Capítulo 5

Os Leviatãs

Não carregou? Ative seu JavaScript
Atualizar

Na manhã seguinte fui acordado cedo novamente, apenas que desta vez foi Hela que me acordou. E ela estava usando uma simples blusa branca, mas que realçava a beleza de seu rosto iluminado pela luz do Sol.

— Hoje é dia de limpar o barco, espero que esteja ansioso.

“Então é hoje…” Me levantei logo depois daquilo e comecei a fazer meus trabalhos rotineiros, mas somente após colocarmos o navio em rota foi que a limpeza começou.

E não era simples, uma vez por semana iríamos limpar o navio e tudo dentro dele, Tim limparia sozinho a enfermaria, John obviamente ficaria com a cozinha. Hela e Paty, junto com os guardas de Yuri, ficariam com o Convés. Todo o bando Sparrow era muito exigente com a limpeza do navio.

Jack me chamou para limpar o porão, eu sozinho limparia o banheiro, depois iríamos limpar o piso, as paredes e as armas. Depois iríamos garantir que a comida estivesse devidamente boa e armazenada.

Quando começamos, pensei que seria fácil, mas levamos horas para terminar o porão, e até eu estava um pouco cansado no final.

Quando estava prestes a ir embora, Jack pegou uma das luminárias no teto e olhou seriamente para mim sem expressão alguma, até que desceu as escadas: — Vamos garoto, hora de olhar os tanques.

Quando descemos para a parte inferior do navio, eu pude sentir muito mais o balanço do navio na água. Essa parte era muito escura e um tanto apertada e pequena, com a pouca luz da luminária consegui ver os tanques mais adiantes que estavam amarrados por várias cordas.

Jack continuou em frente e repentinamente parou, ele colocou a luminária em um tanque ao lado e tateou o teto cuidadosamente, até que uma espécie de click foi ouvido com a retirada de uma tampa a qual Jack colocou de lado.

— Venha e olhe garoto.

Jack levantou a lamparina para que eu pudesse olhar, a luz vermelha banhou os pequenos montes de prata, até mesmo algumas poucas peças de ouro foram refletidas em uma luz dourada.

— Esse é o nosso tesouro Thomaz, quando digo nosso, significa que é seu também. Aqui tem um tesouro que mesmo aqueles magnatas de coração negro teriam inveja. Isto é o trabalho de um pequeno bando em alguns anos.

“Impressionante…” A parte mais notável foi que isso mostrou mais uma qualidade superior dos Sparrow, foi o fato de serem ótimos investidores e comerciantes pelo visto.

— Quanto tem aí dentro?

— 1588 moedas de prata e 200 moedas de ouro. Essa fortuna é o suficiente para construir três navios Thomaz, ou nossa própria organização…

Jack parecia ter muito orgulho, mas não da riqueza, mas do símbolo que a riqueza trazia para o coração dos homens; Esforço, dedicação e vitória sobre todas as adversidades ao longo do caminho.

No entanto eu não me impressionei com a pequena fortuna dos Sparrow, dinheiro era uma espécie de poder, mas que podia facilmente se perder em meio as areias do deserto ou afundar no meio da tempestade.

Entretanto Jack não poderia imaginar que eu possuía minha própria fortuna, muito maior que a da tripulação, algo para dar inveja até mesmo em Yuri, o filho de um governante. Tudo herdado de meu pai é claro, como um Grão Mestre de pico – a elite entre os seus – décadas de trabalho dos mais perigosos renderam ao meu pai uma fortuna equivalente aos Barões do Continente.

Contudo estava escondido em dois lugares diferentes, somente Akira, Ember e eu tínhamos a localização exata do tesouro. Mas para evitar inconvenientes, cada um de nós carregava uma centena de moedas de ouro.

Quando Jack notou meu desinteresse, mostrou uma espécie de alívio, recolocando a tampa. Obviamente eu esperava aquele tipo de teste, então não fiquei impressionado: — Quando você precisar, lembre-se de pedir para Hela vim pegar algumas peças pra você.

Eu pensei que finalmente tinha terminado e poderia iniciar o meu treinamento de energia vital, por infelicidade quando estava prestes a sair Jack segurou meu ombro.

—Onde você está indo garoto? Acha que já acabamos?

Depois de acabar com as minhas esperanças, Jack e eu garantimos que tudo estava certo com os tanques, centímetro por centímetro e que tudo dentro ainda estava lá. Depois tivemos que tirar todos os tanques e os colocar temporariamente no porão, limpamos cada parte do lugar mal iluminado. Jack sorriu sinistramente quando achou um rato sujo.

“Horas de trabalho duro para encontrar a porra de um rato imundo?” Quando enfim terminamos, Jack subiu com o rato para o Convés e eu caí cansado na cama, talvez todo o cansaço que senti tenha sido um efeito colateral de fazer o contrato…. Eu não sabia, agora eu só queria dormir.

E eu pacientemente dormir após uma manhã de trabalho completa.

*****************************************************

Olhei silenciosamente para Jack jogando um pobre rato na água, ele parecia bem, mas eu não sabia se o garoto tinha passado no teste e sendo sincero, eu mesmo não teria passado se não amasse essa família mais do que a mim mesmo.

— Como foi o teste? O garoto passou?

Jack parou de sorrir enquanto olhava para o horizonte com uma expressão calma em seu rosto, e eu me senti aliviado, mas ainda ansioso. Jack era o nosso pilar e se ele não pudesse ter certeza de algo, então ninguém teria.

— Quando viu Thomaz, achou que ele era um garoto ruim?

— É um garoto sofrido com certeza, Hela me contou que apesar de ter honra como um homem, ele não vai colocar honra, ou qualquer outra coisa, acima do que quer. Seja lá o quê aquele garoto possa querer tanto.

— Quando apresentei o tesouro a Thomaz, esperava uma expressão de surpresa, mas estava certo que aquele pirralho não ia ter a ganância acima do desejado. Mas não senti o mínimo de desejo de Thomaz ao ver a prata e o ouro.

Naquele momento eu senti um arrepio percorrer minha espinha: — Voc..está dizendo que Thomaz é um daqueles monstros sem emoção?!

— Não, pelo menos ainda não. Thomaz apenas mostrou sua falta de desejo com a riqueza dos homens. Mas não sabemos do que o filho de um Grão Mestre é capaz.

Jack tinha razão, monstros de mente fria incapazes de sentir remorsos ou emoções eram poucos e mostravam sinais de sua perturbação cedo ou tarde. E Thomaz não era assim, era apenas alguém resoluto, mesmo assim ainda era de se preocupar.

Isso porque pessoas que buscam algo maior que prata e ouro colocam sua tripulação em grande perigo cedo ou tarde: — Ele vai ficar?

Jack relaxou os ombros e assentiu: — Thomaz é um menino forte, em nossas lutas eu tive vantagem, contudo senti que Thomaz estava escondendo algo.

— Porque diz isso? Mesmo que estivesse escondendo um pouco de suas habilidades, você não era o mesmo?

— Quando guerreiros lutam fora do campo da morte, eles nunca vão mostrar totalmente sua força. Até porque não podem, inclusive eu. É de frente para a morte que um guerreiro não só fica mais forte, mas eleva suas técnicas e habilidades ao ponto mais extremo. Os únicos que têm domínio total de seu corpo, técnicas, habilidades e o mais importante, a sua mente, são os Grão Mestre. Então está certo dizer que nem Thomaz e eu estávamos usando o máximo permitido a nós, mas durante nossa batalha senti que aquele pirralho podia me matar em alguns momentos.

— Talvez ele também esteja no seu nível? Não seria muito assustador considerando seu background.

— Não, ele ainda não está lá. O que eu senti foi…instinto?! Hahaha aquele pequeno monstro! Acredito que veremos o nascimento de um verdadeiro guerreiro, Tim.

Jack me puxou para irmos comer, mas ele não parou de rir, ele estava verdadeiramente feliz e ansioso para ver o futuro de Thomaz. E isso me deixou preocupado

***************************************************

— Como se sente Mestre?

— Incrível, é como se a própria personificação do poder estivesse percorrendo o meu sangue! Hoje iremos treinar de novo, sinto que estou perto de passar para o temperamento dos músculos.

Mestre estava verdadeiramente eufórico, lutamos por mais de vinte rodadas e Mestre ainda parecia disposto. O poder vindo do contrato valia sua fama de sobrenatural.

“O Mestre é a nossa esperança.” A verdade era que o mestre deveria ter sido o governante da 8ª ilha, não só pelo seu talento como um guerreiro, mas também pela sua capacidade de liderança. Até seria possível ignorar as tradições, já tinha acontecido antes, mas infelizmente o irmão mais velho do Mestre era muito querido pelo seu pai.

Apertei fortemente os punhos e cerrei os dentes, dava-me enjoo lembrar deles. Mas não importava, Mestre faria seu próprio nome, seu próprio governo e eu estarei lá para vê-lo.

Mestre prosseguiu com a sua meditação com um sorriso no rosto e eu estava ao seu lado como sempre estarei.

***************************************************

Quando olhei pela janela, ainda piscando os olhos, me deparei com densas nuvens no céu. E me dei conta de que tinha dormido bem mais do que devia. Respirei profundamente e me levantei da cama, alonguei o meu corpo, no entanto tive uma surpresa, não foi apenas eu que tinha dormido, Jack e o resto também estavam dormindo.

Aproveitei essa oportunidade e fui para o Convés, mais precisamente para a proa do navio, por felicidade não encontrei Yuri em treinamento. E essas rotas não eram perigosas, então as velas ainda não tinham sido baixadas.

Respirei fundo e entrei em meditação, de início estava ansioso e preocupado, levei vários minutos para acalmar minha mente. Segui todo o processo descrito no manual, tentando estabelecer uma ordem no caos que estava a energia Vital em meu corpo.

De forma a me espantar deu mais certo do que eu imaginei, senti algo sem forma, sem direção, sem vontade, estava apenas lá, existindo. Era assustador sentir toda essa coisa, toda essa energia, todo esse caos! “É como se a energia estivesse me sentindo também “

Novamente respirei fundo e tentei guiar a energia para a minha pele e como se estivesse obedecendo a minha vontade, senti a energia indo para todos os cantos da parte externa do meu corpo, continuei assim por vários minutos até que abrir os olhos, ofegante.

Eu não estava cansado, mas sentia pesadamente que estava sem energia junto com um formigamento na pele. “Com essa velocidade, deve levar duas semanas para chegar aos músculos ”

— Thomaz, você conseguiu? Senti sua energia vital se esgotando rapidamente. 

“Sim, mas não tive a oportunidade de ler todo o manual, felizmente consegui o principal. O manual para o cultivo da energia vital. Mas não será fácil, Cesar, considerando a dificuldade de cada fase, vamos levar alguns anos somente para alcançar o 3ª Estado, outro detalhe é que esse manual só tem os três primeiros Estados.“

— Então o manual não está com você, você sabe sobre as pedras de energia vital e energia espiritual? É a única maneira de evoluímos mais rápido. 

“Sim, mas não completamente, sobre as pedras de energia espiritual, deve ser o material estranho que Yuri usou para realizar o ritual. Você tem essas pedras de energia vital?”

— Sim, mas não posso gastar de forma extravagante. Por isso temos que decidir o que vamos fazer, Thomaz. Você está correto em presumir o longo tempo que demora para evoluirmos. Essa dificuldade deu origem a três tipos de Leviatãs; aqueles que progridem devagar em seu cultivo, usando suas pedras de energia espiritual e vital para comprar e conseguir mais magias, o segundo são aqueles que usam as pedras para o puro cultivo.

“Não gosto do primeiro tipo, mas me desagradar ter falta de magias.”

— Então ficamos com o terceiro, Thomaz. Quando completarmos o 1ª Estado do poder, poderemos absorver a energia vital e espiritual dos leviatãs que morrerem em nossas mãos para crescer o nosso poder, esse é o terceiro caminho! E você sabe muito bem o que teremos que enfrentar nesse caminho.

“Há, você sabia muito bem que eu escolheria o terceiro apesar das consequências terríveis que poderemos enfrentar. Podemos até ser caçados por outras pessoas”

— Não, apenas porque é o quê eu escolhi, além do progresso ser mais rápido, também é dezenas de vezes mais perigoso que os outros dois. Contudo, seu pensamento vai acabar nos matando, não existem outras pessoas, existem amigos e inimigos. Lembre-se disso.

Aviso do Autor:

José Victor B.Martins

Rolar para o topo