Selecione o tipo de erro abaixo

Naara

No topo da torre principal do palácio demoníaco, todos estavam reunidos a pedido de Belial. Segundo ele, as informações que chegaram a respeito do novo plano da Aliança. Embora tenha sido cogitado que as informações pudessem ser falsas, os recentes movimentos da Aliança indicaram que as informações eram verdadeiras.

“Devemos alertar Azrael?”, questionou Asmodeus, um homem de cabelos vermelhos e olhos azuis-escuros, mostrando sua insatisfação com a sugestão de Belial de manter o atual rei no escuro sobre a situação.robot zumba nike air zoom pegasus 35 gs ikea badeværelsesspejl cellulite birkenöl weleda jordan max aura 4 ladybird jurk comprar mandos wii originales montre nike+ sportwatch gps cardio men deebo samuel jersey skechers relaxed fit harper melden gucci guilty parfém induction wok pan nike air max fff nike air zoom pegasus 35 gs boxster helm Belgium

Charlotte, filha de Asmodeus, também expressou sua insatisfação. “Também sou contra manter Azrael sem informações.”

Belial suspirou antes de responder: “Azrael está tirando um ano sabático para descansar e recuperar seu poder. Com as informações que Zenith trouxe, imagino que ele não esteja em condições de assumir suas responsabilidades no momento.”

Um sorriso se formou em meus lábios enquanto eu relembrava as informações que Zenith trouxera após o retorno do planeta que estava sendo atacado. Embora eu estivesse ansiosa para provocar Azrael em seu estado atual, percebi que essa não era a hora de chegar a isso.

“De qualquer forma, acho que ele deveria ser informado”, disse Charlotte, aparentando preocupação genuína.

Todos notaram que, na verdade, Charlotte estava mais curiosa e preocupada com a situação de Azrael e estava usando a preocupação como uma desculpa para vê-lo. O olhar cansado de seu pai, Asmodeus, indicou que ele entendeu a verdadeira motivação dela.

“De qualquer forma, não estamos aqui para discutir sobre Azrael. Ele será informado assim que a situação estiver sob controle. Ou vocês não confiam em minha força?”, questionou Belial.

“Estou um pouco insatisfeita, mas como dizem, não se pode ter tudo”, comentei com um tom irônico, o que arrancou um leve sorriso de Charlotte, embora ela tenha cautela quando seu pai a olhou.

“Então, Naara, como está a situação dos cavaleiros? Se não me engano, todos estão sob seu comando na ausência do líder”, informou Belial.

“É verdade, só estou eu… Naim partiu para iniciar a guerra no planeta que estamos atacando, e Zenith… Bem, ela está esgotada após usar uma grande quantidade de mana”, expliquei.

Com exceção de mim, todos os outros cavaleiros ficaram temporariamente indisponíveis para a missão.

“Então, do seu lado, só você vai participar?”, disse Belial, demonstrando preocupação.

“Exato”, respondi sem hesitação. “E quanto aos Pecados? Você pretende pedir ajuda a eles?”

Apesar da escassez de pessoal, Belial poderia solicitar ajuda dos Pecados. Ter Lúcifer lutando ao nosso lado seria uma vantagem especial.

“Lucifer está ocupado resolvendo um problema no castelo neste momento, então não seria possível chamá-lo… Os outros Pecados não têm motivos para interferir.”

O único que ficaria insatisfeito com os planos da Aliança seria Azrael.

“Então, vamos por conta própria?”, questionei.

“Ainda temos uma chance”, disse Asmodeus. “Para uma invasão dessa escala, a Aliança provavelmente formaria um grupo selecionado para garantir o sucesso do plano.”

Em outras palavras, eles poderiam enviar um pequeno grupo de seus melhores membros, o que diminuiria nossas desvantagens.

“Nesse caso, aquela mulher pode aparecer…”, murmurei, enquanto uma imagem vinha à mente.

“Como atual conselheira de Azrael, o que você acha, Charlotte?”, perguntou Belial, testando o conhecimento de nossa conselheira.

“Se eu fosse tão boa, não acha que Azrael teria me levado com ele…? Brincadeiras à parte, imagino que possa funcionar. Com a habilidade de Naara, temos uma chance. O Deus do Tártaro apresenta que existem apenas três rotas que Levam ao local do ataque. Ficaremos posicionados nessas rotas para impedir o avanço.”

“Como você planeja dividir os grupos?”, perguntou Belial.

Charlotte pensou por um momento e logo apresentou sua proposta.

“Eu e o antigo rei cuidaremos da entrada principal, meu pai ficará responsável pela segunda entrada, enquanto Naara irá para a entrada secreta.”

Era uma formação peculiar.

“Posso perguntar o motivo de eu ser o único que não estará sozinho?”, questionou Belial.

“Todos possuem habilidades profissionais, não podemos negar isso. Eu acredito que, sozinhos, todos se sairiam bem”, explicou Charlotte.

“Então?”, insistiu Belial.

“Mas não seria a mesma situação se a antiga rainha aparecesse. De todos nós, você é o único que possui uma fraqueza conhecida pela Aliança e que eles poderiam explorar.”

Foi uma explicação simples e lógica. Não consigo imaginar Belial lutando seriamente contra sua própria esposa.

“Se Azrael estivesse aqui, seria outra história”, comentou Charlotte.

Todos sorrimos ao pensar que Azrael não pegaria leve com sua própria mãe.

“Eu entendo o seu ponto de vista, mas você está esquecendo de uma coisa importante.”

“Não estou”, interrompeu Charlotte. “A habilidade nascente de Lilith poderia me colocar contra você, que é imune a magias, mas não precisa se preocupar, já que conheço uma maneira de neutralizar a habilidade da Mãe dos Demônios.”

Belial não parecia completamente satisfeito, mas após uma breve troca de olhares com Asmodeus, ele suspirou.

“Então será assim… Bem, vamos nos preparar.”

Com o mínimo de pessoal possível, nossa batalha seria desafiadora, mas eu estava ansioso. Se a Aliança estava prestes a colocar seu plano em prática, o conflito era inevitável.

Eu estava realmente interessada na luta.

***

Naquele ambiente pouco iluminado, uma sensação de desconforto persistia. Esperar, mantendo-me alerta, era uma experiência estressante, especialmente porque eu havia ficado com uma área pior, onde não havia certeza de que alguém apareceria.

“Por que acabei na área secreta?”, comentei, soltando um suspiro.

Minha única distração era contando as gotas de água que pingavam do teto da caverna, uma atividade pouco emocionante. Foi então que percebi que as gotas de água que formavam uma pequena poça no chão começaram a tomar uma forma. A presença não tinha sombra, como se fosse uma criação da minha mente.

“Você não parece animada, Naara. A ausência do Rei do Caos está afetando seu estado mental?”, sua voz era sarcástica, mas, ao mesmo tempo, amigável e compreensiva.

“É bom te ver novamente, Aquafira.”

Seus olhos, lembrando o oceano profundo em um dia límpido, possuíam uma profundidade enigmática. Cabelos azuis como as águas mais puras de um lago intocado fluíam em ondas perfeitamente controladas, envolvendo sua figura como um manto celestial. Sua presença era encantadora, emanando uma pureza transcendental. No entanto, ao mesmo tempo, uma malícia sutil pairava no ar, lembrando que ela era, afinal, uma governante das águas, capaz de sorrir ou despertar tempestades.

Sua mana de água era imensa, como o vasto oceano em toda a sua grandiosidade. Ela controlava as correntezas e as marés com uma destreza que beirava a magia pura. Aquafira dominava as águas como um dragão imperador governava seu reino, com autoridade inquestionável. Sua beleza transcendia os padrões humanos, digna de uma deusa das águas, e sua presença imponente inspirava reverência e admiração por onde quer que ela passasse.

Claro, Tudo isso no passado. Agora ela não passava de uma imagem que apenas eu poderia ver fora do mundo interno.

“Posso perguntar o motivo da Imperatriz Dos Oceanos aparecer na presença dessa humilde mortal?”, zombei com um leve sorriso, conhecendo bem a personalidade deste dragão.

“Você parecia entediado, então decidiu aparecer um pouco. Você deveria se sentir honrado com a minha presença.”

“É assim que me sinto”, replicado em um tom sarcástico. “Mas, posso estar entediada, olhar para o seu rosto me deixa enojada.”

Embora parecesse jovem, Aquafira já havia sido um dos seres mais poderosos entre os dragões, uma imperatriz que governava com força e crueldade. Mesmo em épocas diferentes, não pude deixar de pensar em como o destino era irônico, já que ambas éramos tão parecidas.

“Você está triste por não estar na fraca presença do rei?”, provocou Aquafira, demonstrando sua insanidade ao falar dessa forma com seu antigo mestre.

“Você deveria se referir assim ao seu rei?”, perguntei.

“Não me entenda mal. Aquele garoto está longe de ser o meu rei. Um ser fraco e incompetente não deveria nem mesmo pensar em ser seu mestre, e olhando sua insatisfação, posso dizer que você pensa o mesmo.”

A observação de Aquafira era irritante, mas ela estava certa. Eu estava insatisfeito com o Azrael atual, mas ele ainda era meu senhor e responsável por eu estar viva naquele momento.

“Deixando aquele inútil de lado, não deveríamos estar procurando uma maneira de fazê-la mais forte? Você também está fraca, digno de pena.”

“Oh? Sinto muito por decepcioná-la.”

Na verdade, eu não me importava com a opinião de Aquafira.

“Parece que alguém se aproxima”, sussurrou Aquafira, alertando-me para a presença que se aproximava pela caverna. Dado o local pouco conhecido, era possível que se tratasse de um membro da Aliança.

O assobio no tom de uma música clássica terrestre intitulada “Für Elise” me fez perceber quem estava se aproximando, mesmo sem ver seu rosto. A melodia associada era distintamente de Julia Facnor.

Quando o som se mudou o suficiente, uma mulher humana apareceu diante de mim. Seus cabelos castanho-avermelhados ocultavam parcialmente seus olhos azuis, que pareciam me analisar, enquanto seu sorriso aparentemente despreocupado a distinguir de todos os inimigos anteriores, que geralmente me olhavam com terror.

“Parece que sua amiga chegou”, comentou Aquafira, desaparecendo do meu campo de visão da mesma forma que chegou.

“Estava esperando por você, Julia Facnor”, declarei, sentindo-me aliviada por tê-la como meu oponente.

Julia respondeu com um largo sorriso. “Naara, faz tempo. Você está linda como sempre”, disse em um tom calmo e amigável, trazendo calafrios na espinha.

“Vamos deixar suas brincadeiras de lado. Quem está diante de você sou eu, não o Azrael”, respondi, solicitando.

Percebendo que suas palavras não tiveram efeito sobre mim, Julia invocou sua arma do espaço dimensional, assim como eu fiz com minha foice negra. A arma dela era uma pequena foice de uma mão, vermelha e repleta de runas de poder em seu cabo. Uma corrente fina estava ligada a uma kunai, e a lâmina negra apresentava detalhes em vermelho, com uma única runa de poder destinada a aumentar o poder de corte. Um pequeno brasão na lâmina representava um dragão sobre um planeta, como se estivesse protegendo-o. Embora eu tenha notado o brasão de Azrael na arma de Julia, optei por ignorar esse fato.

[Mundo Congelado.]

Minha habilidade congelou todo o ambiente ao nosso redor, criando uma grande caixa de gelo que nos aprisionou. A temperatura despencou abruptamente, tornando-se insuportável, e nossa respiração se tornou visível.

“Não podemos deixar essa luta para uma próxima vez?”, Julia sugeriu com sua voz amigável.

“Não haverá uma próxima vez”, respondi com firmeza. Meu ódio por ela só cresceu. Por sua causa, Azrael havia anos passados ​​no planeta Terra, convivendo com humanos e enfraquecendo. Ele se tornou fraco e sentimental, distante da figura imponente que um dia fora. Mesmo eu sentia medo de sua presença no seu passado, mas agora ele brincava de casinha enquanto permanecia inútil e desprovido de poder. Se não fosse por Julia, ele poderia ter recuperado sua força mais cedo e estaria ao nosso lado, pronto para aniquilar toda a Aliança. Tudo o que eu desejava era tê-lo de volta.

“Me devolva o homem que um dia admirai”, desafiei, enquanto avançava determinada em sua direção. “Apenas uma de nós sairá daqui com vida.”

Minhas palavras surpreenderam, mas não havia motivo para tal. “Sim, eu sempre pensei que você me odiava. Então, vamos acabar com isso de uma vez por todas.”

Olá, eu sou o Monarca!

Olá, eu sou o Monarca!

Comentem e Avaliem o Capítulo! Se quiser me apoiar de alguma forma, entre em nosso Discord para conversarmos!

Clique aqui para entrar em nosso Discord ➥