Knight of Chaos – Capitulo 13

 

Capítulo Anterior || Índice || Próximo  Capítulo


Capítulo 13 – Inversão

Autor: Glauber1907

Fernando estava tremendo ao ver o machado acertar o chão a poucos centímetros dele, felizmente ele conseguiu reagir rapidamente e rolar para o lado.

Caramba, eu quase morri!

Essa foi a primeira vez que Fernando chegou tão perto da morte. Apesar do medo ele se recuperou rapidamente, isso se deve talvez por causa da adrenalina, Fernando então se levantou e observou o homem negro chamado Marcus.

“Ahh minha perna! Pivete maldito você vai pagar por isso!”

Depois do ultimo ataque Marcus havia largado uma das mãos do machado e parou de atacar, ele percebeu que o sangue em sua coxa não parava de jorrar então pressionou uma das mãos no ferimento, se isso continuasse sua vida estaria em risco, ainda mais em um mundo sem tecnologia como esse, ele começou a se desesperar, raiva, medo e vergonha se misturaram em sua mente.

Que porra! Eu tomei uma surra de um bando de merdinhas desses!

Marcus lançou um olhar de ódio para o rapaz chamado Fernando, o garoto fraco que ele estava insultando a poucos minutos havia o ferido tão gravemente, mesmo que ele tenha sido pego desprevenido isso ainda era uma grande humilhação para ele.

Merda, um dia eu vou matar esse moleque maldito!

Apesar da vergonha Marcus resolveu engolir seu orgulho e resolveu pedir ajuda, ele olhou para os instrutores, apesar dele estar ferido os instrutores não pareciam que iriam agir, então ele teve uma idéia, ele olhou para Josh Norton e o outro companheiro de equipe que estavam observando não muito longe, pela cerimônia os executivos mostraram grande interesse em Josh, por isso os instrutores com certeza ajudariam se ele pedisse.

“Josh! Por favor cara, me da uma força! Esses merdinhas me esfaquearam de surpresa, estou sangrando, preciso de um médico.”

Josh Norton olhava a situação com pouco interesse, ele ouviu Marcus pedir ajuda, mas não respondeu imediatamente.

“Você se mete em problemas por conta própria e agora vem implorar ajuda? Patético.” Josh Norton respondeu friamente, o homem loiro proximo apenas olhou sem se importar.

Karl estava de frente para Ronald e Noah, inicialmente ele tentou imitar o que via nos filmes de guerra medievais e trocou alguns golpes de espada com eles, apesar de ser mais forte ele realmente achou bem difícil ter vantagem, uma luta com armas frias era muito diferente do qie ele imaginou, quando ele viu que até um cara grande e forte como Marcus estava machucado e sangrando ele ficou com algum receio de ser pego de surpresa como Marcus.

“Qual é Josh, da uma força cara, agente vai obedecer você a partir de agora, você vai ser o líder do grupo.” Karl gritou quando viu que Josh não queria ajudar.

Na noite anterior Josh Norton havia dito que seria o líder da equipe 1. Apesar de Josh ter atributos de magia e no geral melhores, Karl e Marcus se recusaram a te-lo como líder do grupo, afinal ele parecia ser bem mais fraco numa luta de verdade, mas agora nessa situação levando em conta a influência dele com os executivos eles resolveram ceder.

“Sim Josh, você pode ser o líder!” Marcus também concordou.

Ao ver os dois homens cederem Josh sorriu, na noite anterior apenas o homem loiro chamado Dênis tinha aceitado ele como líder, ao ver esses dois brutamontes idiotas finalmente cederem depois de apanharem um pouco ele achou gratificante.

“Ei vocês, que tal deixar esse assunto por aqui? Eu sei que foi esses dois babacas que provocaram, vocês já feriram o grandão, então podemos considerar isso uma lição pra ele e deixar esse assunto de lado.” Josh Norton disse em direção ao grupo da equipe 2 e 4 de Fernando e Noah respectivamente.

Karol, Ronald, Noah e todos os outros ficaram surpresos e felizes que finalmente eles poderiam resolver isso. Noah foi a frente e disse.

“Por mim tudo bem, nós realmente não queriamos brigar, foram esses seus dois companheiros que começaram tudo.” Noah disse calmamente.

“Então está resolvido, não vou permitir que eles busquem problemas com vocês novamente.” Josh respondeu sorrindo.

Bem como todos estavam achando que a situação estava resolvida alguém interrompeu bruscamente.

“Resolvido? Esses lixos tentaram nos extorquir e queriam abusar das garotas, enquanto estavamos no lado desvantajoso você não falou nada, agora que um desses babacas esta machucado e pede ajuda devemos parar por aqui? Ridículo.” Quem interrompru foi Fernando, ele ainda estava com a espada curta roxa desembanhada próximo ao homem negro Marcus.

Ao ver o jovem rapaz o interrompe-lo Josh olhou em sua direção, sua testa franziu levemente em desgosto.

“Fernando, já chega! Vamos parar por aqui, não tem motivo para continuarmos com isso.” Karol disse exasperada, finalmente eles iam resolver isso, por que Fernando se recusava?

“Isso mesmo, vamos esquecer isso tudo.” Noah disse ao lado.

“Não tem motivo? Olha o que esses lixos fizeram! Alguem podia ter morrido, e eles chantagearam vocês meninas. Agora que eu machuquei um deles eles querem parar? Não é assim tão fácil.” Fernando respondeu enquanto olhava friamente para Marcus, uma raiva imensa ainda ardia em seu peito.

“Foda-se pivete! Você quer me matar? Que piada! Você só me machucou porque me pegou desprevenido! Além disso mesmo que você me matasse você acha que o Salão da Recepção não vai puni-lo?” Marcus disse zombadoramente.

Fernando sabia muito bem que esse tipo de gente sempre volta para buscar problemas, desde o dia que ele foi armado na faculdade ele aprendeu que ser bonzinho e fraquejar era o mesmo que pedir para sofrer nas mãos dos outros! Então ele iria agir com força! Mesmo que ele não possa matar esse cara pelo menos ele teria que prejudica-los de algum jeito!

Ao ver Fernando falar Karol e os outros não falaram mais, depois de tudo foi ele quem os tirou dessa situação depois de machucar Marcus.

Pensar que um rapaz jovem que parecia tão fraco realmente nos tirou dessa enrascada… Noah pensou consigo mesmo enquanto suspirava.

Ao ver que as outras pessoas não falaram mais nada Josh franziu levemente a testa, então ele olhou para Fernando e falou:

“Tudo bem, então como você quer resolver a situação?”

Fernando ponderou um pouco e respondeu:

“Podemos deixar a situação acabar aqui, mas esses dois sacos de lixo vão entregar toda a prata que o Salão vai paga-los esse mês!” Fernando respondeu em um tom frio.

“Vai se foder! Não vamos pagar nada pra você seu pivete!” Marcus gritou enquanto rangia os dentes numa mistura de dor e raiva.

“É? Então eu não importo de acabar com você agora mesmo! Não ligo se eu acabar preso pelo Salão.” Fernando respondeu, havia um tom de raiva e determinação em sua voz.

Ao ver esse moleque que estava a poucos metros dele levantar a lamina suor frio enxeu as costas de Marcus, ele sabia que apesar do primeiro golpe ter sido de surpresa o segundo ferimento que ele sofreu foi realmente porque esse garoto era mais rápido que ele, ferido do jeito que ele estava provavelmente seria muito fácil pra esse moleque acerta-lo novamente.

Vendo que o rapaz chamado Fernando estava sério, Josh franziu ainda mais a testa, alguém orgulhoso como ele odiava ter que se rebaixar a aceitar condições de outros.

“Ta legal, depois de eles receberem a prata irei mandar Dênis entregar a vocês, considerem isso como um presente de desculpas.” Norton respondeu como se não se importasse com isso, mas no fundo ele estava nervoso.

“Josh!” Karl estava indignado de ter que ceder o dinheiro, ele não sabia se seria necessário no futuro, então ficar de bolsos vazios nesse mundo parecia ser algo lamentável. Inicialmente fora eles quem chantagearam os outros, ver a situação de inverter e ser chantageado por um moleque era frustante para Karl.

“Calado, vocês procuraram por isso, agora ajude Marcus.” Josh disse de forma autoritária.

Apesar de tanto Marcus quanto Karl estarem com raiva no final eles não disseram nada mais, Karl embainhou a espada e foi ajudar Marcus.

Ao ver os dois homens se afastarem junto a Josh todos suspiraram de alívio.

“Poxa, que situação foi essa..” Ronald disse enquanto se sentava no chão.

“Achei que alguem fosse morrer!” Emily disse meio pálida.

“Felizmente Fernando conseguiu ferir o cara grande, isso realmente me surpreendeu, como você fez isso Fernando? Mesmo tantas pessoas juntas não conseguiram dete-los” Karol perguntou curiosamente os outros imediatamente focaram em Fernando.

Fernando ficou incomodado com o jeito que todos o olhavam, mas ele resolveu responder.

“Simplesmente usei minhas vantagens contra as desvantagens deles, eles são grandes e exageradamente musculosos isso junto daquelas armaduras pesadas faz com que eles sejam muito lentos, enquanto minha espada e armadura são leves e me permitem me mover facilmente.” Fernando explicou calmamente.

“Entendo, você é realmente inteligente alem de corajoso, ao contrário de outros vermes covardes..” Kelly disse enquanto olhava enojada para o homem chamado Tom.

Tom se encolheu no canto, ele queria retrucar, mas se sentiu muito envergonhado, ele realmente foi egoista e covarde, então ele simplesmente baixou a cabeça e ficou calado.

Vendo a atitude do homem Noah e os outros não perseguiram o assunto.

“O que vamos fazer com Lance? Sera que ele esta muito ferido?” Kelly disse enquanto se abaixava próximo a Lance.

Bem como eles estavam pensando sobre o que fazer um dos instrutores se aproximou.

“Vocês ai, levem o homem ferido a ala médica, e você jovem me siga!” O instrutor de capa verde disse severamente enquanto apontava para Fernando.

“Se me permite senhor, para onde eu tenho que segui-lo?” Fernando perguntou com uma sobrancelha levantada, a atitude do instrutor era suspeita.

“Você feriu outro recruta, geralmente você iria para a prisão, mas o instrutor chefe quer ve-lo, provavelmente você será punido de alguma forma.” O instrutor falou indiferentemente.

“Isso é absurdo! Foram eles que comecaram a luta! E vocês não fizeram nada!” Emily disse nervosamente.

“Calada ou você vai junto! Agora me siga rapaz o vou arrasta-lo até la.”

Karol e os outros já estavam prestes a falar por Fernando, mas o mesmo os interrompeu.

“Esta tudo bem, levem o amigo de Noah até o médico, vou seguir o instrutor.”

“Mas Fernando…” Karol estava relutante, todo o ocorrido foi por causa dela e agora Fernando teve que suportar a culpa.

Fernando simplesmente seguiu atrás do instrutor sem dizer mais nada.

Karol e os outros estavam indignados, sem perceberem a visão deles de Fernando em seus corações mudou de um jovem tímido para alguém confiável em situações difíceis.

Fernando seguiu o instrutor de capa verde, logo chegaram ao escritório da área de treinamento.

“Entre, o instrutor chefe esta dentro.” Depois de dizer isso o homem foi embora.

Fernando estava um pouco hesitante, mas entrou.

Dentro havia uma grande escrivaninha, um homem de meia idade vestido em negro e capa negro estava sentado logo atras dela enquanto regidia algum documento, sua aparência era bem marcante devido a seu longo bigode preto.

“Sente-se.” Ele disse apenas uma palavra, Fernando estava um pouco incomodado, mas obedeceu.

O homem ignorou Fernando e continuou escrevendo, depois de finalmente terminar o documento ele calmamente olhou para Fernando.

“Eu estava observando o que aconteceu do andar de cima, a pena mínima por agredir outro recruta fora do treinamento é prisão de 1 mês.” O homem de bigode disse casualmente.

Fernando estava surpreso com o que lhe foi dito, mas se manteve calmo.

“Eu imagino que tem algo mais tendo em vista que eu fui chamado aqui, caso contrário eu poderia ter sido jogado diretamente na prisão pelos guardas.” Fernando respondeu.

O homem pareceu surpreso, então ele riu.

“Você é perspicaz jovem, então vou ser direto, alguns executivos estão nervosos com você devido ao uso da pedra de compatibilidade, alguns instrutores tem laços com esses executivos, então casos como o de hoje podem vir a acontecer de novo no futuro, felizmente para você Claud me pediu para ficar de olho.”

Fernando ficou chocado com o que foi dito e compreensão o atingiu.

Então é por isso que os instrutores não ajudaram! Aqueles velhos mesquinhos realmente são rancorosos..

Fernando estava com um pouco de raiva, mas não havia nada que ele pudesse fazer.

“Você tem sorte, mesmo com o pedido de Claud eu normalmente não me envolveria nisso, mas eu gostei do modo como você lutou, para alguém que até poucos dias era um civil foi impressionante. Bem deixe eu me apresentar, meu nome é Dony, instrutor chefe, pelo menos enquanto você estiver no campo de treinamento posso garantir que o que ocorreu hoje não haverá no futuro.” Dony disse enquanto sorria.

“Isso.. eu agradeço a ajuda senhor Dony, mas por que você faria isso por mim?” Fernando perguntou com alguma desconfiança, se alguns executivos estavam visando ele parecia estranho o instrutor ofende-los por um ninguém como ele.

“Digamos que é um investimento, você vai ficar me devendo, se um dia você tiver algumas conquistas eu irei cobrar o favor.” Dony respondeu sorrindo misteriosamente.

 

Capítulo Anterior || Índice || Próximo  Capítulo


Avalie Knight of Chaos na «Central Novel»

%d blogueiros gostam disto: