Selecione o tipo de erro abaixo

Uma Jornada Pelas Estrelas – Parte II


Através do vasto vazio do espaço, um colossal Navio de Guerra Interestelar estava viajando a alta velocidade. 

Os passageiros deste Navio de Guerra em particular deixaram para trás o Mundo da Cultivação, gradualmente assistindo enquanto ele se tornava um pequeno ponto piscante na periferia de suas visões enquanto o expansivo e brilhante espaço abria a si mesmo diante deles.

O Navio de Guerra Interestelar estava sendo pilotado por Anciões do Reino do Firmamento Vazio, com o poderoso Ancião Espaçonave na liderança enquanto eles liberavam suas auras únicas que estavam sintonizadas com o vazio para viajar pelo espaço. 

Esse era o que o reino acima do Santo significava, um avanço onde um se tornava estupendo o suficiente de modo a ser capaz de atravessar o espaço, a distância sendo apenas limitada pela quantidade de energia que possuíam.

Muitos diferentes poderes através do universo possuíam seus próprios nomes e termos para designar os níveis de força, mas todos eles gradualmente se convergiam e se tornavam similares quando os ranks se tornavam mais altos.

Os cultivadores chamavam o rank acima do Santo de Reino do Firmamento Vazio, enquanto Noah já tinha conhecimento do próximo rank acima do Santo, simplesmente seria chamado de Rank Vazio no seu próprio Sistema. Os Celestiais tinham um modo ainda mais simples de dividir os níveis de poder com um Celestial de Rank 3 encapsulando os ranks Transcendente e Santo, enquanto o Rank 4 compreendia o Rank Vazio e o rank acima dele uma vez que alcançasse o pico do Rank 4 Celestial. 

O Discípulo Celestial Drax estava correntemente no pico do Rank 3, tendo vigorosa força de Rank Santo, mas a mulher com uma serena expressão e olhos calculistas que era Athena… ela definitivamente não era um Celestial de Rank 3.

Isso significava que ao menos, a Princesa Guerreira Athena estava no Estágio Inicial de um Celestial de Rank 4, tornando ela alguém que estava estavelmente no Rank Vazio! 

Esta era uma verdadeira genialidade que os discípulos espalhados pelo Navio de Guerra Interestelar só poderiam olhar de longe enquanto falavam uns com os outros.

Noah continuava a perscrutar 1 pelas diversas memórias lidando com esta figura mortal, tentando seu melhor para entender porque lhe deram o título de Princesa Guerreira por uma organização tão poderosa como eram os próprios Celestiais. 

Seus pensamentos foram interrompidos quando William lentamente se aproximava de sua posição e falava friamente.

“Estou feliz que meu irmão júnior finalmente foi capaz de romper suas restrições e entrar no Reino Santo, mas você tem certeza que você é competente o suficiente para não se embaraçar a si mesmo e a seita na frente dos olhos dos grandes poderes?”

Sua voz não muito alta e nem muito baixa, aqueles que estavam próximos foram capazes de ouvir enquanto Noah virava sua cabeça e olhava para esse jovem gênio da Seita do Astral Profundo. Sua voz lânguida saiu enquanto ele falava calmamente.

“Eu sei que eu fiz algumas coisas horríveis no passado, causando muitas das coisas que ocorreram entre nós, mas eu me preparei para deixar tudo isso para trás.” 

Seus olhos vagavam em direção às estrelas que flutuavam e que podiam ser vistas fora da nave enquanto continuava.

“Meu pai concordou com essa linha de pensamento e até mesmo pediu para que eu fosse o primeiro a falar contigo, então eu farei isso de agora em diante. Vamos deixar as más histórias para trás e nos mover adiante.”

Suas palavras eram de grosso modo o que um Crixus mudado que rompeu suas amarras e readquiriu sua genialidade falaria, mas isso mais vinha do próprio Noah já que ele não queria que esse gênio da Seita do Astral Profundo continuasse a bater cabeças com ele, nem possivelmente fazer algo estúpido como tentar tomar sua vida. 

O Crixus com o qual ele teve problemas estava há muito morto, tendo sido dado a ele um merecido descanso depois de viver horrendos anos de crimes aos quais ele não fora devidamente punido até então. Ele conhecia o caráter de William e então queria poupar o ser de uma morte precoce no caso dele se mover contra a pessoa que ele estava atualmente personificando.

O Filho Brilhante ouvia essas palavras em choque já que ele jamais imaginou ouví-las, seu olhar mudando para confusão enquanto se afastava e ía em direção ao grupo de cinco Discípulos Celestiais. 

Noah continuou a observar o espaço estrelado a volta da Nave de Guerra Interestelar enquanto eles viajavam pelo espaço em alta velocidade, seus sentidos se espalhavam enquanto ele observava cada um dos movimentos que os Discípulos Celestiais faziam enquanto ainda mais de seus pensamentos estavam no Primeiro Inferno dos Reinos Infernais no qual eles estavam próximos de adentrar.

Suas preparações eram abundantes e ele não estava preocupado, mas não doeria fazer ainda mais planos reservas enquanto levava em conta os recém chegados não esperados. Ele continuou a calcular em sua mente enquanto as horas passavam, a embarcação onde estavam continuava a disparar entre cenários maravilhosos com estrelas por todo o lado.

Logo eles começaram a observar movimentos além de sua nave enquanto mais embarcações começaram a aparecer no espaço, ela iam na mesma direção que eles estavam indo. 

Estas eram as naves oriundas de vários poderes de Mundos Primários e mundos elevados que enviavam seus discípulos e aprendizes em direção à Caçada Infernal. Um senso de orgulho cresceu entre os Discípulos da Seita do Astral Profundo enquanto eles percebiam que seu navio estava entre aqueles de maior porte que eles podiam ver.

Admiração e espanto continuaram a florescer quando uma cena grandiosa dos Navios de Guerra Interestelares viajando pelo espaço em direção a uma única localização se passava – o portal que ia até o Primeiro Reino do Inferno.

Algumas poucas horas se passaram enquanto eles continuaram e logo eles começaram a ver uma luz vermelha brilhante a abranger todo os seus campos de visão enquanto eles se aproximavam de uma vista inimaginável.

A multidão de naves carregando poderosos seres continuava a congregar em direção à brilhante luz vermelha enquanto o cenário gradualmente se tornava mais claro aos seus olhos.

Na frente deles, uma silueta de um portão ridiculamente grande, parecendo uma estrutura que permanecia por si só no espaço! 

A silueta da porta era rodeada por chamas vermelhas ardentes, a inteireza de sua existência parecendo fora de quaisquer normas enquanto chamuscava poderosamente no espaço. Eram tão enorme que muitas Grandes Naves Interestelares que se reuniam em direção a ela sequer podiam se comparar em tamanho, somente sendo um décimo do tamanho do portal flamejante a frente deles.

[TR/Leandor: Ficou meio esquisito, se não dá para comparar em tamanho, como tu compara logo em seguida ?]

Este era o portal que conduzia para o Primeiro Reino do Inferno!


Aviso aos leitores: conforme desafio postado no Discord, quinta-feira lançarei um combo de 6 capítulos além do capítulo usual em comemoração aos 6 anos da Vulcan.

  1. https://dicionario.priberam.org/perscrutar[]
Picture of Olá, eu sou o Leandor!

Olá, eu sou o Leandor!

Comentem e Avaliem o Capítulo! Se quiser me apoiar de alguma forma, entre em nosso Discord para conversarmos!

Clique aqui para entrar em nosso Discord ➥