Capítulo 07: Limpando o Caminho

Feiticeiro de Sangue

Não carregou? Ative seu JavaScript
Atualizar

Capítulo 07: Limpando o Caminho
Tradutor: Jaci

 

Enquanto Bai Zemin observava o movimento do grupo de zumbis que estava a vários metros à frente, ele rapidamente percebeu que alguns deles estavam batendo nas portas na tentativa de derrubá-las. No entanto, essas portas eram completamente de metal, então era absolutamente impossível para esses zumbis entrarem, por mais que tentassem.

O som das batidas na porta de metal atraiu outros zumbis, fazendo com que o grupo de pouco mais de cinquenta logo chegasse aos oitenta. Isso, juntamente com a atmosfera sinistra do ambiente, fez com que as emoções caóticas dos alunos e professores que Bai Zemin salvou se tornassem ainda piores.

Será que há pessoas ali dentro? Tal pensamento passou pela mente de Bai Zemin e quanto mais ele refletia sobre isso, mais a ideia se consolidava.

Para sobreviver mais um dia, Bai Zemin não apenas balançava a espada casualmente para a frente e para trás, decapitando os inimigos; ele também prestava atenção ao comportamento das criaturas tanto quanto possível. Como os zumbis eram, temporariamente, os que estavam em maior quantidade, eles eram o tipo de inimigo que ele mais conhecia.

Pelo que ele havia observado até agora dos zumbis, essas criaturas lentas, mas fatais, podiam perceber a presença de qualquer tipo de vida, bem como sentir o cheiro de sangue a cerca de vinte metros de distância.

“Definitivamente há pessoas lá.” Bai Zemin finalmente concluiu. Se não fosse por essa razão, então ele não conseguia pensar em mais nenhum motivo do porquê os zumbis estavam tão decididos a não se mover para nenhum outro lugar.

Ele olhou para trás e viu as pessoas que salvou olhando para ele, o que lhe deu dor de cabeça… Se não fosse por essas pessoas estarem aqui, Bai Zemin já teria reclamado os tesouros que obteve após derrotar o Grande Louva-a-Deus Rápido e, entre aqueles tesouros, talvez houvesse algo que pudesse ajudá-lo a sair da difícil situação em que se encontrava.

No entanto, ele não confiava nessas pessoas o suficiente para trazer tais tesouros à tona. Foi precisamente por ele não querer revelar completamente sua força que ele usou sua [Manipulação de Sangue] apenas por um breve momento a fim de derrotar o louva-a-deus, e depois encerrou-a o mais rápido possível.

Como se soubesse de seus pensamentos, Lilith, que estava ao lado dele, sorriu e disse casualmente: “Por que tu simplesmente não os abandonas? Tudo será muito mais fácil se tu deixares para trás esses fardos que podem apunhalá-lo pelas costas a qualquer momento.”

Bai Zemin olhou para ela com a testa franzida, sem dizer nada.

“Não me olhe assim~ Estou só comentando.” Lilith encolheu os ombros e não disse mais nada.

Ela sabia que era impossível para Bai Zemin fazer algo assim. Afinal, fazia apenas cerca de uma hora desde que ele foi forçado a lutar por sua vida empunhando uma espada. Não havia como ele mudar tanto sem experimentar a crueldade do mundo.

No entanto, Lilith tinha certeza de que ele se adaptaria em breve. Caso contrário, ele simplesmente morreria, a menos que tivesse força o suficiente para apoiar tal mentalidade.

Justamente quando Bai Zemin não sabia o que fazer, o grupo, que agora ultrapassava oitenta zumbis, de repente ficou agitado.

Uma flecha voou de longe, acertando com precisão a testa de um zumbi. Antes que os demais pudessem reagir, outra flecha foi disparada da mesma direção e outro desabou.

“Que foda!” Bai Zemin ficou um pouco surpreso. Ele não sabia quem era o atacante, pois havia vários edifícios bloqueando sua visão, no entanto, a habilidade de tiro com arco daquela pessoa era realmente excelente.

Infelizmente, depois de cinco flechas, o ataque foi interrompido temporariamente. Aparentemente, o atacante estava bem perto e os zumbis haviam cercado aquela pessoa.

“Todos vocês, esperem aqui!” deixando essas palavras para trás, Bai Zemin saltou de seu esconderijo como um tigre e avançou em direção aos zumbis.

Em questão de segundos, a distância de cinquenta metros que o separava dos zumbis foi cruzada. Bai Zemin, na velocidade da luz, cortou com sua espada duas vezes e as cabeças de dois zumbis voaram no ar.

 

#sistema-esverdeado#

[Você absorveu o Poder da Alma do Zumbi Normal de nível 4.]

[Você absorveu o Poder da Alma do Zumbi Normal de nível 4.]

….

#esverdeado-fim#

 

Em cinco segundos, sete zumbis foram decapitados por Bai Zemin.

Liang Peng, que carregava um enorme martelo de dois metros, golpeou um zumbi, fazendo-o voar dez metros. O zumbi caiu no chão com a metade superior do corpo deformada e a cabeça completamente esmagada. No entanto, ele logo notou um homem vários anos mais jovem do que ele massacrando zumbis como formigas e seus olhos se arregalaram.

“Puta que pariu! O que tem de errado com a velocidade daquele cara?” Liang Peng praguejou.

Bai Zemin tinha atualmente 54 pontos de [Agilidade]. Isso significava que ele era cinco vezes mais rápido do que uma pessoa comum antes do apocalipse. Seus movimentos eram extremamente rápidos, enquanto Bai Zemin havia abatido cinco ou seis zumbis, Liang Peng matou apenas um que estava perto dele.

Por outro lado, Bai Zemin também notou Liang Peng com seu enorme martelo e ficou surpreso. Não era o segurança da universidade? Em que momento ele havia se tornado tão forte a ponto de carregar aquele martelo? No entanto, quando sua mente estava começando a se perguntar, outra mudança varreu o campo de batalha.

“Balas de Gelo.”

Uma voz fria, mas de som agradável, ecoou. E logo depois, dez minúsculas esferas de gelo flutuaram no ar e dispararam em direção a dez zumbis diferentes, atingindo-os na cabeça com precisão e tirando suas vidas.

“Oh? O controle de mana daquela mulher é maior do que o teu… E como se isso não bastasse, seu poder mágico atual é apenas um pouco menor do que o que tu tinhas quando o Soul Records alcançou este mundo inferior… Que estranho…” A voz surpresa e um tanto confusa de Lilith soou ao lado de Bai Zemin.

Desde o momento em que ele salvou outras pessoas e essas pessoas nem sequer olharam para Lilith, Bai Zemin chegou à conclusão silenciosa de que ela era invisível para os outros e só ele podia vê-la; portanto, ele não ficou muito surpreso ao vê-la casualmente desfilando por aí.

Bai Zemin olhou para a mulher que havia entrado na briga e seus olhos não puderam deixar de brilhar. Que gata! Seu cabelo prateado e olhos azuis a faziam parecer um lótus da neve, mas ao mesmo tempo, ela era como uma fada do gelo… No entanto, embora ele apreciasse sua beleza, isso era tudo. Afinal, Bai Zemin já havia visto Lilith, que era incrivelmente bela, sedutora e inocente.

Os movimentos de Bai Zemin não vacilaram nem um pouco enquanto ele continuava a decapitar zumbis e, a cada segundo que passava, um ou dois caíam a seus pés.

Como se a chegada da mulher de cabelos prateados marcasse um novo começo, as flechas retomaram seu massacre. No entanto, por algum motivo, a velocidade do atirador aumentou sem perder nem um pouco a precisão.

O grupo de mais de oitenta zumbis era assustador; qualquer um seria dominado por eles e até mesmo alguém evoluído morreria se fosse cercado. O perigo dessas criaturas aumentou ainda mais pelo fato de o ginásio ser cercado por edifícios, tornando-o um lugar ruim para lançar um ataque, mas um bom lugar para se defender. Neste caso, como os humanos eram os agressores, eles não tinham escolha a não ser sofrer.

No entanto, não importa se era Bai Zemin, a mulher de cabelos prateados, Liang Peng, ou o arqueiro escondido entre os edifícios; todos tinham qualidades próprias das quais podiam se orgulhar e ser considerados a elite entre os alunos e professores da universidade… Assim, em menos de dois minutos, todos os zumbis, inclusive os mais separados do grupo, foram aniquilados.

O sangue formou várias poças e havia carne espalhada aleatoriamente por todo o lugar. O cheiro era extremamente repulsivo e a visão podia assustar qualquer pessoa. No entanto, as pessoas que estavam lutando tiveram que desafiar a morte e rastejar de dezenas ou até mesmo centenas de cadáveres para chegar até aqui; portanto, nenhum deles expressou uma reação exagerada.

Os três lutadores à vista se entreolharam com um toque de cautela em seus olhos. Agora que o mundo havia mudado, era difícil dizer se o coração das pessoas não. Em consequência, nenhum dos três confiava muito um no outro.

A mulher de cabelos prateados com a habilidade de controlar o gelo olhou para eles com frieza. Em seu olhar, havia até um toque de nojo que era difícil de notar.

A atmosfera ficou um tanto estranha, ninguém parecia disposto a falar.

Naquele momento, o som de passos apressados vindos de longe fez com que o olhar de Bai Zemin se voltasse naquela direção.

Tradutor:

Jaci

Jaci

Como cinzas, brilhando sob o luar.
Rolar para o topo