Volume 1 – Tutorial // Capítulo 8 – O Primeiro Encontro

Lenda de Demônios e Deidades

Não carregou? Ative seu JavaScript
Atualizar

 

Volume 1 – Tutorial // Capítulo 8 – O Primeiro Encontro

Autor: Otakinho

 

No dia seguinte

Hiro acordou com a luz do sol batendo em seus olhos e continuou a vagar pela Floresta em busca de uma saída.

“Hmmm, esse labirinto está mais difícil de se concluir do que eu esperava…”

No caminho ele encontrou vários Goblins no qual degolou com sua espada, mas não importava o quanto ele procurasse ele não conseguia achar uma saída, depois de olhar quase a floresta inteira, ele achou uma caverna suspeita com fedor forte de sangue, sem nada a perder, ele decide entrar e verificar a caverna. Quando ele se aproximou da caverna ele reparou em algumas macieiras depenadas por perto.

“Macieiras com miasma? Isso é raro… Me pergunto quem foi o retardado que pegou essas frutas venenosas…”

Sem perder mais tempo, o rapaz entrou na caverna e escutou uma voz em sua cabeça.

[Bem vindo a Masmorra chamada: (Sem Nome)]

Após ouvir, Hiro não conseguiu se impedir de franzir a testa.

“Uma Masmorra sem nome? Impossível!”

Após ouvir a voz, o rapaz disparou em direção ao fundo da caverna. Chegando lá, ele voltou a franzir a testa, tudo que ele viu foi uma figura humanoide em cima de restos mortais de um Goblin segurando um porrete.

“Absorva” disse a figura humanoide com a mão apontada pros restos mortais.

Como um passe de mágica, todo o sangue da área foi em direção da mão da figura, deixando apenas tripas e restos de órgãos no chão. Após todo o sangue sumir a figura olhou para o rapaz e disse: “Ta olhando o quê, porra?”

Naquele momento, o loirinho não hesitou mais, ele sacou sua espada e foi em direção a figura pronto para mata-lo.

“Em nome da Deidade da Luz, aquela que traz esperança para humanidade, eu, Hiro vou mata-lo, demônio nojento!”

“Ah é? Bem, meu nome é Andrew, e foda-se, cai na mão, vadia!”

***

Em um lugar bem distante, em um ambiente que os olhos mortais nunca alcançariam duas criaturas lendárias travavam outro batalha intensa. Se Hiro ou Andrew estivessem lá cairiam duro de susto, diferente do que todos os humanos imaginam o local da moradia de Deus era apenas um casa normal com sala, quarto, banheiro, sala de jogos e uma cozinha. Deus era mais simples do que se podia imaginar, mas olhando pela janela, tudo que poderia ver era uma enorme escuridão como se estivesse no espaço.

“Deus, você prometeu… Como você ousou colocar meu apóstolo com aquele sociopata nojento?” disse uma voz feminina.

“Calma luzinha, você acha que o apóstolo da grande Deidade da Luz, vai perder para um mero humano da Terra? Aquele mundo que exauriu sua própria mana?” respondeu Deus.

Claro que os dois eram a Deidade da Luz e Deus discutindo.

“Obvio que ele vai vencer, mas e se ele se corromper? Você tem noção do quão difícil é achar um ser humano puro hoje em dia? Se algo acontecer com meu loirinho, você vai ter que se ver comigo.”

“Sim, sim, de qualquer forma seu apóstolo é uma dupla perfeita para meu pequeno sociopatinha da Terra, sinceramente, eu não posso deixar esse garoto morrer, se ele ceder para sua escuridão interna… Não, é melhor não pensar nisso.”

“Certo, vamos rever aquela cena dele no mundo das almas, eu quero ter uma melhor compreensão dele.”

“Tudo por você, bebê.”

“Você anda assistindo a Terra por tempo demais… Está até falando como eles e mesmo que me elogie ainda vai dormir no chão do quarto.”

“Ugh…”

Com medo da ira da Luzinha, Deus puxa um Orbe do tamanho da cabeça de um ser humano e insere seu poder dentro, mostrando Andrew vagando no vazio do mundo das almas.

Aviso do Autor:

Otakinho

Otakinho

Boa Leitura S2 S2
Chave Pix copiada!
PicPay copiado!
Rolar para o topo