Selecione o tipo de erro abaixo

Combo 28/50


Sob o luar carmesim, mas sombrio, Emlyn pegou uma garrafa de metal, girou a tampa e bebeu.

Então, pareceu se transformar em uma sombra enquanto flutuava sobre a superfície da parede, seguindo rápida e silenciosamente Rus Báthory.

Os Sanguíneos sempre foram conhecidos por sua velocidade. Os dois Barões correram pelas laterais dos becos e ruas escuras, um após o outro, gastando mais de meia hora para chegar ao bagunçado e sujo Burgo Leste onde pararam em frente a um antigo apartamento.

Vendo Rus Báthory optar por escalar o cano, e usando a abordagem mais furtiva para se dirigir ao terceiro andar, Emlyn diminuiu o ritmo e não se apressou em segui-lo, pois seria facilmente descoberto.

Depois de dois segundos de reflexão séria, ele pegou um frasco de perfume translúcido, abriu-o e pressionou-o, espalhando o líquido de dentro dele em seu corpo.

Esta poção só tinha uma utilidade: eliminar o cheiro dele para torná-lo idêntico ao ambiente!

Depois de colocar a garrafa na mão, Emlyn ergueu a garrafa de latão e bebeu o líquido de dentro.

“Um Professor de Poções com certeza é problemático…” ele murmurou, olhando para baixo enquanto suas mãos ficavam transparentes. A garrafa de latão parecia flutuar na frente de sua manga.

Depois que Emlyn guardou a pequena garrafa, tudo o que restou foi um terno formal, uma cartola e um par de sapatos de couro sem botões ou cadarços. Eles formaram uma silhueta humana enquanto se moviam.

Outro frasco completamente transparente, parecido com um frasco de perfume, voou e flutuou no ar enquanto abria, jorrando a poção de dentro para as roupas.

Depois disso, o terno, a cartola e os sapatos desapareceram completamente.

Depois de completar a sua invisibilidade, Emlyn olhou para o apartamento onde Rus Báthory tinha entrado. Ele silenciosamente escalou um cano e o perseguiu com extrema velocidade.

Enquanto a janela ainda estava entreaberta, ele flutuou lá dentro como uma nuvem transparente, sem causar nenhum som. Ele se escondeu em um canto enquanto observava Rus Báthory, de rosto fino, mas charmoso, procurar o alvo.

Este último franziu a testa lentamente, já que o lugar estava vazio. Não havia nem um mosquito, muito menos uma pessoa, apesar da pessoa ter ficado ativa na última semana.

E este Barão Sanguíneo já havia confirmado que o Fantoche da Lua estava aqui.

De repente, um rangido quebrou o silêncio congelado.

A porta principal do apartamento se abriu quando uma mulher de vestido preto entrou vagarosamente. Ao ver Rus Báthory, ela perguntou com uma voz etérea: — Quem você está procurando…

Emlyn olhou na direção do som e viu um rosto de pele escura, sobrancelhas compridas, contornos suaves e boca caída. Não era outro senão seu alvo, Windsor.

No entanto, aos olhos de Emlyn, a devota crente desta Lua Primordial tinha certas diferenças em relação ao seu retrato. Ele descobriu que os olhos, as sobrancelhas e a boca dela estavam curvados para cima, como se estivessem imitando a lua vermelha.

E sua testa, bochechas, pescoço e cada camada de pele que ela expôs tinham manchas de grama seca e flores.

“… Cara, o que Rus Báthory vendeu para ela? Por que ela ficaria assim?” Emlyn pulou de susto ao sentir os pelos de suas costas se arrepiarem.

Enquanto isso, grama seca misturada com flores secas crescia em faixas no chão, nas paredes, na porta e no teto.

Eles começaram a isolar a sala do mundo exterior, criando uma cena extremamente estranha.

Assim que Rus Báthory sentiu o cheiro do perigo, não tentou conversar com ela. Sem qualquer hesitação, ele pegou uma garrafa de metal e bebeu o líquido dentro dela.

Pa!

Ele jogou a garrafa enquanto seu corpo arrastava imagens residuais enquanto ele atacava a Windsor mutante. Suas unhas se estendiam enquanto giravam com feixes negros.

A grama seca e as flores secas incrustadas no rosto de Windsor a faziam parecer uma boneca enorme. Ela o encontrou em uma velocidade igualmente rápida, agarrando Rus Báthory sem qualquer aversão a se machucar.

Bang! Bang! Bang!

Após uma série de colisões, Rus Báthory foi lançado voando para trás ao bater na parede.

Suas mangas estavam rasgadas, revelando arranhões profundos em sua pele.

E no meio de sua carne, a grama murcha e as flores secas cresceram lentamente de dentro para fora!

“Que monstro…” Esta foi a primeira vez que Emlyn encontrou tal inimigo. Ele se encolheu num canto e quase se esqueceu de ajudar seu parente.

Ele não apareceu precipitadamente enquanto todos os tipos de pensamentos passavam por sua mente. Ao observar a batalha entre Rus Báthory e Windsor, ele considerou como deveria lidar com a situação.

“O mais estranho de tudo é a grama murcha e as flores secas… A grama murcha e as flores secas… Provavelmente têm medo de fogo!” O coração de Emlyn agitou-se quando ele imediatamente abandonou sua invisibilidade, pegou outra garrafa de metal, girou a tampa e bebeu.

Ele então vomitou todo o líquido da boca.

O líquido vermelho-acinzentado acendeu ao entrar em contato com o ar, estendendo suas chamas abrasadoras para o lado.

As chamas se acumularam enquanto o fogo se estendia. Instantaneamente, elas envolveram a sala em um oceano escarlate de fogo!

Em meio a sons crepitantes, a grama murcha e as flores foram acesas uma após a outra enquanto espalhavam rapidamente as chamas para sua própria espécie.

Em apenas alguns segundos, o ambiente selado estava à beira da destruição. Quanto à grama e às flores no corpo de Windsor, elas também estavam em chamas.

Nesse momento, Rus Báthory teve um buraco cavado no peito, fazendo-o perder grande parte de sua força de combate. Ele estava contando com a extraordinária capacidade de recuperação dos Sanguíneos para mal aguentar.

Vendo seu inimigo como uma tocha flamejante, Emlyn percebeu que sua aura estava enfraquecendo. Ele não hesitou em avançar, circular em torno de Windsor e desferir vários golpes com garras.

Sob seus pés, fios de gás negro subiam e giravam em torno da crente da Lua Primordial como correntes que prendiam sua vitalidade.

Bang! Bang! Bang! Bang! Bang! Bang!

Explosões intensas e curtas soaram quando as duas figuras subitamente diminuíram a distância.

Todo o movimento dentro da cena desapareceu no final quando Emlyn agarrou a garganta de Windsor com a mão esquerda, levantando-a.

Depois de hesitar por um segundo, ele viu sua aparência horrível e quebrou seu pescoço.

Pa!

Um boneco de madeira fino e em miniatura incrustado com grama seca e flores secas caiu do corpo de Windsor enquanto as chamas no apartamento se extinguiam gradualmente.

Emlyn puxou a cabeça mutante de Windsor, virou-se e encarou o agitado Rus Báthory. Ele então pressionou a mão direita livre contra o peito e se curvou com um sorriso.

— Obrigado pela ajuda.

Vendo Rus Báthory instantaneamente ficar furioso e indefeso, Emlyn acrescentou com grande alegria: — Lembre-se de entregar a marionete e a característica de Beyonder para Lorde Nibbs. Eles podem ser problemáticos.

Depois de dizer isso, gases negros coagularam atrás dele, transformando-se em duas asas de morcego ilusórias.

Com um assovio, Emlyn bateu as asas enquanto se virava para voar pela janela e pousar no beco escuro próximo.

Quando pousou, ele rapidamente convergiu os gases negros e se virou para olhar ao redor.

Vendo que Rus Báthory não o seguiu, Emlyn soltou um suspiro de alívio ao pressionar a boca com o punho. Enquanto tossia, ele murmurou: — Eu odeio fogo. Eu odeio fumaça!

Ele estava prestes a deixar o Burgo Leste quando sentiu um arrepio nas costas.

A mente de Emlyn ficou instantaneamente tensa enquanto ele segurava a cabeça mutante de Windsor, virava-se lentamente e olhava para as sombras no canto.

Ele primeiro viu uma figura muito pequena antes de identificá-la.

O corpo era fino e longo, semelhante a um poste de madeira. Seus olhos e boca eram curvados como uma lua crescente, e sua superfície estava incrustada com muita grama seca e flores secas. Não era outro senão o Fantoche da Lua de antes!

“Está me observando… Que diabos é isso… Ainda estou muito longe de onde Lorde Nibbs fica… É muito perigoso lá fora…” Pensamentos surgiram na mente de Emlyn quando ele sentiu sua coluna ficar fria e seus músculos ficarem tensos.

Enquanto esses pensamentos passavam por sua mente, ele de repente teve uma ideia. Olhou para o Fantoche da Lua e murmurou no antigo Hermes: — O Louco que não pertence a esta época.

— O misterioso governante acima da névoa cinza.

— O Rei do Amarelo e do Preto que exerce boa sorte…

— Um homem não pode dormir um pouco no meio da noite!? — Klein sentou-se enquanto esfregava as têmporas em fúria.

Ele saiu rapidamente da cama, deu quatro passos no sentido anti-horário e entrou no espaço acima da névoa cinza. Ele então tomou seu lugar que pertencia ao Louco.

“É aquele sujeito, Emlyn White?” Klein deu uma olhada enquanto curiosamente emanava sua espiritualidade, tocando a estrela carmesim que representava a Lua.

Ele então viu Emlyn enrijecido e viu o fantoche fino e estranho olhando diretamente para ele.

A marionete estava envolta em um rico, mas ilusório, luar carmesim. Eles estavam ondulando como um maremoto, fazendo uma conexão com algo alto no céu.

Neste momento, o luar carmesim se espalhava silenciosamente, envolvendo Emlyn White por dentro.

“Há um problema… Há algo errado com esse fantoche…” Klein, que podia ver mais com a ajuda da névoa cinza, não hesitou em invocar o Cetro do Deus do Mar da pilha de lixo para sua mão.

As gemas azuis na ponta do cetro de osso acenderam uma após a outra, emitindo um brilho ofuscante.

Depois de entoar o nome honorífico do Sr. Louco e buscar Sua ajuda, Emlyn sentiu seu sangue já frio ficar mais frio. Parecia que iria congelar lentamente em gelo.

Isso fez com que seu corpo ficasse rapidamente rígido enquanto observava o Fantoche da Lua andar e se aproximar dele.

Neste momento, um raio prateado atingiu o beco, fazendo com que toda a escuridão se dispersasse.

Pa!

Os relâmpagos se transformaram em uma bola de relâmpagos e pousaram no Fantoche da Lua, afogando-o em uma faixa de prata.

A explosão de luz dissipou-se imediatamente quando o estranho boneco ficou preto e carbonizado. Perdeu suas decorações ao cair. Quanto a Emlyn, seu sangue não congelou mais ao retomar o fluxo.

Com ele se recuperando rapidamente da rigidez, ele sabia que o Sr. Louco estava observando. Ele perguntou apressada e suavemente: — Você precisa… não… o que posso sacrificar para você?

Ele sempre acreditou que o Sr. Louco aderiu ao princípio da troca equivalente. Portanto, acreditava que precisava pagar um preço correspondente por solicitar a Sua assistência.

Após um breve silêncio, ele viu a névoa cinza sem limites e a figura tênue por trás dela. Ele então ouviu uma voz elevada e magnífica:

— Aquele fantoche.

— Tudo bem. — Emlyn deu dois passos à frente, abaixou-se para pegar o fantoche e limpou a cena antes de sair rapidamente do Burgo Leste.

Quanto a Klein, ele usou cautelosamente um Anjo de Papel para interromper qualquer adivinhação antes de retornar ao mundo real.

Assim como estava planejando voltar para a cama, de repente descobriu o luar brilhando lá fora, parecendo manchado de sangue.

“Eh…” Klein foi até a janela perplexo. Quando olhou para fora, viu que a crescente lua havia se tornado completa em algum momento; era vermelha escarlate como sangue.

“Outra Lua de Sangue.”

“Lua de sangue?” Alger Wilson olhou para o céu enquanto caminhava firmemente para a Catedral do Relâmpago à sua frente. Este era o lugar onde ele apresentaria seu relatório amanhã.

E no meio da ilha, no pico da imponente montanha, havia outra catedral chamada Abismo da Tempestade. Era a sede da sede da Igreja das Tempestades, o mais sagrado dos templos sagrados.

Olá, eu sou o Vento_Leste!

Olá, eu sou o Vento_Leste!

Comentem e Avaliem o Capítulo! Se quiser me apoiar de alguma forma, entre em nosso Discord para conversarmos!

Clique aqui para entrar em nosso Discord ➥