Capítulo 24: Tesouro de Grau Mágico

Feiticeiro de Sangue

Não carregou? Ative seu JavaScript
Atualizar

Capítulo 24: Tesouro de Grau Mágico
Tradutor: Jaci

 

Embora tenha se passado cerca de cinco ou seis horas desde que Bai Zemin havia acordado; a batalha de vida ou morte entre ele e o Besouro Flamejante de Primeira Ordem, seu primeiro inimigo que tinha realmente dado um passo no verdadeiro caminho da evolução, o deixou tão cansado quanto uma pessoa que não dormia por dois dias seguidos. Portanto, depois que sua mente exausta e seu corpo dolorido o forçaram a dormir após chegar em um lugar relativamente seguro, ele não teve permissão para acordar até o dia seguinte.

O mundo mudou drasticamente. Dizer que a sociedade havia entrado em colapso não era um exagero, mas o que todos os sobreviventes no centro esportivo esperavam era sair deste lugar e voltar para a proteção do governo e dos militares; só então eles poderiam se sentir um pouco mais à vontade.

Nenhum deles sabia em que situação se encontrava o exército… A realidade é que ninguém conhecia a situação do mundo exterior. Porém, para o bem de sua própria saúde mental, não ousaram falar palavras de desespero e até tentaram não pensar no pior cenário possível.

Quando Bai Zemin abriu os olhos novamente, o segundo dia desde o início da mudança havia terminado e o terceiro dia começou oficialmente.

“A chuva parou…” Ele murmurou com os olhos ainda um pouco sonolentos enquanto se concentrava no barulho do lado de fora.

O som do trovão, o brilho do relâmpago entre as pequenas rachaduras da janela que as madeiras não podiam cobrir, assim como o som feroz da água açoitando o mundo como se fosse um castigo dos céus; tudo tinha parado.

“Algumas horas atrás, a tempestade parou. A razão por trás do clima estranho era porque a mana adormecida podia sentir a aproximação do Soul Records… Agora que ele finalmente alcançou este mundo, as coisas irão lentamente retornar à normalidade.”

Uma voz suave, charmosa, brincalhona, mas também gentil, soou a poucos metros dele.

Olhando para a esquerda, Bai Zemin viu uma mulher extremamente bonita, sentada elegantemente à uma mesa ao lado da janela que agora não estava mais sendo coberta por um bloco de madeira. Os poucos raios de sol que escapavam das nuvens cercavam-na, criando um grande contraste com os seus cabelos negros e seu vestido escuro como a noite… Sem dúvida, essa era uma das cenas mais lindas que ele já vira em toda sua vida.

“Um anjo?” Ainda meio adormecido, Bai Zemin não pôde evitar resmungar.

“Eu não sou um anjo. Eu sou um demônio~” Lilith deu-lhe o sorriso mais lindo que ele já viu em sua vida inteira. “Bom Dia.”

Embora seu sorriso fosse lindo, para Bai Zemin era extremamente perigoso. Como se tivesse recebido um choque elétrico, ele se encolheu e desviou o olhar ao responder: “Bom dia para você também…”

Nos olhos de Lilith havia um estranho brilho que faiscava encantadoramente. Ela piscou por alguns segundos antes de balançar a cabeça como se descartasse uma ideia.

“E teu corpo?” Perguntou enquanto se aproximava dele com passos suaves como uma brisa de primavera.

“Agora que você mencionou…” Bai Zemin a ignorou enquanto ela se sentava ao seu lado. Ele inspecionou sua condição e ficou prazerosamente surpreso ao descobrir que a dor angustiante que sentira ontem havia, pelo menos, passado pela metade. Embora ainda estivesse dolorido, não era mais insuportável.

Porém, o mais surpreendente era que, depois que a carne queimada pelas chamas do besouro caiu, uma nova carne estava crescendo e a pele lentamente se espalhava nas partes menos afetadas.

“Mas que… O que é tudo isso?” Bai Zemin ficou pasmo.

“Eu já não te disse?” Lilith não sabia se ria ou se chorava ao ver sua expressão. “Tua [Saúde] é atualmente várias vezes mais alta do que a de alguém comum. Se uma pessoa normal costuma levar três ou quatro meses para se recuperar de tais ferimentos, tu podes fazê-lo dez vezes mais rápido!”

Na verdade, com os 90 pontos de [Saúde] que ele tinha atualmente, sua velocidade de recuperação era cerca de nove vezes mais rápida do que a de alguém normal sem evolução… Reprodução celular, reparo de células danificadas e regeneração de tecidos; tudo era muito mais rápido.

“A esta velocidade, só preciso de mais alguns dias para me recuperar totalmente.” Bai Zemin ficou animado, mas soltou um suspiro pesado.

Ele se sentiu feliz, pois se recuperar rapidamente significava não ter que temer. Afinal, se outro monstro semelhante ao Besouro Flamejante de Primeira Ordem aparecesse, com sua condição física atual, apenas a morte o aguardava. No entanto, em meio a essa felicidade, havia uma emoção complexa, pois ele finalmente percebeu que nada seria como antes.

Bai Zemin balançou a cabeça suavemente e olhou para Lilith enquanto estendia os braços.

Ela levantou uma sobrancelha e brincou, “Queres um abraço~?”

Ele revirou os olhos e respondeu: “Me dê logo meus orbes.”

“Como tu sabes?” Ela o mirou com olhos arregalados.

“Mesmo que eu tenha ficado inconsciente naquele momento, sei que você não abriria mão de nada que possa me ajudar a evoluir.” Bai Zemin disse indiferente. “Afinal, quanto mais rápido eu crescer, melhor será para você. Certo?”

“Tsc… Tu realmente não tens um bom senso de humor.” Lilith estalou a língua e repreendeu-o enquanto fazia um beicinho fofo. No entanto, o brilho em seus olhos era de alegria, pois quanto mais inteligente ele era, maiores as chances de sobreviver e se tornar mais poderoso.

“Aqui estão, Sr. Chatice.” Ela acenou com a mão e três objetos flutuaram na direção dele antes de caírem suavemente em seu colo.

Bai Zemin olhou para ela com inveja. Ele também queria acenar com a mão e fazer as coisas flutuarem facilmente, mas não parecia ser algo que aconteceria tão cedo.

“Você tirou eles de onde?” Perguntou enquanto a olhava confuso.

Ela estendeu a mão direita graciosamente e não disse nada, rapidamente o olhar de Bai Zemin foi atraído para um lindo anel dourado com runas prateadas que se parecia com uma aliança de casamento.

“Você está noiva?” Ele brincou.

“Idiota.” Ela revirou os olhos charmosamente e respondeu: “Este é um anel de armazenamento espacial. Dentro há uma grande área onde posso guardar minhas coisas.”

“Exatamente como nas novels.” Bai Zemin assentiu em compreensão. “Como posso ter um desses?”

Como ele poderia não querer um? Afinal, com um anel como o de Lilith, não precisaria carregar uma mochila para todos os lugares e sua vida se tornaria muito mais simples neste mundo.

“Se tu queres um com tamanho espacial grande como este, esqueça.” Lilith balançou a cabeça suavemente enquanto dizia de forma casual: “Este é um tesouro de Grau Lendário. Mesmo para ti, é impossível adquirir algo desse nível ainda.”

“Oh!” Bai Zemin não pôde deixar de ficar um pouco desanimado. Ele nunca nem viu um Tesouro de Grau Mágico, e seus dois itens mais fortes e preciosos eram apenas de Grau Raro. Era melhor que esquecesse os Tesouros Lendários por enquanto.

“Mas…” Ao vê-lo deprimido, Lilith continuou: “Se tiveres sorte, poderás conseguir um de menor qualidade. Tu também podes conseguir um Orbe Verde e talvez, apenas talvez, se tua sorte for muito alta… Talvez podes obter um.”

“Esqueça… Vou me contentar com o que tenho por agora.” Bai Zemin não se preocupou mais com a questão do anel. Essas coisas pareciam muito distantes de alguém como ele ainda.

Voltando sua atenção para os objetos em seu colo, os olhos de Bai Zemin brilharam de alegria, e todos os pensamentos ruins desapareceram completamente sem deixar vestígios.

O Besouro Flamejante de Primeira Ordem deixou cair três objetos.

Dois orbes e um pergaminho de habilidade.

Um desses orbes era de cor laranja, representando um Tesouro Raro… Surpreendentemente, o outro orbe tinha uma cor profunda de amarelo. Em outras palavras, Bai Zemin tinha diante de si um orbe que continha um Tesouro de Grau Mágico!

Este era seu primeiro Tesouro de Grau Mágico! Embora tivesse acabado de ouvir algo incrível como Tesouros de Grau Lendário, não se desanimou; pois, sabia o quão preciosas eram sua Espada Xuanyuan e sua Jaqueta Longa, ele definitivamente estava ansioso para ver o que este orbe diante dele continha!

Tradutor:

Jaci

Jaci

Como cinzas, brilhando sob o luar.
Rolar para o topo