AFE – Capítulo 80 – Luvas e Ataduras de Sangue

Capítulo Anterior || Índice || Próximo Capítulo

“Isso é algo que não pode ser ajudado”. O velho tossiu suavemente.

Ao ouvir essas palavras, Ai Hui de repente se sentiu à vontade.

“A energia elementar foi comprimida para um grau extremo, e uma vez que ela se colapsa, sua residência natal será destruída – é por isso que estamos tentando impedir que ela desabar em si mesma. Ou você pode tratá-la como um iceberg e que estamos tentando derrete-la pouco a pouco. Uma vez que seu nível de base é extremamente alto, uma pequena porção da energia derretida pode ser usada por um longo período de tempo. No entanto, o processo de descongelamento não será fácil. Teremos que usar certos equipamentos especializados, como este. Oh … não consigo lembrar o nome dele “. O velho tinha uma expressão estranha.

“A energia elementar em seu corpo contém uma poderosa força atrativa que se comporta como um ímã. Este será o nosso maior obstáculo, pois é extremamente difícil superar esse tipo de atração. No entanto, se precisamos apenas influenciar uma pequena porção, então ainda é possível fazê-lo. Você já notou estes vimes? Eles são capazes de gerar uma poderosa energia elementar da madeira e, desde que o metal retalha a madeira, a energia elementar de madeira induzirá um forte efeito atraente sobre a energia elementar metálica, controlando assim uma pequena porção dele da massa de energia. Esta é a porção de energia elementar metálica que você poderá controlar “.

Depois de ouvir o velho, Ai Hui percebeu vagamente o que estava acontecendo.”Então, estamos usando a energia elementar da madeira como isca? Para retirar uma porção de energia elementar metálica da massa?”

“Isso! Você entendeu!” O velho agitou a cabeça com rapidez. “Vamos começar então?”

Sem hesitação, Ai Hui assentiu. “OK!”

Embora os últimos dias tenham sido enriquecedores, sua incapacidade de treinar fez com que ele sentisse como se algo estivesse faltando. Sua vida foi dedicada a se tornar um elementalista, e o treinamento tornou-se uma parte inseparável.

Depois de equipar a armadura de cobre, ele colocou o capacete de cobre maciço em sua cabeça, estreitando seu campo de visão enquanto o mundo ao seu redor se acalmava.

Ele podia ouvir seus próprios batimentos cardíacos, que eram constantes e vigorosos.

Os vimes da armadura de cobre iluminaram como um, iluminando o pátio com seu brilho incandescente e encantador.

O olhar do velho se afiou, e de vez em quando, ele olhou para o painel de controle em suas mãos.

A massa de energia elementar no corpo de Ai Hui começou a canalizar, deixando-o desconfortável. Para ele, era como um enorme monstro que vivia dentro de seu corpo comparativamente menor. Quando o monstro estava calmo e silencioso, ele não sentiu nada; Mas quando começou a ficar agitado, Ai Hui sentiu como se seu corpo fosse destruído a qualquer momento.

As lamentações começaram a aparecer na sua residência natal.

Foi neste momento que Ai Hui percebeu a quantidade aterradora de energia elementar em seu corpo. O menor movimento da massa foi suficiente para infligir ferimentos nele.

Era como se Ai Hui estivesse em um mar tempestuoso, ondulando junto com as marés agitadas.

Seu mundo girando e sua visão tornando-se escura, a consciência de Ai Hui cintilou.

Do lado de fora, o velho estava ansioso também. Os vimes da armadura de cobre diminuíram um a um, e em um piscar de olhos, um terço deles estavam extintos. Com cada vime extinguido, o velho rapidamente o jogava fora.

“Persevere!” Ele murmurou para si mesmo.

Com o passar do tempo, o brilho dos vimes diminuiu um de cada vez, o velho continuando a removê-los sucessivamente.

Meia hora depois, quando o último vime se esvaziou, o velho abriu a armadura o mais rápido possível. O vapor de ebulição surgiu de dentro da armadura. Ai Hui já havia perdido a consciência e seu rosto era branco pálido. Quando o velho tirou Ai Hui da armadura, o corpo dele estava encharcado de suor, como se ele estivesse saindo de uma piscina de água.

O velho observou a massa de energia elementar no corpo de Ai Hui. Quando o velho percebeu que a massa de energia elementar estava se estabilizando gradualmente, sentiu-se à vontade.

Quando o velho tirou o último vime extinto, ele ficou um pouco surpreso.

O vime verde-acinzentado era indescritível sem qualquer design particular, exceto que era macio e suave, como se tivesse sido polido por uma lixa.

Era um o vime de espada.

***

Três dias depois.

Ai Hui estava brincando com o vime de espada.

Depois de passar um dia em coma, ele acordou apenas para que o velho imediatamente jogasse isso para ele. Os vimes de espada tinham uma textura macia, mas eram altamente duráveis ​​e resistentes ao desgaste. Uma vez polidas, eles tiveram uma textura agradável. Os vimes de espada eram chamadas assim por causa do seu uso como o material para cabos de espada de qualidade superior com apertos naturais(Nt: aperto no sentido de agarrar/segurar algo).”

O mestre disse que este era o vime que mais lhe convinha.

Ai Hui sentiu que seu destino estava fortemente ligado às espadas. Até agora em sua vida, havia manuais de espada, arte de espada e um embrião da espada. Agora, havia a adição de um vime de espada. Será que ele nasceu para ser um espadachim?

Ele estava brincando ociosamente com o vime de espada quando viu a entrada repentina de sua Professora e Sênior Mingxiu. Ele se levantou apressadamente e cumprimentou-os, “Professora! Sênior Mingxiu!”

Han Yuqin não esperava que Ai Hui a chamasse de Professora; como tal, não podia deixar de sorrir. “Bom garoto”.

O pouco de animosidade de sua anterior desavença desapareceu no ar.

Mingxiu sorriu gentilmente para Ai Hui.

Ao ver o velho entrar, o sorriso de Han Yuqin desapareceu, e ela bufou.

Conhecendo a excentricidade de sua esposa, ele simplesmente disse: “Você terminou de fazer?”

“Tire-o”, Han Yuqin ordenou Mingxiu.

Mingxiu tirou um par de luvas verdes, sem dedos e passou para Ai Hui. “Júnior, experimente-as. São Luvas de Vime de Espada que a Mestre fez sem dormir por três dias”.

Só agora Ai Hui percebeu a fadiga no rosto da Professora e seus olhos vermelhos. “Obrigado, Professora!” ele disse emocionalmente.

“Um menino tão bom!” Han Yuqin elogiou Ai Hui amigavelmente. Depois disso, seu tom mudou e ela falou friamente: “O discípulo é muito melhor que o mestre, pelo menos ele ainda se importa com sua Professora, ao contrário de alguém que não se preocupa comigo”.

Um pouco envergonhado, o velho tossiu suavemente. “Não consegui dizer isso a tempo. Obrigado pelo seu trabalho árduo”.

Han Yuqin desviadamente virou o rosto com uma bufada.

Assim como Ai Hui estava prestes a vestir as luvas, ele foi parado por Han Yuqin. “Espere, coloque estas ataduras primeiro!”

“Ataduras?” Ai Hui ficou atordoado.

Han Yuqin tirou uma caixa de bronze arcaica e passou para Ai Hui.

Quando o velho viu a caixa de bronze, seus olhos se arregalaram. “Esse pedaço de pano refinado de sangue?”

Han Yuqin deu um som suave de reconhecimento, mas seu rosto estava coberto por um sorriso inconfundível.

Ai Hui abriu a caixa de bronze, liberando uma intensão assassina que bateu em seu rosto. O cheiro de sangue o dominou, mas, após uma segunda fungada, desapareceu, como se o cheiro de antes tivesse sido uma alucinação. O pano era obviamente antigo, mas as manchas de sangue pareciam ter secadas não muito tempo atrás.

“Eu, incidentalmente, encontrei este pedaço de pano refinado de sangue no passado. Ele deve ser um artefato da Era do Cultivo. Não sei a qual Seita de Sangue pertence, certamente não é um artefato ortodoxo. No entanto, mesmo depois milhares de anos, não apodreceu, provando que é um bom item. Não tenho certeza de que sangue está no pano, mas exala uma forte intenção assassina. É muito demoníaco para mim ou Mingxiu usar; como tal, nós nunca o tocamos.”

“Seu mestre não lhe deu um único presente de boas vindas desde que o aceitou como discípulo. Cortei esse pedaço de pano refinado de sangue em dois, fazendo-os dois pedaços de ataduras. Embora elas não sejam adequadas para tratar feridas, eles são úteis para a proteção, especialmente porque seu corpo é fraco. Com estas duas ataduras de sangue, será muito difícil para qualquer arma prejudicar você. Elas podem ajudá-lo a resistir a uma parte de qualquer ataque, evitando que seu corpo ceda ou se colapse. Mais tarde, Mingxiu irá ensinar-lhe como amarrar a atadura “, explicou Han Yuqin com uma voz suave.

Um grande sorriso apareceu no rosto do velho e ele gritou: “O que você está esperando? Agradeço rapidamente a sua Professora!”

Ai Hui foi tocado e deu um arco sincero. “Obrigado, Professora!”

Um desconhecido sentimento de calor, como a luz do sol, brilhava sobre ele.

Capítulo Anterior || Índice || Próximo Capítulo

 

Rolar para o topo