Selecione o tipo de erro abaixo

Combo 13/30


Na manhã de sábado, Klein, que estava de pijama, esfregou a cabeça e saiu da cama.

Não dormiu bem, pois diferentes mulheres inevitavelmente entravam em seus sonhos, assustando-o e acordando. Ele precisava passar vários segundos para acalmar suas emoções antes de voltar a dormir.

“Felizmente, essa fraqueza dura apenas seis horas e não há necessidade de sair no meio da noite. Eu não tive que ver as empregadas…” Klein suspirou enquanto puxava a corda ao lado de sua cama. Richardson, que estava esperando do lado de fora, entrou imediatamente com as roupas que seu empregador precisava usar.

“Não faço ideia do que Arrodes disse. Richardson parece tentar me evitar quando me encara… Foi o tipo de mulher que ele mencionou que gosta, e que isso também está em desacordo com a forma como a sociedade vê isso?” Klein só ouviu o espelho mágico mencionar o tipo de mulher de quem o Mordomo Walter gostava quando voltou correndo. Ele não tinha certeza do que havia acontecido antes disso.

Ele não usou a adivinhação para obter as informações correspondentes, pois não achava necessário. Afinal, com a personalidade de Richardson, ele não teria coragem de agir, não importando de quem gostasse. Não teria tido quaisquer efeitos adicionais.

Depois de vestir as roupas, Klein foi para o segundo andar e foi até a sala de jantar. Walter usava luvas brancas como sempre e esperava na entrada.

Ao ver Dwayne Dantès se aproximar, deu um passo à frente e curvou-se educadamente.

— Bom Dia senhor. Você tem duas aulas hoje. À noite, você participará do banquete na casa do Sr. Portland Moment.

Portland Moment morava na Rua Böklund, nº 100. Ele foi professor em tempo integral no Departamento de Engenharia da Universidade de Backlund e membro do Instituto de Ciência Imperial do Reino Loen. Como ele havia descoberto algumas ligas metálicas, recebeu o prêmio Luz da Maquinaria e ficou atrás de pessoas como Turani von Helmosuin no mundo acadêmico.

Além disso, as poucas ligas metálicas foram amplamente utilizadas na construção de navios e motores a vapor. Apenas a patente de licenciamento foi suficiente para torná-lo um magnata com uma riqueza de centenas de milhares de libras.

Ao ouvir Walter, Klein olhou casualmente para ele, percebendo que ele tinha algumas olheiras. Suas olheiras estavam um pouco inchadas, fazendo-o parecer diferente do normal. Era como se ele não tivesse dormido bem a noite toda.

“Se não fosse pelos poderes do Sem Rosto, Dwayne Dantès provavelmente teria a mesma aparência…” Klein retraiu o olhar com pena e não falou mais nada. Ao assentir gentilmente em resposta às saudações de Walter, ele entrou no refeitório.

Para ser honesto, Klein ficou bastante impressionado com ele. Ele foi capaz de conter suas fantasias e evitar se aproximar dela em busca de prazer, apesar de frequentemente encontrar uma Demônia. Tudo o que ele fez foi ter sonhos molhados que incluíam o alvo quando estava sozinho à noite.

Era preciso saber que uma Demônia, especialmente aquela que estava no meio ou tendo passado pela Sequência 6: Demônia do Prazer, tinha um encanto que excedia em muito os efeitos de uma Beyonder em relação aos homens. Cada ação estava repleta de um encanto que fazia com que qualquer homem que se aproximasse delas se sentisse embriagado e perdido. Era como consumir opioides e aos poucos evoluir para algo mais sério, a ponto de não conseguir se livrar do prazer proporcionado por uma Demônia. Talvez apenas os homens gays pudessem resistir eficazmente a tais encantos.

É claro que Klein suspeitava que os gays também não estavam imunes a isso. Isso acontecia porque a mente e os hormônios seriam afetados, criando mudanças que originalmente não existiam. Além disso, para começar, um grande número de Demônias eram homens. Isso diminuiu a resistência psicológica.

E precisamente por causa disso, mesmo sendo um Beyonder da Sequência 5, Klein teve que manter constantemente um estado tenso ao enfrentar Demônias como Trissy e Tracy. Ele estava com medo de que qualquer acidente pudesse deixá-lo encantado.

Mesmo ele não estava imune a tais efeitos, muito menos uma pessoa comum como o Mordomo Walter. Isso não era algo que só a força de vontade pudesse resistir!

“Embora talvez seja resultado da morte do Príncipe Edessak ou de seu próprio avanço, Trissy foi claramente capaz de controlar seus encantos. Walter é apenas uma pessoa comum. Hmm, mesmo que não seja, ele é na melhor das hipóteses um Sequência 9 ou 8… Para ele manter seu estado atual implica quão forte é seu autocontrole. Ele é muito leal ao Príncipe Edessak e ama sua esposa e filha…” Enquanto Klein suspirava, ele se sentou. O café da manhã de hoje foi sua torta de Desi favorita. O óleo que saiu dela o fez salivar.

O mar tarde da noite estava quase preto, e estava levemente tingido com uma lasca de vermelho carmesim. Estava mais calmo e silencioso do que durante o dia.

O Vingador Azul subia e descia nas ondas como um fantasma enquanto navegava em direção à lua carmesim.

Alger Wilson estava na proa, olhando para as ondas ao longe. Superficialmente, ele parecia sério como sempre, mas no fundo mal conseguia conter sua agitação.

À frente dele estava o Redemoinho do Abismo ao norte da Ilha Sônia!

Por se tratar de um vórtice perigoso famoso por aparecer sem sinais, nenhum navio estava disposto a entrar nessas águas perigosas.

Depois de entregar o relatório e deixar a Ilha Pasu, Alger comandou o Vingador Azul todo o caminho ao norte, onde circularam ao redor da Ilha Sônia e se dirigiram para esta área.

No meio do caminho, eles atracaram em um porto para reabastecer sem perder mais tempo.

Quanto a saber se ele seria suspeito de seguir para o norte, Alger não estava preocupado. Isso ocorreu porque a Igreja das Tempestades estava feliz por ter seus capitães indo para o norte do Mar Sônia e do Mar da Névoa, a fim de obter informações sobre o Império Feysac, o Reino Intis, a Igreja do Eterno Sol Ardente e a Igreja do Deus de Combate.

Olhando para trás, para seu navio, Alger caminhou pelo convés, pegou um amuleto feito de estanho, segurou-o na palma da mão e entoou o encantamento Tempestade!

Uma chama azul subiu e devorou ​​o amuleto. Alger de repente sentiu uma afinidade desconcertante com todos os peixes do oceano abaixo dele.

Naquele instante, ambas as partes conseguiram se comunicar no nível psíquico!

O amuleto foi um dos itens que ele obteve em seu reabastecimento na Ilha Pasu, permitindo-lhe ter afinidade com criaturas submarinas, proporcionando um nível bruto de comunicação psíquica com elas.

Em meio a seus pensamentos, Alger não pensou em obter nenhuma informação. Tudo o que fez foi esperar que o Vingador Azul se aproximasse do Redemoinho do Abismo e fizesse uma segunda tentativa.

Os segundos se transformaram em minutos quando Alger, que havia falhado quase uma centena de vezes, finalmente aprendeu com um peixe parecido com um pirarucu sobre onde os Obninsks frequentemente apareciam.

“Se eu não soubesse que o alvo está perto do Redemoinho do Abismo, eu teria desistido há muito tempo. É realmente difícil obter qualquer informação confiável através de uma busca de força bruta…” Alger concluiu enquanto tocava no bolso.

Ele já havia usado a maior parte de seus amuletos de afinidade, restando apenas cinco.

“Terei que pegar outro lote deles quando voltar. Outros não devem descobrir que eu gastei tudo isso… Ouvi dizer que a Resistência do Arquipélago Rorsted tem bastante… Heh heh…” Enquanto Alger ponderava, ele mudou a direção do Vingador Azul para o local que acabara de saber.

Cerca de uma hora se passou quando o Vingador Azul parou. Alger tirou casualmente uma garrafa de metal selada.

Este era o gás anestésico sanguíneo que gastou 130 libras para comprar do Sr. Lua. Ele não tinha dúvidas sobre seus efeitos porque já havia usado um no passado.

Como o Vingador Azul era um navio fantasma, não precisava de muitas pessoas para tripulá-lo à noite. Todas as noites havia apenas uma pessoa encarregada de vigiar o navio, evitando que ele criasse problemas deliberadamente ou navegasse em águas perigosas.

Como capitão, Alger havia se organizado para estar de plantão naquela noite sem que ninguém percebesse.

Depois de terminar os preparativos, ele foi até a porta dos marinheiros, tirou um cachimbo metálico e abriu a garrafa. Ele liberou o gás em cada cômodo, sem poupar nem mesmo o depósito que guardava todo tipo de artigos diversos. Era para o caso de alguns membros da tripulação estarem jogando cartas lá em vez de dormir.

Depois de fazer tudo isso, Alger, que não tinha pressa em preparar a poção, trouxe os ingredientes consigo, vestindo um traje de mergulho feito de pele de tubarão. Ele saltou de estibordo para a água, sem causar respingos.

Sob as águas escuras e calmas, os olhos de Alger gradualmente tornaram-se azuis escuros, permitindo-lhe ver claramente o que estava ao seu redor.

Ele respirou confortavelmente o ar dentro da água quando chegou a um mar profundo e escuro como breu.

Então, ele usou o amuleto de afinidade mais uma vez para se comunicar com os peixes ao redor, que eram de diferentes formas e tamanhos.

Com o conselho do gentil peixe, Alger identificou sua orientação e nadou conforme perguntava, finalmente chegando ao que parecia ser um vulcão subaquático.

Na verdade, os peixes não sabiam que um Obninsk estava morando aqui. Eles só sabiam que sua própria espécie e vários caçadores de alto mar frequentemente desapareciam nas proximidades.

Com seus poderes Beyonder, Alger olhou para frente e viu a enorme caverna negra no vulcão submarino. Tentáculos que eram mais grossos que pítons encontrados em uma floresta primitiva do Continente Sul agitavam-se suavemente para fora.

As enormes ventosas e a pele estampada, assim como a caverna que era várias vezes maior que o Vingador Azul, deixaram Alger apreensivo, pois não ousava se aproximar.

“Um Obninsk é pelo menos um Sequência 5 poderoso… Além disso, tem um corpo aterrorizante… Hmm, posso confirmar que é meu alvo…” Alger nadou cuidadosamente e parou longe da ameaça. Após uma identificação cuidadosa, ele usou o amuleto de afinidade mais uma vez.

Depois disso, permitiu que sua espiritualidade passasse pela água e chegasse à caverna na tentativa de se comunicar com a poderosa força psíquica que estava concentrada lá dentro.

A enorme psique relaxou lentamente enquanto inúmeros pensamentos eram liberados.

Ele ficou surpreso por um momento antes de sua psique explodir de repente como um vulcão!

Roaarhh!

Em meio a um som aterrorizante, a caverna produziu um vórtice ridículo que sugou a água circundante, o lixo e também Alger em sua direção.

“Está cheio de desgosto!” As pupilas de Alger se contraíram quando seu corpo ficou escorregadio enquanto ele era empurrado para trás por um vento informe na tentativa de escapar.

Ele usou vários poderes Beyonder antes de escapar da influência do vórtice. Ele não se atreveu a ficar perto do vulcão submarino e rapidamente emergiu antes de abrir distância.

Quase um minuto depois, Alger, que havia escapado da área perigosa, cuspiu bolhas enquanto soltava um suspiro de alívio.

“Os Obninsks podem realmente resistir à influência de amuletos que aumentam a afinidade com as criaturas marinhas…”

“Ele odeia itens com a aura do Senhor?”

Depois de pensar um pouco, Alger, que não queria desperdiçar esta oportunidade, fortaleceu sua determinação, pois já havia chegado até aqui. Ele começou a usar o élfico para orar na água do mar.

— O Louco que não pertence a esta época…

Olá, eu sou o Vento_Leste!

Olá, eu sou o Vento_Leste!

Comentem e Avaliem o Capítulo! Se quiser me apoiar de alguma forma, entre em nosso Discord para conversarmos!

Clique aqui para entrar em nosso Discord ➥