Selecione o tipo de erro abaixo

Capítulo 406 – Uma realidade alegre, mas extremamente impotente

Combo → 36/55


Acima da névoa cinza, o magnífico palácio permanecia silencioso.

Klein tocou os dedos ritmicamente na borda da longa mesa de bronze, concentrando-se no que poderia fazer diante da ameaça da Ordem Aurora e do Sr. A.

Apesar de ter dificuldade em descobrir as intenções da outra parte, ele instintivamente teve uma ideia.

“Denunciar o Sr. A! Denunciar as reuniões ilegais!”

Klein poderia aprender facilmente sobre o local onde o Sr. A realizou a reunião por meio da Srta. Mágica e, portanto, seria capaz de denunciá-lo facilmente aos Falcões Noturnos, aos Punidores Mandatários ou à Mente Coletiva da Maquinaria em segredo.

Um Oráculo da Ordem Aurora certamente atrairia atenção suficiente!

Quando isso acontecesse, a segurança do Sr. A provavelmente estaria em risco, então ele provavelmente não teria tempo ou esforço para rastrear os crentes do Louco.

O problema, no entanto, era que isso implicaria um grupo de Beyonders inocentes, e Klein suspeitava que essa era a razão pela qual o Sr. A ofereceu diretamente uma recompensa para os crentes do Louco.

Talvez ele tenha planejado uma fuga há muito tempo. Uma vez que alguém o denunciasse, seria capaz de confirmar sem dúvida que os crentes do Louco estavam entre os membros da reunião anterior.

Quanto a quem era exatamente, isso não era importante. O Sr. A e os lunáticos da Ordem Aurora eram definitivamente capazes de tomar medidas exaustivas!

E uma vez que esses Beyonders caíssem em suas mãos, muitos deles seriam incapazes de esconder seus segredos. A Ordem Aurora, ou o caminho do Pastor que representa o Verdadeiro Criador, era o melhor em corromper os outros.

Quando a ideologia de um Beyonder era completamente distorcida e uma vez que eles acreditassem no Verdadeiro Criador de todo o coração, o que mais poderia ser mantido em segredo?

“Não é como se não houvesse outro jeito. É melhor não relatar…” Klein recostou-se na cadeira, organizou seus pensamentos e reorganizou todo o assunto.

Enquanto pensava, de repente percebeu um problema.

Não havia crentes ou adoradores do Louco neste mundo!

Mesmo o Clube de Tarô tinha apenas alguns membros e ninguém havia divulgado as informações relevantes.

“Em outras palavras, a Ordem Aurora não seria capaz de encontrar nenhuma pista relevante… Não há com o que se preocupar… O único resultado ruim é que o Louco agora é o alvo do Verdadeiro Criador. Embora ser alvo de um deus maligno não seja uma sensação agradável, basicamente não afetaria mais nada…” Klein assentiu pensativamente.

Ele tinha pensado nisso com muita clareza. A única falha nesse assunto era que ele já havia usado o título de O Louco, escrito na língua do antigo Hermes, como senha para uma conta anônima. No entanto, com os rituais de sacrifício e doação provando-se úteis, isso foi abandonado e esquecido há muito tempo.

Desde o último mês e meio, ninguém havia sido notado por Klein por copiar a senha, então foi possível deduzir a real situação.

Assim, os funcionários do banco, que tiveram contato com a senha, mas aparentemente não entendem de misticismo, não poderiam revelá-la a ninguém, e os Beyonders fariam os pedidos no máximo na língua Loen, portanto, mesmo que encontrassem a pessoa certa, não é possível conectar o conteúdo descrito na linguagem Loen com o da antiga senha de Hermes.

“Se alguém a tivesse copiado, eu seria o primeiro a saber e poderia responder com eficácia… Além disso, mesmo que alguém encontrasse a senha, seria difícil rastreá-la até Sherlock Moriarty. Eu uso uma variedade de meios todas as vezes… A Srta. Justiça também é bastante cuidadosa ao economizar dinheiro…” Enquanto batia na mesa, Klein relaxou e disse com uma risada: — Você acredita que o Louco tem muitos adoradores e crentes e que isso resultaria em muitos pistas que não podem ser escondidas?

— Errado, especialmente errado! Há apenas um crente e adorador do Louco! E esse sou eu!

Quando ele disse isso, não pôde deixar de soltar uma risada autodepreciativa.

— Não parece ser algo de que eu deva me orgulhar…

“Preciso ter um pouco de cuidado por enquanto. Eu não deveria sair por aí usando a bandeira do Louco…” Klein lembrou a si mesmo e voltou a atender às orações da Srta. Mágica.

Ele ajustou sua postura e disse em voz baixa e gentil: — Não se preocupe com isso.

“Não se preocupe com isso…” Quando Fors recebeu a resposta, ficou surpresa, mas também sentiu que estava certo.

Aos olhos do Sr. Louco, a Ordem Aurora não passa de um bando de formigas!

Fors mais uma vez recitou seu nome honroso em voz baixa, e ela perguntou curiosamente: — Honorável Sr. Louco, em que existência a Ordem Aurora acredita?

Então, ela viu o Sr. Louco sentado em uma cadeira de espaldar alto no meio da névoa cinzenta. Ele disse vagarosamente: — O Verdadeiro Criador.

“O Verdadeiro Criador…” Os olhos de Fors se arregalaram quando ela instantaneamente entendeu por que o Sr. A de repente procurou os crentes do Louco.

Com a ajuda do Clube de Tarô, aquele Jovem Sol na Cidade de Prata expôs com sucesso a anormalidade da equipe exploratória e frustrou os planos do Verdadeiro Criador!

“Por trás deste incidente está um confronto e luta entre o Sr. Louco e o Verdadeiro Criador…” Fors não se atreveu a perguntar mais nada, e rapidamente relatou seu encontro com os membros da família Abraham. Ela também mencionou o testamento de Lawrence, o estranho caderno e a característica Beyonder que ele havia deixado para trás.

— Honorável Sr. Louco, o que devo fazer? — ela pediu conselhos com incerteza.

“O que você deveria fazer? A Srta. Magician realmente tem sorte… Por que não encontrei uma coisa tão boa…” Klein respondeu com uma risada: — Siga os verdadeiros desejos em seu coração.

Ele não estava nem um pouco preocupado que Dorian Gray, da Associação de Pescadores de Pritz Harbor, machucasse a Srta. Mágica, porque ele sabia que ela tinha mais duas pedras em sua pulseira, permitindo que ela se teletransportasse pelo mundo espiritual duas vezes.

“Seguir os verdadeiros desejos do meu coração?” Fors baixou a cabeça pensativa.

— Eu entendo. Obrigada, Sr. Louco.

Ela decidiu comprar um bilhete de locomotiva a vapor amanhã. Usando esse meio de transporte, levaria pouco mais de uma hora para ir de Backlund a Porto Pritz, ou talvez menos.

Depois de relatar tudo, Fors pediu para realizar um ritual de sacrifício e doação. Depois de receber uma resposta positiva, ela trocou 600 libras em dinheiro pela característica Beyonder do Xerife.

Segurando o objeto em forma de punho composto de ferro preto, vermelho escuro e cores prateadas, bem como seu belo brilho espiritual, Fors sentiu alegria e admiração.

“Xio havia reunido os ingredientes suplementares há muito tempo, então ela logo seria promovida para a Sequência 8… E não sei quando me tornarei uma Mestra de Truques… Espero que o Sr. Enforcado e os outros possam me ajudar a encontrar os ingredientes certos assim que possível…”

“Xio estava subconscientemente agindo como uma Árbitra, então não precisava se preocupar com a digestão da poção da Sequência 9, mas uma vez que se tornasse uma Xerife, o que ela deveria fazer? Devo pedir permissão ao Sr. Louco para ensiná-la o método de atuação… ou devo simplesmente sugerir que ela se esgueire para a força policial?”

No final da longa mesa manchada, Klein olhou para a pilha grossa de dinheiro à sua frente e contou cuidadosamente várias vezes.

“Por meio desse método, eu teria 1.230 libras. Eu ainda precisaria de 300 libras para obter um único ingrediente Beyonder de Sequência 6. Claro, 1.500 libras é o preço mínimo, e o preço real da transação geralmente é muito maior do que isso…”

“Onde mais posso conseguir dinheiro hoje em dia?”

“Assim que a patente da bicicleta for concedida, devo vender uma parte das ações?”

“Sim, quase esqueci o quão especial é o Clube de Tarô. A característica Beyonder do Lobisomem não pode ser vendida em Backlund por enquanto, para evitar ser descoberta por Beyonders de Alta-Sequência da Escola de Pensamento Rosa. Mas sempre posso vender em outro lugar! Vou deixar o Mundo confiar ao Sr. Enforcado a venda no Mar Sônia na próxima reunião. Vou oferecer uma quantia correspondente da comissão como recompensa.”

“Depois de subtrair os custos, a característica Beyonder do Lobisomem deve me dar pelo menos 1000 libras. Será mais do que suficiente para um único ingrediente Beyonder de Sequência 6.”

Klein rapidamente elaborou um plano e decidiu por ele.

Achou um pouco lamentável que a Srta. Xio não parecesse ter muito dinheiro. Depois que ela se tornasse uma Xerife, mesmo que pudesse digerir rapidamente a poção, ainda levaria muito tempo para comprar a característica Beyonder do Interrogador. E se a família Abraham se interessasse pela Srta. Mágica, sua fórmula de poção subsequente, Astrólogo, não seria mais comercializável.

“Que pena…” Klein suspirou e voltou ao mundo real.

Manhã de quarta-feira.

Klein não sofria de insônia por ser alvo do Verdadeiro Criador e da perseguição da Ordem Aurora. Ele dormiu até o amanhecer e saiu feliz para comprar uma torta de Desi para o café da manhã.

Não havia dúvida de que a torta de Desi exigia chá gelado doce para combiná-la.

Enquanto saboreava a comida e folheava os jornais, descobriu o anúncio da Firma Ernst e soube que haveria uma reunião de Beyonders convocada pelo Olho da Sabedoria amanhã à noite.

“Desta vez, poderei solicitar a compra dos ingredientes relevantes de Beyonder… Mas há uma grande chance de que não esteja disponível. Mesmo que haja alguma coisa, serão ingredientes suplementares como o cabelo de um Naga do fundo do mar…” Klein considerou seriamente os canais nos quais poderia encontrar os ingredientes.

Ele abriu a mão esquerda e contou com os dedos.

“Do Clube de Tarô, tenho o Sol, Sr. Enforcado, Srta. Justiça e os demais. Além disso, tenho a coleta do Olho da Sabedoria; Senhorita Guarda-Costas e Maric, mas não devo contatá-los, se possível, por enquanto. Além disso, hmm… Sim, eu tenho o vampiro Emlyn White. Ele não mencionou que escreveria para perguntar a alguns sanguíneos poderosos? Isso é o que as conexões sociais podem trazer!”

Chegando a esse pensamento, Klein imediatamente decidiu ir à Igreja da Colheita para esperar por Emlyn White.

Embora fosse impossível para a Ordem Aurora rastreá-lo, isso ainda lhe dava uma sensação de urgência, fazendo-o querer reunir os ingredientes de Beyonder o mais rápido possível. Assim que ele digerisse sua poção, ele avançaria rapidamente para a Sequência 6.

Dez da manhã, Sul da Ponte, Rua Rose.

Com sua sobrecasaca trespassada, Klein tirou a meia cartola e entrou na relativamente pequena Igreja da Colheita.

À primeira vista, ele viu o padre Utravsky e Emlyn White, parecidos com gigantes, que estavam vestidos com vestes sacerdotais marrons.

Este último limpava as lamparinas com uma expressão entorpecida no rosto, como se preferisse estar morto.

“Que coincidência… Espera, não me diga que ele está aqui o dia inteiro? Ele só volta para casa à noite?” Klein casualmente encontrou um assento e sentou-se. Havia menos de cinco devotos em toda a catedral.

Emlyn White também o viu e largou o pano. Ele se aproximou e sentou-se ao lado dele.

A expressão do vampiro de repente se tornou viva. Ele levantou o queixo e disse com uma risada: — Você veio aqui de repente porque precisa da minha ajuda, certo?

Picture of Olá, eu sou Vento_Leste!

Olá, eu sou Vento_Leste!

Comentem e avaliem o capítulo! Se quiser me apoiar de alguma forma, entre em nosso Discord para conversarmos!

Clique aqui para entrar em nosso Discord ➥