Selecione o tipo de erro abaixo

Combo 36/50


“Deixe lendas em nove lugares além deste planeta… Isto não é o cosmos?” Olhando para a fórmula da poção em sua mão, Klein quase franziu a testa.

Ele sentiu que isso era mais perigoso do que o ritual de avanço de um Invocador de Milagres.

Embora a Caixa dos Imemoriais e os dois Artefatos Selados de Grau 0 da família Abraham, bem como vários Artefatos Selados de Grau 1, tivessem a capacidade de enviar pessoas para o cosmos, fazendo o ritual parecer simples, ele se lembrava claramente que a líder dos ascetas da Igreja da Noite Eterna, Arianna, uma vez o avisou que o cosmos continha uma corrupção extremamente aterrorizante. Era perigoso saber sobre isso antes de se tornar um anjo.

“Alguém será corrompido pelo cosmos se não for um Caminhante Planar, e para se tornar um Caminhante Planar, é preciso viajar pelo cosmos… Isso se tornou um impasse. Não há como resolver isso… Talvez a família Abraham tenha registros de locais relativamente seguros no cosmos. Não posso ser muito pessimista… Além disso, terei que usar adivinhação para verificar a autenticidade dessa fórmula quando voltar… Dorian não mentir para mim não significa que não mentiriam para ele…” Klein retraiu o olhar e olhou para Dorian Gray Abraham à sua frente.

— Onde estão todas as características de Beyonder do Caminhante Planar?

Tendo memorizado o nome honroso do Louco, Dorian pensou por dois segundos antes de dizer: — Duas delas estão na forma de Artefatos Selados de Grau 0 em nossa família. Uma está na forma da Caixa dos Imemoriais. Diz-se que uma está nas mãos da Seita da Demônia, enquanto outra está na Igreja do Deus do Combate. Há mais uma, mas ninguém a encontrou desde a Segunda Época.

“Se eu pudesse usar a Caixa dos Imemoriais para trocar por um dos dois Artefatos Selados de Grau 0 relativamente normais da família Abraham, não teria que me preocupar em obter a característica de Beyonder do Caminhante Planar. No entanto, esse ritual de avanço é realmente um problema… Além disso, a essência deste ritual é claramente deixar uma marca no cosmos. Não importa quantas mudanças sejam feitas, não serei capaz de contornar o cosmos…” Klein controlou sua expressão e acenou com a cabeça para Dorian.

— Espero que você encontre a resposta quando a lua vermelha ficar cheia.

Com isso dito, sua figura rapidamente se desfocou, tendo atingido o limite de Fors.

Ao ver Gehrman Sparrow sair assim, Dorian subconscientemente olhou para o pedaço de papel com o nome honroso do O Louco na mão. Ele percebeu que também se tornou ilusório e desapareceu.

— … — Dorian não conseguiu encontrar a resposta correta dos vários poderes Beyonder registrados por sua família. Ele se virou para olhar para Fors e abriu a boca, com a intenção de perguntar a ela.

Naquele momento, sentiu uma dor repentina no coração enquanto suas pupilas se dilatavam rapidamente.

“Oh não! A maldição está prestes a agir!” Dorian rapidamente enfiou a mão no bolso para pegar uma pequena garrafa de metal. Ele abriu a tampa e engoliu.

Clang!

Suas ações foram tão apressadas que a tampa da garrafa de metal caiu no chão.

Fors observou o rosto do professor ficar pálido. Ela observou enquanto ele apertava o peito, incapaz de reagir ao que havia acontecido.

Como ex-cirurgiã, ela rapidamente chegou a uma conclusão e disse apressadamente: — Professor, você está tendo um ataque cardíaco?

— Você tem algum remédio especial?

Depois de fazer a última pergunta, Fors percebeu que estava muito ansiosa e preocupada, fazendo-a parecer um pouco boba.

A garrafa que o professor bebeu era definitivamente o remédio especial!

— Você precisa de alguma ajuda? Eu tenho os poderes de um médico ‘registrado’, — Fors perguntou quando viu que seu professor havia se recuperado com base em sua expressão.

Dorian balançou a cabeça, indicando que estava bem.

Ao mesmo tempo, suspirou interiormente.

“É porque você não fez o que planejei e convocou diretamente Gehrman Sparrow para esta sala, fazendo com que eu não tivesse tempo de beber o remédio.”

Mar Sônia, a capital do Arquipélago Rorsted, a Cidade da Generosidade, Bayam.

O Vingador Azul atracou no porto à noite.

Durante esse período, os danos causados ​​ao tráfego marítimo ao redor da Ilha Sônia pela Igreja do Senhor das Tempestades finalmente atraíram as ações dos semideuses do Império Feysac. Muitos capitães morreram no cumprimento do dever e a sua frota sofreu um duro golpe.

Alger Wilson e a sua tripulação evitaram este ataque enquanto se escondiam na floresta primitiva da ilha enquanto aguardavam uma oportunidade para atacar o porto. Depois que a Igreja do Senhor das Tempestades e o exército naval de Loen declararam que seu objetivo para esta batalha havia sido alcançado, eles retornaram à Ilha Pasu para descansar, já que ela havia sido dominada.

Depois disso, Alger se envolveu deliberadamente na batalha. Ele parecia piedoso, apaixonado e fervoroso. Como resultado, foi elogiado pelos cardeais.

Isso porque ele estava familiarizado com a área ao redor do Arquipélago Rorsted. Sem dúvida, foi enviado para cá para fortalecer as forças navais da importante colônia.

É claro que, para evitar conflitos com a sua identidade passada, também fez preparativos para outros assuntos no futuro. Alger e sua tripulação chegaram a Bayam em nome do recrutamento de piratas.

Nesta guerra, muitos piratas foram recrutados, compensando efetivamente as perdas das marinhas dos vários países, tal como o recrutamento de mercenários durante as fases iniciais e intermédias da Quarta Época.

Aproveitando que ainda havia alguma luz no céu, Alger desceu do barco e seguiu direto para a Catedral das Ondas do Rei do Mar Jahn Kottman.

Como um Sequência 5: Cantor do Oceano, ele tinha o direito de ver diretamente o cardeal da Igreja do Senhor das Tempestades, um diácono de alto escalão dos Punidores Mandatários.

Enquanto caminhava, Alger de repente viu um rosto familiar.

Era um homem de meia-idade vestindo terno formal, gravata borboleta e óculos. Ele parecia bastante refinado, mas Alger sabia muito bem que ele acreditava no Deus do Mar Kalvetua. Ele já havia sido um pirata e agora era um comerciante que fazia negócios com as autoridades e com o submundo.

— Faz muito tempo que não nos vemos, Ralph. — Alger cumprimentou o filho ilegítimo que tinha sangue misto de Loen, Feysac e Rorsted.

Ralph ficou atordoado por um momento, como se não conseguisse reconhecer o capitão do Vingador Azul.

— Alger? Nosso capitão do navio fantasma? — Depois de alguns segundos, ele perguntou surpreso.

Alger sorriu e disse: — Mudei muito?

Ralph franziu a testa e respondeu: — Seu temperamento mudou muito. É ainda mais parecido com o oceano e as nuvens escuras antes de uma tempestade.

“Um olhar bastante aguçado… No entanto, este é um ato que estou mostrando deliberadamente… Depois de consumir a poção Cantor do Oceano, se não houvesse tal mudança, eu não pareceria alguém da Igreja do Senhor das Tempestades…” Alger suspirou e disse: — Porque há muitas coisas com que se preocupar.

— Agora está tudo bem; Já fui contratado pela Igreja do Senhor das Tempestades.

Ralph estreitou os olhos enquanto uma sensação de vigilância crescia em seu coração. Ele riu e disse: — Isso é realmente uma coisa boa… se não houvesse guerra.

Alger olhou para o local onde Ralph acabara de sair e perguntou: — Quando uma nova… escola apareceu aqui?

Ele percebeu à primeira vista que havia prédios de quatro andares, um campo de cimento, um jardim gramado e muitas crianças brincando alegremente.

As crianças tinham pele escura, mas algumas delas não tinham a pele bronzeada como os locais. O cabelo delas estava levemente cacheado e não era muito óbvio.

Sem dúvida, esse grupo era formado por crianças mestiças.

Ralph olhou para trás e suspirou com um sorriso.

— Você não doou dinheiro para minha fundação de caridade?

— Sob a orientação de Deus, estabeleci algumas escolas em várias grandes cidades da ilha, proporcionando especialmente educação, três refeições e alojamento para estas crianças discriminadas.

— Nossa infância foi sombria e não quero que sejam iguais.

Ao mesmo tempo que Ralph respondia, Alger continuava olhando para a escola. Quando Ralph terminou de falar, Alger desviou o olhar e disse: — Achei que você teria ficado com pelo menos metade disso.

Ralph começou a rir.

— Parece que deixei uma impressão terrível em você.

— Como é? Que opiniões você tem sobre esta escola?

Alger avaliou-o e disse: — Você acha que eu já frequentei a escola?

Ele parou por um momento antes de dizer: — Em que rua está sua fundação de caridade? Posso procurar você para algo no futuro.

Pensando que a outra parte havia sido contratada pela Igreja do Senhor das Tempestades, Ralph não se atreveu a expor sua ligação com a Resistência. Ele riu e disse: — Tudo bem doar, mas você não precisa vir buscar mais nada.

Depois de informar a localização da fundação de caridade, Ralph voltou para casa. Ele subiu ao segundo andar e bateu na porta de um quarto.

— Lorde Danitz, tenho algo a relatar.

Na sala, uma voz profunda e digna respondeu: — Entre.

Backlund, Burgo Cherwood.

Dorian, que morava em um apartamento alugado, foi até a janela. À medida que o sol se punha, o céu escurecia gradualmente.

A lua vermelha estaria cheia esta noite e a maldição da família Abraham cairia mais uma vez.

Já fazia um tempo que ele não raspava a barba. Ao redor da boca, em ambos os lados das bochechas e no maxilar inferior, crescia um bigode branco. Parecia deslocado com a aparência de seu homem de meia-idade.

Depois de procurar por um tempo, Dorian abaixou a cabeça e recitou em Jotun: — O Louco que não pertence a esta época…

Após encerrar sua oração, voltou para seu quarto e encontrou um sofá para se sentar. Ele esperou que a lua carmesim nascesse e que chegasse o período em que a espiritualidade era mais forte.

Naquele momento, no antigo palácio acima da névoa cinza, Klein já havia ocupado seu lugar que pertencia ao Louco. Ele usou uma estatueta de papel.

A estatueta de papel foi cercada pelo poder do Castelo de Sefirah ao passar pela luz de oração de Dorian e pousar sobre ele.

Durante esse processo, Klein deliberadamente não demonstrou nenhum efeito, permitindo que o anjo abraçasse Dorian silenciosamente.

Ele sentiu que se o Sr. Louco parecesse muito ‘bombástico’, isso assustaria o antigo membro da família, então optou por se manter discreto.

O processo de espera sempre foi torturante. De vez em quando, Dorian pegava seu relógio de bolso, abria-o e dava uma olhada. Ele queria saber quanto tempo faltava para que a lua cheia possuísse sua espiritualidade mais elevada — isso era algo que poderia ser inferido através do conhecimento do misticismo.

Finalmente, quando já estava quase amanhecendo, Dorian instintivamente se abaixou para reduzir a dor causada pela maldição.

No entanto, com o passar do tempo, tudo o que ouviu foi um silêncio completo. Não houve delírios agitados.

O luar carmesim passou pela janela e brilhou sobre Dorian. Ele olhou atordoado e sentiu que o ambiente era sereno, calmo e indiferente. Nada de anormal aconteceu.

Dorian olhou pela janela e viu a lua vermelha. Era pura, digna, gentil e sonhadora, como se estivesse pendurado em seu coração.

Após um momento de silêncio, Dorian abaixou a cabeça e tirou o relógio de bolso.

— … — Ele ergueu a mão direita e esfregou os olhos. Cobriu o rosto e não afrouxou o aperto por um longo tempo.

O bigode branco em seu rosto foi ficando gradualmente bagunçado, manchado de lágrimas e ranho.

Picture of Olá, eu sou Vento_Leste!

Olá, eu sou Vento_Leste!

Comentem e avaliem o capítulo! Se quiser me apoiar de alguma forma, entre em nosso Discord para conversarmos!

Clique aqui para entrar em nosso Discord ➥