GB – Capítulo 99

⇐ Capítulo Anterior || Índice || Próximo Capítulo ⇒


Capítulo 99: Relativo de Laplace

Tradutor: Asu | Editor: Asu

O que Myne estava falando, é provavelmente a segunda forma variante «Inferno Mortal».

Eu e Myne lutamos com o Anjo Autômato Haniel antes. Ele poderia se regenerar de volta, não importando quanto ataque recebesse, quase como um imortal. Devido a isso, não importa o quão forte Myne era, ela não poderia vencê-la sozinha. Por isso, ela me pediu para ajudá-la.

E então, o que eu usei para derrotar Haniel, foi o «Inferno Mortal». Eu tive que perder 20% do meu status para usar essa foice assustadora.

O efeito, devido à enorme maldição do ataque, era que se qualquer tipo de oponente fosse atingido ― mesmo que fosse imortal, apodreceria e morreria instantaneamente. É um golpe mortal, mas eu tive que acertar o ataque em um ponto preciso. É onde o poder mágico estava se reunindo dentro do corpo do inimigo. Seu ‘núcleo’ por assim dizer.

Ao cortar o local com a foice, a maldição se espalhará por todo o corpo, impedindo a regeneração e fazendo o corpo apodrecer rapidamente, matando-o.

É por isso que é um ataque que não permite erros. Um pequeno erro, e eu acabaria perdendo 20% dos meus status por nada.

Então, para evitar erros, tenho que entrar no estado semi-fome, para que meus olhos possam ver o fluxo do poder mágico. Não pode ser usado o tempo todo, já que não posso vê-lo a menos que me concentre.

Eu disse a Eris e Myne para se afastarem do Arquidemônio Morto-Vivo. Ele ainda lutava para se libertar do peso do machado negro.

Primeiro de tudo, concentre-se. Leia o fluxo de magia no corpo do Arquidemônio Morto-Vivo.
A fonte de magia eram dois pontos negros na testa. Felizmente, não está em um lugar que está abaixo do Machado Negro. Se nós tivermos que remover o machado primeiro, há uma boa chance de que ele vá se enfurecer mais uma vez.

Eu disse ao Ganância enquanto trocava o Arco Negro pela Foice.

[Pegue 20% do meu status, terminarei Rafal com  o «Inferno Mortal»]

『Certo. Mas você está bem? Aquela coisa está no Rank E』

[Eu vou ficar bem… eu não sou mais o mesmo de quando estava na Gália.]

Quando comi o Tenryu na Gália, a «Gula» me dominou, e sobrevivi apenas por causa da intervenção de Roxy. Eu sou o dono da «Gula». Por causa dessa habilidade, não posso evitar ter que lutar de tempos em tempos.

E os inimigos não ficam mais fracos. Tenho a sensação de que encontrarei mais Rank E no futuro. Bem, é mais como premonição.

Myne e Eris ― agindo ao lado delas, será inevitável lutar contra inimigos fortes. Eu acabaria por entrar onde elas estavam agora.

Se eu continuasse confiando na Roxy, então o resultado será o mesmo como aconteceu naquela época.

[Vamos fazer isso, Ganância!]

『Sua resolução, eu vou responder a isso. Muito bem, eu vou levar 20% do seu status. 』

Fiquei sufocado com uma sensação de fraqueza quando o poder deixou meu corpo. Em contraste, a Foice Negra na minha mão ficou maior.

O que apareceu foi uma foice com três lâminas forradas. Parece uma garra de fera no primeiro olhar.

Levantei a foice preta e virei-me para o Arquidemônio Morto-Vivo Rafal.

[Você usou seu poder da maneira errada. Eu costumava ser o mesmo também…]

Eu matei Hado Burix. Ele era responsável por enviar Roxy para Gália, e havia sequestrado órfãos no reino apenas para brincar e matá-los depois. Por cinco anos, eu carreguei o rancor de não ser tratado como um humano por ele.

Ainda assim… eu não deveria ter matado o Hado. A ideia de usar o meu poder para julgar aqueles que não podem ser julgados por meios normais, foi apenas um ato que coloca tristeza para aqueles que me rodeiam.

Quando contei a Aaron sobre isso, ele tinha um olhar triste no rosto. Também confessei isso na carta de despedida que escrevi para a Roxy.

Claro, não coloquei sobre como eu matei Hado Burix. Coloquei a verdadeira razão pela qual eu fiquei na Mansão Heart, como foi eu quem matou o monstro coroado Kobold de Assalto, e destruiu o vale do norte… todas as mentiras que eu nunca consegui falar a verdade.

Uma mentira levou a outra mentira, se você notou… Eu menti para Roxy inúmeras vezes. Sobre como eu queria me tornar sua força, como eu não queria que ela soubesse sobre a «Gula». Eu egoisticamente mantive a verdade dela apenas para minha própria conveniência.

Tomei consciência disso quando escrevi a carta.

Portanto, um dia, quando eu puder viver como eu mesmo, sem depender mais dessa Máscara de Caveira, escrevi que esse será o momento em que vou pedir desculpas a ela sinceramente.

Mesmo assim, ainda não consigo me livrar dessa parte de mim. O falso eu que se encontra dentro daquela Máscara de Caveira estendeu a mão para mim, sussurrou para mim.

Eu ouvi uma voz sombria e pesada, que não era nada além da ilusão que a «Gula» me punha.

Talvez haja o mesmo mal dentro de mim, assim como o Rafal. Tem me roendo, mesmo depois de eu voltar da Gália.

Durante a audiência com o rei, esse mal virou o rosto ao colidir com aquele Cavaleiro Sagrado Lanchester. Aaron teve que apontar isso para mim. E mesmo de volta ao centro de pesquisa, meu coração foi atraído pela miséria e ganância que me impediu de recuar, quando eu deveria ter feito exatamente isso.

Depois de chegar ao Rank E, cheguei a entendê-lo.

Independentemente de quão forte você é, se você deseja permanecer humano, você não será capaz de viver sozinho.

Por causa do grande poder, alguém estará propenso a cometer erros. Nesse caso, os companheiros são necessários para levá-lo em uma boa direção.

[Rafal, você é como eu]

Ele não pareceu reagir ao que eu disse. O coração de Rafal não estava mais lá afinal.

Ainda assim, eu queria dizer isso.

[No começo, pensei que a maneira como vivíamos no ódio era semelhante. Você para mim… e eu para você.]

Eu levantei a Foice silenciosamente.

[No entanto, vamos terminar isso já. Agora você é você e eu sou eu. Vamos acabar com nossos laços aqui. Eu continuarei em frente, Rafal.]

Na massa de ódio que não é mais capaz de se comunicar como um humano, girei a segunda forma variante «Inferno Mortal».

A Foice deixou um arranhão em sua cabeça. Então, começando ao redor da ferida, seu corpo começou a escurecer.

O corpo do Arquidemônio Morto-Vivo ficou preto e começou a desmoronar pouco a pouco.

E então, uma voz inorgânica ressoou na minha cabeça.

« Habilidade⌠Gula⌡ ativada »

【 Resistência: + 6.1E (+8) 】
【 Força Física: + 6.3E (+8) 】
【 Poder Mágico: + 9.3E (+8) 】
【 Espírito: + 9.9E (+8) 】
【 Agilidade: + 7.2E (+8) 】

Magia Negra e Unificação Espiritual adicionado às Habilidades】

Eu segurei a excitação da «Gula» por ter consumido um status direto do Rank E. Naquela época, eu podia ouvir dentro da minha cabeça a voz de Luna, o núcleo de Haniel que eu consumi no passado.

『Como eu disse antes, vou ajudá-lo. Não esqueça quem você é…』

A dor diminuiu ao lado daquela voz, apenas até o ponto em que o sangue começou a vazar do meu olho direito. Aparentemente ela está segurando a «Gula» por dentro. Eu sempre disse que vou lidar com isso sozinho… mas a verdade é que eu tenho lutado lado a lado com Luna o tempo todo. Eu devo agradecê-la quando a encontrar no meu sonho. Obrigado como sempre.
Eu fui tirado do meu devaneio pela voz do Ganância.

『Fate, está começando!』

Algo aconteceu com o corpo do Arquidemônio Morto-Vivo. Sua área do estômago subitamente se elevou. E então, depois de atingir o ponto crítico, ele se separou do próprio corpo.

[Ah! Então essa é a separação]

Embora eu esperasse que algo saísse depois que Rafal ― o Arquidemônio Morto-Vivo fosse derrotado… Eu nunca esperei que fossem tantos.

Eu cortei com a Foice, Eris atirou com a Baioneta. Até mesmo Myne pegou o Machado Negro e cortou, mas tudo isso não fez nada.

As coisas que saíram da barriga da criatura eram morcegos negros. E seu número facilmente excedeu mil.

Mesmo se um deles fosse cortado, baleado ou esmagado, ele se restauraria imediatamente. Eu queria usar o «Inferno Mortal», mas depois de observar seu fluxo mágico, percebi que cada um dos morcegos é um ser separado por conta própria. Eu vou ficar sem status antes que eu possa cortar metade deles.

[O que é isso?]

Myne disse calmamente enquanto continuava esmagando os morcegos.

[As criaturas coletivas que é a origem do Caminhante da Noite. E… a coisa que vai me levar para o que eu procuro.]

Olhando de lado, tirei o morcego que estava tentando morder meu ombro e bati no chão.
Os morcegos gradualmente convergiram juntos, criando uma forma de homem.

E de alguma forma, ele estava segurando a Lança Negra da Vaidade.

[Tem sido um tempo desde a última vez que nos encontramos, que eu não posso me segurar. Nós costumávamos ser amigos no passado, Myne a Ira.]

Um garoto de cabelos brancos sorriu para Myne como se já estivesse muito familiarizado com ela.


⇐ Capítulo Anterior || Índice || Próximo Capítulo ⇒


=====

Nota do autor:

Obrigado por seus favoritamentos, avaliações e opiniões. Eu estou muito encorajado!

O segundo volume da versão mangá de Glutton Berserk foi lançado gratuitamente em comic rides e Nico Nico etc.

Foi cuidadosamente feito pelo Sr. Takino Daisuke, por favor, dê uma olhada!

 

Rolar para o topo