Selecione o tipo de erro abaixo

Após alguns minutos de caminhada seguindo seu guia, Alexander chegou às portas da guilda dos aventureiros, onde o funcionário se despediu e foi embora. 

— Então este é o ramo da guilda de aventureiros nesta cidade — pensou Alexander. —  Parece simples, mas ainda é bem grande…

Ao entrar na Guilda, Alexander notou que não havia fila na recepção e foi direto até uma das atendentes. Mas o olhar dela não estava nele, e sim em Ocean, que o acompanhava.

— Desculpe o transtorno, mas poderia dizer como faço para registrar-me? —  Perguntou Alexander.

— Vou pegar uma ficha de inscrição e lhe explicar — respondeu a recepcionista com uma mistura de sorriso profissional e estranheza. — Mas gostaria de pedir-lhe que futuramente não entre na Guilda com ele sem autorização prévia — completou, ao apontar para Ocean.

Alexander encolheu os ombros e respondeu: — É ela e não ele… E só a trouxe porque me disseram que eu precisaria registrá-la também, pois só assim ela conseguiria entrar comigo nas cidades com segurança.

— Não precisava trazê-la. Bastava me avisar e eu lhe traria um formulário adicional — explicou a recepcionista. — Quanto a como se registar, você só vai precisar responder a algumas perguntas e pagar a taxa.

— Qual o valor da taxa?

— Normalmente lhe custaria 1 pequena moeda de prata. Mas ao registar-se com um familiar o custo aumenta para 1 grande moeda de prata.

— Aqui está. — disse Alexander ao abrir mão de 1/13 de todas as moedas que tinha para pagar a taxa.

A recepcionista ficou um pouco surpresa ao ver Alexander, que parecia bastante simples/humilde, tirar 1 grande moeda de prata como se não se importasse, mas não disse nada e continuou com seu trabalho. — Certo, vamos começar. Qual é o seu nome e idade?

— Como devo responder essa pergunta? — Perguntou-se Alexander por alguns segundos antes de tomar uma decisão. — Vou apenas responder como está no status e ver qual a reação dela.

— Alexander Ocean, 14 anos. Eu acho…

— Como assim acha? — Questionou a Recepcionista. — Além disso, você não é muito jovem?

— Interessante. — pensou Alexander. — Ela não duvidou que eu tinha 14 anos… É melhor aproveitar e continuar investigando.

Alexander abaixou a cabeça e começou a coçar a nuca tentando parecer envergonhado. — Eu vivo da caça e dessa vez passei tanto tempo fora que acabei me esquecendo em que data nós estamos.

— Estamos no dia 3 do 15º mês do ano 999. Não vai demorar muito para entrarmos no ano 1000 — informou a recepcionista. — Como pode uma pessoa ser tão obtusa em relação a um momento tão importante.

— Acabei de receber mais uma informação importante — comemorou Alexander em pensamento. — Realmente valeu a pena jogar verde…

— Se ainda estamos no mesmo ano, ainda tenho 14. — respondeu Alexander. — Mas estou pronto para ter 15 ou a idade que você disser/achar que preciso ter. — concluiu ele, sem a menor vergonha.

— Você acha que isso é brincadeira? — Perguntou a recepcionista seriamente.

— É claro que não. Mas… mas… preciso ganhar dinheiro — disse Alexander, tentando apelar para o lado sentimental da recepcionista. 

— *Suspiro*… Não é necessário ter 15 anos para se registar. — explicou a recepcionista. — Mas a Guilda também não pode simplesmente mandar jovens, não adultos, para a morte… Você tem alguma forma de se defender?

— Outra informação importante. Ao que parece, a maioridade aqui é aos 15 anos — analisou Alexnader antes apontar para Ocean e responder: — Ela não conta?

— É mesmo. Você está se registrando com um familiar — lembrou-se a recepcionista. — Isso deve resolver o problema.

— Qual o nome dela? — Perguntou a recepcionista.

— Ocean. 

— Rsrs… Que fofo. Você lhe deu seu nome de família — comentou a recepcionista antes de voltar ao seu trabalho. — Descrição do seu familiar?

— Loba – Besta mágica – 1ª evolução.

— Você sabe qual a raça dela?

Ouvindo essa pergunta, Alexander ponderou e respondeu: — Sim, mas gostaria que isso não aparecesse na sua identificação. É um problema?

— Entendo seu pedido, pois não é tão incomum — respondeu a recepcionista compreensivamente. — Mas não é possível ocultar essa informação dos nossos registros. O máximo que posso fazer é mudar a descrição dela na identificação para lobo azul.

Percebendo que não conseguiria muito mais do que isso, Alexander aceitou a oferta dela de bom grado. — Obrigado por isso. Ocean é da raça {Lobo do Mar}.

{Lobo do Mar}? — surpreendeu-se a recepcionista. — Manter essa informação escondida é mesmo uma boa escolha, pois eles são raros por aqui.

Deseja declarar alguma experiência em combate? — Perguntou a recepcionista, voltando à inscrição de Alexander.

— Sermos capazes de lutar contra criaturas de 1ª evolução conta?

— Conta se tiver algo ou alguém que possa atestar isso por vocês. 

— No caminho até aqui ajudei alguns aventureiros, mas não os vejo por aqui… Então tudo que tenho para confirmar o que disse são as coisas que consegui das criaturas que matei… Isso serve?

— Posso incluir isso na ficha de vocês para averiguação se você me fornecer algum desses materiais — disse a recepcionista. — Mas a decisão de aceitá-los ou não cabe ao mestre da guilda.

Assim que os formulários de inscrição de Alexander e Ocean foram finalizados, a recepcionista os passou para Alexander. — Aqui. Dê uma olhada e veja se algo está errado antes que entregue seu pedido para o mestre da guilda avaliar.

— Está tudo em ordem — pensou Alexander — Mas se deixar assim, as coisas vão se complicar no futuro. É melhor distorcer um pouco desde o início.

— A maior parte está em ordem, mas há uma informação errada — disse Alexander— Minha raça não é exatamente humana. Sou um híbrido.

— Você não parece um híbrido. — respondeu a recepcionista. – Que tipo de híbrido você é?

— Tenho mesmo que falar? – Perguntou Alexander, fingindo resistência em falar essa informação. — Não me importo de ser registrado apenas como humano.

— Infelizmente isso não é mais possível — respondeu a recepcionista de forma assertiva. — Não posso esconder informações dos registros… Mas posso colocar “humano” na sua placa de identificação.

— Agradeço — respondeu Alexander enquanto usava |Status Falso| para mudar sua raça de humana para híbrida. — Sou um híbrido humano-dragonewt.

Assim que Alexander usou |Status Falso|, a sensação que transmitia mudou para a de algo que não era exatamente humano por alguns segundos. 

Sentindo essa mudança, a recepcionista assumiu que era Alexander ativamente demonstrando que era um híbrido e não perguntou muito mais.

— Entendo por que você quer manter escondido, afinal, dragonewts também são raros por aqui. Mas você não precisa se preocupar com isso, pois a Guilda mantém as informações de seus membros confidenciais — disse a recepcionista tentando tranquilizá-lo. 

Alexander sentiu que ela não estava mentindo para ele, mas também sabia que ela não tinha certeza. Essa regra deveria existir, mas só funcionava enquanto a outra parte não pudesse exercer pressão suficiente, tivesse poder suficiente ou dinheiro suficiente.

— Pronto. Agora é só enviar sua solicitação e aguardar o mestre da guilda definir sua classificação — explicou a recepcionista.

Como a Guilda não tinha muito movimento, Alexander resolveu esperar ali mesmo enquanto observava o fluxo de pessoas. Sem nada para fazer a não ser observar o movimento, aproveitou para conversar com a recepcionista e obter mais informações.

Enquanto conversavam, Alexander ocasionalmente lançava algumas perguntas sobre alguma informação que indiretamente queria e conseguiu descobrir uma lista de informações importantes sobre este mundo:

  • Esse mundo usa o sistema de horas e cada dia tem 33 horas.
  • Cada mês tem exatamente 30 dias e cada ano tem exatamente 15 meses.
  • O Império tem 5 estações e cada uma dura em média 3 meses.
  • A Guilda  dispõe de diversos serviços e benefícios de “bem-estar”.

Entre esses benefícios de “bem-estar” está um glossário que contém informações sobre vários tipos de monstros, bestas, bestas mágicas e similares com os quais a Guilda já teve contato.

— Ele deve ter sido feito para os aventureiros saberem o que estão enfrentando, ou enfrentarão, e como fazer isso de forma eficiente — presumiu Alexander em pensamento. — Ele não contém todas as informações do mundo, mas para mim, que preciso desesperadamente saber as possíveis fraquezas, habilidades especiais e caminhos evolutivos dos goblins, é quase uma dádiva.

— Posso ver esse glossário? — Perguntou Alexander,  com os olhos brilhando.

Nota do autor: Desculpe pelo pequeno atraso no horário, mas tive alguns problemas relativos a energia e busco contar com a compreensão de todos os leitores.

Obs 1: Chave PIX para quem quiser, e puder, apoiar a obra: 0353fd55-f0ac-45b5-a366-040ecefa7f7b. Caso não consiga copiar a chave pix, é só clicar nela que vai ser gerada uma aba/guia que tem como URL/Link a própria chave pix com algumas barras nas pontas: http://0353fd55-f0ac-45b5-a366-040ecefa7f7b/, e é só retirar a parte excedente.

Obs 2: Sempre que o apoio de vocês alcançar um múltiplo de R$20, um capítulo adicional será publicado como agradecimento. (Por favor, não comprometam uma quantia que possam precisar. Esse apoio deve ser fruto de uma disponibilidade e da sua livre e espontânea vontade, pois não vai ser possível realizar estorno).

Ps: Para finalizar, volto a reiterar que as publicações seguiram normais e recorrentes no ritmo já mencionado mesmo que, por ventura, haja a publicação de capítulos adicionais.

Picture of Olá, eu sou o Kamislayer!

Olá, eu sou o Kamislayer!

Comentem e Avaliem o Capítulo! Se quiser me apoiar de alguma forma, entre em nosso Discord para conversarmos!

Clique aqui para entrar em nosso Discord ➥