Godking – Capítulo 04

  • Asu 
Capítulo Anterior
Próximo Capítulo


Capítulo Anterior

            Índice

    <a
        href="https://vulcannovel.com.br/godking-capitulo-05"   data-text="Uma Lenda Começa">
            Próximo Capítulo
    </a>
    <h2>Godking: Ascending A Heavens</h2>
   — Volume 01: Van —
    <a
        href="#"   data-text="Capítulo 04 —  Herança de Chamas">
            Titulo Spoiler
    </a>
    <p style="text-align: center;"><strong>Tradutor:</strong> Asu | <strong>Editor:</strong> Asu</p> <p style="text-align: justify;">Um ar denso e parado passava por Van quando ele caiu.</p><p style="text-align: justify;">De bruços, com o cabelo preto balançando atrás dele, ele estava caindo com os braços abertos.</p><p style="text-align: justify;">Abaixo dele, na luz em declínio, ele podia ver o contorno fraco do touro negro, caindo na mesma velocidade. E um pouco além do touro, a pedra.</p><p style="text-align: justify;">A essa altura, eles estavam caindo há mais de meia hora, sem nenhum fim à vista.</p><p style="text-align: justify;">O espaço ao redor deles ficou mais escuro à medida que despencavam. Até que apenas a escuridão o cercou.</p><p style="text-align: justify;">Gradualmente, padrões fracos de âmbar começaram a aparecer nas paredes escarpadas.</p><p style="text-align: justify;">Misteriosamente, a pedra que liderava o caminho começou a responder a um sinal desconhecido. Ela pulsou em laranja. Brilhante, depois escurecido. Brilhante, depois escurecido.</p><p style="text-align: justify;">Van observou com uma curiosidade entorpecida e desapegada. Ele caiu na boca aberta do Inferno e resignou-se a sua morte, e ainda assim, parecia que os céus estavam brincando com ele. Já fazia mais de meia hora e ele ainda tinha que morrer!</p><p style="text-align: justify;">Seu medo inicial havia se desgastado em uma pedra fria e pesada em seu peito. Ainda está lá, mas entorpecido. Esperar pela sua morte por tanto tempo tende a ter esse efeito em você.</p><p style="text-align: justify;">De fato, com as marcações lindas e brilhantes passando e o brilho etéreo da pedra abaixo dele, Van se animou. Um show de luzes antes da morte! Ótimo, ele pensou sarcasticamente.</p><p style="text-align: justify;">O que havia lá embaixo?</p><p style="text-align: justify;">Provavelmente morte. E um final confuso quando ele respingou contra algo duro. Ou talvez a massa volumosa do touro amolecesse o golpe. E então ele poderia morrer lentamente, em vez de instantaneamente.</p><p style="text-align: justify;">Van cerrou os punhos. Irreconciliado.</p><p style="text-align: justify;">Ele imaginou a devastação de sua irmãzinha, sendo ela expulsa da vila, vivendo seus dias duros sem seu irmão mais velho ao seu lado para protegê-la ― Não, ele não poderia morrer aqui!</p><p style="text-align: justify;">Ele não foi permitido a morrer aqui!</p><p style="text-align: justify;">O ar aqueceu lentamente. Abaixo, a pedra se transformara em uma chama minúscula e iridescente. Raios brilhantes de luz se espalharam em todas as direções, e os padrões das paredes - que se tornaram mais densas e mais complexas - responderam com entusiasmo.</p><p style="text-align: justify;">Um constante <em>tumtum</em>, <em>tumtum</em>, <em>tumtum</em> surgiu acima do ruído branco do ar que passava. O som começou com um som constante e fraco que Van pensava se assemelhar a um batimento cardíaco. Mas o batimento cardíaco de nenhum humano poderia ser tão alto assim.</p><p style="text-align: justify;">Enquanto desciam mais, lentamente se transformou em um reverberante <em>Boom, Boom, Boom</em> que sacudiu os tímpanos de Van e fez suas costelas tremerem. Os padrões na parede começaram a mudar de um âmbar claro para um laranja profundo e surpreendente.</p><p style="text-align: justify;">Abaixo dele, o touro soltou um gemido miserável.</p><p style="text-align: justify;">Nunca havia experimentado esse tipo de calor antes. O ar quente e seco era fino e insatisfatório para respirar e queimava os pulmões dolorosamente. Era desconfortável e ele nunca sentiu algo tão desconfortável em sua vida - afinal de contas, seu habitat era as florestas frescas e exuberantes do lado da montanha, não um vulcão! O grande e poderoso touro debatia-se loucamente. Não conseguia se controlar – na parte mais profunda de seu cérebro havia um medo instintivo pelo fogo.</p><p style="text-align: justify;">O calor era opressivo, sufocante, mas Van mal podia sentir.</p><p style="text-align: justify;">Desde jovem, ele tinha uma afinidade não natural pelo fogo. Ele nunca havia sido queimado.</p><p style="text-align: justify;">Para ele, a lambida das chamas contra as palmas de suas mãos parecia a de um cachorro, ansiosa para cumprimentá-lo. Uma sensação divertida e agradável. No passado, ele gostava de caminhar até uma fogueira e enfiar as mãos dentro das chamas apenas para observar os olhos e a boca de Finn se transformarem em pequenos ‘o’s de admiração e espanto. Mas depois disso, ela se queimou tentando copiá-lo. Ele estava meio que esperando que ela compartilhasse sua habilidade, e ficou chocado e confuso quando ela gritou de dor. Segurando a pequena mão branca e vendo a bolha vermelha de aparência dolorosa, ele não conseguiu se perdoar. Então, ele nunca fez isso de novo, e, lentamente, sua estranha capacidade de resistir a chamas tornou-se apenas uma peculiaridade da qual ele prestou pouca atenção.</p><p style="text-align: justify;">Bem, ela estava vindo muito a calhar agora.</p><p style="text-align: justify;">As paredes trovejaram. O brilho laranja se aprofundou em uma laranja de sangue.</p><p style="text-align: justify;"><em>Boom. Boom. Boom.</em></p><p style="text-align: justify;">O coração de Van começou a seguir o ritmo enquanto ele caia.</p>      
    <p style="text-align: justify;">Suavemente, de longe.</p><p style="text-align: justify;">Um <em>boom, boom, boom.</em></p><p style="text-align: justify;">O lótus estremeceu. Uma mente fraturada. Enrolado dentro.</p><p style="text-align: justify;">Uma faísca brilhante. Chegando mais perto. Mais perto.</p><p style="text-align: justify;">⌊...poderia ser...?⌋</p><p style="text-align: justify;">Suavemente. Mais perto agora. Um batimento cardíaco ressonante.</p>        
    <p style="text-align: justify;">O ar ardente queimava os olhos e as narinas de Van. Caindo abaixo dele, o touro jogou a cabeça algumas vezes em miséria antes de desmaiar.</p><p style="text-align: justify;">Van jogou um olhar de nojo - nós não estaríamos aqui se você não fosse ganancioso!</p><p style="text-align: justify;">Embora Van mantivesse uma constante quantidade de insultos contra o touro em sua consciência, ele sabia que, mesmo que o touro não tivesse vindo, outro animal teria. Um mais forte o teria matado em um golpe.</p><p style="text-align: justify;">Os densos padrões de parede brilhavam e pulsavam em vermelhão. Van sentiu como se chamas estivessem dançando em sua pele.</p><p style="text-align: justify;">A pedra estremeceu. A luz do arco-íris se derramava como se estivesse liberando toda a sua energia em um ato final.</p><p style="text-align: justify;">Ao longe, apareceu uma partícula de vermelho fervente.</p><p style="text-align: justify;">⌈Não é bom!⌉</p><p style="text-align: justify;">A expressão de Van empalideceu.</p><p style="text-align: justify;">A partícula de vermelho ficou maior, mais próxima a um ritmo incrivelmente rápido. Logo, Van podia ver e sentir o que era - uma massa turva de magma fervente.</p><p style="text-align: justify;">O menino instintivamente sabia que o magma fervente não era algo que ele pudesse resistir. Se ele caísse nisso, ele não seria nada além de cinzas em questão de segundos.</p><p style="text-align: justify;">Lá embaixo, a pedra parou e pairou logo acima do magma.</p><p style="text-align: justify;"><em>Weng, weng, weng!</em></p><p style="text-align: justify;">Pulsos de energia irradiavam para fora dela.</p><p style="text-align: justify;">No começo, nada aconteceu.</p><p style="text-align: justify;">Então, com um grande tremor, algo começou a se levantar. Uma forma indistinta, mas maciça, podia ser vista dentro do magma vermelhão. Uma forte pressão comprimiu os pulmões de Van.</p><p style="text-align: justify;">De repente, uma borda azul brilhante cortou o vermelho. Então outro. Lentamente, um lótus azul diamante surgiu do magma. Como um Buda sagrado, parecia intocável, inamovível.</p><p style="text-align: justify;">A pedra pulsou novamente.</p><p style="text-align: justify;"><em>Weng, weng, weng!</em></p><p style="text-align: justify;">Uma pausa, então, o lótus respondeu. Pétalas cristalinas começaram a se desdobrar. Pareceu se comunicar com a pedra. Enquanto Van observava, a pedra flutuava para baixo. A pedra e o lótus pareciam dois amigos há muito perdidos, felizes por se cumprimentarem. Uma a uma, enormes pétalas de lótus de cristal se abriram para fora. A pedra mantinha sua descida firme para baixo, parecendo querer entrar no lótus.</p><p style="text-align: justify;">No preciso instante, a pedra tocou suavemente uma pétala - um pequeno objeto foi lançado!</p><p style="text-align: justify;">Como se estivesse fugindo, o objeto fez uma louca e vacilante corrida para cima. Mas mesmo assim, uma figura escamada voou para fora do vermelhão fervente e interceptou-o! A ameaçadora serpente negra, semelhante a um dragão, abriu amplamente a boca com presas e rangeu os dentes ao pequeno objeto em fuga.</p><p style="text-align: justify;">Houve um grito fraco e desesperado.</p><p style="text-align: justify;">O objeto mal conseguiu escapar dos dentes afiados da besta escamada, ainda correndo para cima. Seu voo ainda estava instável, mas estabilizando rapidamente. Estranhamente, parecia estar mirando em Van.</p><p style="text-align: justify;">E seguindo logo atrás? A boca aberta da ameaçadora serpente-dragão.</p><p style="text-align: justify;">A essa altura, Van estava tão perplexo, chocado e admirado com a situação que não sabia o que pensar.</p><p style="text-align: justify;">Pensando nos eventos até agora, foi incrível!</p><p style="text-align: justify;">Incrivelmente estúpido!</p><p style="text-align: justify;">Primeiro, ele foi injustamente atacado por um pássaro vermelho, que zombou dele. Mais tarde, ele o matou, mas estranhamente encontrou uma pedrinha no estômago. Para esta pedrinha, ele foi perseguido por um touro raivoso e poderoso que esmagou as árvores como se estivesse esmagando batatas, e justamente quando achou que havia vencido, o touro estúpido o arrastou para o estranho buraco no chão!</p><p style="text-align: justify;">Se isso não fosse louco o suficiente, a pedra aleatória que ele encontrou começou magicamente a brilhar e pulsar, e invocou algum tipo de lótus. E agora, do nada, havia uma temível serpente-dragão voadora com as mandíbulas abertas para que Van caísse!</p><p style="text-align: justify;">Van se perguntou se ele estava alucinando nos últimos dias.</p><p style="text-align: justify;">⌊Garoto!⌋</p><p style="text-align: justify;">Sim, ele estava alucinando. Ele estava até ouvindo uma voz humana onde não havia mais ninguém além de si mesmo! Ele não sabia se deveria rir ou chorar.</p><p style="text-align: justify;">⌊Garoto, me salve! Eu posso te ajudar a escapar daqui!⌋</p><p style="text-align: justify;">A voz ficou um pouco mais alta.</p><p style="text-align: justify;">Realmente, sua mente desejosa estava realmente indo longe demais - como se ele pudesse ser salvo nessa situação! Ele estava caindo a grande velocidade e a poucas centenas de metros abaixo estava o temível magma fervente, e voando em sua direção havia uma serpente ceifadora sinistra! Realmente não sabia qual opção era melhor.</p><p style="text-align: justify;">⌊Aqui embaixo, **** do caralho!⌋</p><p style="text-align: justify;">Van congelou.</p><p style="text-align: justify;">Ele seria um idiota se não percebesse que a voz não era sua imaginação. O que diabos é isso antes do ‘caralho’?</p><p style="text-align: justify;">****? Ele nem sabia que isso era mesmo uma palavra!</p><p style="text-align: justify;">⌊Aqui embaixo!⌋</p><p style="text-align: justify;">Van olhou para baixo. A figura escamada estava perseguindo o objeto em fuga quando ela fechou suas mandíbulas.</p><p style="text-align: justify;">⌊<em>OUCH! Ai!</em> Tire esse - <em>Ai</em> – Wyrm<a href="https://vulcannovel.com.br/godking-capitulo-04/#_ftn1" name="_ftnref1">[1]</a> da Morte de mim! Ei - você está ouvindo, aqui embaixo!⌋</p><p style="text-align: justify;">Van piscou. A única coisa 'lá embaixo' eram as duas figuras abaixo dançando alegremente. Poderia ser...? Bem, um objeto inanimado falante dificilmente estava no esquema dos últimos dois dias. Ele se sentiu estranhamente cansado.</p><p style="text-align: justify;">⌊Eu juro pelo Primeiro Céu, se você parar, eu posso resgatar a nós dois deste lugar de merda!⌋</p><p style="text-align: justify;">Uma chance de viver?</p><p style="text-align: justify;">Van se atreveu a apostar.</p><p style="text-align: justify;">Afinando sua visão, ele rapidamente tirou uma pedra ateadora de fogo e apontou para o Wyrm da Morte com toda a sua força.</p><p style="text-align: justify;">A pedra atingiu com determinação. <em>Thwack!</em> Ela atingiu o olho do Wyrm da Morte. Ela se encolheu de surpresa. Não havia visto o pequeno ser humano despencando em direção a ela, apenas a grande massa do touro na frente. O ódio brilhou através de seus olhos. Apenas este momento foi suficiente para aumentar a distância entre ela e o pequeno objeto na frente.</p><p style="text-align: justify;">O objeto voou para cima com a velocidade da luz, o Wyrm da Morte estava apenas alguns metros atrás.</p><p style="text-align: justify;">⌊Prepare-se, garoto!⌋</p><p style="text-align: justify;">O pequeno objeto voador disparou para cima e, sem nenhum aviso, bateu no espaço entre as sobrancelhas de Van. Não houve dor, apenas uma breve sensação de escaldante.</p><p style="text-align: justify;">⌊Permita-me!⌋</p><p style="text-align: justify;">Um pequeno anel preto apareceu em sua mente.</p>        
    <a href="https://vulcannovel.com.br/godking-capitulo-03" text="Buraco Estranho">             Capítulo Anterior       </a>

            Índice

    <a
        href="https://vulcannovel.com.br/godking-capitulo-05"   data-text="Uma Lenda Começa">
            Próximo Capítulo
    </a>
    Notas:

[1] Para quem não sabe, Wyrm é uma Serpente/Dragão do Mar.

Capítulo Anterior
Próximo Capítulo