Capítulo 66 – Julieta Iris Kiellini – Parte IV

Julietta Vista-se

Não carregou? Ative seu JavaScript
Atualizar

Julieta Iris Kiellini  Parte IV


Isolada do mundo exterior, a educação de Julieta começou imediatamente após o primeiro dia. Foi considerável o número de vezes que foi agredida por um leque devido ao hábito de encolher os ombros por três dias. Quando Julieta esfregou os ombros, pensando que teria sorte se não estivesse machucada, Vera se aproximou silenciosamente e colocou uma toalha com água fria umedecida em água de ervas sobre ela.

A Sra. Marquesa emitiu uma ordem impetuosa quando Julieta fez beicinho ao pensar em lhe dar um remédio.

“Faz apenas alguns minutos desde que você foi repreendida, e agora você está fazendo beicinho. Não sei por onde começar.”

Julieta ergueu ligeiramente a boca fazendo beicinho. “Terei cuidado, senhora.”

A marquesa se virou como se estivesse satisfeita com seu amável pedido de desculpas.

“Espero que você se livre desse hábito vulgar quando partirmos para o Território Kiellini. Agora que o risco deste trabalho aumentou por causa do príncipe, chame-me de viscondessa Simone por enquanto. Vera, quero que você coloque uma peruca nela para que o cabelo loiro não fique visível agora.

* * * * *

“Sua Alteza.”

Uma semana se passou desde que Julieta desapareceu.

Killian que, provisoriamente, concluiu que a empregada que pegou carona com o duque Kiellini era Julieta após confirmar que não havia nenhuma outra donzela loira no castelo, e começou a procurar uma garota com cabelo loiro ou ruivo no Ricaren. No entanto, a busca não tinha corrido tão bem quanto o esperado, pois cada vez mais convidados compareciam à caçada, e poderia haver escândalos inúteis, de modo que não podiam procurar Julieta em público.

O conde Valerian veio a Killian com o rosto cansado, exausto de lidar com Lady Anais, que veio aqui com desculpas inúteis. Frustrado com seu humor sombrio, Killian perguntou bruscamente: “Qual é o problema?”

Valerian hesitou por um momento e finalmente abriu a boca, dizendo: “Não sei o que dizer… O corpo de uma jovem foi encontrado no rio Dewai.”

Killian deu um pulo, batendo na mesa. “Me diga de novo!”

“É uma mulher de cabelo ruivo.”

Oswald e Adam perderam as palavras e olharam para Valerian, que assentiu.

“Foi difícil reconhecer o rosto porque ela estava encharcada de água e usava óculos como sempre, mas eu não podia confundir a cor incomum da pele e o jeito que ela usava roupas maiores que o corpo.”

O rosto de Killian endureceu com o conteúdo do relatório sombrio.

“Cadê?”

“Eu trouxe o corpo de volta. Quer verificar?”

Valerian ia dizer: “Não é uma coisa boa de se ver como um nobre”, mas calou a boca. Os olhos friamente fundos de Killian o deixaram incapaz de falar.

“Traga para cima.”

Valerian abriu a porta do Salão Oval para resgatar o corpo de uma mulher que ele havia colocado na frente da porta, depois de muito tempo do comando firme que havia sido feito.

* * * * *

Três dias antes de o corpo emergir do rio Dewai, a Sra. Raban chamou Julieta.

“A busca do Príncipe ainda não parou. Terei que seguir em frente com o plano.”

Simone olhou para a garota de peruca preta com olhos verdes brilhantes. Seu cabelo loiro, semelhante ao de sua sobrinha, Iris, estava coberto, e ela sentiu que agora podia respirar.

Simone, que ficou viúva logo após seu casamento, viveu para a sobrinha doente por toda a vida, recusando-se a se casar novamente. Se não fosse pelos negócios de sua sobrinha, ela nunca teria intervindo. O futuro de Iris era igual ao dela.

Quando seu irmão, o duque Kiellini, disse que queria procurar uma substituta para fazer uma estreia na sociedade para Iris que estava doente, Simone se opôs, dizendo que era um absurdo. Mas as palavras de Iris, que veio e falou com ela, comoveu-a, e agora ela estava aqui para educar a criança que iria substituir sua sobrinha.

“Tia, por favor, fique sentada.”

Cabelo loiro glamoroso e muito seco por causa da doença e desnutrição de longa duração, e os lindos olhos turquesa, que se moviam entre o azul e o verde de acordo com a luz, há muito perderam sua luz, como vitrais caindo no chão com um estalo.

“Não quero ser expulsa do Território de Tília, onde vivi toda a minha vida, como minha tia que foi forçada a sair da mansão Raban pelo sobrinho que se tornou o novo marquês depois que seu tio morreu sem filhos. Estive neste território toda a minha vida. Por favor, não me deixe ser tirada disso, pois tive que abrir mão de tudo por causa da minha saúde. Não se esqueça de que tenho que ser a senhora da família do duque, para que a segurança para seus últimos anos possa ser garantida.”

Hoje em dia, dar um passeio uma vez por dia era demais para Iris. O lugar favorito de Iris era o jardim que ela podia ver do quarto.

“Eu sei que meu pai está se preparando para isso há anos. Tirar muitas pessoas da mansão deve ter feito parte da preparação.”

Era verdade. Agora ela sabia por que, mas no passado, Simone não conseguia entender o comportamento do irmão.

Há alguns anos, seu irmão havia começado a tirar os servos e criadas da mansão sul de Kiellini, um por um. Simone expressou desconforto para o irmão quando ele se recusou a contratar novas pessoas para substituir as que haviam sido expulsas com uma indenização pesada com desculpas razoáveis. Naquela época, o duque apenas disse uma palavra dura:

“A saúde de Iris está piorando. Você não quer que fofocas sobre a saúde da criança se espalhem, não é?”

Ao ouvir isso, Simone fechou a boca.

Restavam apenas alguns criados e criadas na espaçosa mansão, que haviam sido leais à família de Kiellini por décadas, incluindo um mordomo que havia servido por gerações e uma empregada doméstica que fora babá do duque Kiellini. Os trabalhadores necessários para administrar a grande mansão foram pessoas contratados na população local do Território, e eles não permaneceram na mansão por tempo suficiente para conhecer Lady Kiellini.

“Por favor, treine a criança que vai me substituir. Ninguém deveria saber que Iris Kiellini é fraca. Faça dela a princesa Kiellini perfeita. Quero manter o meu lugar, mesmo que tenha que tomar a vida da criança como segurança para toda a vida.”

Simone viu a mão ossuda de Iris agarrando o braço da cadeira como se ela nunca fosse largá-lo.

* * * * *

Agora ela estava em Bertino para Iris e seu futuro.

“O que foi planejado antes?”

Quando Julieta inclinou a cabeça sem saber por quê, os olhos de Simone se tornaram assustadores.

“Alguém com status nobre nunca se comporta dessa maneira vulgar. Quantas vezes tenho que te dizer? Não mova a cabeça quando questionada e tente responder com exatidão e clareza. Você entende?”

‘Não vou me mover, como se tivesse gesso no pescoço.’

Com as costas retas e a cabeça rígida, Julieta, grunhindo por dentro, perguntou, apenas com os olhos ligeiramente abaixados.

“O que você quer dizer com o que você planejou fazer antes?”

Simone olhou para a atitude de Julieta como se ela fizesse uma afirmação e fez um gesto para Vera, que estava esperando ao seu lado. Ao receber as instruções, Vera saiu da sala e logo entrou com uma bolsa marrom surrada. Quando Julieta viu a pequena bolsa, ela saltou.

“Essa é minha bagagem.”

“Sentar-se.”

“Você vasculhou meu quarto?”

“Eu disse, sente-se.”

“Não importa o quanto eu receba em nome de Lady Iris, minha personalidade não vai desaparecer. Não acredito que você está mexendo na minha bagagem. Se for esse o caso, não posso trabalhar, mesmo que você me dê dez milhões de terns.

Julieta tirou a peruca que estava usando, jogou no chão e pegou a bagagem de Vera. Era toda a sua fortuna. Pode parecer surrado e cafona para os outros, mas eram os únicos itens com memórias que podiam provar que ela era ela mesma.

Simone riu friamente das costas de Julieta, enquanto ela se movia em direção à porta, como se ela realmente estivesse indo embora, “Você acha que estará segura sabendo deste grande segredo? Eu só precisava de um corpo adequado para evitar o Príncipe, e isso é tudo.”

Com as palavras de Simone, Julieta parou de andar.

“O que você quer dizer com um corpo adequado?”

“Precisamos fazê-lo desistir da busca, porque a perseguição do príncipe ainda continua.”


Tradução: Sa-chan

Revisão: Sa-chan

Obrigada pela leitura. ^-^

Parceiro:

Alone Scanlator

Alone Scanlator

Rolar para o topo