Capítulo 29 – Esmague Aquele Rosto

Bruxo Inumano

Não carregou? Ative seu JavaScript
Atualizar

Esmague Aquele Rosto


Tradutor:<impronunciável>

Lúcifer estava dentro da sala, já caminhando em direção à porta da sala quando ouviu o som da porta principal se abrindo.

Uma carranca apareceu em seu rosto enquanto ele murmurava: “Eles estão aqui.”

Ele abriu a porta e saiu da sala.

Assim que Lúcifer saiu da sala, ele acabou no corredor que ficava bem em frente à porta principal.

O grupo de quatro homens viu Lúcifer e seus olhos brilharam como se tivessem encontrado sua presa. A cautela também encheu seus corações. Eles apenas pensaram que Lúcifer poderia estar aqui, mas vê-lo realmente aqui foi um tanto diferente e impressionante.

“Pare aí mesmo!” Zach comandou Lúcifer imediatamente. “Não se atreva a se mover, ou seremos forçados a matá-lo!”

Perfecto já havia feito sua mira quando apontou sua arma para Lúcifer.

“Coloque as mãos acima da cabeça e deite no chão!” Zach ainda comandou. “Se você nos ouvir, eu prometo que não faremos mal a você.”

Ouvindo suas palavras, Lúcifer olhou para Zach. Era evidente que esse homem estava liderando a equipe. Isso era o que ele queria saber de qualquer maneira.

“Você pesquisou minha história, certo?” Lúcifer perguntou a Zach com toda a seriedade. “Você sabe meu nome e todos os outros detalhes sobre mim?”

“Cale a boca e siga minhas ordens!” Zach insistiu mais uma vez.

“Responda-me primeiro!” Lúcifer declarou, seu tom ficando um pouco mais alto conforme sua carranca se aprofundava.

“Sim. Nós sabemos o seu nome. Você é Lúcifer Azarel, o filho de Zale Azarel. Agora deite no chão e pare de tentar nos fazer usar a força!” Zach disse a Lúcifer.

“Bom. Então você sabe sobre mim. Então você deve ser capaz de responder à pergunta que eu queria saber por tanto tempo…” Lúcifer murmurou enquanto começava a tirar suas luvas pretas. Ele colocou as luvas nos bolsos.

“Este é o meu terceiro aviso! Se você não ouvir, então não me culpe!” Zach avisou Lúcifer novamente.

“Diga-me o que eu quero saber primeiro. Você sabe sobre mim. Então, você também deve conhecer a Instalação onde eu fiquei”, Lúcifer perguntou a Zach enquanto ele caminhava em sua direção. “Onde ela fica?”

“Lúcifer, não se aproxime. Eu sei sobre suas habilidades. Este é seu aviso final. Se você chegar perto, podemos ser forçados a usar força letal!” Zach deu seu aviso final. Parecia que ele estava falando sério e também sob alguma pressão.

“Eu quero o nome da Instalação e sua localização. Diga-me isso e eu ouvirei”, Lúcifer soltou, sem parar.

“Executor, pare a criança!” Vendo que Lúcifer não parava, Zach decidiu desistir. Sem olhar para seus homens, ele comandou um deles.

“Acho que não vai correr tão bem quanto pensei. Isso é o mínimo que posso fazer sem prejudicá-lo”, ele murmurou enquanto olhava para Lúcifer, que estava se aproximando.

Assim que Zach deu o comando, o homem baixo e rechonchudo conhecido como Enforcer levantou sua mão direita em direção a Lúcifer. Seus olhos ficaram um pouco violetas quando suas habilidades começaram a se manifestar.

Lúcifer ainda estava se aproximando de Zach quando sentiu uma pressão estranha no topo de seu corpo. Era como se algo pesado estivesse pressionando-o, o que era um tanto confuso.

Ele não entendeu que era por causa da mudança na gravidade que foi forçada ao seu redor. Isso afetou principalmente Lúcifer, cuja velocidade diminuiu um pouco sob a pressão que parecia estar aumentando.

“Desista. Sob a minha gravidade, você não consegue nem ficar em pé por muito tempo, quanto mais andando. Se eu fosse dar um número, a gravidade que afeta você é pelo menos dez vezes mais poderosa do que a que nos afeta” o gordinho baixinho o homem começou a rir enquanto olhava para Lúcifer, que estava lutando para até mesmo andar do que parecia.

“Eu não me importo com o que você faz aqui. Estou aqui para obter minha resposta. É por isso que eu também esperei por você. Eu tenho um propósito em minha vida agora, que é esmagar aquele rosto”, Lúcifer respondeu enquanto pensava sobre o rosto cruel do Dr.Rao que ele viu quando foi morto.

Seu tom soou muito sombrio.

A pressão sobre ele finalmente se estabilizou como se tivesse atingido o limite máximo que o Executor poderia aplicar. As pernas de Lúcifer tremiam enquanto ele lutava para andar.

Ele olhou para Zach e os outros enquanto fechava o punho.

“Se você não me responder, eu mesmo irei forçá-lo!”

Enquanto ele falava, um estranho poder o encheu, a Super Força Rank-S, que começou a correr em suas veias e se tornou um pouco visível.

A Super Força Rank-S era uma habilidade que permitia uma pessoa quebrar paredes com um único soco com facilidade, quanto mais resistir à gravidade dez vezes maior.

Mesmo que Lúcifer só tenha conseguido trazer à tona uma fração dessa habilidade por causa da falta de compreensão e experiência, o que ele podia fazer parecia ser o suficiente.

O tremor de suas pernas havia parado. Suas costas arqueadas se endireitaram quando ele mais uma vez começou a andar em direção a Zach, mas desta vez sua velocidade foi ainda mais rápida.

Parecia tão normal que era como se a gravidade fosse normal para ele.

“O que você está fazendo? Por que você parou de usar seus poderes?” Zach gritou enquanto olhava para o Executor.

“Ii não. Ele ainda está sob o efeito da minha habilidade!” O Executor respondeu enquanto um olhar de descrença cobriu seu rosto.

“Hah? Você quer dizer que é ele, sob dez vezes a gravidade?” Zach exclamou enquanto sua boca ligeiramente aberta.

“Tudo bem. Se você não pode pará-lo, então que seja. Não precisamos levar uma criança consciente de volta para casa. Perfecto, atire nele,” Zach mudou suas ordens.

Perfecto parecia estar esperando por este momento. Sua arma já estava apontando para Lúcifer. Assim que recebeu o comando, ele colocou o dedo no gatilho para atirar em Lúcifer.

A arma que ele estava usando no momento tinha balas tranquilizantes que eram suficientes para fazer até mesmo um cavalo dormir instantaneamente, quanto mais uma criança.

 

Tradutor:

Impronunciável

Impronunciável

Rolar para o topo