Selecione o tipo de erro abaixo

Sherlock Moriarty?

Parece um estrangeiro…

Moriarty… parece ser o professor Holmes… Sherlock parece ser o primeiro nome de Holmes… Esse detetive está usando um nome falso, certo? Tem um estilo que lembra o de inventar um nome na hora de criar um avatar de jogo… Talvez ele não seja estrangeiro…

Sinto algo vindo do fantasma no espelho e pergunto depois de pensar um pouco:

— Quem é ele?

— Por que ele quer me proteger?

Neste momento, devido à capacidade de comunicação da outra parte, minha sensação de medo foi bastante reduzida.

Eu me tornei um Assassino. Não é normal que existam fantasmas neste mundo?

Não é difícil aceitar algo que vai contra o bom senso!

Além disso, não é como se eu não tivesse sentido alguma coisa no ônibus, a caminho de casa.

A mulher embaçada usando um pequeno gorro no espelho responde com uma voz monótona: — Alguém quer fazer mal a você.

Ela não me contou quem é Sherlock Moriarty. Por que ele quer me proteger… Parece que é segredo. O que é que não pode ser dito? Muitos pensamentos passam pela minha mente.

De repente, penso numa possibilidade e deixo escapar: — Essa seita quer me prejudicar?

— Sherlock Moriarty é o arqui-inimigo deles?

Isso faz sentido!

Caso contrário, eu não acreditaria que alguém enviaria um fantasma para me proteger sem motivo, a menos que seja a polícia que serve o povo.

O fantasma no espelho fica em silêncio por dois segundos antes de assentir indiscernivelmente.

— Você pode colocar dessa forma.

Naquele momento, sinto uma mudança sutil em seus olhos, mas não consigo decifrar quais emoções estão contidas neles.

Em circunstâncias normais, uma pessoa sem qualquer treinamento revelaria mais ou menos suas emoções aos olhos. Isso me ajudaria a entender a atitude deles.

Mas a entidade bem na minha frente é um fantasma.

Mais importante ainda, as coisas que podem ser discernidas através dos olhos na maioria das vezes são as flutuações mais intensas nas emoções ou emoções reveladas. Não apenas o fantasma no espelho está embaçado, mas ela também tem um mosaico sobre ela. Além disso, suas emoções são muito leves, quase como se ela não tivesse emoções.

Depois de ponderar por um momento, pergunto: — Quais pessoas ao meu redor são do culto maligno?

O fantasma de vestido preto abre a boca.

— Eles…

Sua voz se torna cada vez mais etérea à medida que fica cada vez mais fraca.

Em seguida, uma fina camada de neve aparece na superfície do espelho, como uma televisão antiga que está com a recepção prejudicada.

O fantasma desaparece em meio à estática.

O que aconteceu?

Não tenho mais medo de fantasmas, então por que o fantasma desapareceu?

Aconteceu alguma coisa de novo?

Fico cauteloso e olho em volta, mas está tudo normal.

Quando olho para trás, o espelho voltou ao seu estado original, refletindo meu rosto medroso e vazio.

Ping…

A água da torneira jorra incessantemente.

Inconscientemente, pego minha toalha molhada e lavo o rosto.

Nada mudou.

Ao mesmo tempo, não sinto nada de incomum.

Sim, não importa o que aconteça, ainda tenho que escovar os dentes… Me forço a manter a calma.

Já que as coisas já estão assim, com o que se preocupar?

Depois de escovar os dentes e limpar a boca, volto para o meu quarto.

No momento em que entro, sinto uma sensação indescritível.

Meus olhos são atraídos para meu celular, que coloquei na mesa do computador.

Parece ser a fonte de todas as anormalidades.

Instintivamente, corro, querendo jogar o telefone pela janela para que fique longe de mim.

No entanto, é muito caro. Eu mudei há pouco tempo… Não sei se há algo errado com isso… Já sou um Assassino, e tem o fantasma me protegendo. O que há para ter medo? Eu me consolo, vou até lá, pego meu telefone e coloco minha impressão digital nele.

Depois de desbloquear a tela, a primeira coisa que vejo é uma mensagem:

“Dormindo Com Cadáveres adicionou você.”

No segundo seguinte, meu celular escurece repentinamente e as luzes ao meu redor parecem atraídas por esse poço sem fundo. Elas são todas jogadas na escuridão total.

Antes que eu possa reagir, a luz fraca do meu telefone ondula, revelando um rosto translúcido sem olhos, nariz ou boca.

“Há um fantasma no seu quarto.”

A boca do rosto abre e fecha, revelando uma língua vermelha longa e brilhante. Existem cinco dedos delgados na ponta da língua e, embutidos nos dois lados, há fileiras de dentes afiados e irregulares.

Não me diga que você também não é um? Tenho vontade de dar tal resposta, mas me contenho.

Relembrando a mensagem que acabei de ler, pergunto com a voz um pouco trêmula: — Madame Da?

Impressionante!

Ela realmente é sobrenatural e pode controlar fantasmas!

Sim, já fiz algumas restrições iniciais via mensageiro. Esse fantasma não afetará você esta noite, e não terá a chance de te sugar até secar.” As oscilações translúcidas tremeram. “Virei pessoalmente amanhã de manhã para lidar com isso. Me dê o endereço.”

“Amanhã de manhã? Tenho trabalho a fazer.” Estou mergulhado num dilema.

O CEO Huang quer que eu pegue o VIP no aeroporto!

Se eu o perder, perderei meu emprego!

“Trabalhar? Seu chefe é lindo?” Madame Da pergunta através do rosto translúcido.

“Ele é um cara,” eu aponto a verdade.

“Você gosta de homens?” Madame Da pergunta sem pausa.

“Como isso é possível?” Eu nego, divertido e exasperado.

“Já que esse não é o caso, por que você ainda está com vontade de trabalhar mesmo sendo assombrado por fantasmas? Ou talvez você tenha uma colega por quem você tem uma queda? Você não pode perder um dia para vê-la?” Madame Da zomba.

“… Não pode ser porque sou pobre? Se eu não trabalhar, quem cuidará de mim?” Tenho a sensação incômoda de que estou sendo desencaminhado pela Madame Da. A conversa está repleta de erros lógicos.

Embora eu tenha algumas economias, não é muito e tenho que pagar pelo exorcismo.

Claro, estou com vontade de trabalhar porque o fantasma da madame não demonstrou nenhuma maldade.

O rosto translúcido de Madame Da abre a boca e diz: — E a sua família?

— Eles não estão bem de vida, — respondo francamente.

— Uh… como é sua aparência? — Madame Da faz outra pergunta estranha.

— Média. — Me sinto perdido.

— Altura?

— Um pouco mais de 1,7 metros.

— Forte?

— Normal.

— Quão grande?

— Quê?

— Quão grande é essa sua coisa?

— Ei!

— É assim: posso te apresentar um trabalho de meio período. A outra parte consiste em mulheres maduras ricas e ociosas. Elas valorizam muito os jovens. Elas estão dispostas a fornecer a ajuda necessária e a se tornar amigos com benefícios mútuos. Você está interessado? — o rosto translúcido divaga.

— … Tia, não vou desistir do meu trabalho… — Eu entendo aproximadamente o que a outra parte estava falando.

— Contanto que você entenda. — O rosto translúcido e aterrorizante solta uma risada suspeita.

— Não pretendo fazer isso, — digo sem hesitação.

Eu tenho minha integridade!

Madame Da não se preocupa com o assunto e, em vez disso, diz: — Então, quando você sairá do trabalho amanhã? Vamos agendar uma consulta.

— Nove da noite. — Incluo a possibilidade de fazer horas extras.

— Tudo bem, me dê o endereço. Entrarei em contato com você no QQ quando chegar a hora. — O rosto translúcido de Madame Da boceja.

O extraordinário desempenho desta mulher ultrapassou os limites do meu conhecimento, por isso não tenho mais dúvidas sobre as suas capacidades. Eu imediatamente dou a ela um endereço e pergunto: — Eh… Eh… Quanto vai custar?

— O custo básico é de 20.000 yuans. O preço pode subir dependendo da dificuldade. Se você não puder pagar, você pode considerar um emprego de meio período. — Madame Da é bastante direta.

Lembro-me de minhas economias e sinto uma onda de dor.

— Qual é o máximo que pode atingir?

Por que eu simplesmente não esqueço isso?

Além disso, o fantasma feminino não parece ter más intenções.

— O máximo que pode chegar é 50 mil yuans, — diz Madame Da calmamente.

— 50.000. Apenas 50.000? — Estou surpreso.

O rosto translúcido bufa.

— Vou desistir de missões que excedam 50.000. Dinheiro é bom, mas preciso estar viva para gastá-lo.

— … OK. — Vejo-me à beira da falência.

— A propósito, vou te dar um documento. Você pode baixá-lo e ler sobre como conviver com fantasmas. — O rosto translúcido desliza lentamente de volta para o telefone.

Então vejo a Dormindo Com Cadáveres me enviar um link de BitTorrent.

Abro e percebo que há alguns vídeos nele. Eles são bastante grandes e são chamados de “1”, “2” e “3”.

Pela gravidade do assunto, não hesito e ligo o computador para fazer o download.

Enquanto inicio o download, começo a jogar para passar o tempo.

Depois de um tempo, o download é concluído. Abro o arquivo de vídeo chamado “1”.

Em apenas alguns segundos, um título aparece na minha frente:

“Uma história de fantasmas chinesa.”

“EU…”

Na janela de vidro, aparece um fantasma feminino embaçado usando um longo vestido preto. Ela segura a bochecha com uma das mãos e olha silenciosamente para a tela do computador.

Olá, eu sou o Vento_Leste!

Olá, eu sou o Vento_Leste!

Comentem e Avaliem o Capítulo! Se quiser me apoiar de alguma forma, entre em nosso Discord para conversarmos!

Clique aqui para entrar em nosso Discord ➥