Selecione o tipo de erro abaixo

Combo 03/30


“Ele quer uma pedra da minha pulseira e o direito de usar as Viagens de Leymano por algum tempo? Como ele sabe que eu tenho esses dois itens? Não me lembro de ter mencionado isso durante as Reuniões de Tarô…” Depois de ouvir a resposta de Gehrman Sparrow, Fors ficou perplexa e bastante chocada. Parecia que ele tinha descoberto todos os seus segredos.

Ela ficou tensa enquanto tentava rapidamente lembrar como essa informação poderia ter vazado.

“Além do Professor, da Xio e do Sr. Louco, ninguém sabe que tenho esses dois itens, principalmente as Viagens de Leymano. Eu nem usei… Sr. Louco… Hmm, o Sr. Mundo parece bastante estranho durante as Reuniões de Tarô; ele nunca entrega as páginas do diário do Imperador Roselle e não parece colocar nenhum esforço nisso, nem demonstra qualquer preocupação… Ele e o Sr. Louco têm uma conexão mais profunda. Ele obtém as informações relevantes dele? Um adorador?” Fors pensou cuidadosamente sobre o assunto enquanto deduzia algo, aliviando o horror de antes.

Somente nesse momento ela teve tempo e energia para considerar se poderia aceitar os pedidos de Gehrman Sparrow.

Para Fors, esse preço era muito barato, muito inferior ao que ela esperava. Além disso, era razoável!

Como uma Beyonder que raramente saía e apenas ficava em casa escrevendo e descansando, emprestar as Viagens de Leymano por algum tempo não afetou sua segurança ou sua necessidade de usá-lo. E da mesma forma, dar uma das duas pedras restantes da pulseira que lhe permitiu viajar pelo mundo espiritual não fez com que ela perdesse todos os seus trunfos.

“O único problema é que o Sr. Mundo parece estar disposto a tentar apenas uma vez. Se ele falhar, ainda aceitará o pagamento… Sim, com o fato de que ele precisa arcar com o risco, isso é normal… Originalmente imaginei que precisaria ajudá-lo a fazer muitas coisas e obter uma recompensa do Professor usando a recompensa da cabeça do traidor para pagar a dívida…” Fors pensou calmamente por alguns segundos antes de orar ao Sr. Louco.

— … Por favor, informe ao Sr. Mundo que aceito suas condições e farei o meu melhor para ajudá-lo na operação.

Ele originalmente queria avisar Gehrman Sparrow que usar a pedra poderia resultar no efeito colateral de receber os delírios da lua cheia, mas então percebeu que aparentemente era apenas algo que os Beyonders do caminho do Aprendiz sofriam.

“Independentemente de ter sucesso ou falhar, eu obterei essa pedra. Serei capaz de sair secretamente de Backlund e me encontrar com o Sr. Enforcado para explorar aquela ilha primitiva… Quando chegar a hora, usarei o livro de feitiços para registrar o uso da pedra. Dessa forma, não preciso me preocupar com a viagem de volta. A menos que minha sorte seja terrível e a gravação falhe…” Klein secretamente deu um suspiro de alívio, abriu a porta e pediu a Richardson que o ajudasse a se vestir.

— Senhor, depois do café da manhã, sua programação é ir ao Museu Real para ver a exposição da coleção da família real. — Enquanto Richardson ajudava seu patrão a vestir o casaco, informava-o sobre a programação do dia.

Como Dwayne Dantès dominou a dança social muito rapidamente, o número de aulas de etiqueta pela manhã passou de cinco vezes por semana para três vezes por semana, permitindo-lhe ter tempo livre para outras coisas. E essas exposições eram definitivamente um tema quente de conversa nos círculos da alta sociedade. Ao não ir pessoalmente, isso o faria parecer impróprio.

Quanto a ir à Catedral do Santo Samuel para as pregações do bispo, Klein reduziu conscientemente sua frequência. Não porque precisasse doar dezenas de libras a cada vez, mas porque tinha medo de que ir para lá com frequência gerasse suspeitas. Ser natural e razoável eram as principais características de seus planos.

Exceto no domingo, ele planejava ir aleatoriamente à Igreja em dois dos seis dias restantes. Queria contar com um período de tempo ainda mais longo para acumular informação e descobrir um padrão. Ele não podia estar impaciente ou com pressa!

— Já estou ansioso por isso. — Klein olhou para o reflexo de si mesmo enquanto dizia ao seu valete com um sorriso.

Ao pensar na Catedral do Santo Samuel e na Igreja da Meia Noite, ele naturalmente as conectou à investigação secreta de Leonard Mitchell sobre Sherlock Moriarty. Ele não entendia do que estava desconfiado.

“Foi por causa da compra do Tinder por Emlyn White que levou Leonard a investigar as pessoas relacionadas a ele, ou foi por causa das aparições fugazes do detetive nos casos de Capim e Lanevus que fizeram os Luvas Vermelhas encarregados das investigações notarem alguma coisa? Ou poderiam ser ambos?” Klein pensou nas pistas que havia deixado para trás e teve um palpite aproximado.

Ele não tinha medo de que Sherlock Moriarty fosse procurado pela Igreja da Meia Noite e recebesse uma recompensa. Afinal, além de contatar algumas pessoas que conhecia, o detetive não voltaria a aparecer. Ele estava preocupado que alguém descobrisse que Sherlock Moriarty, em suas primeiras aparições, se parecia muito com Klein Moretti e, como tal, iriam investigar o falecido ex-Falcão Noturno.

“Na verdade, não é um problema, mesmo que descubram isso. Não sou mais o Palhaço ou o Mágico de antes. Há mais do que um punhado de semideuses procurando por mim. Mesmo com os diáconos de alto escalão da Igreja, não haverá nenhuma mudança qualitativa… Além disso, Benson e Melissa são realmente pessoas comuns. A Igreja definitivamente não irá envolvê-los e perturbar suas vidas… Eu me pergunto se eles reivindicarão a indenização pelo luto de volta. Provavelmente não, pois não há como explicar isso para pessoas comuns…” Klein não estava tão preocupado com toda a dívida que tinha.

Foi também por isso que ele ficou tão calmo quando ouviu Will Auceptin mencionar a identidade de Klein Moretti na noite passada.

Como poderia um Anjo da Sequência 1, que era bom em habilidades relacionadas ao destino e já havia interagido com Sherlock Moriarty desde o início, não descobrir as origens do detetive?

Mesmo com a obstrução da névoa cinza que interferia em muitos detalhes, Will Auceptin definitivamente conseguiu saber que Sherlock Moriarty veio originalmente de Tingen.

E em Tingen, Klein interagiu com um jovem chamado Ademisaul, que pertencia ao Caminho do Monstro, levando-o a sangrar pelos olhos. E se Will Auceptin estivesse ciente disso e fizesse uma comparação, a resposta seria óbvia.

“Se Leonard realmente percebesse a identidade oculta de Sherlock Moriarty, eu me pergunto que tipo de expressão ele teria…” Klein deu uma risada autodepreciativa enquanto saía do quarto principal. Ele foi ao segundo andar para saborear o café da manhã que sua cozinheira preparou especialmente para ele.

Burgo Oeste, Avenida do Rei, nº 2, Museu Real.

Klein passou pela bilheteria com o Mordomo Walter e o Valete Richardson e entrou no museu.

A exposição foi realizada pela família real de Loen. Apresentaram todo o tipo de coleções com significado histórico desde a fundação do reino, de forma a permitir ao público desfrutar e compreender. Foi uma forma de aumentar o respeito dos cidadãos do reino e o reconhecimento da família real.

Formado em História, Klein ainda estava bastante interessado na exposição. Muitos dos assuntos com os quais ele estava familiarizado tinham os itens correspondentes aparecendo aqui. Eles permitiram que ele mergulhasse na longa e fascinante história de outro ângulo.

O que deixou Klein um tanto perplexo foi o profundo entendimento de Walter em relação à maioria das exposições. Ele os apresentou a Dwayne Dantès com extremo detalhe.

“Como esperado de um mordomo que veio de uma família aristocrática…” Klein assentiu silenciosamente.

Enquanto examinava as exposições, o trio encontrava outros visitantes, e a sala de exposições estava silenciosa e organizada, de modo que as pessoas conversavam em sussurros.

Ao passar por uma exposição, Klein percebeu que Walter parou repentinamente. Ele então olhou para o lado enquanto sua expressão se tornava complicada.

Como não era um Espectador, Klein não foi capaz de interpretar o real significado desses sentimentos complicados. Tudo o que pôde fazer foi seguir o olhar de Walter na direção da exposição.

Em frente à exposição estavam um homem e uma mulher. O homem tinha trinta e poucos anos e usava terno preto, chapéu de seda e uma bengala com incrustações de ouro, parecendo um cavalheiro de status e riqueza. A mulher estava com um vestido amarelo com um colar dourado. Seu traje geral era inclinado para cores brilhantes.

“O Sr. Mordomo está olhando para aquele homem…” Klein instantaneamente analisou enquanto passava seu olhar pelo alvo sem que ninguém o detectasse.

Ele percebeu que o homem parecia bastante velho. Sua pele era escura devido à exposição frequente ao sol. As costas da mão pareciam madeira seca e os dedos eram extremamente ásperos.

“Se eu não olhasse para o traje dele, teria acreditado se alguém me dissesse que ele era fazendeiro, jardineiro ou motorista de carruagem…” Klein retraiu o olhar, sentindo-se um pouco confuso.

A razão pela qual percebeu esses detalhes foi porque considerou seriamente a aparência de uma pessoa comum que se aventurou no continente sul por longos períodos de tempo, quando estava construindo a identidade de Dwayne Dantès.

Ele acreditava que, além de seu olhar, porte e características faciais naturais que foram gravadas por sua rica experiência, Dwayne Dantès também precisava de detalhes, como pele que havia passado por longos períodos de bronzeamento, cicatrizes não óbvias e palmas ásperas, mas fortes. Caso contrário, não seria suficiente sustentar os traços inerentes de tal personagem

“Devo dizer que desde o momento em que me tornei um Sem Rosto, estou ficando cada vez mais experiente e sábio no aspecto de criar um novo personagem… Se eu voltasse para a Terra, mesmo sem meus poderes Beyonder, terei fortes habilidades de atuação…” Enquanto Klein fazia comentários autodepreciativos interiormente, ele viu Walter se recuperar de seu olhar severo como se nada tivesse acontecido.

Quanto ao homem com traços faciais um tanto envelhecidos e pele áspera, ele apontou para uma bandeira dentro da vitrine.

— Esta é a bandeira que o Conde de Lastings, Príncipe Harrods Augustus, usou durante a Guerra da Rosa Branca. Infelizmente, ele morreu naquela guerra. No entanto, sua morte foi o ponto de viragem de toda a guerra e a razão pela qual Loen finalmente conquistou a vitória. Olha, a bandeira ainda tem o sangue dele…

“Ele tem bastante conhecimento no campo da história…” Klein olhou para Walter pelo canto do olho, pensou por dois segundos e sorriu. Ele se aproximou do casal e interveio de forma amigável:

— Nunca esperei que um detalhe tão negligenciado da história fosse conhecido por outra pessoa. Originalmente, eu acreditava que a compreensão do povo sobre a Guerra da Rosa Branca se limitava apenas à vitória de Loen contra Intis.

— Senhor, sua erudição me deixa surpreso.

Para ser elogiado na frente de sua parceira, a expressão do homem passou de cautelosa para relaxada. Um sorriso alegre apareceu em seu rosto.

— Sou apenas uma pessoa que gosta de história.

Ele casualmente olhou para o servo do cavalheiro à sua frente enquanto de repente franzia a testa e as sobrancelhas. Havia restos de olhares de perplexidade.

“Na verdade, ele conhece Mordomo Walter…” Klein sorriu enquanto mantinha a compostura.

— Olá, sou um comerciante de Desi, Dwayne Dantès. Como posso me dirigir a você?

O homem hesitou e disse: — William Sikes, administrador de terras de uma mansão.

Olá, eu sou o Vento_Leste!

Olá, eu sou o Vento_Leste!

Comentem e Avaliem o Capítulo! Se quiser me apoiar de alguma forma, entre em nosso Discord para conversarmos!

Clique aqui para entrar em nosso Discord ➥