Capítulo 12 – Minha Escolha

Monarca Elfo de Sangue

Não carregou? Ative seu JavaScript
Atualizar

 

Capítulo 12 – Minha Escolha

Tradutor: Otakinho

 

É desumano ser totalmente bom ou totalmente mau. Todos somos apenas tons de cinza

***

Tristan mais uma vez ficou de frente com duas opções; mate o grupo de humanos vestidos com armaduras para o maldito Goblin ou deixe os humanos fazerem o que quiserem com o Goblin.

Vendo que Tristan estava em silêncio, indiferente à sua ordem, Cursaac gritou novamente, “O que você está fazendo? Por que você ainda está parado por aí? MATE TODOS ELES!”

No momento, todas as coisas bizarras que aconteceram com Tristan certamente sobrecarregariam um humano normal, fazendo-os ficarem perdidos. Mas para ele, ele só precisava se concentrar em suas prioridades.

Tristan abaixou a cabeça e olhou para o Goblin com olhos penetrantes, “Como posso saber se minha irmã ainda está viva?!”

Ao ouvir a resposta de Tristan, Cursaac agarrou seu cabelo quase inexistente e gritou: “ARGGHH!!! Esses chips devem estar quebrados para você continuar me questionando!”

Depois de um tempo, o Goblin finalmente cedeu, “Tudo bem! Eu estava muito ocupado com você, ok? Naturalmente, não tenho tempo para me preocupar com os outros que foram escolhidos. Eles ainda estão na sala de cativos onde você estava antes!”

Exalando um forte suspiro, Cursaac continuou, “Agora, mate aqueles humanos se você quiser ver sua irmã novamente.”

Tristan lançou seu olhar para o grupo de humanos com armaduras. Olhando para suas temíveis armas de fogo e armamento, para sua completa surpresa, Tristan nem mesmo sentiu um pouquinho de medo. Na verdade, ele de alguma forma sentiu que não tinha escrúpulos em matar aquelas pessoas, especialmente depois do que eles fizeram a ele, ferindo e atacando até que ele quase entrou no submundo.

No entanto, Tristan não deixaria o Goblin tirar vantagem dele tão facilmente, não quando ele estava atualmente na posição dominante e tinha o poder de barganha.

Tristan esquadrinhou seus arredores enquanto seus olhos checavam tudo ao redor da cúpula. Provavelmente havia apenas cerca de uma dúzia ou duas de Orcs restantes, e alguns Goblins. Claro, era possível que ainda houvesse alguns Orcs em algum lugar dentro da instalação, mas Tristan duvidava que ainda houvesse Orcs de prontidão protegendo os humanos inofensivos quando seu líder foi ameaçado.

Tristan ficou em silêncio enquanto calculava os riscos e recompensas das duas opções. Momentos depois, ele finalmente tomou uma decisão. Entre ajudar Cursaac a matar os humanos ou deixar os humanos matarem o maldito Goblin, Tristan sabiamente escolheu a terceira opção, uma que ele mesmo fez.

Tristan estendeu a mão para o Goblin de cabelo branco. Cursaac não conseguiu nem reagir quando Tristan apertou seu pescoço. Depois disso, Tristan puxou o Goblin sufocando da plataforma voadora mecânica em que ele estava, separando os dois.

“Você vai me levar para vê-los primeiro. Depois que eu tiver certeza de que minha irmã está segura, eu irei te ajudar. É assim que faremos isso!”

A expressão de choque encheu o rosto de Cursaac antes que a fúria o substituísse, “Aargggh!!! Como você se atreve, humano! Sua irmã vai morrer com uma palavra minha! Liberte-me neste instante!”

Quando ele ouviu isso, Tristan puxou o Goblin para mais perto de seu rosto, fazendo com que seus olhos se encarassem diretamente, “Enquanto minha irmã estiver segura, eu definitivamente irei protegê-lo dessas pessoas. Você concorda?”

O Goblin começou a ofegar quando Tristan levemente soltou sua mão, “Eeergghh… Como posso confiar em você?!”

“Eu sou um homem de palavra, ao contrário de você!”

Logo depois de dizer isso, Tristan olhou seu próximo alvo; a porta maciça para onde ele foi levado antes, que levaria à sala onde todos os cativos estavam. Decidindo-se, Tristan rapidamente correu em direção à porta, com o Goblin ainda em suas mãos.

No entanto, antes que Tristan pudesse chegar perto da porta, a ajudante espacial feminina, aquela que podia usar magia, parou na frente dele e bloqueou seu caminho.

“Você não pode passar! Pare agora ou eu…!” exclamou a ajudante espacial. Por isso, ele rapidamente gritou para a mulher, “Afaste-se!”

Percebendo que Tristan não iria parar sua investida, a maga rapidamente lançou seu feitiço. Vários relâmpagos rapidamente se materializaram do nada, antes de se aproximarem de Tristan.

[Choque do Trovão]

Infelizmente para a maga, Tristan foi capaz de desviar o feitiço usando o Espadão Escocês em sua mão. Graças ao seu avanço, Tristan foi capaz de balançar a enorme espada com apenas uma mão facilmente.

“Não diga que eu não te avisei, mulher.” Disse Tristan enquanto balançava sua espada em direção ao mago. Juntamente com seu novo poder, a lâmina criou sons penetrantes enquanto viajava pelo ar.

* Swish *

–BANG!!!

Um som alto foi ouvido quando a espada pousou na maga. No entanto, parecia que o golpe estava atingindo algum tipo de barreira de energia, pois Tristan podia ver que a mulher estava ilesa. No entanto. A barreira estava quebrada pelo corte, fazendo com que o rosto da mulher empalidecesse rapidamente.

Tristan podia ouvir claramente o líder do grupo, aquele homem que estava armado com um martelo, estava correndo em sua direção pelas costas. O homem pareceu gritar algo sobre não matar a mulher. No entanto, Tristan não queria perder mais tempo com essas pessoas; não até ter certeza de que sua irmã estava segura.

Tristan rapidamente balançou sua espada em direção à mulher que se retirava mais uma vez. Desta vez, ele decidiu enviar um corte baixo. Em um instante, a mulher caiu no chão quando ambas as pernas foram cortadas.

A mulher gritou de agonia, mas Tristan nem prestava mais atenção nela. Ele começou a correr para frente, passando por ela enquanto continuava seu caminho para a porta maciça.

O ferimento que a mulher recebeu deve ser capaz de segurar os outros homens por um tempo; Tristan pensou.

E claramente, Tristan estava certo. Os outros membros sobreviventes e o líder decidiram tratar as feridas da mulher, em vez de persegui-lo. No entanto, isso não significa que o problema tenha desaparecido. As duas dúzias de Orcs decidiram perseguir Tristan quando viram que seu líder estava sendo feito refém.

Tristan imediatamente acelerou enquanto corria em direção aos corredores escuros. Depois de passar por incontáveis salas, Tristan finalmente encontrou a porta de aço familiar. Ele saltou no ar antes de girar e desferir um chute poderoso na porta de aço.

–BANG!

Lá, atrás da porta de aço agora deformada, Tristan viu um grupo de humanos aterrorizados. Entre eles, Tristan avistou sua irmã.

“Leyla!”

Aviso do Tradutor:

Otakinho

Rolar para o topo