depois de olhar mais de perto, ela acreditava que o que ela acabou de sentir era uma ilusão.

Ai Hui permaneceu imóvel diante dela.

“Então vou começar agora”.

As agulhas elementares na frente dela começaram a se mover, e dois raios de luz passavam pelo ar. As luzes pareciam se entrelaçar enquanto o carretel da musselina no eixo do bordado girou rapidamente.

Os movimentos rápidos das agulhas elementares de Mingxiu refletiam raios brilhantes como o da água corrente, e o tecido de musselina fino e leve gradualmente cresceu. Os fios de muselinha criaram fricção, fazendo um chiado sem parar.

“Senior Mingxiu é tão hábil!”

“Tão rápido! Como a [Técnica de Tecelagem Gêmea] tem tanta velocidade? Oh meu deus, minha velocidade não é nem metade da velocidade da Sênior Mingxiu!”

“Rápido, venha e olhe! É um fluxo duplo; há ondulações horizontal e vertical. Que impressionante!”

“Como esperado da Sênior. Ela definitivamente se tornará um mestre no futuro! “

……

As senhoras vizinhas repetidamente exclamaram com admiração. Eles estavam aprendendo bordados todos os dias e tinham uma maior compreensão do que a maioria das pessoas – precisamente o motivo pelo qual ficaram tão chocados. Elas estavam completamente conscientes da dificuldade desta etapa.

A velha senhora não podia deixar de sentir-se satisfeita com o desempenho de Mingxiu. Embora houvesse muitas meninas bordadeiras na oficina, apenas Mingxiu tinha a capacidade de continuar seu legado.

Ao contrário da velha, o velho sentia-se bastante nervoso.

Entre o contínuo silvo e o comentário em curso, a postura de Ai Hui era anormalmente estranha. Ele estava tão imóvel como uma estátua, e seus olhos brilhantes foram consertados na cena magnífica que aconteceu diante de Mingxiu.

No momento em que Ai Hui agarrou a espada, sentiu que algo estava errado com o embrião da espada.

No passado, seu embrião de espada era levemente discernível e, embora pudesse sentir a presença dele, era muito difícil descrevê-lo com precisão. Desta vez, no entanto, ele realmente podia “vê-lo” – era uma linha infinitesimal de um brilho de espada de cor azul.

Era muito, muito pequeno, ao ponto em que era incerto se poderia até ser considerado um brilho de espada, mas naquele momento, Ai Hui foi sugado. Um azul parecido com o de Azul Calmamte, era solitário e existia orgulhosamente no meio do caos entre as sobrancelhas.

A espada em suas mãos parecia uma parte de seu corpo. Ele tinha experimentado um sentimento semelhante no passado, mas não era tão intenso como agora. Ai Hui poderia até sentir o efeito decisivo que a espada tinha em seu estado de espírito.

Com isso, ele olhou para Mingxiu.

A luz ondulada refletida sobre as agulhas parecia diminuir a velocidade nos olhos de Ai Hui até que ele pudesse discernir claramente a trajetória das agulhas elementares. Ele podia perceber exatamente como elas se moviam alternativamente, como os fios de musselina se entrelaçavam, e até mesmo como o fluxo de ar, causado pelo movimento das agulhas elementais, estabilizava os fios.

Que intrigante!

Ai Hui observou silenciosamente. Ele sabia que as agulhas elementares não diminuíam, mas, em vez disso, sua percepção tinha sido aprimorada. Ele admirou a cena esplêndida acontecendo diante de seus olhos – realmente era esteticamente agradável!

Embora pareça que Mingxiu estava apenas controlando as agulhas elementares, seus músculos do corpo não estavam nem completamente relaxados nem completamente tensos, mas sim em algum lugar intermediário. Os braços estendidos a ajudaram a estabilizar e a otimizar seu centro de gravidade.

Era uma imagem de força e beleza.

Nesta imagem, a energia elementar estava fluindo como córregos de água gotejante e era estável como o carretel giratório da musselina. Cheio de ritmo bem distribuído, a energia elementar manteve a alta velocidade de operação das agulhas elementares.

Ai Hui estava aprendendo muitas coisas; por exemplo, a energia elementar usada para controlar as agulhas elementares teve que ser bem distribuída, e somente então aceleraria o processo do bordado.

No entanto, tal mudança não foi suficiente para surpreender Ai Hui. Embora tenha se tornado mais intuitivo e perspicaz, já havia descoberto isso no passado.

O que realmente o chocou foi que esta foi a primeira vez que ele viu algo que ele não poderia explicar.

Ele não sabia o que era a fraca névoa que se curvava nos arredores de Mingxiu. Estava mudando constantemente de forma; uma luz suave às vezes, porém nebulosa e indistinta às vezes. Às vezes, saía em camadas, como escamas de peixe.

Além disso, dentro das ondulações criadas pelas agulhas elementares da Sênior Mingxiu, havia pontos fracos e brilhantes de luz, como estrelas espalhadas sobre a superfície da lagoa.

Era a primeira vez que elas apareceram.

Mesmo depois de procurar pelo seu cérebro durante muito tempo, Ai Hui ainda não tinha ideia.

O embrião da espada havia mudado depois de absorver o Azul Calmante. Por que absorveu o Azul Calmante em primeiro lugar? Ai Hui ainda não sabia o motivo. Ele não conseguiu encontrar uma resposta nos manuais da espada. Os materiais dos tempos antigos eram completamente diferentes dos da atualidade, já que suas terminologias e características sofreram grandes mudanças.

Azul Calmante foi um item recém-desenvolvido e estava ausente na Era do Cultivo. Definitivamente, haveria algo semelhante no passado, mas Ai Hui não tinha ideia do que era chamado.

Partes dos manuais de espadas que explicaram os métodos do desenvolvimento do embrião da espada foram gravemente danificadas, então Ai Hui teve que preencher a maior parte das informações faltantes. Ele desconhecia completamente como as coisas acabariam.

No lado positivo, o embrião da espada se fortaleceu depois de absorver inesperadamente o Azul Calmante. Ai Hui presumiu que o Azul Calmante deve ter contido algum tipo de substância que ajudou o processo de treinamento.

Foi uma pena que o Azul Calmante tenha desaparecido. Ele não podia sequer pagar o tipo mais barato, ou então ele poderia realizar pesquisas sobre os tipos de substâncias que eram necessárias para o desenvolvimento do embrião da espada.

Este pensamento passou por sua mente, mas desapareceu em segundos, como uma pequena chama de vela em um vendaval.

Azul Calmante, oitenta milhões de yuans!

Embora Ai Hui tenha sido assustado com a mudança do embrião da espada, seu choque desapareceu ao pensar que essa mudança custou oitenta milhões de yuans.

Se tivesse sido o desenvolvimento da energia elementar, então, que tipo de mudança poderia representar oitenta milhões de yuan?

Ai Hui não sabia se os ingredientes necessários para o treinamento de uma vida somariam oitenta milhões de yuans, mas pensou em como poderia pelo menos se tornar um elementalista legítimo.

Meticuloso com seus cálculos, Ai Hui sabia que o embrião da espada era algo que custava muito, mas rendia pouco, enquanto que o desenvolvimento de energia elementar era exatamente o oposto.

A escolha foi clara.

Ai Hui não seria tentado pelo embrião da espada. Por mais especial que fosse, Ai Hui era um homem prático cujo sonho era tornar-se apenas um Elementalista registrado.

Seu olhar estava firmemente fixado em Mingxiu, sem hesitar no mínimo.

Sua velocidade estava se reduzindo rapidamente, e Ai Hui sabia que ela estava fazendo isso de propósito, por sua causa.

Ai Hui ficou grato por sua bondade, mas essa imagem de força e beleza tornou-se relaxada e já não parecia tão artística.

Ele suspirou para si mesmo.

Capítulo Anterior || Índice || Próximo Capítulo
Rolar para o topo