GoG – Capítulo 16

← Capítulo Anterior || Índice || Próximo Capítulo →


Capítulo 16: Uma Feliz Ocasião

Tradutor: Asu | Editor: Asu

Qin Xuelian não era uma pessoa gananciosa. Pelo contrário, ela ficou muito satisfeita.

Como tal, ela não estava muito ciumenta do vencedor do lingote de ouro. Em vez disso, sentiu-se oprimida pelo prazer de ter sido premiada com vinte moedas de prata e cantarolou um pouco na direção de sua casa.

Passando pelo pátio da família Li, ela até soltou um suave “hmph” com uma pitada de prazer. O humor de Fang Houde era tão alegre quanto.

No coração de Fang Houde, poder casar com uma esposa tão bela quanto Qin Xuelian já era o epítome da prosperidade para ele. Hoje, suas ‘habilidades’ superiores lhes renderam vinte moedas de prata.

O que houve para não celebrar?

Bem…

Quando surpresas agradáveis ​​começam a se apresentar regularmente, as pessoas provavelmente serão abençoadas com uma sorte inacreditavelmente boa.

Foi exatamente assim que Fang Houde se sentiu neste momento.

Porque ele pisou no ouro!

Brilhante e provocante ouro!

Em sua jornada para casa, o chute acidental que ele deu enviou o ouro rolando. O som, o sentimento, eles eram esmagadores!

“Ouro!” Os globos oculares de Fang Houde quase saltaram das órbitas.

Pegando o lingote de ouro como um tigre faminto se agitando em sua presa, ele o segurou com prazer.

“De quem é este ouro? Parece tão familiar! Parece aquele lingote de ouro pertencente à filha da Divina Polícia, será que o menino no palco deixou cair acidentalmente enquanto fugia?” Olhando para o lingote de ouro nas mãos de Fang Houde, Qin Xuelian ficou igualmente impressionada.

Fang Zhengzhi pressionou suas orelhas contra a parede, ouvindo suas conversas, seu coração batendo com impaciência. Ele havia considerado uma grande variedade de métodos para passar o ouro para Qin Xuelian e Fang Houde.

Mas no final, ele finalmente decidiu sobre esse método. Era seguro e, o mais importante, não havia provas de que viesse dele!

O que ele não entendeu muito bem foi por que essas duas pessoas do outro lado do muro não estavam correndo para casa imediatamente depois de pegar o ouro? Esperando que ele seja reclamado?

Por favor, não entregue a vila!

Isso faria com que ele vomitasse galões de sangue…

“Que tal passá-lo ao chefe da vila, e deixar a investigação para ele devolver o ouro ao seu dono legítimo?” Fang Houde consultou Qin Xuelian, com as mãos ainda em volta do ouro.

“Dong!”

Assim como Fang Zhengzhi se preparou para colocar algum senso em seu pai simplório com uma pedra, Qin Xuelian já deu um golpe brutal diretamente na cabeça de Fang Houde.

“Você é estúpido! Isso é ouro! Podemos deixar isso para o casamento de Zhengzhi no futuro!” Embora Qin Xuelian não fosse gananciosa, ela definitivamente não era burra o suficiente para desistir do ouro.

Além disso, Fang Houde até sugeriu entregá-lo ao chefe da vila!

Seu sangue começou a ferver de raiva quando as lembranças do chefe da vila priorizando a família Li na lista de teste preliminar voltaram para ela.

“Sua bronca é justificada! Devemos deixar esse ouro para o futuro casamento de Zhengzhi!” Fang Houde imediatamente abriu um sorriso e gentilmente apresentou o lingote de ouro a Qin Xuelian.

“Isso é mais parecido com isso!” Não dando nenhuma cara a Fang Houde, Qin Xuelian arrebatou e imediatamente guardou o lingote de ouro. Um pensamento de repente passou por sua mente. “Ei, a pessoa no palco agora, poderia ser Zhengzhi?”.

Fang Zhengzhi, escondido atrás da parede, começou a suar profusamente. Não foi uma tarefa fácil lidar com sua própria mãe!

♦♦♦

Quando Qin Xuelian e Fang Houde abriram a porta para a casa, Fang Zhengzhi já estava ‘dormindo’ em sua cama.

Qin Xuelian e Fang Houde se entreolharam, sorriram suavemente e saíram.

Assim que saíram da casa, Fang Zhengzhi imediatamente abriu os olhos. O ouro estava resolvido, mas havia algo mais o incomodando fortemente.

Sentado na cama, ele gentilmente abriu a pequena janela ao lado de sua cama e olhou para o céu estrelado, sua mente repassando o que ele viu mais cedo naquele dia.

Fui eu quem resolveu a Ilustração de Toda a Criação?

Fang Zhengzhi estava indeciso. Depois de pensar um pouco, ele decidiu tentar novamente.

O conhecimento do homem é ilimitado, Yin, Yang, prendendo a respiração, canalizando o Chi, respirando profundamente…

Em apenas uma noite, Fang Zhengzhi experimentou profundamente o ‘universo’, e tentou canalizar seu ‘Chi’ para absorver a ‘energia espiritual’, então percebeu…

A ‘energia espiritual’ que ele absorveu, era o que as pessoas normalmente chamam de ‘ar’.

Deixado sem outros métodos, ele desistiu.

“Que diabos, onde está o meu Frango com Plumas de Fogo? Por que eu estou sentindo falta de um?” Assim que ele estava preparado para dormir, um grito agudo do pátio vizinho perfurou o ar silencioso.

Fang Zhengzhi contorceu a boca e casualmente se cobriu com seu pequeno cobertor.

♦♦♦

Dez dias depois, um contingente formado por duas carruagens e mais de dez soldados em armaduras brilhantes chegou à Vila da Montanha Sul.

Apesar de seu pequeno tamanho, o contingente colocou toda a vila em outro estado de frenesi. O chefe da vila, Meng Bai, rapidamente reuniu os aldeões e ordenou que fosse realizada uma festa comemorativa na praça da aldeia.

A construção do Salão do Dao foi de fato um evento merecedor de celebração, um evento invejado por vilas em todo o país. Significa que a Vila da Montanha Sul agora ocupa um lugar sob o comando sagrado da Divina Polícia.

Prontamente, um novo arco memorial trabalhado em madeira foi montado no salão ancestral da Vila da Montanha Sul, adornado com as palavras ‘Divina Policia’.

Depois de adorar o arco memorial de joelhos, o rosto do chefe da vila Meng Bai ficou vermelho de prazer, segurando um charuto em uma mão e uma tigela de vinho na outra.

“Meus colegas aldeões, é nossa grande fortuna ter a Divina Polícia montando esse Salão do Dao em nossa humilde Vila da Montanha Sul. A partir de hoje, nossa aldeia agora também será capaz de produzir grandes heróis que entendem a Lei do Dao!”

Assim que terminou seu discurso de abertura, o Chefe da Vila Meng Bai bebeu seu vinho, pegou um pedaço de charuto e deliciosamente apresentou os dois homens vestidos ao lado dele. Então, foi a vez deles falarem.

Fang Zhengzhi inicialmente pensou que isso seria um enorme desperdício de tempo, mas, felizmente, após uma simples introdução de cada um deles, eles rapidamente terminaram seu discurso.

Evidentemente, depois de viajar uma longa distância para a Vila da Montanha Sul, eles estavam morrendo de fome!

Finalmente, o banquete começou oficialmente.

As numerosas e grandes mesas da praça da vila estavam cercadas por alegres aldeões, tomando o vinho continuamente. Por outro lado, olhando para os aldeões à sua mesa, Fang Zhengzhi pensou em alguma coisa.

“Tios, alguém me fez uma pergunta hoje. O que tem pernas, mas não pode andar? Todos vocês sabem a resposta?”

Ouvindo essa questão interessante, os moradores começaram a ponderar.

O que tem pernas, mas não pode andar?

“É peixe do rio?”

“Como isso é possível? Os peixes têm caudas, não pernas!”

“…”

Mais e mais respostas foram gritadas, as discussões dos aldeões se tornando cada vez mais intensas, cada uma sugerindo sua própria solução para a questão. Alguns aldeões também pareciam estar imersos em pensamentos.

Por outro lado, Fang Zhengzhi…

Estava devorando a comida na mesa o mais rápido que podia!

♦♦♦

Quando o banquete terminou, a praça da vila estava cheia de bagunça. Os aldeões se levantaram e saíram, deixando as mulheres para trás para limpar o lixo.

Fang Zhengzhi podia ter apenas seis, mas ele também foi felizmente agrupado com os homens. Como tal, ele não foi obrigado a limpar. Ainda era cedo, por isso Fang Zhengzhi decidiu dar um passeio pela vila com suas pernas atarracadas.

“Fang Zhengzhi, vamos brincar de esconde-esconde!”

“Eu não quero brincar”

Fang Zhengzhi rejeitou severamente o convite de um garotinho cujo muco estava fluindo incontrolavelmente do nariz.

“Fang Zhengzhi, vamos nadar no rio!”

“Sua irmã mais velha está indo?”

“Minha irmã mais velha ainda está ajudando com a limpeza…”

“Então eu não vou!”

“…”

Fatigado por ter andado uma volta inteira ao redor da vila, Fang Zhengzhi se preparou para voltar para casa e descansar.

Quando ele chegou em casa, a voz emocionada de Qin Xuelian soou do lado de fora da porta antes que Fang Zhengzhi tivesse tempo de se deitar em sua cama.

“Pai de Zhengzhi! Pai de Zhengzhi! Milagre! É um milagre!”


← Capítulo Anterior || Índice || Próximo Capítulo →

Cópia Bloqueada
Rolar para o topo