Selecione o tipo de erro abaixo


Combo 83/115


“O cheiro de peixe-lobo enlatado é realmente pungente… Não só fedorento, mas também nojento… É praticamente uma arma biológica!” Klein se agachou no canto e levou quase um minuto para se recuperar.

Antes daquele mesmo instante, ele havia subestimado o peixe-lobo enlatado. Não tomou as medidas necessárias para lidar com a situação. Ele poderia ter usado Substitutos de Estatueta de Papel ou criado um tubo de ar invisível para fingir que estava usando Respiração Subaquática, mas não fez nada disso.

Agora, finalmente entendeu profundamente como era sensato proibir a abertura de peixe-lobo enlatado em público!

Ufa…  Klein exalou enquanto se levantava lentamente. Carregando sua mala, caminhou lentamente em direção ao porto.

Sua primeira impressão da cidade chamada Nas foi uma das muitas casas brancas, sendo a pedra um material comum nas construções. A segunda impressão foi que, embora a cidade não ficasse muito ao norte, a temperatura era bastante fria. Embora já fosse abril, ainda eram apenas alguns graus Celsius. A terceira impressão foi que havia muitas casas baleeiras. Gigantescas baleias beluga estavam sendo desmembradas por sua pele, carne, gordura, ossos e âmbar cinza.

Os dois últimos poderiam ser usados ​​para fazer cestos para vestidos de banquete ou materiais perfumados de alta qualidade. Quer fosse para incenso ou perfume, eram considerados bens luxuosos que apenas os ricos e nobres podiam desfrutar.

Quanto à pele, carne e gordura das baleias beluga, elas também tinham uso próprio. Elas eram usadas ​​separadamente para fazer roupas, alimentos ou produtos relacionados ao petróleo. Em Nas e no Arquipélago Gargas, os métodos culinários de preparação da baleia beluga transformaram-se numa cultura única. Havia todo tipo de técnicas e restaurantes famosos.

Klein passou pelas diversas casas baleeiras, vendo a gordura separada sendo transportada em vagões de carga em direção às fábricas próximas que expeliam fumaça preta. Eram refinarias de petróleo exclusivas de Gargas. A gordura da baleia beluga poderia ser refinada em óleo de baleia, que poderia ser engarrafado e transformado em excelente material incendiário e na força vital de indústrias específicas.

“Muito singular…” Klein exalou um pouco de névoa enquanto parava e observava por um tempo.

Saindo do porto e entrando no distrito da cidade, uma cacofonia de Feysac inundou seus ouvidos.

Tendo dominado o antigo Feysac — a fonte da língua do Continente Norte — Klein estava há muito familiarizado com a língua dos bárbaros do Continente Norte. Ele virou a cabeça ao ouvir o barulho e viu a população alta, com cabelos levemente loiros, levantando faixas horizontais enquanto protestavam nas ruas.

A faixa horizontal bem na frente escrevia claramente os motivos do protesto.

“Contra à caça furtiva de baleias beluga! Precisamos de desenvolvimento sustentável!”

Pfft…  Klein quase perdeu a calma ao acreditar que o conceito de desenvolvimento sustentável provavelmente foi inventado pelo Imperador Roselle.

Ao passar o olhar, ele olhou para as faixas atrás dele e entendeu os objetivos do protesto.

“Caça à baleia para sobreviver, não para entretenimento!”

“Os humanos não são mais importantes que as baleias beluga!”

“Demônios gananciosos deveriam deixar Nas!”

Nesse momento, um policial vestido com uniforme cinza segurava um escudo, um tridente anti-motim e um bastão para impedir o avanço dos manifestantes.

Após uma breve discussão, a cena rapidamente se tornou violenta.

Muitos jovens que protestavam atiraram peixe-lobo enlatado e coquetéis molotov. A polícia não demonstrou contenção enquanto avançava, erguendo os escudos e atacando com os bastões.

Klein beliscou o nariz enquanto observava o fogo queimando na rua. Ele percebeu que muitos transeuntes estavam completamente imperturbáveis. Além de um pequeno grupo de espectadores, os demais continuaram seguindo para seus destinos.

“Parece que essas coisas acontecem com frequência em Nas… Os protestos se transformam em tumultos? Como esperado do Império Feysac…” Klein murmurou para si mesmo, circulou a rua e casualmente encontrou uma pousada para ficar.

Ele continuou registrando-se como Gehrman Sparrow, sem se preocupar com o fato de que a notícia divulgada pela Contra-Almirante da Peste Tracy faria com que a Igreja da Deusa da Noite Eterna o visse como um Sem Rosto. Isso porque ele não tinha planos de viajar pelas rotas de pesca de baleias para encontrar sereias que acreditassem na Deusa. Ele planejava ir para a região perigosa mais a leste do Mar Sônia.

Quanto à segurança no Arquipélago Gargas, não havia nada com que ele precisasse se preocupar. Esta foi uma colônia do Império Feysac. A única Igreja legal era a Igreja do Deus do Combate. Eles eram inimigos da Igreja da Deusa da Noite Eterna.

Klein estava inicialmente preocupado com a possibilidade de encontrar muitos Sem-rosto aqui, encontrando sete ou oito Sem Rostos simplesmente por ir até a casa ao lado para saborear a culinária das baleias. No entanto, após séria consideração, eliminou racionalmente esta possibilidade.

Primeiro, os Beyonders do caminho Vidente eram raros para começar. Klein conheceu apenas três Beyonders que estavam além da Sequência 8 e, em segundo lugar, os Beyonders da Sequência 6 não eram comumente vistos. Mesmo em um parque para piratas, aqueles que tinham recompensas de 5.000 libras eram considerados criaturas raras. Terceiro, uma vez que os Sem Rosto tivessem muitos preparativos, procurariam sereias em um barco baleeiro. Eles começariam a ter fé na Deusa, afundariam no oceano ou se tornariam pesquisadores. Caso contrário, os extremamente inteligentes aproveitariam a oportunidade e avançariam com sucesso antes de partirem em segurança. Era muito raro eles permanecerem por muito tempo no Arquipélago Gargas.

“Em toda Nas, excluindo eu, não haveria mais do que dois Sem Rosto…” Klein ajeitou suas roupas, pois não estava com pressa de entrar em contato com a Almirante das Estrelas Cattleya. Saiu às ruas de bom humor e começou a procurar iguarias de acordo com o que ouviu em suas viagens.

“Fatias cruas de baleia beluga, bife de baleia frito, óleo de baleia com pele, carne de baleia assada…” Como um viajante comum, Klein foi em três restaurantes diferentes e provou comidas distintas.

“Nada mal. É bastante único e não é muito suspeito. Em vez disso, é muito apetitoso e atraente… Burp…” Klein cobriu a boca quando saiu para as ruas. Ele descobriu que as lâmpadas de rua eram escassas, mas as luzes das casas ao longo das ruas eram fortes. Até certo ponto, reduziram a escuridão da noite.

Ventos gelados passaram pelo oceano, fazendo com que Klein levantasse a mão para apoiar o colarinho. As abotoaduras azuis tiveram seus brilhos contidos, pois estavam profundamente enraizadas em seus pulsos.

Comparados aos anéis, itens como abotoaduras eram mais adequados à personalidade de Gehrman Sparrow. Portanto, Klein não culpou o Artesão por fazer alterações sem a sua permissão.

Quanto à gaita que tinha o ritual de invocação de uma criatura do mundo espiritual, ela correspondia completamente às intenções internas de Klein. Poderia ser usada por um ano e meio. Era de cor prateada, requintada e bonita.

Quando recebeu a gaita, Klein imaginou tal cena — um aventureiro louco e poderoso tocando uma melodia triste na gaita em uma noite silenciosa sob o luar escuro ao lado de um barco.

Infelizmente, a gaita não produzia nenhum som e só poderia ser usada para invocar Reinette Tinekerr.

Balançando a cabeça indiscernivelmente, Klein caminhou firmemente pelas ruas vazias e frias de Nas antes de retornar à sua pousada.

Depois de dormir e recuperar as forças, ele foi à Rua Âmbar Cinza na manhã seguinte e entrou em uma loja de artigos diversos chamada Dança Sensual da Baleia.

Ao ver o chefe grisalho que era uma cabeça mais alto que ele, Klein bateu no balcão e disse em Feysac: — Óleo de baleia.

O chefe tinha rugas estampadas no rosto, mas usava apenas um casaco feito de pele de baleia beluga. Os padrões de cores claras tinham uma beleza estranha.

— Quanto? — O chefe bebia grandes goles de bebida alcoólica, ignorando a bagunça na colocação das mercadorias.

— Um balde e um quarto, — respondeu Klein de acordo com a senha secreta predeterminada.

As ações de bebida do chefe diminuíram instantaneamente quando ele colocou o copo de álcool verde-amarronzado no balcão do bar.

— Você quer experimentar alguns? É muitas vezes mais puro que o Nepos. É considerada a amante de todos os homens Feysac.

Este era um licor destilado, especialidade de Feysac. Feito com batatas ou grãos. A pureza do álcool era alta, tão estimulante e famosa quanto Blaze. Comparado ao vinho de sangue de Sônia, seu preço era bastante baixo e era apreciado pelos cidadãos comuns.

— Não há necessidade. — Klein balançou a cabeça.

O chefe riu.

— Que tipo de homem você é se não bebe Nepos?

— Existem apenas mulheres em Loen?

Ele murmurou antes de beber outro gole.

— Quem apresentou você aqui?

— Senhora Gehrmuses, — Klein disse um nome no estilo dos costumes locais.

O chefe exalou, fazendo com que um forte cheiro de bebida destilada permanecesse no ar.

Ele cambaleou ao se levantar, como um urso polar se apresentando em um circo.

Depois de dar instruções ao funcionário da loja, ele levou Klein para uma pequena sala no segundo andar do armazém, nos fundos.

— Deixe-me procurar por isso. Vamos ver… — o chefe murmurou enquanto se agachava.

Klein controlou a contração de seus músculos faciais ao relembrar uma piada amplamente difundida no Reino de Loen.

— Quando um homem Feysac não está bêbado? Quando ele está no ventre de sua mãe.

Depois de esperar um momento, Klein viu o chefe encontrar uma bola de cristal puro em sua busca.

Então, o embriagado urso polar ficou de costas para Klein enquanto esfregava as mãos nela, cantando suavemente o antigo Hermes, que torcia a língua.

A sala gradualmente ficou escura enquanto todos os cantos sem luz afundavam como se estivessem produzindo uma estranha força atrativa.

A bola de cristal rapidamente se iluminou, produzindo a figura de uma mulher vestindo um manto preto clássico.

Ela tinha um rosto oval e uma pele muito clara. Seus olhos eram de um preto profundo com um leve tom roxo cheio de mistério.

“Estou vendo a aparência real de outro membro do Clube de Tarô novamente…” Klein deu um passo à frente e recebeu a bola de cristal.

Na extremidade oposta da bola de cristal, a Eremita Cattleya também podia ver claramente o Mundo. Ele tinha cabelos pretos e olhos castanhos, com rosto fino e anguloso.

Seu olhar parou por um momento antes de ela dizer hesitante: — Gehrman Sparrow?

Ela descobriu que a verdadeira força e os padrões dos membros do Clube de Tarô eram muito mais fortes do que ela esperava. O Mundo era, na verdade, o caçador maluco Gehrman Sparrow, considerado no nível de um almirante pirata!

“Minhas várias suposições sobre o Mundo eram problemáticas… Controlador, sóbrio, experiente e implacável…” A Almirante das Estrelas não se sentiu muito surpresa.

— Sim, Srta. Cattleya. — Klein gesticulou para o chefe sair da sala.

Depois que tudo ficou extremamente silencioso, a Almirante das Estrelas Cattleya perguntou mais uma vez: — Estou muito curiosa. Como você reconheceu minha identidade? Tenho tido muito cuidado ao participar das reuniões.

Claro, ela pulou de susto quando o Mundo, que escolheu falar em particular com ela, imediatamente a cumprimentou com Almirante das Estrelas.

E foi em parte por causa disso que ela escolheu assumir a missão do Mundo.

— Um segredo. — Klein sorriu educadamente.

Como ele não queria que ela fizesse conexões com o Sr. Louco, ele acrescentou calmamente: — Seus olhos são muito especiais.

— Posso entender isso como uma forma de elogio? — Cattleya sorriu, sentindo-se um tanto esclarecida.

Ela acreditava que o Mundo anteriormente só confiava em seus olhos e outros detalhes para suspeitar que ela era Almirante das Estrelas, mas não tinha certeza. Consequentemente, ele a investigou com a linguagem, e a reação dela lhe disse a resposta correta.

Klein não respondeu quando passou a perguntar: — Quando podemos partir?

Picture of Olá, eu sou o Vento_Leste!

Olá, eu sou o Vento_Leste!

Comentem e Avaliem o Capítulo! Se quiser me apoiar de alguma forma, entre em nosso Discord para conversarmos!

Clique aqui para entrar em nosso Discord ➥