Selecione o tipo de erro abaixo

Suas putas! Faz uns 50 caps que erro a numeração e vcs nem avisam!!! Porra, se eu nao me tocasse hoje que o combo total terminava no 325… eu ia ficar postando cap até o cu cair. Da próxima vcs tem que me avisar.

Combo do 6º Aniversário da Vulcan – Capítulos → 169/175

Combo comprado → 25/25


No Burgo Imperatriz, a opulenta vila do Conde Hall.

Audrey deveria estar praticando piano neste momento, mas permaneceu sentada em frente à penteadeira, pensando em como ler e memorizar o diário de Roselle à noite.

De repente, seus arredores ficaram nebulosos e um branco acinzentado sem limites começou a emanar.

No meio da névoa cinza, a figura do Louco estava sentada lá no alto. Ele estava ouvindo um homem que mal era visível orar: — … Eu oro por sua ajuda.

— Espero que alguém possa me ajudar a mexer no marcador no manuscrito da criatividade de Roselle.

“Como o Sr. Louco sabe que estarei visitando a Exposição Roselle Memorial esta noite, depois que o museu fechar, e que terei a oportunidade de tocar em alguns itens?…  Audrey ouviu aturdida. Embora ela estivesse surpresa, não achou estranho.

“Com a estatura e as habilidades do Sr. Louco, estar ciente de um assunto tão trivial é muito fácil!”

Quanto a como ele soube disso, não havia necessidade de Beyonders comuns tentarem compreendê-lo.

Audrey estava prestes a responder quando O Louco falou em voz baixa e monótona: — Você pode escolher aceitar este pedido ou não.

“Hmm…” Audrey ponderou por dois segundos e disse: — Respeitado Sr. Louco, posso tentar, mas não posso garantir o sucesso.

Ela não estava realmente interessada na recompensa mínima de 500 libras. A razão pela qual aceitou a missão foi que ela estava curiosa sobre a natureza especial do marcador deixado pelo Imperador Roselle, que era tão importante para o adorador do Sr. Louco.

“De qualquer forma, eu ia dar uma olhada no diário de Roselle hoje, então é conveniente…” pensou Audrey.

Em meio à névoa, O Louco assentiu levemente e respondeu com uma única frase: — Tudo bem.

Quando a ilusão se foi completamente, Audrey voltou seu olhar para o espelho da penteadeira e pareceu se examinar de perto.

Sentindo-se nervosa e animada, começou a fazer planos para a operação noturna.

“Não posso deixá-los perceber nada incomum.”

“Mesmo que o adorador do Sr. Louco tome alguma atitude depois, não posso me tornar uma suspeita.”

“Definitivamente, não é bom tocar apenas nesse marcador. No momento em que se perder, todos os olhos estarão focados em mim.”

“Sim… Então, preciso mostrar igual interesse em todos os outros objetos. Não posso deixar que outras pessoas percebam que meu objetivo principal é esse marcador. Todo o processo tem que ser fluido, nada repentino, e tem que ser razoável e lógico.”

“Como devo causar danos imperceptíveis?”

“É apenas um marcador…”

Os olhos de Audrey passaram sem foco pelos itens em sua penteadeira. De repente, seu olhar caiu sobre uma caixa de joias aberta e se concentrou em um par de brincos de pedras preciosas adornados com agulhas finas.

Os cantos de seus lábios se curvaram, pouco a pouco, enquanto suas sobrancelhas e olhos se curvavam levemente enquanto ela murmurava para si mesma: — Com a ajuda de Susie, deve ser o suficiente…

Eram seis horas da tarde. Backlund, que quase nunca viu o sol durante a estação atual, já estava escuro e os lampiões a gás estavam acesos.

Depois de o Museu Real ter enviado o último lote de visitantes comuns, recebeu um grupo de visitantes composto pela por uma jovem, filha de duque e um jovem visconde.

Como a Mente Coletiva da Maquinaria sabia que algumas das crianças aristocráticas eram pessoas arrogantes que frequentemente causavam problemas, o capitão do esquadrão do Burgo Oeste da Mente Coletiva da Maquinaria, Max Livermore, era responsável por guardar o memorial. Ele não teve escolha a não ser se disfarçar de segurança e ficar por perto para evitar acidentes.

Seu cabelo estava bem penteado enquanto usava um monóculo, tornando sua aparência acadêmica semelhante a um professor universitário.

O monóculo era, na verdade, um Artefato Selado, codinome 3-1328, chamado Olho de Cristal. Com ele, Max Livermore podia ver diretamente o corpo espiritual, assim como fantasmas e sombras. Não havia necessidade de temer os Beyonders que usavam essas entidades geralmente difíceis de detectar para causar caos ou se envolver em roubo.

Claro, este Artefato Selado também tinha uma desvantagem significativa. Poderia facilmente atrair monstros como espectros e sombras para as proximidades. Se fosse usado por muito tempo, a visão sofreria danos irreversíveis.

Na penumbra de Backlund, ela é como o sol brilhante…” Naquele momento, Max estava olhando com admiração para a garota loira de olhos azuis ao seu lado.

Audrey olhou com grande interesse para o banheiro que era folheado a ouro e gravado com padrões intrincados. Ela perguntou ao guia ao lado dela: — Este é o primeiro banheiro no sentido moderno?

— Sim, eu pessoalmente acredito que esta é uma das contribuições mais notáveis ​​de Roselle para a civilização humana. As obras de esgoto que o acompanham mudaram o rumo da sujeira em todas as ruas de Trier. — O guia originalmente queria dizer a palavra fezes, mas depois de olhar para a garota à sua frente, sentiu que não poderia perder a elegância.

Audrey hesitou e perguntou: — Posso tocá-lo?

— Ainda pode ser usado normalmente? — Visconde Glaint perguntou com uma risada de lado.

— Por que você está tão curioso sobre isso? Não importa quantos anos tenha, ainda é um banheiro.

As outras crianças aristocráticas que se davam bem com eles riram.

— Não, Glaint, você não entende. Esta é a glória da civilização humana. — Audrey sorriu levemente em resposta, mas vomitou por dentro.

“Se não fosse para atender ao pedido do adorador do Sr. Louco, eu também não gostaria de fazer isso…” Ela suspirou impotente.

O guia entrou na conversa: — O que a Srta. Hall disse está muito certo. A glória da civilização humana não se reflete apenas nas armas de fogo e outras armas que mudaram a forma de guerra, mas também brilham em cada detalhe de nossas vidas.

— Minha senhorita, não sei se ainda pode ser usado adequadamente, porque ninguém vai usá-lo.

O guia olhou para Max Livermore e, após receber um aceno de cabeça de confirmação, continuou: — Você pode tocá-lo e pode até abrir a caixa d’água para dar uma olhada na estrutura mecânica interna. Mas, por favor, tenha cuidado.

— Obrigada. — Audrey observou o segurança abrir a parede de vidro. Ela apressadamente deu dois passos à frente, estendeu a mão direita, que estava coberta por luvas brancas, e cuidadosamente tocou o botão de descarga.

Então, deu um passo para trás lentamente e disse com um sorriso: — Tudo bem, vamos continuar assim. Já satisfiz minha curiosidade. Não posso machucá-lo mais.

Ela constantemente se lembrava de que seu caráter prescrito era o de uma jovem ingênua e curiosa.

Depois disso, eles entraram na sala de exposições onde o diário de Roselle estava localizado.

Após algumas apresentações, Audrey perguntou novamente: — Posso dar uma olhada neste caderno? Estamos todos interessados ​​nesses símbolos estranhos.

— Eh… ouvi dizer que o papel sofreria danos pelo mero contato com o ar após um certo período de tempo, quanto mais por serem tocados. Não deveria ser possível, certo?

Ela piscou, fazendo com que seus belos olhos brilhantes expressassem sinceridade e desejo, junto com um pouco de decepção.

O guia olhou para Max Livermore novamente e esperou sua resposta antes de sorrir.

— A Igreja usou um método especial de armazenamento para fazer com que o papel tivesse a mesma aparência de ter sido produzido apenas alguns anos atrás. Além disso, mesmo sem esse método, faremos o possível para atender às suas solicitações. No entanto, podemos precisar mudar de ambiente, trocar de roupa e passar por um processo mais rigoroso.

— Você pode tocar, mas não por muito tempo. Não use muita força.

Os olhos de Audrey se iluminaram de repente, tornando difícil para alguém desviar o olhar.

Depois de agradecer sinceramente ao guia, ela, o Visconde Glaint e os outros entusiastas do misticismo removeram a tampa de vidro enquanto folheavam cuidadosamente o caderno.

Audrey fez o possível para memorizar, mas devido à complexidade dos símbolos, sua capacidade de lembrá-los nesse curto período de tempo foi bastante limitada.

“Isso deve ter cerca de duas páginas de conteúdo. Eu me pergunto se há alguma maneira de fazer uma cópia disso…” Seus pensamentos vagaram enquanto ela cedeu seu lugar para seus colegas.

Dessa forma, fez um pedido de olhar mais de perto para algo em cada uma das salas de exposição, o que foi atendido em sua maioria.

Depois de um tempo, eles chegaram ao escritório restaurado.

Audrey manteve seu comportamento anterior e fazia algumas perguntas de vez em quando, demonstrando totalmente sua curiosidade.

Quando o guia apresentou o manuscrito da criatividade, seus olhos brilharam e ela disse: — Posso folhear? Gostaria de ver como é o manuscrito do grande inventor Roselle. Também quero saber que ideias maravilhosas ele contém.

— Sem problemas, linda senhorita Hall, honorável Visconde Glaint, todos vocês podem dar uma olhada. Heh, se algum de vocês é um crente devoto da Igreja, pode até solicitar uma cópia, — respondeu o guia, seguindo o gesto de Max.

Como crente da Deusa, Audrey só pôde responder com um leve sorriso. Não era conveniente para ela fazer um comentário.

Ao mesmo tempo, fingiu levantar o cabelo e tocou a orelha direita com a palma da mão, removendo silenciosamente o brinco.

Imediatamente, quando a caixa de vidro que envolvia a escrivaninha foi aberta, Audrey deu um passo à frente e, segurando o manuscrito, puxou casualmente o marcador, antes de virar uma página casualmente.

Nesse momento, Susie, que havia recebido sua dica, de repente latiu em uma direção específica.

Woof! Woof! Woof! 

A atenção da multidão foi imediatamente atraída naquela direção. Audrey abaixou o braço e usou o brinco na palma da mão para esfaquear o marcador que estava segurando. Ao fazer isso, ela recitou a frase Rei dos Piratas em sua mente, usando Hermes antes de mudar para o antigo Hermes.

Quando o acessório pontiagudo em forma de agulha tocou a superfície do marcador, Audrey de repente sentiu uma resistência intensa e ilusória quando estava prestes a penetrar no marcador.

Uma resistência incomum!

A resistência desapareceu num piscar de olhos. A agulha fina fez um pequeno orifício e quase perfurou.

“Realmente há uma reação! Há realmente algo estranho nisso!” A luz nos olhos de Audrey brilhou. Sem ousar tentar novamente, ergueu a mão e colocou o marcador na mesa.

Então, ela olhou para Susie e disse calmamente à sua criada, Annie: — Eh… leve-a ao banheiro.

— Sim, senhorita. — Annie levou Susie apressadamente para fora da sala.

Ting!

Aproveitando a oportunidade, Audrey jogou o brinco em sua mão no chão, então ela inclinou a cabeça e disse: — Desculpe, deixei cair meu brinco.

Outra criada se apressou, pegou o brinco e a ajudou a colocá-lo.

O interlúdio passou num piscar de olhos e a atenção de todos voltou para o manuscrito. Depois que eles terminaram, viram o guarda de segurança, Max Livermore, recolocar rapidamente o marcador e fechar a tampa de vidro novamente.

O interesse de Audrey permaneceu tão forte quanto antes nas próximas salas de exibição. Assim como antes, não apresentou nenhuma anormalidade.

Foi somente quando deixou o museu e voltou para casa que ela teve a chance de recitar o nome honroso de O Louco e relatar os resultados:

— … Fiz o que seu adorador pediu e danifiquei um pouco aquele marcador.

— Ele teve uma reação anormal.

Picture of Olá, eu sou o Vento_Leste!

Olá, eu sou o Vento_Leste!

Comentem e Avaliem o Capítulo! Se quiser me apoiar de alguma forma, entre em nosso Discord para conversarmos!

Clique aqui para entrar em nosso Discord ➥