Selecione o tipo de erro abaixo

Combo 32/50


Fors não ficou surpresa com o pedido do Sr. Mundo. Ela respondeu nervosamente: — Tudo bem.

— Que tipo de negócio é exatamente?

Durante esse período, ela se comunicou diversas vezes com seu professor, Dorian Gray Abraham. Sob a orientação da Srta. Justiça, ela lançou muitas bases para o pedido iminente.

O Mundo Klein riu com voz rouca.

— Você não precisa dizer a ele o que eu quero agora. Apenas mostre minhas ‘fichas’ para ele e veja se ele está interessado.

— Sua moeda de troca ainda é a promessa de quebrar a maldição da família Abraham? — Fors procurou cautelosamente a confirmação.

Klein assentiu e apontou para o 0-61 na longa mesa manchada.

— Também pode ser esta Caixa dos Imemoriais.

“Um item usado para trocar por um Artefato Selado de Grau 0 não pode ser simples…” Seja a Justiça Audrey ou a Eremita Cattleya, ambas de repente tiveram tal percepção.

Porém, Fors prestou mais atenção à promessa de quebrar a maldição. Isso porque ela mesma havia vivenciado isso e sabia o quão trágica era a família de seu professor.

Ela respondeu solenemente sem hesitação: — Tudo bem.

Backlund, Burgo Oeste, no porão de uma casa.

Santo Tenebroso, que estava escondido nas sombras, de repente surgiu da escuridão.

Ele virou a cabeça como se estivesse ouvindo alguma coisa. Os músculos de suas bochechas começaram a se contrair. Não era apenas um pedaço de carne, mas pedaços. Eles não apenas não estavam conectados entre si, mas também interferiam um no outro. Parecia extremamente estranho.

Em segundos, Kisma exibiu uma expressão extremamente dolorosa enquanto sua pele se rasgava, enquanto carne e sangue por baixo se contorciam, misturados com um preto profundo.

Com um baque surdo, ele caiu no chão e se prostrou diante do altar, vomitando grandes quantidades de órgãos e luz brilhante.

A cabeça do Santo Tenebroso estava pressionada firmemente contra o chão enquanto ele murmurava loucamente: — Botis realmente morreu…

— Um Feiticeiro Secreto que empunha um Artefato Selado de Grau 0 morreu assim mesmo…

— Há uma carta de tarô, O Eremita…

— Os dois inimigos que atacaram eram santos. Um era um Misticologista, enquanto o outro era um Manipulador…

— A organização que acredita no Louco e usa cartas de tarô como codinomes…

— Gehrman Sparrow… Azik Eggers…

— …

Depois de um murmúrio incontrolável, Santo Tenebroso Kisma chorou, sentindo-se ao mesmo tempo irritado e dolorido.

— Eu me arrependo, eu me arrependo, eu me arrependo…

Alguns dias depois, no quarto de um apartamento no Porto Pritz.

O disfarçado Dorian Gray Abraham recebeu uma carta de Fors.

Ele examinou cuidadosamente e confirmou que não havia problemas. Depois de confirmar que não havia sinais anormais, retirou a carta com a ajuda de um estilete.

O início da carta era a saudação habitual. Depois disso, Fors escreveu diretamente:

“… Já matamos o Santo dos Segredos Botis e obtivemos os itens com ele…”

— … — Dorian planejou originalmente destruir a carta rapidamente, mas acabou preso nesta frase. Ele leu algumas vezes e esqueceu de continuar lendo.

Dorian sabia o quão forte e poderoso era Botis. Ele também sabia muito bem o quão aterrorizante era um Feiticeiro Secreto.

Mas agora, a nova aluna que ele ensinava há mais de um ano lhe dissera em um tom muito calmo que Botis já havia sido eliminado.

Em um instante, as únicas coisas que ecoaram na mente de Dorian foram pensamentos de:  impossível, uma mentira e uma conspiração. Ele suspeitava que Fors já tivesse sido controlada pela Ordem Aurora.

Em qualquer facção importante, os Beyonders da Sequência 4 eram os escalões superiores absolutos e membros extremamente importantes. Como eles poderiam ser mortos tão facilmente!?

A garganta de Dorian subia e descia enquanto ele se concentrava com força e continuava lendo o conteúdo da carta.

“… Obtivemos a Caixa dos Imemoriais. Acredito que você não esteja familiarizado com isso…”

Depois de ler outra linha, as pálpebras de Dorian estremeceram algumas vezes. Ele sentiu que a carta em sua mão pesava como uma pedra.

Claro, ele não desconhecia a Caixa dos Imemoriais. Este era um Artefato Selado de Grau 0 da família Abraham, prova de que eles já foram gloriosos.

“… Aquele que foi morto foi Botis que possuía a Caixa dos Imemoriais…” O choque de Dorian continuou aumentando. Ele sentiu que as coisas tinham ido além de sua imaginação. Por outro lado, sentiu que havia uma possibilidade de que não fosse impossível. Talvez quem realmente matou Botis tenha sido a Caixa dos Imemoriais.

Ele sabia muito bem o quão perigoso era aquele Artefato Selado de Grau 0!

Ao mesmo tempo, ele finalmente percebeu uma palavra: — Nós.

Esta foi a primeira vez que Fors indicou que tinha companheiros e parceiros.

Claro, Dorian já tinha adivinhado, mas ele não perguntou.

“Na verdade…” Dorian suspirou e leu o resto com entusiasmo.

“… Tenho um amigo que quer mostrar-lhe a sua boa vontade por esta operação contra o Botis. Ele disse que quer fazer um acordo com você e está disposto a usar a Caixa dos Imemoriais ou a promessa de remover a maldição da família Abraham em troca. Ele se pergunta se você está interessado. Ele não sabe onde você está e não vou contar a ele. Você pode recusar totalmente…”

“Uma promessa de remover a maldição?” Dorian ignorou a Caixa dos Imemoriais e ruminou sobre a parte extremamente importante da frase.

Após as primeiras cartas, ele compreendeu perfeitamente a verdadeira natureza da maldição da família. Era um assunto ao mesmo tempo triste e desamparado — um vislumbre de esperança que surgiu da dor.

Antes disso, quem poderia imaginar que a pessoa que fez com que os descendentes da família Abraham perdessem o controle seria o grito de socorro de seu ancestral?

Isso foi como uma piada cruel do destino.

Dorian não sabia se o Sr. Porta conhecia as consequências de Suas ações, nem sabia como descrever seus sentimentos complicados. No entanto, não pôde deixar de começar a procurar uma maneira de fazer o Sr. Porta retornar e remover completamente a maldição da família.

Este era um caminho com pouca esperança, mas para a família Abraham foi o suficiente, porque uma luz finalmente apareceu na escuridão.

Após um período de tempo desconhecido, Dorian dobrou a carta e sorriu amargamente para si mesmo.

— Boa vontade… Essa boa vontade é assustadora…

Depois de murmurar para si mesmo, ele ficou em silêncio novamente. Sua expressão era sombria e seu coração parecia estar lutando.

Gong!

O som do relógio de parede tocou pontualmente, tirando Dorian do seu torpor.

Sua expressão tornou-se gradualmente solene e ele finalmente tomou uma decisão.

Depois de se decidir, Dorian se sentiu muito mais relaxado. Ele até sorriu.

Ele primeiro queimou a carta de Fors antes de fazer as malas e seguir para a estação de locomotivas a vapor em Porto Pritz.

Estava indo para Southville, não para se esconder, mas para fazer alguns preparativos.

Ele planejava entregar todos os itens e fórmulas de poções de sua família para um dos membros da família que estava hospedado lá antes de retornar ao Porto Pritz. Com sua identidade como Dorian Gray, ele iria para Backlund para conhecer sua aluna, Fors, e a potência que havia demonstrado sua boa vontade.

Quando chegasse a hora, consumiria um tipo de remédio antecipadamente para permitir-se sofrer uma poderosa maldição que se enraizou em seu Corpo Espiritual. Ele teria que consumir regularmente outro tipo de medicamento para manter sua vida. Dessa forma, mesmo que estivesse controlado e não pudesse cometer suicídio, morreria rapidamente porque não teria chance de tomar o remédio. Com seu Corpo Espiritual se dissipando, ele não vazaria nenhuma informação importante.

Para esta jornada, Dorian deixou a vida e a morte de lado.

Ele estava disposto a sacrificar sua vida por essa pequena esperança.

Burgo Norte em Backlund, abaixo da Catedral do Santo Samuel.

Leonard, que acabara de discutir com os membros dos Punidores Mandatários, da Mente Coletiva da Maquinaria e do MI9, voltou ao seu escritório e sentou-se.

Naquele momento, a voz ligeiramente envelhecida de Pallez Zoroast ressoou em sua mente:

— Eles finalmente encontraram a localização exata do tesouro da família Jacob e estão prestes a entrar.

— Ah? — Leonard ficou momentaneamente atordoado, incapaz de reagir.

Anteriormente, na reunião dos Eremitas do Destino, ele havia vendido a notícia do tesouro da família Jacob. Como ninguém sabia o que havia dentro, ninguém estava disposto a oferecer um preço alto. E o principal objetivo de Leonard não era negociar, então ele só trocou por algumas bebidas destiladas raras.

Ele imediatamente baixou a voz e disse: — Velho, como você sabe disso?

— Heh, é fato que enviei meu avatar para monitorar a área, — respondeu Pallez Zoroast, infeliz. — Você está subestimando um anjo do caminho do Saqueador?

Leonard riu secamente.

— Velho, você se recuperou muito bem. Você ainda tem características extras para um avatar.

— Já estou no nível da Sequência 2. — Pallez Zoroast zombou. — Em seguida, não saia. Apenas fique dentro da catedral para evitar que acidentes aconteçam.

— Você está preocupado com a possibilidade de haver uma armadilha dentro do tesouro? — Leonard perguntou pensativo.

— Como pode um tesouro deixado por um anjo do caminho do Saqueador não ter uma armadilha? — Pallez Zoroast disse com uma zombaria. — Não posso prever o que vai acontecer, mas ficar no subsolo da catedral é definitivamente seguro.

Leonard acenou com a cabeça e suprimiu a voz.

— Esperemos que tudo corra bem. Velho, você me prometeu que se conseguir obter uma característica de Beyonder da Sequência 2, você roubará um Artefato Selado de Grau 1 dos itens que eles obtiveram para mim.

Não que ele estivesse preocupado se iria colher alguma coisa com isso, mas sim para aliviar sua ansiedade repentina.

— Você não era contra ‘roubar’? — Após um comentário zombeteiro, Pallez ficou em silêncio, como se estivesse focado em monitorar a situação no tesouro da família Jacob.

Cerca de uma hora depois, Ele soltou um suspiro de alívio na mente de Leonard.

— Embora tenha havido muitas armadilhas e acidentes, eles finalmente atingiram o alvo pré-determinado. Heh heh, eu só peguei essa característica e um Artefato Selado. O resto será o pagamento deles.

— Não tenha pressa em deixar este lugar. Espere até eu absorver essa característica antes de sair. Quando isso acontecer, não haverá problemas.

Leonard imediatamente relaxou e recostou-se, cruzando as pernas enquanto lia o jornal sem pressa.

À noite, Pallez Zoroast finalmente falou novamente.

— Está feito.

A voz dele continha muitas emoções, mas por ser muito complicada, Leonard não conseguiu perceber.

Vendo que nada havia acontecido e que o Velho ainda precisava digerir, Leonard levantou-se e esfregou as têmporas. Ele deixou a Catedral do Santo Samuel e voltou para Rua Pinster, nº 7.

Ao passar pela varanda, de repente viu uma pessoa sentada no sofá.

O homem usava uma túnica preta clássica e um chapéu pontudo. Ele colocou a perna direita sobre a esquerda e lia vagarosamente um jornal.

Como se sentisse a chegada de Leonard, aquela pessoa levantou a cabeça e ajustou o monóculo no olho direito, revelando um sorriso provocador.

Picture of Olá, eu sou Vento_Leste!

Olá, eu sou Vento_Leste!

Comentem e avaliem o capítulo! Se quiser me apoiar de alguma forma, entre em nosso Discord para conversarmos!

Clique aqui para entrar em nosso Discord ➥