Selecione o tipo de erro abaixo

No escritório principal do Salão da Recepção após a cerimônia:

“General Kalfas, o que você achou dos novos recrutas?” O Administrador Claud perguntou.

“Foi bem satisfatório. Tem uma série de talentos promissores nesse lote, principalmente aquele rapaz, Josh Norton.” Kalfas falou calmamente, enquanto desfrutava de seu charuto, sentado na poltrona do escritório.

“Realmente, essa foi provavelmente a melhor seleção que tivemos aqui em Vento Amarelo. Se pudermos assinar um contrato com os melhores recrutas, traremos grandes benefícios à Legião.” Claud disse parecendo animado. “É só uma pena que o jovem chamado Fernando tenha uma aptidão tão baixa. Se fosse um ou dois níveis mais alta, mesmo que não seja equiparado ao garoto Norton, seria possível pelo menos competir.” falou com uma entonação de melancolia.

“Não há nada a fazer sobre isso, mesmo que o seu atributo mágico seja bom, sem aptidão, seu crescimento é limitado, no máximo ele poderá se tornar alguém um pouco acima da média.” O General comentou de forma indiferente.

“Durante a entrevista, eu soube que ele percebeu a ativação da Matriz do Mundo, por isso eu tinha grandes expectativas nele, que pena.” O Administrador falou, impotente.

“Oh? Ele conseguiu perceber a Matriz do Mundo? Isso explica muita coisa. Deve ser por isso que seu atributo mágico é tão alto apesar da baixa aptidão. Ele teve muita sorte, as leis de Avalon devem ter presenteado ele por poder perceber isso.” Kalfas disse, um pouco surpreso.

“Temo que alguns Executivos possam causar problemas a esse rapaz, afinal, a Pedra de Compatibilidade usada nele foi uma grande perda. Pelo menos descobrimos sua deficiência antes de investir recursos e fazer promessas a ele.” Claud falou, enquanto suspirava.

“Fique de olho na situação, só interfira se forem longe demais. Apenas causar alguns poucos obstáculos para um recruta não é grande coisa.” O General disse de forma apática, ele não se importava muito com um recruta sem grandes perspectivas.

“Sim, senhor.”

No prédio número 1 pela manhã:

Fernando levantou-se às 04:00h. Por estar acostumado a dormir poucas horas na Terra, ele realmente não conseguia passar muito tempo na cama. Após lavar o rosto, foi tentar preparar algo para comer antes que o resto dos seus companheiros de apartamento acordassem.

“Acho que vou tentar preparar algo com os alimentos que descobrimos que eram doces ontem.”

O jovem pegou uma espécie de farinha fina amarelada, apesar de não ter gosto de nada, ele descobriu na noite anterior que após ir ao fogo isso realmente se tornava adocicado. 

Depois de algum tempo, Fernando conseguiu preparar uma espécie de mingau líquido vermelho com alguns grãos e algumas panquecas da farinha amarelada e outros condimentos. Ele descobriu que comer ambos juntos era realmente delicioso.

“Você acorda bem cedo, né?”

Uma voz veio da sala, ele não tinha percebido que alguém havia chegado, então olhou e viu que era Emily.

“Eu não consigo dormir muito.” O rapaz pálido respondeu um pouco indiferente quando percebeu quem era.

A garota ficou um pouco descontente ao notar a atitude fria dele novamente.

“Ei, até quando você vai agir assim? Eu também não gosto de você, mas se vamos viver no mesmo lugar, pelo menos seria bom nos darmos bem, então que tal esquecermos o que aconteceu?” Emily disse em um tom incomodado.

Após ponderar em silêncio por alguns segundos, Fernando respondeu:

“Tudo bem, você já se desculpou e eu realmente não me importo mais com o que aconteceu.”

“Então por que me tratar com tanta frieza sempre que falo com você?” Emily questionou. Ela queria resolver esse mal-entendido, já que ambos foram forçados a trabalhar juntos.

“Deixe para lá, apenas considere isso resolvido.” Fernando respondeu calmamente.

Apesar de ainda não estar satisfeita com a resposta, Emily resolveu deixar o assunto de lado.

Depois de algum tempo, Karol e Ronald também acordaram. Eles se aprontaram e comeram o café da manhã preparado pelo jovem pálido.

“Isso está realmente delicioso, você com certeza é bom em improvisar, Fernando.” Karol disse enquanto comia a panqueca.

“Eu apenas estou acostumado a me virar com o que tenho.” respondeu casualmente.

“Acho que devemos ir agora, já são 05:20h. É melhor chegarmos um pouco mais cedo para resolver as coisas.” Ronald comentou.

“Sim, vamos indo agora.”

Logo os quatro saíram do prédio e se dirigiram pelo caminho que vieram na noite anterior. Em poucos minutos, eles chegaram ao Salão da Recepção e adentraram no hall.

“Olá, somos a Equipe E2 de recrutas, nos foi dito ontem para estar aqui em torno desse horário.” Karol disse em direção ao funcionário que estava no balcão.

“Equipe 2? Ok, vocês devem ir para o depósito para pegar seu equipamento, basta apresentar suas pulseiras como identificação.”

Os quatro seguiram com o instruído e logo chegaram ao local indicado pelo funcionário. Haviam dois guardas parados em frente ao depósito, eles se identificaram e um dos homens entrou com eles.

“Vocês podem escolher um conjunto de armadura e uma arma, se quiserem podem pegar um escudo. Sejam cuidadosos na sua escolha, pois não é permitido a troca de equipamentos.” O Guarda disse severamente.

Cada um foi procurar pelas prateleiras algo que combinasse com si próprio. Havia diversas coisas no depósito. Armaduras de placa pesada, de couro e outros materiais diferentes; elmos; escudos; armas das mais diversas, como: espadas, maças, machados, arcos, cetros, lanças e várias outras.

Fernando procurou e acabou escolhendo uma armadura leve azulada que protegia o peito, as costas e um pouco da barriga. Ele achou bem mais confortável que uma armadura de placa pesada que limitaria sua mobilidade.

“O que eu escolho de arma? Eu não sei que tipo de guerras existem nesse mundo. Acho que um arco é algo mais seguro, mas eu realmente não sei usar isso, melhor pegar uma arma corpo-a-corpo que seja leve. Como seria bom se houvesse armas de fogo aqui.”

Enquanto ponderava sobre o que escolher, sua visão passou por uma espada curta que tinha uma lâmina levemente roxa. Ele foi até ela e a pegou, seu comprimento era de apenas 50-60 centímetros, bem menor que a maioria das espadas. Fernando achou que ela era bem leve e fácil de manejar, então resolveu levar essa.

Parece fácil de usar, bem melhor que essas outras espadas compridas e pesadas.

Após escolher a espada, pegou um pequeno escudo metálico vermelho-escuro, era um escudo de braço.

Depois de escolher seus equipamentos, foi até o guarda para confirmar sua escolha.

“Tem certeza que vai escolher essa espada curta? O alcance e poder é muito limitado.” O sujeito aconselhou.

“Eu prefiro algo mais fácil de manejar.” Fernando respondeu indiferentemente.

“Tudo bem então.” O homem não tentou persuadir, se o rapaz queria usar algo tão inútil ele não iria falar mais a respeito.

Logo os outros também escolheram suas coisas. Ronald escolheu uma espada larga de 90cm. Karol pegou uma lança de 1,5 metros. Emily escolheu um arco e flechas. 

O que mais surpreendeu Fernando foi a escolha de Emily, pois inicialmente ele também queria escolher um arco, mas sem saber utilizar era inútil.

“Você realmente vai pegar um arco? Não acho que eles vão gastar muito tempo nos ensinando.” O jovem pálido disse a ruiva.

“Na verdade, eu já sei usar, eu fazia aulas de arco e flecha quando era mais nova.” Emily explicou, com sua voz soando um pouco convencida.

Fernando se surpreendeu um pouco, mas não disse nada.

Depois de terminarem, eles foram em direção ao campo de treinamento que foi indicado.

Quando chegaram ao local, viram vários homens em armadura negra com capas de diversas cores. Eles chegaram próximos a um homem de capa vermelha.

“Com licença, nós somos a Equipe 2, nos foi instruído vir a esse acampamento.” Karol disse em direção a um dos homens.

“Certo, entrem e esperem pelos outros.” O homem respondeu de forma apática.

Eles entraram e aguardaram no campo, era um local bem espaçoso.

Olá! Tudo bem? De qual equipe vocês são? Somos da Equipe 4, meu nome é Noah.” Um homem loiro, junto a outras três pessoas, chegou a frente de Fernando e dos outros. Eles pareciam ter chegado antes e estavam usando armaduras e armas diferentes.

Oi! Nós somos da Equipe 2, eu me chamo Karol. Esses são Emily, Fernando e Ronald. Vocês chegaram a muito tempo?”

“Na verdade, não, chegamos pouco antes de vocês. Parece que os homens que usam capas são os Instrutores. Provavelmente as coisas só vão começar quando os outros chegarem.” Noah comentou amigavelmente.

Eles continuaram conversando por um tempo e interagindo. O grupo de Noah era composto por três homens e uma moça. A garota do grupo, chamada Kelly, se sentiu mais à vontade depois de poder conversar com outras garotas, afinal, ela teria que conviver com três homens como colega de apartamento. Ela invejou Karol e Emily por terem uma a outra para conversar.

“Olha, parece que tem mais pessoas chegando.” Kelly comentou.

Quatro homens com armaduras pesadas, armados com espadas e outras armas, caminhavam em direção ao campo de treinamento. Um deles usava uma armadura negra que era semelhante a dos Guardas.

“Aquele não é o tal de Josh Norton de alto atributo mágico? Por que ele está usando uma armadura parecida as dos Guardas?” Noah perguntou casualmente.

“Provavelmente os membros do Salão providenciaram equipamentos para ele. Droga, isso é um pouco injusto.” Ronald comentou com alguma inveja ao comparar a armadura negra reluzente do rapaz com a sua armadura cinza desgastada.

Os outros acharam que a explicação de Ronald era razoável, alguns também ficaram com inveja.

A Equipe 1 de Josh Norton se aproximou depois de falar com os Instrutores, eles foram bem mais cordiais devido à presença do rapaz talentoso. Ele parecia ser a liderança do grupo 1 e os levou ao campo de treinamento

Josh observou indiferentemente as outras pessoas e depois passou a ignorá-las. Ele e seus membros não pareciam ter intenção de interagir com as equipes de Fernando e Noah, apesar de estarem relativamente próximos

Karol ficou enojada com a atitude deles, todos eles foram forçados a estar nesse mundo, qual era o ponto em ser arrogantes? Até dois dias atrás todos eram pessoas comuns vivendo suas vidas! Agora eles querem bancar os orgulhosos nesse mundo estranho? Isso a deixou irritada.

“Grande coisa, se não fosse por um pouco de azar, Fernando também receberia um tratamento semelhante, ou melhor, afinal, seu atributo mágico é de nível 7.” A mulher italiana disse, enquanto entrelaçava o braço do rapaz ao seu e o recostava em seu peitoral.

A ação de Karol pegou o jovem pálido desprevenido, ele não esperava que do nada ela segurasse seu braço de forma tão íntima. Apesar dela estar usando armadura, Fernando se sentiu sufocado de apenas poder sentir seu contorno e calor, além do perfume incrível que assaltava seu nariz.

“Ah, verdade, você é o cara que é nível 3! Eu não tinha reparado antes.” Noah disse levemente surpreso.

“Isso é incrível, você tem muita sorte, Fernando. Mesmo que sua compatibilidade não seja boa, pelo menos você é de nível 3 e seu atributo mágico é alto.” Kelly disse em direção ao jovem.

Fernando, que estava avermelhado pelo contato com Karol, finalmente saiu de seu estupor ao ver Noah e Kelly falarem com ele.

“Ah, não é nada de mais.” respondeu humildemente. Ele não se importava muito com a situação, estava mais focado em aproveitar a sua proximidade com Karol.

A mulher percebeu a indiferença de Fernando em relação aos elogios, o rapaz parecia mais interessado nela mesma. 

Ela achou engraçada a reação dele, tão ingênuo. Então resolveu apertar ainda mais seu braço contra seu peito. Em resposta, Fernando corou ainda mais, parecia que estava sem fôlego. Karol deu um leve sorriso e riu internamente da reação dele, achando fofo.

Emily, por outro lado, achou a atitude de Karol muito irritante. Isso, somado ao fato de Fernando sempre tratar a mulher tão bem enquanto ela era tratada com alguma indiferença, mexeu com seu ego. 

Ela não tinha interesse algum em no jovem pálido, mas não estava acostumada a ser tratada assim. Os garotos sempre se jogavam aos seus pés, o rapaz foi a primeira pessoa que ignorou os encantos de uma garota ruiva de olhos claros como ela.

De repente uma voz veio de não muito longe.

“Grande porcaria, alguém de nível 3? Que piada!”

Olá, eu sou o Glauber1907!

Olá, eu sou o Glauber1907!

Comentem e Avaliem o Capítulo! Se quiser me apoiar de alguma forma, entre em nosso Discord para conversarmos!

Clique aqui para entrar em nosso Discord ➥