Capitulo 20 – Lucro Fácil

Capítulo Anterior || Índice || Próximo  Capítulo


Capítulo 20 – Lucro Fácil

Autor: Glauber1907

Fernando estava caminhando calmamente pelas ruas de Vento Amarelo, seu destino era a décima terceira guarnição, porem para seu desamparo ele não tinha idéia de onde ficava esse lugar.

Se bem me lembro ele disse que era da décima terceira guarnição..mas não faço ideia de onde isso fica, talvez eu devesse me informar..

Havia um rapaz em vestes brancas passando do outro lado da rua, Fernando resolveu pedir informações a ele.

“Err, com lincença, eu gostaria de pedir uma informação, você saberia onde fica a décima terceira guarnição?”

“A decima terceira guarnição? É claro que sei, essa guarnição é bem famosa por seu capitão lunático, quem em Vento Amarelo não a conhece? Você poderia ser do novo lote de recrutas?”

Fernando ficou surpreso, ele fez uma pergunta e recebeu três perguntas como resposta, isso o lembrou do episódio de Chaves onde dizia ‘só os idiotas respondem uma pergunta com uma pergunta’, mas obviamente ele não iria falar isso.

“isso mesmo, eu sou um novo recruta, eu conheci alguém dessa guarnição e gostaria de encontra-lo.” Fernando respondeu.

“Entendi, a decima terceira guarnição fica próximo ao portão Sul, na verdade é bem fácil de encontrar, é um grande lugar com portões negros, fácil de achar, mas eu recomendaria que você não fosse até lá, há rumores de que o capitão responsável por essa guarnição é um lunático que mata sem hesitar qualquer um que o ofender, soube que até um executivo Junior do Salão foi morto em suas mãos devido a um desentendimento entre os dois…se não fosse pelo fato de que ele tem um incrível potencial de crescimento e pode acabar ingressando na Legião no futuro com um alto cargo o Salão jamais o perdoaria.” O homem de branco aconselhou Fernando enquanto dizia a ultima parte em voz baixa.

Fernando ficou um pouco assustado, um lunático que mata as pessoas a bel prazer sem consequências? Isso certamente faz alguém pensar duas vezes antes de visitar esse lugar, mas não é como se Fernando não soubesse nada sobre violência, afinal no Brasil assaltos e latrocínios acontecem com frequência, andar na rua a noite principalmente nas metropolis é quase pedir para ser assaltado, mas talvez pela aparência e roupas surradas ele nunca foi assaltado.

“Eu agradeço o aviso, mas eu realmente preciso ver um conhecido la, obrigado por indicar o local.” Fernando agradeceu o rapaz.

“Você que sabe, já dei o aviso, não é problema meu se você quer ir la morrer.” Depois disso o rapaz de branco continuou andando sem se importar com Fernando.

Apesar de relutante devido ao aviso Fernando seguiu para o Sul da cidade, onde estava localizada a guarnição, no caminho Fernando avistou diversas pessoas andando para la e para cá, muitas entrando e saindo das lojas e restaurantes, porem conforme ele foi se aproximando da parte sul da cidade percebeu que a quantidade de transeuntes diminuiu consideravelmente, anteriormente ele via pessoas com roupas comuns e alguns com roupas de recruta como a dele, além de vários soldados, mas agora ele praticamente só via soldados em armaduras negras, ele imediatamente se lembrou dos soldados que ele viu quando acordou nesse mundo, eles também usavam esse tipo de armadura. Depois de caminhar por alguns minutos finalmente Fernando avistou um grande prédio cercado por um extenso muro com portas negras, esse parecia ser o local da decima terceira guarnição. Fernando se aproximou dos portões, cerca de meia dúzia de soldados estavam em frente ao portão.

“Alto ai rapaz, o que um mero recruta como você pensa que esta fazendo andando por esse local? Saia daqui antes que eu te dê uma lição.” Um homem com um rosto intimidador disse ameaçadoramente.

“Me desculpe! Mas eu gostaria de ver um conhecido, ele disse que era dessa guarnição.”

“Um conhecido? Me poupe da sua baboseira moleque, é o ultimo aviso, não me culpe por fazer você sangrar depois, vaza!.” O guarda disse ferozmente enquanto inclinava sua lança para frente.

Fernando ficou assustado, diferentemente de um amador como o brutamontes Marcus esses guardas eram profissionais que estavam nesse mundo a muito tempo, ele claramente não era páreo para qualquer um dos guardas, quanto mais 6 juntos, ele instintivamente recuou um passo para trás e pensou em dar as costas e ir embora, mas ao pensar com cuidado ele não achou que Raul diria para procura-lo na sua guarnição apenas para se meter em uma enrascada, ele não parecia ser esse tipo de pessoa, então ele resolveu usar o nome de Raul, talvez algum dos guardas o conhecesse.

“Eu estou dizendo a verdade, eu conheço alguém chamado Raul, ele me disse para vir aqui!” Fernando disse rapidamente dando mais um passo para trás.

“Eu já disse pra cortar a baboseira! Você não me ouviu, então só me resta te ensinar uma lição.” O guarda avançou com um sorriso feroz.

Fernando estava extremamente nervoso, mas rapidamente colocou a mão sob seu ombro para sacar a espada curta em suas costas, assim que o guarda de aparência feroz deu dois passo a frente alguém gritou.

“Espere!” Disse um dos guardas que estava mais junto ao portão.

“O que foi August? Não vai me dizer que esta com pena desse pivete? Ele é um mero recruta e desobedeu um comando de alguém da Décima Terceira Guarnição, você acha que eu vou deixar isso passar sem tirar um pouco de sangue dele?” O guarda feroz disse com raiva.

Fernando não sabia quem era o homem que interveio, mas ele deu um suspiro por dentro, suor frio escorrendo de sua testa, ele já estava arrependido de não ter ouvido o conselho do homem de antes.

“Calado Zavus, quando você se juntou a guarnição eu já estava aqui a 2 anos, você acha que eu deixaria isso passar também?” O homem chamado August disse friamente.

“Então o que é? Porque você me parou?”

“Agora pouco esse garoto mencionou Raul, ele não poderia estar falando do Urso Tirânico Raul, poderia?”

Assim que o homem chamado August disse essas palavras, silencio permeou entre os seis guardas, Zavus que antes tinha um rosto feroz subitamente empalideceu, parecendo uma pessoa completamente diferente.

“Que besteira você esta falando August? Como um mero recruta poderia conhecer o Urso Tirânico?!”

“isso mesmo August, você deveria tomar mais cuidado ao citar os alto escalões da guarnição!” Outro guarda falou.

“Pensem bem, o capitão não foi encarregado recentemente pelo Salão de ir buscar o novo lote de recrutas da matriz do oeste? O Urso Tirânico sempre segue o capitão em todas as missões, talvez o garoto esteja dizendo a verdade e tenha conhecido ele lá.” August disse secamente.

Assim como August disse isso choque e medo foram descritos nos rostos dos outros cinco homens.

“Isso não quer dizer que podemos ter indiretamente ofendido o Urso Tirânico??” Um dos guardas disse quase gaguejando.

Um arrepio frio percorreu a espinha de Zavus, ele sabia que se isso chegasse aos ouvidos do Urso ele como o quase-agressor certamente seria severamente punido, não apenas o capitão da Décima Terceira Guarnição era cruel, mas até mesmos seus escalões superiores também eram, como um dos principais homens sob o Capitão o Urso Tirânico também detinha sua fama sanguinária.

Assim que os seis guardas chegaram a uma conclusão semelhante todos passaram a olhar para Fernando como se ele fosse sua única salvação, até mesmo August que era o mais composto dos seis homens parecia exasperado.

Fernando que não conseguiu ouvir a conversa entre os guardas notou a mudança drástica na atmosfera.

“Escuta jovem, parece que houve um mal entendido aqui, pensamos que você era algum recruta aleatório tentando causar problemas, não sabíamos que você era amigo do grande Urso Tirânico Raul, se soubéssemos jamais teríamos sido tão rudes, espero que você possa nos perdoar.. e se possível não mencionar os acontecimentos de hoje a ele..por favor!” Zavus que outrora tinha um rosto feroz e intimidador agora apenas tinha um semblante assustado e suplicante enquanto falava, parecendo ser uma pessoa completamente diferente.

A mudança drástica de atitude dos guardas chocou Fernando, ele não sabia o que aconteceu exatamente.

Que estranho, esses guardas pareciam que iam me atacar a qualquer momento, e agora mudaram 180°, isso foi depois que citei Raul, e eles também falaram algo sobre Urso Tiranico.. será que aquele cara é realmente famoso e temido na Decima Terceira Guarnição? Ou será que é apenas um mal entendido e sejam pessoas diferentes? Ahh que seja, independente do que for consegui me livrar dessa enrascada. Fernando pensou enquanto suspirava aliviado.

Vendo que o jovem a sua frente não respondia, ansiedade atingiu os homens.

Percebendo a inquietação dos guardas Fernando percebeu que os mesmos estavam tensos e com medo pelo seu silencio, ao perceber isso um sorriso quase imperceptível surgiu no canto de sua boca.

Heh, até a alguns momentos atrás eu não passava de um saco de pancada ambulante pra esses caras, e agora eles me vem com palavras gentis e suplicas, esses caras não passam de lixo humano, eu jurei pra mim mesmo que não seria facilmente intimidado mais e me vingaria daqueles que me prejudicassem, não pensem que vou deixar vocês saírem ilesos disso, o Fernando bobo que deixaria isso  para la não existe em Avalon!

Depois de alguns segundos de silencio os guardas já não aguentavam mais esperar, bem quando um deles ia dizer algo Fernando falou.

“Bem, eu sou alguém gentil e estou feliz que possamos resolver isso pacificamente.”

A declaração de Fernando suspreendeu os guardas, assim como todos estavam prestes a se sentir aliviados a segunda parte da frase os fez estremecer.

“Porem eu e meu amigo Raul, o Urso Tirânico somos muito próximos, nos conhecemos a pouco tempo mas somos quase como irmãos, eu realmente não consigo me ver mantendo segredos entre nós, isso seria uma mancha negra em nossa amizade, não sei se conseguiria lidar com isso pelo resto da minha vida.”

As palavras de Fernando fez os corações dos 6 homens se encher de medo, o rapaz com certeza ia contar tudo de hoje ao Urso Tiranico! As pernas de Zavus começaram a amolecer como se fossem geleias, se não fosse o apoio de sua lança ele certamente teria caído pra tras de medo.

“Senhor! Por favor, não faça isso! Se o Urso.. digo, o senhor Raul souber que maltratamos um de seus amigos seremos severamente punidos! Por favor tenha misericórdia!.” Um dos guardas não aguentando mais implorou  enquanto se ajoelhava em frente a Fernando.

A situação surpreendeu até mesmo Fernando.

Será que o Raul que eu conheço é tão assustador assim? Alias será que é o mesmo Raul? Se não for pode ser que eu esteja cavando minha própria cova aqui..mas enfim, não tem como voltar atrás agora, fora que eu também quero retribuir o favor a esses caras.

“Bem.. assim vocês me deixam em um dilema, eu não quero esconder segredos do meu amigo, mas também não quero prejudicar vocês, estou indeciso, 50%-50% sobre qual escolher… se ao menos tivesse algum incentivo que me fizesse escolher um dos dois..” Fernando disse enquanto fazia um rosto de indecisão.

August como o mais perspicaz entre os 6 homens imediatemente notou as entrelinhas nas palavras de Fernando.

“Senhor, permita-me presenteá-lo com 20 moedas de prata, espero que isso possa em parte compensar nossa ofensa anterior.” August disse enquanto apressadamente retirava 20 moedas de prata de seu anel.

Seguindo o exemplo de seu companheiro os outros 5 guardas apesar de relutantes retiraram algumas moedas de prata, cada um entre 10-20 moedas, ao todo os 6 ofereceram 80 moedas de prata.

Fernando ficou surpreso com a quantidade que esses guardas estavam lhe oferecendo, mesmo recebendo a recompensa de antes ele não havia ganho nem um terço dessa quantia. Ao ver que os guardas estavam lhe dando tanto Fernando começou a se sentir levemente culpado, ele uma vez ouviu em um restaurante que os guardas receberam apenas 40 moedas de prata por mês, ou seja, cada um deles estava lhe dando de 25%-50% de seu salário do mês, certamente esses guardas estariam “apertados” por um tempo, porem ao pensar com cuidado na situação Fernando deixou de sentir pena, afinal se ele não tivesse citado Raul esses guardas o teriam espancado, ele não deveria ser emocional com quem tentou prejudica-lo!

Vendo que Fernando não deu uma resposta mesmo após oferecerem uma quantia tão grande os guardas ficaram tensos, eles logo chegaram a uma conclusão, com um amigo como o Urso Tirânico o jovem a sua frente com certeza não teria falta de moedas!

“O que fazemos? Eu não tenho mais dinheiro, o pouco que me resta é para as necessidades básicas, o restante eu já gastei atualizando meu equipamento, se eu der mais não terei dinheiro nem para comida!” Um dos guardas sussurrou com os outros.

Os outros acenaram com a cabeça, pois estavam numa situação semelhante, deve-se saber que nesse mundo a força era a base de tudo, por isso soldados teriam que gastar boa parte de seus salários comprando equipamentos, poções e afins para se manterem vivos e aumentarem suas forças, caso contrario eles não passariam de soldados rasos pelo resto de suas vidas ou até acabariam mortos no campo de batalha.

Vendo o desenrolar da situação August suspirou para si mesmo.

“Zavus, entregue aquela coisa a ele.” August disse solenemente.

Ouvindo o que August disse todos os 5 homens arregalaram os olhos em surpresa.

“Você está louco August? Nós passamos por tanta coisa para conseguirmos isso e você quer desistir desse item assim??”  Zavus disse exasperado.

“Que porcaria! Você acha que eu quero que desistamos desse item? Simplesmente não temos escolha é isso ou ofender o Urso Tirânico!” August disse com um tom de raiva.

Depois de considerarem as coisas os outros homens assentiram, apesar de relutante Zavus não tinha muito o que fazer.

“Senhor, além das moedas também gostaríamos de presenteá-lo com isso.” Zavus disse enquanto tirava uma pedra azul do anel de armazenamento, era uma pedra achatada e azul escura, parecia realmente um adorno de jardim, porem diferente dos adornos essa pedra emanava uma leve luz azul.

Fernando que estava alheio da discussão que os homens tiveram por susurro não teve muita reação ao ve-los tirar mais alguma coisa, para ele as moedas pareciam ser mais valiosas.

Vendo a falta de reação Fernando, August se adiantou e falou.

“Senhor, esta é uma pedra de armazenamento de mana, é um item muito valioso e que raramente é encontrado na natureza, para ser franco não sabemos exatamente o valor desse item, afinal só soubemos falar dele de boatos, mas deve valer muito! Como sinal de nosso arrependimento esperamos que você possa aceitar esse presente, e se possível encerrar as questões que tivemos hoje.” August falou humildemente.

Ao ouvir o que o homem disse Fernando ficou encantado, ao saber da função de armazenamento de mana.

Isso não significa que contando que eu armazene mana na pedra eu poderia ter uma quantia absurda pra gastar numa luta? Isso junto ao anel Domus eu poderia ter uma força terrível!

Fernando rapidamente começou a conjecturar as possibilidades e usar tal item, ele já estava em devaneios, mas rapidamente recuperou a compostura.

Isso não esta certo, se esse item fosse tão bom eles poderiam simplesmente ter vendido e ganhando uma fortuna, deve ter algum problema com isso..mas que seja, estou ganhando algo de graça, como dizem, de graça até injeção na testa!

“Muito bem, vou aceitar esse item e as moedas e vamos esquecer o assunto.”

“Senhor, muito obrigado!” Os homens disseram apressadamente.

Apesar de estarem extremamente amargos internamente eles sorriram de orelha a orelha como se fossem eles recebendo algo e não o contrário. Depois de trocar mais algumas palavras com os guardas a respeito do item Fernando pediu que eles liberassem a entrada, os mesmos o instruíram a ir em direção ao saguão da fortaleza para solicitar a presença de Raul, Fernando seguiu em frente sem sequer olhar atrás.

“August, o que você acha, será que aquele pirralho maldito vai falar algo pro Urso Tirânico?” Um dos homens perguntou enquanto esbravejava, afinal perder tanto dinheiro não era brincadeira pra ele.

“Eu não sei, só torçamos para que não, o mais importante é, será que ele realmente conhece o Urso?” August disse contemplativamente.

“O que? Por acaso você acha que o pivete poderia estar blefando? Se for porque você nos fez dar dinheiro e aquele item pra ele?!!” Zavus disse exasperado.

“Independente de ser verdade ou não, é melhor jogar seguro, além disso se ele estiver mentindo só a morte o aguarda ao entrar na fortaleza.”

Fernando que já havia entrado e estava caminhando pelo pátio em direção ao hall, como ele já havia passado pelo portão os guardas no caminho concluíram que ele tinha algum status para poder passar pelo portão diretamente e não ousaram bloquear seu caminho. Nesse momento ele tinha um rosto extremamente frio e calmo, mas internamente ele estava desesperado.

Poha, sera que o Raul que eu conheço é esse Urso Tirânico mesmo?? Se não for eu to muito ferrado, eu vou ter saído da frigideira pro forno..

 

Capítulo Anterior || Índice || Próximo  Capítulo


Apoie Knight of Chaos no «Apoia-se»

Rolar para o topo