Capítulo 123

Makai Hongi

Não carregou? Ative seu JavaScript
Atualizar

Capítulo 123

Tradutor: Asu | Editor: Asu

O que nosso país estava fazendo em reação a essas invasões?

Até onde pude ver, o único exército que podia fazer qualquer coisa agora era o do General Dardaroth.

“Rig. Preciso que peça às Águias Voadoras mais detalhes.”

“Algo em particular?”

 

“Como a escala dos exércitos inimigos, e o que fizemos até agora.”

“Muito bem.”

Enquanto isso, reuniria os outros.

Havia cem no total. Isso realmente não foi muito.

Bem, no Mundo Demoníaco, é mais eficiente cercar-se de pessoas poderosas, em vez de apenas empurrar com números superiores.’

 

Como eu poderia exemplificar…

Talvez fosse como uma única carpa que liderou um grupo de killifish lutando contra uma carpa e um grupo de carpas crucianas.

A exigência de vitória era simples. Mate o General inimigo.

A carpa cruciana espalharia os killifish. E as duas carpas brigariam.

Os números eram importantes, mas não eram tudo.

 

Planejamos partir assim que as Águias Voadoras chegaram, então já estávamos preparados.

“Temos nossos suprimentos, armas e armaduras. E moral… parece ser alta o suficiente.”

Eu podia ver um Ogro balançando sua arma nas ruas. No entanto, esse era um problema que não tinha relação com a moral.

E então eu soquei-lhe com força suficiente para que ele saltasse no chão várias vezes.

 

“Sir Golan. Eu ouvi todos os detalhes.”

“Ah, Rig. Isso foi rápido.”

“A invasão inimiga ocorreu há vários dias. Aparentemente, a situação é muito ruim.”

Pedi ao Rig para descobrir a escala do inimigo e a nossa reação.

Ambos os países enviaram exércitos liderados por Generais.

“Estou surpreso que eles fariam tal coisa com o exército de Miralda tão perto da fronteira.”

O exército dela deveria estar perto da fronteira com Rous.

Com exceção de Kurulu, que não compartilhava nenhuma fronteira com o Rei Demônio Tralzard, todos os países devem ser capazes de ver o exército de Miralda à espreita nas proximidades.

 

Pode-se pensar que isso colocaria uma tremenda pressão sobre os países que eram tão pequenos.

“Talvez eles se certificaram de que Tralzard não atacaria. E como não estávamos observando de perto, levamos algum tempo para perceber que estávamos sendo invadidos.”

Tinha sido completamente inesperado. Até para mim.

E o inimigo também se aproveitou de uma área que não tinha sido monitorada tão de perto. Quando notamos, eles já tinham entrado no país.

Levou tempo para a palavra chegar ao castelo, e para o contra-ataque começar.

Pode-se dizer que finalmente fomos punidos por nos concentrarmos tanto no norte e em Leninoth.

 

“E o ataque?”

“O exército do General Dardaroth foi dividido em dois quando eles encontraram o inimigo.”

Ele disse que a batalha provavelmente tinha começado quando as Águias Voadoras chegaram.

“Ele dividiu seu exército ao meio?”

Que imprudente.

“A General Farneze não pode deixar o castelo real, e os soldados outrora liderados por Gorgodan ainda estão posicionados perto do país de Leninoth.”

“… Isso mesmo…”

O plano era que o General Dardaroth fosse para o norte mais tarde.

Quando isso acontecesse, ele estaria trocando de lugar com o General Tulart.

Se estivéssemos sendo realistas, o General Dardaroth era o único que podia se mover.

Então foi por isso que ele não teve escolha a não ser lutar contra dois países…

“Não parece certo.”

E se a General Farneze deixasse o castelo e o apoiasse?

Não, ela não poderia fazer isso.

“Uma vez que o inimigo descobre que o castelo não está bem protegido, eles enviarão seus homens e o tomarão.”

Não podíamos permitir que isso acontecesse.

 

“O futuro do nosso país está em perigo.”

“Sim… Eu não vejo como as coisas poderiam ficar mais confusa.”

Havia uma maneira de sair dessa?

Em primeiro lugar, não tínhamos uma força de combate para enfrentar dois países ao mesmo tempo.

E enquanto estávamos em uma aliança com o Rei Demônio Tralzard, ela só existia para beneficiar nós dois. E nossa posição estava ficando cada vez mais fraca.

Se lhes pedirmos mais ‘favores’, eles decidiriam rapidamente que não valia a pena o esforço. E então…

“Sir Golan. O que foi?”

“Vamos sair imediatamente.”

“Senhor?”

“Quanto mais rápido formos para o país de Tralzard, maior a chance de nosso país sobreviver.”

“E por que você diz isso?”

“Precisamos trocar nossas tropas o mais rápido possível.”

De acordo com nosso acordo com Miralda, poderíamos usar seus homens como nossa força de combate.

Em outras palavras, eles podem ser reforços poderosos. E já tínhamos permissão total.

 

“Estamos saindo agora. E nós vamos correr na estrada. Nós vamos ser capazes de salvar dois dias dessa forma!”

Não havia tempo a perder.

Pedi ao Rig para reunir todos.

“Embora isso possa ser repentino, vamos estar nos movendo um pouco mais rápido do que o planejado. Você pode ter reclamações, mas eu quero que você me obedeça mesmo assim. Haverá muita correria no caminho, então esteja preparado.”

“Arrghh!”

“Sim!”

Respondeu os Ogros e os não-Ogros. Sempre foi assim.

E então nós rapidamente partimos para a cidade da General Farneze.

—⟢⟡⟣—

Depois de dois dias marchando.

Era meio-dia, e estávamos descansando quando um batedor Kobold correu de volta para nós.

“Há uma batalha perto da estrada à frente. No campo!”

Foi notícia do confronto entre o exército inimigo e o General Dardartoh.

“Então eles chegaram até aqui…” A invasão inimiga tinha sido muito mais rápida do que eu esperava.

Aviso do Tradutor:

Asu

Asu

Rolar para o topo