Selecione o tipo de erro abaixo

Beka havia atraído esse rebanho perigoso até mim. Mas agora, até eles estavam atônitos.

Seus olhos ensanguentados haviam voltado ao normal.

“Hein? O que aconteceu?”

“É porque eu matei o que estava na frente?”

Aquele que estava perseguindo Beka era provavelmente o líder da manada.

E ele havia caído tão facilmente. Talvez isso tenha feito com que eles recuperassem a calma.

Dei um passo à frente. Os Cavalos Selvagens Vermelhos recuaram.

Mas, como estavam próximos uns dos outros, não podiam se mover muito e ficaram frenéticos.

Eu achava que Beka tinha sido a pessoa que os antagonizou.

Não duvido nada que tenha sido Beka quem os antagonizou primeiro.

Eu conseguia imaginar. Eles atacando-a de uma só vez, e ela decidindo fugir.

“Muito bem, Golan. Vamos lá!”

Beka agarrou um dos Cavalos Selvagens Vermelhos.

Eles tinham pescoços longos. Beka enrolou suas duas pernas ao redor dele e usou seu peso para quebrar os ossos.

Eu podia ouvir o som abafado. Mas ele permaneceu de pé.

Em momentos como esse, você realmente sentia pena daqueles com corpos mais resistentes.

Eles conseguiam sobreviver mesmo com o pescoço quebrado.

Em seguida, Beka usou a força centrífuga para dobrar seu corpo na direção oposta e quebrou os ossos novamente com um som fraco.

Dessa vez, ele caiu no chão. Ele ainda estava se contorcendo, mas morreria se fosse deixado sozinho.

Quando o mais forte de um rebanho era morto, os outros geralmente se afastavam.

E eu não podia ficar parado, apenas observando. Dei um chute para frente e esmaguei a perna de um deles.

“Todos vocês! Façam fila! Vou esmagar cada um de vocês!”

Eu gritei. E isso teve um efeito imediato.

– Dodododo…

Eles giraram sobre os cascos e fugiram.

“Que decepcionante~”

“Se você não pode vencer, então fugir não é uma má ideia.”

E eles estavam certos em agir dessa forma.

Eles podiam ser fracassados como soldados, mas provavelmente tinham sido trazidos apenas por sua natureza selvagem. E talvez não tenham sido treinados adequadamente.

Se tivesse sido apenas um contra um, Beka teria conseguido lidar com a situação sozinha.

Eles só eram uma ameaça porque atacavam suas presas juntos.

Portanto, se você tivesse que lutar contra eles, seria melhor atrair alguns e separá-los.

Ela seria muito mais forte se fosse capaz de pensar nessas coisas.

Beka agora estava olhando ao seu redor, como se estivesse procurando sua próxima presa.

“O que está fazendo?”

“Ei, Golan. Estamos na parte de trás agora? Acho que tô perdida.”

Como ela estava fugindo, perdeu a noção de onde estava.

Ela estava correndo por um acampamento inimigo sem sequer pensar por onde poderia escapar? Continua sendo uma estúpida como sempre.

“Exatamente. Um lugar onde podemos esperar encontrar o líder deles. Como você já está aqui, pode me acompanhar. Há algo nos fundos.”

“O quê~? Agora~?”

“Sim. Agora. Apenas me siga.”

“Certo”

Beka não estava entusiasmada, mas me seguiu mesmo assim.

Normalmente, se o líder inimigo estivesse por perto, você presumiria que a situação estava além de sua capacidade ou posição.

Você perderia se lutasse. E se perdesse, morreria.

Mas, no caso de Beka, a sensação de que “isso seria interessante” havia vencido.

Há um ditado que diz que a curiosidade matou o gato.

Isso provavelmente se aplicaria a ela.

Era quase surpreendente que ela ainda não tivesse morrido, depois de cair em alguma situação que estava fora de seu controle. No entanto, por sorte ou azar, ela sempre estava com o Saifo ou comigo. E assim, ela sobrevivia.

Agora que ela havia evoluído, havia muito menos pessoas capazes de derrotar Beka.

Dito isso, ela ainda se empolgava, como já havia sido provado anteriormente.

Ainda havia divisórias à nossa frente, bloqueando nossa visão.

E, além delas, um recinto de acampamento.

Provavelmente estava sendo usado por alguém importante.

Eu podia sentir que havia alguém forte lá dentro.

“Ei, Golan. Isso é ruim, bem ruim.”

“Ohh… Você pode dizer?”

Pensando bem, eu era o único no Mundo Demoníaco que tinha problemas para medir a mana de um oponente.

Não só isso, mas Beka era capaz de sentir a presença deles.

Eu a ensinei a fazer isso, então ela deve ter se lembrado.

Ela tinha uma boa memória quando se tratava de combate.

“Ou não. Já que ela continua vindo pra cima de mim.”

“Hã? O que foi?”

Normalmente, você aprenderia sua própria falta de força depois de ser ferido e jogado tantas vezes.

E, no entanto, ela continuava atacando toda vez que se recuperava. Ela simplesmente não aprendia.

“Vamos lá.”

Atravessei a cerca e entrei.

Havia duas figuras lá.

Uma delas estava sem o braço direito. Ele havia sido arrancado.

Talvez tenha sido arrancado a dentadas. No mínimo, não havia sido cortado com uma lâmina.

“…Agora entendo.”

Ferido ou não, esse era o chefe do acampamento. O Comandante-chefe.

O motivo pelo qual a batalha terminou rapidamente deve ser o fato de os dois generais terem se enfrentado logo no início.

E o general de Tralzard perdeu, e o exército recuou.

Bem, o vencedor não saiu ileso. Muito pelo contrário.

Portanto, a outra figura era um subordinado que provavelmente me atacaria em breve.

“Ei, aquele ferido…é muito forte.”

“Sim. Deixe isso comigo. Você lida com o outro.”

“Não me importo. Mas o outro, provavelmente, também é mais forte do que eu…não sei, não.”

“Ganhe. E se isso for muito difícil, apenas ganhe tempo.”

O inimigo ferido era perigoso.

Mesmo com um braço faltando, ele tinha mais mana do que eu.

Alguém contra quem eu sabia que Beka não tinha chance de vencer.

Quanto ao ajudante… não sei. Ela poderia vencer se tivesse sorte.

Embora a Beka tivesse menos mana, ela já havia derrotado pessoas mais fortes do que ela antes.

O problema era comigo.

Mesmo que o inimigo estivesse ferido, ele tinha um poder comparável ao da Miralda.

E este não era nem mesmo um campo de batalha importante.

Eu havia presumido que o moral estaria baixo aqui. Mas não estava.

Fiquei impressionado com o fato de o exército de Tralzard ter sido capaz de pegar um braço.

“Ei, Beka.”

“Que fooi?”

“Atraia o outro para longe. Você morrerá se for atingida por um golpe lateral.”

“Ihhh! Vou me mover imediatamente. Então não comece tão cedo!”

Beka já tinha visto meu melhor mais de uma vez e estava com muito medo.

No entanto, eu não conseguiria vencer se me contivesse.

Mesmo que eu me esforçasse ao máximo, ainda estaria em desvantagem.

Um erro poderia ser letal.

Enquanto Beka se afastava, o ajudante do inimigo a seguia.

Eles também estavam fazendo cálculos.

Em outras palavras, foi decidido que eu enfrentaria o mais forte dos dois.

(Ele parece uma quimera, mas eu nunca vi essa raça antes. Há tantas características misturadas que é difícil saber quais seriam seus pontos fracos…)

O rosto era o mais fácil de entender.

Era feito de pedra, como se estivesse usando uma máscara.

Se fosse apenas isso, eu poderia imaginar que se tratava de algum subtipo de Máscara de Pedra, mas seu corpo era completamente diferente.

Tinha pelo como o de uma fera. Era cinza com manchas pretas.

O braço era semelhante ao de um tigre ou leão. Meu palpite é que era ali que residia a maior parte de seu poder de ataque.

E isso explicaria o por quê de ser o alvo.

Parecia uma fera, mas tinha duas pernas.

E as patas traseiras eram mais grossas do que as de qualquer animal que eu já tinha visto.

Isso me fez pensar que ele poderia se lançar com uma velocidade monstruosa.

(Talvez fosse especializado em antimagia.)

Seria difícil atingir alguém com magia se ele se movesse agilmente pra lá e pra cá.

Ele se esquivaria da magia antes que ela caísse, se aproximaria e o esmagaria.

Não havia muitas raças que pudessem lutar assim…

Eles eram o inimigo mortal daqueles que lutavam com magia de longo alcance. Era isso que estava na minha frente agora.

(Nesse caso, eu deveria ser um bom adversário para ele.)

Quando se tratava de seres de alto escalão, a maioria deles preferia lutar com magia, em vez de confiar na força física.

Se ele tivesse se tornado mais forte ao criar banhos de sangue com seres desse tipo, então não gostaria nada dos tipos como eu, que eram completamente físicos.

Esse foi o cara que derrotou o General de Tralzard.

(Nesse caso, darei o primeiro passo…)

Baixei meu centro de gravidade e fortaleci todo o meu corpo.

Eu não iria me conter. Eu terminaria isso o mais rápido possível.

Picture of Olá, eu sou o Urso!

Olá, eu sou o Urso!

Comentem e Avaliem o Capítulo! Se quiser me apoiar de alguma forma, entre em nosso Discord para conversarmos!

Clique aqui para entrar em nosso Discord ➥