Selecione o tipo de erro abaixo


『 Tradutor: Otakinho 』

Souta abriu os olhos e se viu em um lugar desconhecido.

“O que aconteceu agora…?” ele murmurou, sentindo-se um pouco confuso. Os eventos se desenrolaram tão rapidamente que estava queimando neurônios para entender.

‘Acredito que um novo espaço se abriu e envolveu tudo dentro dele. Parece estar relacionado aos Cinco Clãs Mestres ou a uma das principais facções. Esta mudança pode ter salvado as pessoas do país desses mundos fragmentados’, explicou-lhe Saya.

“Entendo… Então esse lugar é o resultado daquele espaço abrindo e fundindo todos os fragmentos, certo?” Souta perguntou.

‘Esse é o meu melhor palpite, mas não há certeza’, respondeu Saya.

O céu estava escuro e uma vasta floresta o rodeava. Árvores imponentes atingiam alturas de cerca de trinta metros, quase apagando o céu acima.

Souta ergueu a mão, sentindo a estrutura do espaço ao seu redor. “O espaço aqui parece um pouco instável”, observou. 

“É como uma colcha feita de retalhos de áreas fracas e frágeis, não distribuídas uniformemente”.

Ele podia sentir que algumas partes do espaço eram mais suscetíveis a perturbações, enquanto outras permaneciam firmes. Ficou claro que este lugar foi criado pela fusão de vários mundos, provavelmente com várias camadas devido à formação peculiar que ele havia testemunhado anteriormente. Parecia ser o resultado de alguma força desconhecida desencadeada durante os acontecimentos recentes.

Souta se aventurou ainda mais na floresta e depois de alguns minutos sentiu a presença de seres vivos por perto. Ele podia sentir o fluxo do sangue deles, indicando sua vitalidade. Ele não se deteve em contar seus números exatos; provavelmente havia mais de cem indivíduos.

À medida que se aproximava, o cenário começou a mudar. As estruturas altas atingiam alturas de cerca de cinquenta metros, mas os arredores apresentavam sinais de desolação e decadência. Parecia que uma catástrofe havia acontecido neste lugar há muito tempo, evidente pelas paredes e pisos cobertos de mofo.

Souta continuou avançando, embora não tenha avistado imediatamente nenhuma pessoa na área. No entanto, podia sentir a presença deles enquanto permaneciam escondidos nos prédios abandonados, observando-o à distância.

A partir disso, Souta deduziu que esses indivíduos eram provavelmente habitantes de um dos mundos que foram fragmentados que conseguiram sobreviver ao mundo colapsando.

Ao mover seu olhar, foi capaz de ver através das paredes comuns e diretamente nas auras das pessoas, avaliando seu fluxo de energia e o estado de suas reservas de mana.

De repente, sentiu uma presença se aproximando. Quando virou a cabeça, reconheceu um rosto familiar. A figura tinha pelos marrons nos braços e no pescoço, e sangue ainda escorria de seus ferimentos.

Era Li Guan da Ilha dos Primatas.

Li Guan expressou sua surpresa: “Monstro Relâmpago de Sangue, você está aqui?!”

Souta confirmou: “Sim”. Ele notou a aparência surrada de Li Guan e percebeu que havia sofrido ferimentos graves. Em sua condição atual, provavelmente não se sairia bem contra um adversário como Fendal, e lidar com alguém tão formidável como Jack do Pedregulho seria um desafio ainda maior.

“Você estava com a Sacerdotisa do Punho, certo? O que aconteceu?” Souta perguntou.

Li Guan forneceu algumas dicas: “Não sei… O espaço foi engolido e acabei de me encontrar neste lugar”. Ele encontrou um local tranquilo e sentou-se, demorando um momento para se recuperar. Olhando para os prédios ao redor, ele perguntou: “E aquelas pessoas?”

Souta ponderou a situação e respondeu: “Não tenho ideia da força deles. Eles provavelmente são nativos desse lugar que foram atraídos para este espaço.”

“Você testou a força deles?” Li Guan perguntou.

“Não, mas posso sentir que o nível de poder deles não é ruim. O mais forte entre eles já quebrou a primeira algema”, respondeu Souta enquanto mantinha o olhar fixo no prédio onde as pessoas estavam escondidas.

Ele decidiu não prestar muita atenção a esses habitantes, uma vez que não representavam nenhuma ameaça para ele. Ele não tinha intenção de prejudicá-los sem motivo. Se iniciassem qualquer conflito, enfrentariam as consequências.

Souta concentrou sua atenção na estrutura do espaço, procurando um caminho que os levasse de volta à Lágrima do Poder Divino. Depois de alguns momentos, encontrou o que procurava e um sorriso apareceu em seu rosto quando ele se virou para Li Guan.

“Você vai ficar aqui descansando um pouco, certo? Cuida deles para mim”, disse Souta, apontando para as pessoas no prédio. “Eles provavelmente estão confusos porque o mundo deles mudou, então cuide deles. Mas se tiverem más intenções, não hesite em lidar com eles.”

“Eu sei. Não estou gravemente ferido. Estou apenas exausto de usar minha verdadeira forma, então não seriam capazes de me machucar”, respondeu Li Guan.

“Ok,” Souta reconheceu antes de pular para o céu. Ele empunhou sua espada e cortou o espaço à sua frente.

–Bang!

A estrutura do espaço foi cortada.

Souta não hesitou e voou em sua direção.

Li Guan olhou para o corte no espaço e murmurou: “Não há mudanças no corte. Parece que não estamos em Imperium”.

Ele suspirou e fechou os olhos, planejando descansar por alguns minutos antes de voltar à batalha. Ele estava descansando há algum tempo, desde que Shen Yao enfrentou dois oponentes sozinho.

Souta pousou em um local desconhecido e imediatamente, o fedor insuportável de sangue encheu seus sentidos.

“O cheiro de sangue…”

Examinando os arredores, Souta detectou tênues flutuações de energia no ar, sugerindo que uma batalha recente ocorreu aqui. Vários indivíduos pareciam estar envolvidos no conflito, embora as flutuações indicassem que não eram particularmente de alto escalão, provavelmente abaixo da Quarta Algema.

O céu acima tinha uma tonalidade roxa escura e o chão estava manchado em tons de vermelho. Apesar das estruturas evidentes na área, muitas estavam em ruínas, com fumaça saindo de várias delas, lançando uma atmosfera estranha e perturbadora sobre a cena. Souta sabia que precisava proceder com cautela neste ambiente desconhecido e potencialmente perigoso.

A cena grotesca estava diante de Souta, uma exibição macabra de corpos desmembrados e horríveis pilhas de carne. O aviso de Saya ressoou em sua mente, pedindo cautela diante de uma presença avassaladora.

Reconhecendo a presença de outras pessoas neste lugar terrível, Souta avançou, examinando o ambiente com cuidado meticuloso. Uma inquietante sensação de familiaridade tomou conta dele e tornou-se cada vez mais evidente que a situação com que se deparara estava repleta de complicações.

Souta tinha uma forte ideia de quem era o responsável pela cena horrível ao seu redor. Ele parou abruptamente, sentindo uma mudança na atmosfera quando um frio estranho envolveu a área. Gritos de gelar o sangue perfuraram o ar, confirmando suas suspeitas.

Ele sentiu uma consciência intensificada de um indivíduo que detectou sua presença. Em uma decisão de fração de segundo, Souta se agachou bem a tempo de evitar um ataque mortal. O ataque atravessou os edifícios próximos, reduzindo-os a escombros.

Com cautela estampada em seu rosto, Souta lentamente se virou para confrontar a figura parada a poucos metros de distância. Envolto em uma aura roxa sinistra, a identidade de seu oponente tornou-se inconfundível – era o Nove Yin.

“Monstro Relâmpago de Sangue, nos encontramos de novo”, a voz do Nove Yin ecoou assustadoramente, como se várias vozes estivessem falando em uníssono.

Souta permaneceu em silêncio, focado em examinar o entorno, buscando quaisquer caminhos possíveis através da estrutura do espaço.

“É inútil… Você acha que eu deixaria você ir depois que você chegasse à minha porta?” Nove Yin falou ameaçadoramente enquanto levantava as mãos. “Não sei o que aconteceu, mas parece que este espaço serve de santuário para muitos. Antes de virmos para cá, já sabíamos do nosso papel nesta guerra. Os poderes superiores dos Pecados Capitais decretaram que devemos restringir qualquer um dos maiores especialistas do País Selnes, não importa o que aconteça.”

Souta pressionou as têmporas em frustração e suspirou. Ele então sorriu e provocou: “Venha até mim!”

Nove Yin dobrou os joelhos e avançou em direção a Souta a uma velocidade surpreendente. No entanto, Souta liberou seu poder formidável no instante em que Nove Yin o alcançou.

[Condução Elemental Dupla: Integração de Luz e Escuridão]!!

[Armadura de Sangue: Aranha de Jade]!!

[Liberação do Orbe de Monstro]!!

Várias figuras surgiram da sombra de Souta e esferas pretas começaram a se formar em suas costas. A enorme quantidade de energia que ele liberou abalou toda a área.

–Boom!

Em menos de um segundo, Souta desferiu um golpe poderoso com toda a sua força. A lâmina de energia carmesim rasgou a terra, deixando para trás uma enorme ravina que se estendia por mais de vinte quilômetros e mergulhava a uma profundidade de três quilômetros. Ele destruiu tudo em seu caminho.

Nove Yin caiu de lado, com os olhos arregalados de choque. Ele olhou para o braço direito, que havia sido decepado.

“Você quase me pegou nessa…” ele riu antes de ativar a maioria de suas habilidades e feitiços. Sua aura aumentou, ficando mais forte e rivalizando com a energia de Souta.

–Bang!

Os dois se chocaram no ar, seus golpes enviando ondas de choque pelos arredores.

Souta percebeu que não deveria mais se conter. A Lágrima do Poder Divino apareceu e era hora da batalha mais significativa desta guerra.

–Boom! Boom!

Picture of Olá, eu sou o Crimson!

Olá, eu sou o Crimson!

Comentem e Avaliem o Capítulo! Se quiser me apoiar de alguma forma, entre em nosso Discord para conversarmos!

Clique aqui para entrar em nosso Discord ➥