GoG – Capítulo 13

← Capítulo Anterior || Índice || Próximo Capítulo →


Capítulo 13: Fraude

Tradutor: Asu | Editor: Asu

“Aiya, nenhuma de seus frangos com plumas de fogo pode passar, olhe aqui, então aqui… está toda enegrecida, você não sabe que está queimada? Você tem que separar o frango do calor com um pedaço de bambu! Como você pode mesmo pensar em ganhar aquele ouro quando você nem sabe disso?” A Sra. Li exclamou com alegria, as mãos enroladas em torno de um Frango com Plumas de Fogo assada marrom-dourada, apontando os erros de cada aldeão.

“Aposto que o lingote de ouro pertencerá à Sra. Li desta vez!” O chefe da vila, Meng Bai, assentiu, olhando para o frango assado da Sra. Li.

O traseiro de Li Huer ainda doía, mas ainda conseguiu continuar sorrindo alegremente, tomando o lado de sua mãe.

O bem construído Li Zhuangshi estava sorrindo ao lado. Ele tinha visto quase todas os Frangos com Plumas de Fogo na praça da vila, e notou que apenas o frango de sua família Li estava ‘perfeito’.

Por outro lado, Qin Xuelian teve que pedir emprestado um frango, por isso estava um pouco atrasada. Como tal, ela não foi capaz de assar o Frango com Plumas de Fogo usando o método da Sra. Li de assar o frango lentamente usando calor indireto, resultando em uma pequena marca de queimadura em seu frango.

“Irmã Xuelian, seu Frango com Plumas de Fogo assado obviamente não vai passar…” A Sra. Li continuou, indo em direção ao lado de Qin Xuelian.

“Quer seja bom ou não, não é para você julgar!” Qin Xuelian retrucou, não convencida.

“Ha ha ha… Irmã Xuelian, o seu frango pode ser assado melhor do que o resto, mas você pode esquecer o ouro. É melhor você pensar em como vai pagar o dinheiro por esse Frango com Plumas de Fogo!” A Sra. Li respondeu alegremente.

“Devagar, devagar, uma pessoa de cada vez!” Os soldados que estavam de guarda ao redor da garotinha ordenaram, dirigindo a multidão caótica.

A própria garotinha estava lentamente saboreando com uma pequena mordida de cada frango. Apesar de se divertir inicialmente, as galinhas queimadas e sem paladar acabaram fazendo com que ela perdesse o apetite.

Mesmo aqueles que pareciam decentes do lado de fora eram totalmente sem graça e sem gosto para ela.

“Senhorita, por favor, experimente o frango que eu assei. Você não vai se arrepender!”

A vez da Sra. Li chegou finalmente. Sem hesitar, a Sra. Li ergueu o Frango com Plumas de Fogo assado e tirou um pequeno e delicado pedaço de bambu.

“Ka Cha!” O estômago do Frango com Plumas de Fogo assado foi cortado em um movimento rápido.

Imediatamente, um saboroso aroma de bambu saiu do Frango com Plumas de Fogo, permanecendo no palco.

“Senhorita, este é o frango assado com infusão de bambu que eu especialmente fiz!” A Sra. Li apresentou alegremente.

“Uau, ela realmente escondeu folhas de bambu no estômago da galinha!”

“O movimento da Sra. Li é realmente engenhoso!”

“Por que ela não nos contou sobre essa ideia?”

Ao testemunhar esta cena, os aldeões começaram a exclamar.

“Próximo!” A garotinha deu uma olhada, brandamente acenou com a mão e fechou os olhos.

“Hã?” A Sra. Li estava completamente perdida.

Os aldeões que estavam abaixo eram igualmente incapazes de compreender a situação. O que estava acontecendo? Frango assado com infusão de bambu! Como poderia ser que a filha da Divina Polícia não estivesse nem mesmo interessada em dar uma mordida, e imediatamente pediu a próxima pessoa na fila?

“Senhorita, por favor, tente dar uma mordida…” A Sra. Li implorou, insatisfeita com o resultado.

“Que lixo! A senhorita já ordenou o próximo na fila, é melhor você sair desse palco rapidamente! Frango assado com infusão de bambu? Que acréscimo inútil à receita!” O soldado que estava de guarda ao lado imediatamente começou a expulsar a Sra. Li do palco.

“Uma adição sem sentido? O que você quer dizer?” A Sra. Li franziu a testa, confusa, enquanto relutantemente retornava à multidão, decepção escrita em todo o rosto.

O que estava errado? Não importa o quanto ela pensasse, ela não conseguia entender por que…

Um por um, os Frangos com Plumas de Fogo restantes foram trazidas para o palco, depois enviadas de volta para baixo. Eventualmente, foi à vez de Qin Xuelian, que estava no final da fila.

Qin Xuelian cuidadosamente carregou o Frango com Plumas de Fogo, segurando-a devagar e gentilmente colocando-a na frente da garotinha.

Abrindo os olhos, a garotinha franziu o cenho ao ver a fila vazia atrás de Qin Xuelian. No entanto, ela pegou um pequeno pedaço do frango com seus pauzinhos.

Colocando-o na boca, ela mastigou devagar.

E finalmente engoliu a peça.

“Nada mal, mesmo que não seja o que eu queria, mas eu considero o melhor entre as pessoas daqui! Recompense-a com vinte moedas de prata!” A garotinha acenou com as mãos.

Após o comando, o soldado a seu lado imediatamente retirou vinte moedas de prata e as colocou nas mãos de Qin Xuelian.

O rosto de Qin Xuelian imediatamente abriu um sorriso. Vinte peças de prata, isso é suficiente para comprar cem Frangos com Plumas de Fogo! Um Frango com Plumas de Fogo em troca de cem, esse comércio não pode valer mais!

“Como é, pai de Zhengzhi, isso não vale a pena? Conseguimos ganhar tanto em tão pouco tempo!” Qin Xuelian, incapaz de conter sua felicidade, desceu do palco e acenou as vinte moedas de prata na frente do pai de Fang Zhengzhi, ‘Fang Houde’.

Ao mesmo tempo, ela lançou a Fang Houde um olhar que dizia: ‘Você pode começar seu elogio agora’.

“Minha esposa é de fato um gênio!” Fang Houde imediatamente começou a declarar, sorrindo.

“Olhe para o estado de você mesmo!” Sorrindo brilhantemente, Qin Xuelian repreendeu suavemente.

“Que grande trabalho da senhora Fang!”

“Desta vez, a família Fang parece ter ganhado uma quantia considerável!”

“Vinte moedas de prata! Com prudência, poderia alimentar a família por um ano ou dois…”.

Os aldeões olhavam com inveja para Qin Xuelian e Fang Houde. Nesta pobre Vila da Montanha Sul, vinte moedas de prata equivalem a uma pequena fortuna.

A expressão da Sra. Li escureceu instantaneamente, trazendo um amargo sentimento de ressentimento. Por que seu próprio frango assado com infusão de bambu não foi recompensado? O frango de Qin Xuelian estava ainda ligeiramente queimado!

Trapaça, deve haver trapaça envolvida!

Em última análise, a Sra. Li ainda era uma pessoa inteligente. Era a Divina Polícia, como poderia haver trapaça envolvida… ela só podia culpar sua própria má sorte.

Depois de dar a recompensa de vinte moedas de prata, a garotinha ‘Chi Guyan’ franziu a testa mais uma vez, decepção evidente em seus brilhantes olhos.

Eu poderia estar enganada?

Mesmo que o ladrão de frango tenha corrido para a Vila da Montanha Sul, isso não implica necessariamente que ele seja um morador da vila…

Que desgraça! Não só era incapaz de comer o Frango com Plumas de Fogo que queria, mas até deixou o idiota sair impune depois de lhe dar um pontapé na…!

Arg, que bastardo cruel. Essa senhorita promete te pegar um dia!

“Senhorita, o céu está ficando escuro …” Um soldado comentou em voz baixa, observando o pôr do sol que se aproximava.

“Notado.” A garotinha levantou-se da cadeira, finalmente desistindo.

“Espere!”

Nesse momento, uma voz juvenil gritou à distância, depois da qual uma figura embrulhada como um enorme bolinho rapidamente apareceu.

Apenas observando a forma da pessoa, ficou claro que ele não tinha mais do que seis ou sete anos de idade. No entanto, ele usava um boné e seu rosto estava completamente envolto em pano, tornando-o completamente irreconhecível.

“O que você está fazendo?! Fique quieto!” Um dos guardas da garotinha, testemunhando esse traje peculiar, saltou para o estado de alerta.

“Está tudo bem, deixe-o entrar.” A garotinha sorriu para si mesma. Ela já identificou a figura por seus distintos grandes olhos negros.

Este “bolinho” na frente dela, foi o bastardo que chutou seu traseiro e derrubou-a no rio!

“Bastardo, você finalmente apareceu!” A garotinha sorriu friamente para si mesma, do lado de fora seu rosto permaneceu sem expressão. Para ela, Fang Zhengzhi agora era finalmente um pedaço de carne colocado em sua tábua de cortar.


← Capítulo Anterior || Índice || Próximo Capítulo →

Rolar para o topo