Capítulo 169 – Você está preso!

Capítulo Anterior
Próximo Capítulo

 

Capítulo 169 – Você está preso

Tradutor: Otakinho

 

Souta se perguntou onde estão as pessoas que moram aqui nesta mansão. Ele não viu ninguém aqui neste lugar. Na verdade, Souta não encontrou uma única pessoa.

A esposa e os filhos se foram.

“Então, a questão é onde eles estão?” Souta murmurou enquanto esfregava o queixo. Ele virou a cabeça e olhou para fora pela janela.

“Os guardas sabiam que a família do duque se foi?”

Souta olhou para sua espada e perguntou: “O que é? Você adivinhou a razão por trás disso?”

‘Hum… não tenho certeza, mas… ‘disse Saya.

“Mas o que?” Souta olhou para a espada com um olhar questionador.

‘Você tem que ver por si mesmo. Há um lugar que você ainda não verificou. E esse é o porão onde a criada viu a esposa do duque comendo sua colega de quarto.’ Saya disse a ele.

“Ok, eu vou lá. Também apenas fale o que você tem em mente.” Souta balançou a cabeça e suspirou enquanto caminhava em direção à porta.

“Se estou certa, este caso é pior do que você pensava. Só se eu estiver certa.’ A voz de Saya soou em sua mente.

Souta ergueu a mão e fixou a posição da máscara. Ele cuidadosamente escondeu sua mana dentro de seu corpo para que ninguém pudesse detectá-lo. Os guardas aqui não eram fortes o suficiente para senti-lo. Apenas pessoas com habilidades especiais como Lynn podiam detectar sua presença.

“Aquela garota, Lynn. Talvez eu pudesse trazê-la para o meu grupo. Se ela pudesse aprimorar sua habilidade, então ela seria capaz de me ajudar em minhas futuras missões.” Souta murmurou enquanto caminhava em direção ao porão.

O senso de Lynn era excepcionalmente alto. De volta ao teste especial, ela localizou aquele que lançou o feitiço de Tier 2. Se ela conhecesse algum feitiço sensorial e artes de combate, ela se tornaria um grande tipo de maga sensorial.

Ela se tornaria um grande trunfo para ele se conseguisse melhorar suas habilidades. Um radar capaz de detectar qualquer um, pode trazer enormes benefícios quando a guerra chegar.

Se Souta não estava errado, o papa do Reino Sagrado de Deus era um mago do tipo sensorial. Ele podia sentir qualquer um dentro de um raio de dez mil quilômetros ao seu redor.

Se Cluster realmente fazia parte do Reino Sagrado de Deus, é difícil imaginar como ela conseguiu escapar da vigilância do papa. Cluster possuía um poder que era desconhecido para ele, Souta pensou que ela o usou para escapar do papa.

‘Se for aquela garota. Tenho certeza de que ela não recusaria você. Acho que ela ficará feliz se você a convidar para o seu grupo.’ Saya disse a ele.

“Vou tentar mais tarde.”

Souta chegou na frente da escada. As escadas estavam indo para o porão subterrâneo da mansão. A escuridão cobriu tudo no porão.

Só de ficar na frente dela, Souta já podia sentir a aura sinistra daquele lugar. A pressão que este lugar estava dando a ele era irreal.

“Essa energia e essa pressão…” Souta murmurou com uma expressão surpresa. Ele não conseguia acreditar. Ele se sentiu pressionado mesmo estando do lado de fora.

‘Lance seus feitiços de buff… É inútil usar mana dentro. Você não seria capaz de lançá-lo assim que entrasse no local.’ Saya disse a ele.

“Essa é uma boa ideia.” Souta assentiu e começou a lançar todos os feitiços de buff e artes de combate que conhecia.

[Impulso de agilidade]!

[Impulso de força]!

[Fortalecimento Muscular Triplo]!

[Velocidade Felina]!

Os guardas fora da mansão não seriam capazes de detectá-lo mesmo que ele usasse mana. A razão para isso foi a energia que saia do porão. É mais difícil detectar sua mana se ela estiver perto de uma energia mais forte.

Souta achou que aquela sala era especial. Ele não conseguia sentir essa energia quando estava fora da sala.

Ele olhou em volta tentando encontrar o interruptor para ascender a luz, mas infelizmente não conseguiu. Não há luz no porão. Tudo dependia da peculiaridade de visão noturna que ele possui.

Souta respirou fundo e puxou a [Espada Vajra Saya] de sua bainha. Ele então desceu as escadas.

O fedor de sangue atacou o nariz de Souta assim que ele entrou no porão. Parece que muitas pessoas morreram neste lugar.

Souta olhou em volta e viu que o porão era surpreendentemente amplo. Ele poderia até lutar contra alguém neste lugar.

O chão e as paredes do porão estavam cobertos de musgo vermelho. Olhando mais de perto, Souta descobriu que era sangue.

“Vamos ver o que está escondido aqui.”

Souta murmurou enquanto ignorava a outra sala e se dirigia na direção de onde a energia estava vindo.

Depois de alguns segundos, Souta viu uma sala ampla. A atmosfera naquele lugar era pesada e sufocante. No centro de tudo estava uma existência sinistra.

“Isso é…” Souta abriu os olhos amplamente quando viu a criatura no centro da grande sala.

De repente, todo o porão começou a tremer. O teto, o chão e as paredes tremiam sem parar.

‘Ainda não é hora, então saia rapidamente!’ Saya disse a ele.

“Eu sei.” Souta rapidamente se virou e saiu da sala. Ele correu o mais rápido que pôde.

Em apenas alguns segundos, ele chegou fora do porão. Ele verificou sua máscara se ainda estava intacta. Ele então embalou todas as coisas de que precisava, como o diário da empregada antes de deixar a mansão do duque. Essa era a evidência de que ele precisava para provar que o duque não era mais a mesma pessoa.

O tremor só parou quando Souta saiu da mansão do duque. Isso colocou todos os guardas ao redor da mansão em pânico. Eles vagaram pela mansão, mas ninguém se atreveu a entrar.

Souta sabia o motivo. Parece que o duque proibiu qualquer pessoa de entrar na mansão sem sua permissão.

Ele os ignorou e foi para a cidade. Com todas as coisas que ele conseguiu da mansão, Souta tinha certeza que ele seria capaz de completar a missão assim que desse todas as evidências para o velho Jared.

Só mais um pouquinho e ele iria completar.

Souta entrou no beco e encontrou duas pessoas deitadas de bruços. Eles estavam cobertos de sangue fresco.

Ao que parece, eles simplesmente morreram. Souta se aproximou dos cadáveres e os virou.

“Haha, droga! Eles realmente tiraram os órgãos das vítimas.” Souta riu ao descobrir que esses dois cadáveres não tinham órgãos. O culpado levou todos os órgãos das vítimas dessa pessoa para o porão da mansão do duque.

‘Alguém está vindo!’ Saya o avisou em sua cabeça.

Souta levantou-se rapidamente e já ia sair, mas era tarde demais.

A mulher que o viu gritou alto e apontou para ele.

“Kyaa! Alguém matou uma pessoa!”

“O que?!” Souta ficou pasmo quando a mulher pensou que foi ele quem matou essas duas pessoas. Bem, não é tão surpreendente considerando sua roupa. Ele estava usando máscara e manto. Ele está tentando esconder sua identidade.

Em apenas alguns segundos, muitas pessoas entraram em cena. Todos eles têm os mesmos pensamentos em suas mentes. Eles pensaram que Souta era o culpado por trás do assassinato em seu ducado.

Os guardas também chegaram e apontaram suas armas para Souta.

Tão rápido? A resposta deles foi muito rápida. Alguém planejou isso?

‘Saia já Souta! Com a sua força, não é problema! Você está usando uma máscara! Eles ainda não sabem sua identidade! ‘ Saya gritou em sua cabeça.

Souta olhou para as pessoas ao seu redor com uma expressão calma. Ele não deu sinais de que iria deixar este lugar.

‘O que você está fazendo?’ Saya perguntou a ele em perplexidade. Ela não conseguia entender por que Souta estava fazendo isso.

“Nada, eu só queria ver quem tem coragem de transformar todas as pessoas daqui em um cordeiro sacrificial”, Souta respondeu com um sorriso no rosto.

“Você está preso! Não resista ou usaremos a força para subjugá-lo!” Os guardas gritaram com ele.

“Não se preocupe, não vou resistir”, disse Souta ao guarda. Ele então olhou para o cadáver e disse: “Vou te dizer, eu não os matei. Todos eles não tinham órgãos internos. Se fui eu quem os matou, então onde estão os órgãos internos dessas pessoas mortas.”

“Mesmo assim, estamos levando você conosco. Você é a pessoa mais suspeita aqui.” Os guardas disseram a ele.

–Boom!

–Boom!

“Descer!” Bryan gritou enquanto atirava chamas poderosas contra os Devoradores de Videiras Sombrios.

Já que Bryan queria tanto lutar contra alguém, Lumilia deu a ele a tarefa de lutar contra aquele monstro enquanto ela e Brando estavam deixando o local.

Bryan concordou com ela sem hesitar. Finalmente foi sua vez de se mover e lutar contra os monstros.

Brando estava correndo na frente de Lumilia. Se alguém aparecesse antes deles, Brando seria capaz de proteger Lumilia. Os dois estavam subindo à superfície enquanto Bryan lutava contra o monstro.

“É realmente certo deixar Bryan lá?” Brando perguntou a Lumilia.

“Está tudo bem, Bryan não é tão fraco ao ponto de cair lutando contra alguns monstros de segunda evolução”, Lumilia respondeu a Brando. Ela estava deixando um rastro para que Bryan pudesse segui-la assim que terminasse de lutar contra todos os monstros.

Ela também não se esqueceu de avisar que ele deveria voltar o mais rápido possível. Ele não deve drenar sua resistência neste lugar. Esta foi apenas uma missão secundária neste ducado. Eles ainda precisam terminar sua missão real, então drenar a resistência de alguém não era aconselhável.

Ela sabia que Bryan não entenderia dessa forma. Ela entendeu como a mente de Bryan funciona. É por isso que ela disse a ele que eles iriam lutar contra um culpado pelos assassinatos que era ainda mais forte assim que Souta terminasse sua investigação.

E funcionou, Bryan disse que voltaria o mais rápido possível para não deixar Souta monopolizar toda a batalha na superfície.

Capítulo Anterior
Próximo Capítulo