Capítulo 99 – Cabo Gabriel

Knight of Chaos

Não carregou? Ative seu JavaScript
Atualizar

 

“Eu entendi professora, obrigado pelos conselhos.” Fernando agradeceu sinceramente, se não fosse por Gallia ele provavelmente estaria morto por mero capricho de outras pessoas.

“A partir de agora eu autorizo sua saída da Guarnição, mas esteja atento, apesar de Dimas ter levado todos seus subordinados com ele, não se sabe se ainda resta algum homem leal a Jean em Vento Amarelo.” Gallia avisou.

“Eu entendo.” Fernando assentiu.

“Mais uma coisa, você já tem mais pessoas em mente para o Esquadrão Zero? Preciso que você complete os números para esse esquadrão o mais breve possível, quando o Capitão Victor retornar ao comando da Guarnição talvez ele tente abolir a formação do esquadrão caso ele não esteja completamente pronto, o ideal seria estar completo com 20 pessoas, mas se tiver pelo menos 15 é suficiente. Se você não tiver a quantidade de pessoas suficiente vou arranjar alguns.” Gallia disse com seriedade.

“Tenho alguns nomes em mente, deixe-me tentar primeiro professora, caso eu não consiga recrutá-los, então deixarei em suas mãos.” Fernando disse com confiança.

Ao ver a atitude de seu aluno, Gallia sorriu.

“Tudo bem então. você precisa ir agora, estou muito ocupada, continue praticando o controle de mana, será importante para o que pretendo ensiná-lo.” Gallia disse se levantando.

Fernando assentiu, essa já era sua intenção, cada vez que o seu controle sobre o mana melhorava ele sentia que poderia fazer mais coisas.

“Te vejo depois professora.” Fernando se levantou, de repente algo veio em sua mente, mesmo sendo tão próximos Fernando não costumava ter muito contato com sua professora, mas ele considerava ela quase como uma família, em sua casa ele lembrava que sempre abraçava seus pais e seu irmão antes de sair, ao pensar na ultima vez que os viu, Fernando se sentiu melancólico, cada despedida poderia ser a última.

Sem pensar muito a respeito, Fernando se aproximou de Gallia com o rosto levemente vermelho.

“Ei, o que você está fazendo?!” Gallia perguntou um pouco nervosa ao ver o rosto de seu aluno. Antes que ela pudesse dizer mais alguma coisa, Fernando a abraçou. Gallia ficou imovel sem saber como reagir. Ela sentiu os braços de Fernando em torno de si mesma, mas não conseguiu dizer nada adequado para aquela situação.

“Até mais professora, não trabalhe demais.” Fernando disse saindo da sala, deixando a mulher conhecida como ‘Bruxa Gélida’ atordoada.

“Esse pivete! O que ele pensa que está fazendo!” Gallia disse soando irritada, mas um leve sorriso caloroso preenchia seu rosto, contradizendo suas palavras.

Quando Fernando saiu do escritório, Dakota entrou, ao ver Gallia parada atordoada com um sorriso bobo Dakota não conseguiu evitar de sorrir também.

“Mestra, o garoto Fernando saiu tão rápido, isso significa que ele não consegue durar muito? É uma pena, ele é tão jovem, mas já é precoce.” Dakota disse num tom como se estivesse lamentando.

“Dakota.” Gallia disse com uma voz calma.

“Pois não, mestra?” Dakota respondeu com um sorriso.

“Você tá querendo morrer?” Gallia disse com uma expressão gelada.

Quando Fernando saiu, Tom e Lance estavam esperando do lado de fora.

“Vamos embora.” Fernando disse calmamente.

Quando os três estavam saindo do QG passaram por vários guardas, soldados que entregavam missões e até alguns oficiais.

“Você ai, Cabo Fernando, certo? Um momento por favor.” Fernando ouviu alguém o chamando, então ele parou e olhou em volta, até encontrar um homem caminhando em sua direção, pela insígnia em seu peito ele também era um Cabo, segundo a braçadeira ele era o lider o Esquadrão 21 que estava sob o comando de Gallia, tirando o esquadrão nomeado, esse era o esquadrão mais forte dela.

“Bom dia Cabo Fernando, eu me chamo Gabriel Stivan, sou Cabo e líder do Esquadrão 21, é um prazer conhecê-lo.” Gabriel disse estendendo a mão.

“Bom dia. Tem algo que você precise tratar comigo, Cabo Gabriel?” Fernando disse com calma.

“Nada em específico, eu só soube de um novo esquadrão nomeado sob a Tenente Gallia, Esquadrão Zero, eu estava muito ansioso para conhecer seu líder, você no caso, soube que você saltou diretamente de Recruta para Cabo, é algo impressionante, meus parabéns.” Gabriel disse com um sorriso agradável.

“Oh, obrigado.” Fernando disse meio sem jeito, ele estava tão acostumado a ser maltratado e mal falado por outros oficiais que até estranhou quando um veio parabenizá-lo.

“Se você não estiver muito ocupado gostaria de convidá-lo para o alojamento do Esquadrão 21, como você ainda é novo no cargo posso ajudar e responder qualquer dúvida que tenha.” gabriel disse de forma simpática.

Fernando queria recusar o convite, mas era tão raro um oficial trata-lo bem que ele acabou não conseguindo.

“Tudo bem.” Fernando assentiu.

Fernando, o Cabo Gabriel, Lance e Tom caminharam para fora do QG. Surpreendentemente quando estavam saindo, Fernando viu Bob William´s na saída do QG, assim que o viu o mesmo fez uma cara de ódio em sua direção, mas no fim ele não acabou falando nada. No final Fernando também o ignorou, ele já havia entendido que tudo nesse mundo se tratava de força, se você tivesse força suficiente as pessoas dificilmente causariam problemas a você, mas se mostrasse fraqueza, isso seria praticamente um convite para sua destruição.

“Cabo Fernando, você tem algum problema com o Líder da Guarda do QG? Ele não parecia gostar muito de você.” Gabriel disse parecendo um pouco preocupado.

“Nada em particular eu acho, alguns não gostam do fato de um recruta virar um oficial do nada assim.” Fernando inventou uma desculpa qualquer, ele não queria que rumores sobre atritos entre ele e Bob William´s se espalhassem, sua fama na Guarnição entre os oficiais ja não era boa, ele não precisava de mais coisas para piorá-la.

Tom e Lance que ouviram isso se entreolharam, ambos sabiam da verdade e ficaram surpresos com o quão bem Fernando estava mentindo, mas obviamente eles não deixaram isso transparecer, como Fernando seu líder disse isso, ele deveria ter seus motivos.

“Ah sim, entendo, realmente tem muito oficiais que tem a mente pequena, para eles você deve trabalhar por anos na Guarnição para ganhar um cargo.” Gabriel disse em tom de compreensão.

“Você também parece muito jovem Cabo Gabriel, é surpreendente que já lidere um esquadrão.” Fernando disse tentando manter a conversa, apesar de não ser muito bom nisso.

“Haha, na verdade se não fosse o apoio do Subtenente Dave eu ainda seria um soldado comum, foi graças a ele que eu pude me tornar um Cabo, muitos oficiais também foram contra a minha promoção na época, apesar de eu não ser tão jovem quanto você, por sinal, qual a sua idade? Você parece bem jovem.” Gabriel perguntou em duvida.

“Eu tenho 18 anos.” Fernando disse casualmente.

“Se-serio?! Eu sabia que você era jovem, mas não imaginei que fosse tanto.” Gabriel disse surpreso.

Enquanto se dirigiam para o alojamento do Esquadrão 21, Fernando conversou sobre as mais diversas coisas com Gabriel, no início ele apenas tentava forçadamente manter uma conversa com ele, já que Fernando inicialmente era alguém que era antisocial, ele nunca mantinha conversas tão longas, foi realmente difícil manter a conversa, mas ele percebeu que o Cabo Gabriel era uma pessoa realmente agradável e fácil de falar, não importa o assunto que Fernando jogasse, ele sempre tinha algo a falar a respeito, ele achou isso impressionante. Por meio dessa conversa Fernando aprendeu uma série de coisas. Como o fato dos esquadrões precisarem cumprir uma determinada quantidade de missões mensais, caso contrário os mesmos podem acabar sendo abolidos ou no mínimo a liderança trocada, Gallia não tinha dito nada disso a ele, talvez por medo de pressioná-lo demais, ao saber disso Fernando resolveu apressar seus planos de recrutamento, não havia tempo a perder, ele não queria que os esforços de sua professora em montar esse Esquadrão fossem em vão.

Fernando acabou aprendendo sobre diversas outras coisas, um esquadrão poderia aceitar tanto missões da Guarnição quanto do Salão da Recepção, as missões do Salão valiam mais contribuição, mas em troca também eram mais arriscadas, as missões também tinham tempo máximo de conclusão após serem aceitas, poderiam variar de algumas horas até dias. Ele também soube a respeito dos esquadrões nomeados, eram basicamente esquadrões de elite, cada Tenente tinha apenas um sob seu comando, por falta de pessoas talentosas suficientes para compor mais do que isso, Gallia era a primeira Tenente a nomear um segundo esquadrão nomeado sob seu comando. 

“Realmente me surpreende que você não saiba nada a respeito de esquadrões nomeados, já que seu Esquadrão Zero tem sido o assunto do momento na Guarnição, muitos rumores a respeito de você e seu esquadrão tem sido espalhados.” Gabriel disse surpreso, mas acabou não comentando sobre os rumores.

“Você disse que somos o segundo esquadrão nomeado da Tenente Gallia, quem seria o primeiro?” Fernando perguntou um pouco curioso.

“Você realmente não ouviu falar deles?” Gabriel perguntou sem acreditar.

Fernando balançou a cabeça em sinal de negação.

“Cabo Fernando, você precisa saber que no mundo militar informações são tudo, por mais bobo que seja, você precisa estar ciente de cada rumor, de cada fragmento de informação.” Gabriel disse seriamente.

Fernando ficou um pouco surpreso com isso, mas assentiu, ele realmente não prestava atenção em nada que não lhe dizia respeito, mas ao ouvir o conselho de Gabriel ele percebeu que estava sendo muito desleixado.

“Enfim, o primeiro esquadrão nomeado da Tenente Gallia é o Esquadrão Lazuli, dizem que seu líder o Cabo Argos, é tão forte quanto um Sargento, ele sozinho conseguiu completar uma série de missões de alta dificuldade, o Esquadrão Lazuli é quase uma lenda na Décima Terceira, eles passam tanto tempo fora em missões que raramente aparecem em público.” Gabriel contou animado, como se estivesse falando de seu ídolo.

Depois de algum tempo Fernando, Tom, Lance e o Cabo Gabriel chegaram ao alojamento do Esquadrão 21, assim que entraram Fernando viu vários soldados correndo, outros fazendo exercícios com pesos enormes, alguns praticando tiro ao alvo e até alguns praticando manuseio de magia.

“Esse é o meu alojamento.” Gabriel falou apontando para seus soldados com orgulho.

Fernando ficou realmente impressionado, o lugar era bem maior que a área de treinamento nos fundos de sua mansão, aqui era muito mais adequado para treinar tantas pessoas.

“Pessoal, atenção! Tenho um convidado aqui, esse é o Cabo Fernando, o líder do mais novo esquadrão da Décima Terceira, o Esquadrão Zero.” Gabriel falou em direção a seus homens.

“O que? Isso é sério?” Um dos soldados disse pasmo.

“Esquadrão Zero? Então esse é o tal cara dos rumores. Ele não parece grande coisa…” Uma garota falou um pouco decepcionada ao ver Fernando pessoalmente.

“Soube que ele já matou um Subtenente no conflito com as outras Guarnições, mas vendo ele agora não parece verdade.” Um outro soldado disse ceticamente.

“Vocês patifes, estão faltando com respeito ao meu convidado na minha frente? Você, você e você, vão correr 10km para ver se mantêm essas bocas fechadas!” Gabriel falou em um tom cheio de autoridade, o completo oposto do modo que ele vinha falando até agora.

“Sim senhor!” Os os dois homens e a garota disseram em uníssono e começaram a correr.

“Perdoe o comportamento dos meus homens, alguns não foram disciplinados corretamente.” Gabriel disse em tom de desculpas.

“Não se preocupe…” Fernando disse secamente, na verdade ele achou exagerado fazer os três correrem 10km por algo tão banal, mas depois de lembrar que aqui é um ambiente militar, ele achou que deveria se algo comum.

Durante a visita Gabriel contou vários detalhes sobre a forma como treinava seus soldados, como métodos de treinamento, rotinas de treino, treino de táticas, métodos de guerrilha e várias outras coisas. Fernando ficou impressionado com a quantidade de coisas que aprendeu com Gabriel, ao compará-lo consigo mesmo ele notou que ainda faltava muito para ser um líder adequado, nesse momento Fernando ficou contente por ter aceitado o convite.

“O que? Seu esquadrão não tem alojamento ainda?” Gabriel perguntou surpreso.

“Sim, como foi um esquadrão criado sem planejamento, não devem ter um espaço adequado ainda.” Fernando disse sem se preocupar muito.

“Que complicado, se quiser você pode trazer seus homens para alguns treinos aqui.” Gabriel disse de forma sincera.

Fernando ficou sem reação, era realmente estranho conhecer uma pessoa tão amigável assim.

“Obrigado Cabo Gabriel, mas eu não quero incomodar.” Fernando disse sem jeito.

“Não é incomodo algum, na verdade é algo que me beneficia também, poder treinar em conjunto com um esquadrão nomeado, essa é uma oportunidade rara.” Gabriel disse sorrindo.

Ouvindo a boa vontade de Gabriel, Fernando achou que seria pouco razoável recusar.

“Entendo, então eu agradeço, trarei meu esquadrão depois, e obrigado pelos ensinamentos, isso foi realmente útil.” Fernando agradeceu de forma sincera.

Depois que Fernando partiu o Cabo Gabriel continuou olhando para a direção que ele havia partido.

“Líder, por que você trouxe esse sujeito problemático para cá? E até ofereceu treinos conjuntos? Você sabe que os rumores a respeito dele não são muito bons, ele também é odiado por outros oficiais, vamos acabar tendo problemas também.” Um homem calvo disse apreensivo.

“Kain, você confia em mim?” Gabriel perguntou com um rosto sério.

“Claro líder, você é a pessoa mais confiável que conheço.” Kain disse cheio de certeza.

“Algo me diz que esse sujeito não é comum, andei pesquisando muito a respeito dele, tanto a Tenente Gallia, quanto o Tenente Raul parecem valorizar muito ele. Além disso, os rumores a respeito dele são bem interessantes, não me interessa o que aqueles velhos babões pensam, acredito que vale a pena manter relações com o Esquadrão Zero, talvez possamos ganhar muito com isso no futuro.” Gabriel disse com um olhar cheio de antecipação.

 

Aviso do Autor:

glauber1907

glauber1907

Chave Pix copiada!
PicPay copiado!
Rolar para o topo