Capítulo 3 – Onde Estamos?

Monarca Elfo de Sangue

Não carregou? Ative seu JavaScript
Atualizar

 

Capítulo 3 – Onde Estamos?

Tradutor: Otakinho

 

“Aquilo que é desconhecido e invisível comanda o maior medo”

***

Houve escuridão, um apagão total. O avião caiu? Essa foi a primeira coisa que veio à mente de Tristan. Havia sons de pessoas ecoando, mas ele não conseguia entender o que diziam. Sua cabeça ainda estava girando e ele nem se sentia totalmente acordado.

Enquanto ainda estava deitado, Tristan forçou seus olhos a abrir e viu o que estava ao seu redor. Ele estava olhando para o céu noturno de algum tipo de cúpula enorme.

Dois enormes círculos brancos brilhavam intensamente no céu noturno.

“Duas luas? Que diabos…”

Tristan sentiu como se ainda estivesse ouvindo algum tipo de choro e grito à distância. Mas então, ele percebeu que estava deitado sobre algo macio e úmido.

Ao se levantar, Tristan olhou para o chão em que estava e ficou rapidamente chocado com o que viu. Ele estava deitado em cima de uma pilha de corpos humanos dentro de uma poça de sangue. Jogando seu olhar ao redor, a expressão no rosto de Tristan ficou pior.

Devia haver milhares de corpos ao seu redor. A maioria já apodreceu, provavelmente porque já foram deixados há dias. Esta foi a visão mais assustadora que ele já tinha visto em sua vida. A visão o fez perder o fôlego e querer vomitar.

“Nós caímos?” Rapidamente, sua mente foi para outro pensamento aterrorizante.

“Leylaaa!! Leylaa!!”

Tristan gritou rapidamente usando toda força de seu pulmão, enquanto examinava os cadáveres, na esperança de não encontrar sua irmã entre eles.

Enquanto ele gritava, Tristan viu algumas figuras se aproximando dele. Todos eram pessoas com roupas estranhas e ensanguentadas.

Sem saber quem eles eram, Tristan tentou manter distância. Mas logo, ele percebeu que mais e mais estavam vindo em sua direção.

“Truart skoona tesuo!”

Tristan não conseguia entender uma palavra do que eles estavam dizendo. Seus instintos diziam que essas pessoas eram tão ignorantes quanto ele. Eles estavam nas mesmas condições, mas ele preferia que mantivessem a distância.

Apesar da condição extremamente louca, da poça de sangue, das duas luas, Tristan tentou se acalmar. Ele começou a andar ao redor, vendo se havia algo que ele pudesse reconhecer. Ele caminhou, tomando cuidado para não tropeçar nos corpos. Ele começou a gritar novamente. “Alguém aqui pode me entender?”

A cúpula era realmente maior do que ele pensava. Tinha pelo menos metade do tamanho de um estádio de futebol. Com enormes pedras pretas de cerca de dez metros de altura com uma gravura indecifrável e um grande símbolo que parecia um pássaro.

Depois de alguns minutos caminhando em meio ao horror, Tristan finalmente ouviu algo que reconheceu.

“Aqui! Estamos aqui!”

Tristan correu rapidamente em direção ao som, passando por todas as pessoas não reconhecidas, até que viu um grupo de cerca de uma dúzia de pessoas, que pareciam aterrorizadas. Desta vez, ele pôde reconhecer suas roupas. Um deles vestindo uma fantasia de piloto. Tristan finalmente percebeu outra figura atrás e rapidamente saltou em sua direção.

“Leyla!”

“Ir…mão” Tristan rapidamente abraçou o corpo trêmulo de Leyla.

“O que está acontecendo?… Onde estamos, Tris…?”

“Eu não sei, Leyla… não se preocupe, eu… eu vou descobrir”

A pilha de corpos no chão e a poça de sangue fariam qualquer pessoa enlouquecer, Tristan já tinha sua cota de sangue e morte, mas nada nessa extensão. Ele só podia imaginar como sua irmã se sentia agora.

Como se não pudesse ficar mais assustador, uma voz alta repentina foi ouvida de cima. Uma luz saiu de um lado da cúpula, que ficava a apenas 50 metros dele, e uma espécie de varanda apareceu. A figura que veio através da luz definitivamente não era um homem.

Tinha a pele esverdeada escura e era três vezes o tamanho de um homem. Era um monstro com corpo musculoso e presas saindo da boca. Na verdade, havia vários deles. Foi seguido por uma dúzia de criaturas esverdeadas muito menores, com apenas metade do tamanho de um homem. Todos eles estavam olhando para as pessoas no chão pressionando contra eles.

As figuras horríveis e os arredores eram tudo o que só poderia ser visto em histórias de fantasia até então. A pressão fez o corpo de Tristan tremer, mas quando o braço de sua irmã se apertou ao redor dele, Tristan encontrou sua coragem de volta.

Outra criatura meio humana saiu da luz. Mas Tristan poderia dizer que este em particular era diferente. Ele tinha cabelos brancos de lado e usava algum tipo de equipamento estranho em seus corpos.

A criatura em particular então gritou algumas palavras, embora Tristan achasse que a língua era estranha, sua mente estranhamente podia entendê-la.

“Bem-vindo a todos vocês.”

Essas foram palavras alegres, ditas de maneira alegre, mas Tristan podia sentir seu coração disparar muito mais do que antes.

“Eu me pergunto…kekeke… quantos de vocês são potenciais candidatos desta vez.”

A criatura de cabelo branco tirou um cajado com uma enorme joia vermelha no topo e, de repente, dezenas de fios piscantes saíram dele e flutuaram no ar movendo-se em torno da multidão

“Vamos começar a busca!” O grito foi seguido pelos gritos de todas as criaturas ao redor da cúpula. O fogo fátuo então voou ao redor de centenas de humanos, fazendo com que as pessoas já assustadas caíssem em discórdia; alguns correram, alguns caíram e alguns apenas congelaram, completamente oprimidos pelo que estava acontecendo.

Tristan viu o piscar do fogo parar em cima de algumas pessoas. Uma porta se abriu de repente da cúpula e alguns monstros de pele cinza escuro saíram em direção às pessoas abordadas pelo estranho fogo e rapidamente os levaram, sem que nenhum deles fosse capaz de resistir.

As pessoas começaram a entrar em pânico ainda mais, à medida que começaram a gritar e berrar em uma linguagem incompreensível. Mesmo que Tristan ainda não entendesse nem um pouco deles, um grito era uma linguagem universal de terror.

Um momento depois, um fio de fogo voou em direção a Tristan e seu grupo, seguido por algumas das criaturas monstruosas caminhando em sua direção. O fogo voou ao redor do grupo e lentamente se aproximou. Quando o fogo parou bem em cima dela, Tristan se moveu na frente de Leyla, tentando protegê-la.

“Irmão…” gritou Leyla assustada.

Como esperado, as criaturas estavam caminhando em direção a eles. Tristan estava tentando impedir o monstro de pegar sua irmã, mas as mãos dos monstros agarraram seus ombros e membros. Tristan podia sentir o simples agarrar quebrando seu ombro.

“Tristan!” Gritou Leyla, enquanto o enorme monstro trazia seu corpo

Tristan só pôde assistir enquanto o monstro agarrou sua irmã para longe dele. Ele reuniu forças para se levantar e perseguiu a criatura antes de perceber que outro fio piscante também parou acima dele.

Em um instante, Tristan também estava sendo agarrado e arrastado pela criatura cinza em direção à porta, e a próxima coisa que viu o fez parar de resistir.

Tristan ouviu a criatura de cabelo branco dar um comando e no momento seguinte, as criaturas cinza sacaram suas armas e começaram uma matança em direção às pessoas que ficaram para trás. Foi um banho de sangue.

A última imagem que Tristan viu antes da porta se fechar sobre ele foi o piloto sendo dividido ao meio.

Aviso do Tradutor:

Otakinho

Rolar para o topo