Capítulo 520 – Recuperar Bronzeland

My Dragon System

Não carregou? Ative seu JavaScript
Atualizar

My Dragon System – Volume 10: Caminho Para As 1000 | Capítulo 520 – Recuperar Bronzeland


>> Tradutor: Metal_Oppa <<


 

Embora eles não tivessem mais o sistema de Ray para se comunicar entre cada um dos membros, havia algo mais que eles podiam usar e foi um dos motivos pelos quais Lenny foi trazido junto.

Levaria algum tempo para se comunicarem, mas antes de partir, um círculo mágico de comunicação foi estabelecido em Avrion. Agora Lenny poderia desenhar um círculo mágico em sua localização atual e poderia usá-lo para se comunicar com Bliss.

Enquanto esperavam que Lenny desenhasse o círculo, Monk e os membros da Guilda das Trevas já haviam partido. Ele prometeu que eles não incomodariam o Asas Carmesim, ele poderia fazer isso. No entanto, se ele poderia convencer um antigo inimigo de Avrion a lutar ao lado deles era uma questão completamente diferente.

Embora o grupo agora tivesse um novo objetivo, enquanto esperavam Lenny entrar em contato com o castelo principal, os outros ainda estavam se perguntando o que diabos tinha acontecido aqui. Alguém havia derrubado uma fortaleza pertencente à Sombra, eles sabiam o quão difícil era fazer isso, então alguém com grande poder deve ter ajudado.

“Eu posso te dar meu palpite.” – Lenny disse enquanto cobria todo o dedo indicador com um pó branco desconhecido. Ele estava dentro do terreno da fortaleza, desenhando o círculo do lado de fora de onde ficava o castelo e, todos estavam se preparando para sair novamente ou estavam fazendo as malas.

“Você quer dizer quem está por trás disso?” – questionou Martha.

“Penso que realmente só pode ser um grupo de pessoas suficientemente corajosas. Creio que foi o Império. Sei que recentemente eles tiveram seus próprios problemas com a Sombra, no entanto, também acredito que talvez uma vez que o problema tenha sido resolvido, foi o que finalmente os estimulou a tomar alguma atitude.

– Em vez da questão de saber quem, deveríamos estar pensando sobre o que exatamente foi usado para destruir este lugar. Eu acredito que ele detém quase o mesmo poder que o próprio Van.” – disse Lenny, finalmente terminando o círculo perfeito.

 

#38#

Sylvia tinha recebido notícias de Bliss e tinha ouvido detalhes de tudo o que tinha acontecido até agora, incluindo o que aconteceu com Ray e o que Monk havia dito. Com base no que os outros estavam dizendo a ela, ela acreditou neles. Ela acreditava que Monk estava dizendo a verdade.

Imediatamente, uma reunião de emergência do conselho foi convocada para discutir assuntos recentes. Não apenas os membros do conselho estavam envolvidos na reunião, mas Bliss e os membros de alto escalão do Asas Carmesim que permaneceram estavam presentes também.

“Embora eu ache que é melhor enviarmos ajuda, tenho uma grande preocupação.” – disse Sylvia. “Se enviarmos a maioria de nossas forças para o Continente das Sombras, isso nos deixará abertos. Podemos ser atacados por reinos próximos ou o Império pode finalmente fazer seu movimento contra nós.”

Os membros mais antigos continuaram a discutir entre si e ela percebeu que eles também tinham as mesmas preocupações.

“Se eu puder falar.” – Bliss interrompeu. “Todos nós sabemos que tudo isso começou por causa das minhas visões, mas até agora em todas as minhas visões, nunca tive uma que passasse desse ponto. Com o quão perto estamos da linha do tempo atual, pensei que deveria ser capaz para pelo menos ver algo à frente, mas não posso. O que para mim significa que esta pode muito bem ser a nossa resistência final. Acho que é importante enviarmos reforços.”

Ouvir isto reforçou a sua determinação de enviar mais pessoas, mas como líder, Sylvia sentiu que não podia fazer isto. Se fossem apenas as vidas daqueles do Asas Carmesim, então talvez todos eles pudessem partir. Mas, se abandonassem este lugar, o oponente sempre poderia voltar e ataca-lo a qualquer momento.

No entanto, havia muitas pessoas envolvidas no Asas Carmesim. As cidades e vilas próximas na área tornaram-se parte deles e a cidade cresceu rapidamente. Agora também havia não-lutadores na cidade e deixar este lugar poderia significar sacrificar todas as suas vidas.

Infelizmente, esse não era um problema que ela pudesse meditar por alguns dias, eles precisavam tomar uma decisão agora. Então uma ideia surgiu em sua cabeça.

“Informe a Rainha Liz do Reino Alure sobre o que aconteceu, diga a ela que usaremos todas as nossas forças para salvar seu filho e veja qual é a resposta dela. Faça isso agora.” – Sylvia fez o pedido e eles o fizeram rapidamente.

Não demorou muito para a Rainha voltar com uma mensagem e eles finalmente obtiveram a resposta que estavam esperando.

De volta à sala do conselho, ao ouvir a boa notícia, um breve sorriso voltou ao rosto de Sylvia.

“O Reino Alure concordou em se aliar completamente com o Asas Carmesim. Se algum dos Reinos ou Império tentar nos atacar, eles nos apoiarão. Vamos deixar os membros do Anéis Negros que obtivemos aqui, e eu mesma ficarei aqui com um exército simbólico. Wilfred, eu sei que você é um Mestre Cavaleiro aposentado, mas se você pudesse liderar o caminho para o exército se juntar com os outros, isso seria muito apreciado.” – pediu Slyvia.

Não demorou muito para ele ter uma resposta. “Eu só assumi a posição de um ancião do conselho para ajudar vocês, jovens, com certeza ficarei feliz em me juntar ao campo de batalha mais uma vez para finalmente me livrar do mal que tem atormentado nosso mundo por tanto tempo. Na verdade, eu me odiaria se eu não fizesse parte disso.”

O resto dos membros do Asas Carmesim, incluindo os de alto escalão, haviam partido, deixando apenas Slyvia para trás junto com seu conselheiro e ex-Ancião, Von.

“Muito sacrifício será feito nesta guerra, mas temos que vencê-la. Vamos recuperar Bronzeland e ela pertencerá à raça humana mais uma vez!” – Sylvia gritou com convicção.

 

 

Aviso do Tradutor:

Metal_Oppa

Metal_Oppa

Desejo-lhe uma boa leitura, XD
Chave Pix copiada!
PicPay copiado!
Rolar para o topo