Capítulo 1: Bem-vindo

Eu Realmente não sou o Servo de um Deus Demoníaco

Não carregou? Ative seu JavaScript
Atualizar

Lin Jie abriu a velha porta de madeira da livraria como sempre.

Um som abafado soou de um sino de bronze. Alguns pequenos fios de água escorriam sobre batente da porta, deixando vestígios na janela coberta de sujeira situada no alto da parede.

O céu estava escuro e chovia forte lá fora, o tamborilar da chuva e do vapor criavam uma cortina de nevoeiro.

Poças de água acumularam-se fora do armazém.

“Um aguaceiro tão forte”, comentou Lin Jie, franzindo o cenho.

Ele estava irritado por sua camisa e calças ficarem molhadas.

“Esta forte precipitação que começou na noite passada continuará por aproximadamente uma semana. O Centro Meteorológico emitiu um aviso amarelo, que pode aumentar para vermelho …”

O áudio da TV da loja vizinha foi rapidamente abafado pela chuva.

Era improvável que houvesse algum negócio para a livraria sob aquele clima.

“Suspiro.”

Lin Jie puxou uma moldura de suporte triangular e uma placa de madeira de trás da porta para dar um passo rumo à entrada da livraria antes de virar a placa pendurada para exibir “Aberto”.

Era improvável que houvesse muitos visitantes naquele clima. Parecia que seria um dia tranquilo para a livraria.

“Em vez de abrir para negócios tão improváveis, por que não voltar a dormir?” Isso provavelmente era o que a maioria das pessoas pensaria.

“Mas e se alguém fosse pego pela chuva sem um guarda-chuva e precisasse de um lugar para se abrigar?”

Lin Jie pegou um livro da estante de aluguel antes de se dirigir ao balcão. Ele acendeu casualmente uma lâmpada quente ao longo do caminho antes de colocar uma toalha ao seu lado. Depois disso, ele preparou duas xícaras de chá bem quente antes de finalmente se acomodar atrás do balcão.

Ele abriu o livro onde parou de ler antes de empurrar uma xícara de chá quente sobre o balcão, como se estivesse passando para um novo visitante.

Um livro e uma xícara de chá quente.

As ferramentas necessárias para aquecer o corpo e a alma de uma pessoa perdida.

Lin Jie tomou um gole de sua própria xícara e sorriu.

Na verdade, ele era exatamente esse tipo de romântico devoto. Apesar de ser um homem comum, ele era conhecido por seus clientes como um homem honesto e um mentor da vida, adepto de “distribuir sopa de galinha”*.

A vida deve ser sempre cheia de expectativas, não é?

——

Crack!

Com um movimento das mãos, Ji Zhixiu quebrou o pescoço da pessoa presa em suas garras. No entanto, a batalha ainda não acabou. Ela rapidamente se virou e puxou uma longa lâmina para cortar o pescoço de outro homem.

“UGH…”

A cabeça do homem caiu no chão, seus olhos ainda bem abertos.

Ji Zhixiu empurrou os dois corpos para longe dela antes de sair do beco.

Uma pilha de mais de dez cadáveres foi deixada em seu rastro. Eles gradualmente queimaram e viraram cinzas.

Este foi o resultado de uma luta em um beco neste temporal.

O sangue que vazou através de seu vestido pomposo e preto durante a luta pingou no chão, evaporando em uma nuvem de vapor acre que foi imediatamente lavado pela chuva.

Sua temperatura corporal estava subindo rapidamente. Seu sangue e músculos começaram a se contorcer, dolorosamente alertando-a sobre o número de costelas quebradas que ela tinha.

Mas isso não era problema para ela.

Como uma caçadora que teve sangue imundo injetado em sua corrente sanguínea, levaria apenas uma hora para se recuperar totalmente de tais ferimentos.

“Tempo, eu preciso de tempo.”

Ela olhou para a frente dela.

Vagamente escondida em meio a uma cortina de chuva estava uma livraria com uma luz fraca espreitando pelas janelas de vidro. Através da janela, ela podia distinguir vagamente fileiras de estantes de livros.

Além da livraria, todo o resto da área estava escuro.

Havia muitas lojas nas proximidades, mas com uma chuva tão forte, esta era a única em funcionamento.

A placa pendurada na entrada exibia “Aberto”, e havia um degrau malfeito para facilitar o acesso à entrada. Parecia estranhamente fora de lugar.

O que era ainda mais estranho era que estava localizado em frente ao beco de onde ela havia saído.

“É uma coincidência ou uma armadilha?”

Ji Zhixiu não se deu ao luxo de parar e pensar sobre as coisas. Ela acreditava que seus companheiros caçadores podiam farejá-la com seu agudo sentido do olfato, atacando-a como tubarões, mesmo naquela chuva torrencial.

Ela precisava encontrar um lugar para se esconder o mais rápido possível e ganhar tempo suficiente para se recuperar.

Shing!

A longa lâmina em sua mão se retraiu de volta ao mecanismo, transformando-se em uma bengala de metal negro aparentemente comum em um piscar de olhos.

Ji Zhixiu caminhou em direção à livraria em meio à chuva e abriu a porta.

O interior da livraria estava muito silencioso. Ela entrou com sua bengala e não demorou muito para localizar o chefe da livraria.

Era um jovem sentado atrás do balcão, lendo um livro. Sua camisa e calça eram totalmente pretas.

Em contraste com seu cabelo escuro e levemente bagunçado, sua pele era bastante pálida. Seus dedos finos estavam segurando uma xícara de chá enquanto ele gentilmente virava as páginas do livro.

Havia outra xícara sobre o balcão com vapor ainda rodando, mas ninguém estava no banquinho alto em frente ao balcão.

Na verdade, Ji Zhixiu teve a estranha sensação de que aquela xícara de chá e o assento estavam preparados para ela. Sentindo-se um pouco estranha, ela rapidamente examinou toda a livraria com seu olhar.

Era estreito e apertado.

Além das estantes cheias, havia muitos livros espalhados pelo chão. Metade da escada que conduz ao segundo andar estava bloqueada por estantes de livros, e as janelas estavam quase todas cobertas de poeira, emitindo uma vibração misteriosa.

A única fonte de luz nesta livraria escura e úmida era o abajur no balcão, e o jovem sentado atrás dele exalava um ar de mistério.

Havia até uma toalha no balcão …

Pingar! Pingar!

Água estava pingando de seu corpo completamente encharcado. Seu cabelo molhado estava grudado no pescoço, e seu vestido decotado revelava sua pele clara e macia.

“Bem-vinda.”

Lin Jie olhou para cima com uma luz amarela quente refletida em suas pupilas escuras.

Com um sorriso, ele empurrou a xícara de chá quente para Ji Zhixiu. “Parece que minha longa espera não foi em vão. A chuva levou um lindo cliente para minha humilde livraria.”

Elogiar a aparência do cliente fazia parte do bom atendimento.

Apesar disso, a pessoa que estava diante de Lin Jie era uma beleza inegável. Apesar de estar completamente encharcada, seus belos traços semelhantes a uma escultura delicadamente esculpida e pele branca como marfim ainda eram vagamente discerníveis na luz fraca.

Ele sentiu que sua espera valeu a pena.

Parece que este visitante precisa de uma conversa sincera. Talvez eu possa fazer um novo amigo hoje … e talvez um cliente regular também?

Definitivamente, não eram pensamentos de um empresário avarento, mas sim preocupação genuína e boa vontade!

Ji Zhixiu olhou para a xícara de chá à sua frente com as pupilas estreitas.

“Longa espera” – isso significava que o jovem sabia sobre isso e estava deliberadamente esperando por ela?

Ou poderia haver outros motivos em jogo?

Apesar de tudo, esta livraria estava cheia de coisas estranhas. O momento exato e a expressão imperturbável desse sujeito mostravam claramente que as coisas não eram tão simples.

É a Torre do Ritual Secreto? Ou a União da Verdade? Talvez um dos ungidos de Walpurgis?

Ji Zhixiu ficou mais vigilante do que nunca. Ela discretamente moveu o dedo em direção ao botão que ativava o mecanismo da bengala preta. Assim que o jovem fizesse um movimento, a bengala se transformaria em uma lâmina mortal que perfura seu crânio.

“Você estava esperando por mim?” O caçador sondou.

Ela respondeu com um sorriso gentil: “Sim. Sempre pensei que o destino funciona de maneiras milagrosas, como ele une dois completos estranhos da maneira mais surpreendente.”

Ele gesticulou em direção ao balcão e continuou: “Sinta-se à vontade para usar a toalha ali para se enxugar. Não se preocupe, não está sendo usada. Quer que eu ligue o aquecedor?”

A senhorita pegou a toalha hesitante e balançou a cabeça. “Está bem.”

Olhando mais de perto sua cliente, Lin Jie notou suas sobrancelhas franzidas. Referindo-se a experiências anteriores, ele presumiu que essa pessoa pode estar enfrentando uma situação difícil em sua vida. Assim, ele pigarreou e perguntou: “Pela que parece, você deve ter encontrado algum problema?”

 

*O autor usa esse termo várias vezes, não sei se devo traduzir isso porque faz parte da forma dele escrever, pra mim a novel perderia parte da identidade se eu mudasse isso.
Enfim, distribuir sopa de galinha ou canja de galinha significa “fornecer ajuda emocional a alguém”

Tradutor:

Pato Leste

Rolar para o topo