MP – Capítulo 692

Paraíso do Monstro

Não carregou? Ative seu JavaScript
Atualizar

Capítulo Anterior  ||  Índice  ||  Próximo Capítulo


Capítulo 692: Duo Er

Tradutor: Asu | Editor: Asu

O que Lin Huang estava olhando não era um prédio, mas filas e filas de prédios. Parecia que costumava ser uma cidade. No entanto, parecia ter passado por uma catástrofe. Os edifícios desmoronaram e até as casas foram destruídas. Parecia não haver mais atividade.

“Sangrento, vá dar uma olhada.” Lin Huang ficou onde estava, não querendo se aproximar da cidade no momento.

Sangrento liberou suas «Vagens Sanguessuga», que então flutuavam no céu da cidade subterrânea. Logo, voltou com resultados.

“Esta deve ser uma cidade vazia. Não há sinais de humanos ou monstros.”

Lin Huang não ficou surpreso. Afinal, essas ruínas existiram por muitos anos. A julgar pelo dano, não deveria haver mais ninguém morando lá.

“Há um prédio em forma de torre no meio da cidade que parece perfeitamente bem. Se realmente há algum tesouro aqui, é mais provável que esteja na torre”, acrescentou Sangrento.

Lin Huang assentiu quando notou a flecha vermelha da Carta do Tesouro que apareceu quando chegaram à cidade subterrânea. Apontou para o centro da cidade. Ele então voou e se dirigiu para a direção que a flecha apontava. Quando ele voou para o céu, ele observou os prédios da cidade. Pelo numero de edifícios, esta cidade deveria ter sido ocupada. Embora não pudesse ser comparada à maioria dos pontos de apoio de Grau A, era similar à maioria dos pontos de apoio de Grau B, embora muito menores. No entanto, ele poderia dizer que esta civilização desconhecida foi desenvolvida para uma cidade que havia sido fundada antes da Nova Era.

Enquanto Lin Huang passava por uma loja de brinquedos, ele viu o movimento de uma boneca que foi colocada na janela quebrada. Ele parou imediatamente e flutuou no ar, observando a loja de brinquedos de longe.

“Você viu aquilo?” Ele perguntou ao Sangrento.

“Sim, eu vi. A boneca moveu.” Sangrento assentiu.

“Você viu isso também. Eu pensei que era uma ilusão.” Lin Huang mudou de direção e foi teletransportado para fora da loja de brinquedos.

“Não entre ainda, deixe-me dar uma olhada primeiro”, disse Sangrento.

Sangrento, em seguida, liberou algumas «Vagens Sanguessuga» que voou para a loja de brinquedos através da janela quebrada.

“Não há nada lá.” Sangrento estava intrigado.

“Deixe-me entrar e dar uma olhada.” Lin Huang convocou um punhado de adagas voadoras que o cercaram enquanto ele entrava pela janela quebrada.

A loja de brinquedos era pequena, com apenas 60 metros quadrados e consistia em apenas um andar. Lin Huang estava perto da janela e podia ver tudo o que havia na loja. O único lugar coberto era o caixa. Ele andou com cuidado e olhou para trás do caixa, mas não havia nada lá. Lin Huang franziu a testa quando ele se virou e observou novamente. Além de todos os tipos de bonecas, não havia mais nada na loja e não havia onde se esconder. Se não fosse por ele e o Sangrento que notassem que a boneca havia se movido, ele teria pensado que tinha visto uma ilusão. Como os dois viram, Lin Huang não duvidou.

Ele caminhou de volta para a janela e pegou a boneca que ele tinha visto se movendo mais cedo. O boneco era apenas um boneco de desenho animado com uma cabeça grande e olhos arregalados. Tinha apenas 30 centímetros de altura com um vestido rosa e cabelo vermelho escuro com uma presilha de flor amarela. Lin Huang deu uma boa olhada na boneca, mas não havia nada de errado com ela. Lembrando que a boneca havia movido a cabeça, ele tentou tocar a cabeça da boneca para ver se ela poderia ser movida ou não.

Apenas quando a mão esquerda estava alcançando a cabeça da boneca, uma voz feminina foi ouvida.

“O que você está tentando fazer?”

Lin Huang olhou em volta imediatamente quando as adagas voadoras o cercaram, prontos para atacar. No entanto, não havia nada por perto.

“A voz parece ter vindo da boneca”, disse Sangrento.

Lin Huang então olhou para a boneca em dúvida. “Era você quem falou agora?”

“Não fui eu!” A boneca insistiu, mas percebendo que ela havia se revelado novamente, ela lutou para sair da mão de Lin Huang.

“Está viva?” Lin Huang achava inacreditável já que ele nunca tinha visto tal monstro na enciclopédia de monstros.

A boneca então se escondeu atrás de um monte de bonecas fofas, revelando metade de seu rosto, olhando para Lin Huang com medo. Lin Huang então se agachou sem se aproximar dela.

“Pequenina, você mora aqui?” Lin Huang perguntou.

“Não me chame de pequenina. Meu nome é Duo Er”, A boneca o corrigiu.

“Duo Er, que nome legal!” Lin Huang sorriu. “Meu nome é Lin Xie. Prazer em conhecê-la.”

“Lin Xie… Você deve ser um humano do mundo exterior então?” Duo Er perguntou.

“Está certo.” Lin Huang assentiu. “Você já viu humanos do mundo exterior antes?”.

“Eu os vi de longe, mas é a primeira vez que olho de perto.” Duo Er estava curiosa sobre Lin Huang.

“Meu pai não me deixa aproximar dos seres humanos do mundo exterior. Ele me disse que são pessoas más.”

“Eu não sou uma pessoa má.” Lin Huang ficou surpreso porque o que Duo Er disse provou que ela não era a única na cidade, então ele tentou fazer com que ela falasse mais.

“Duo Er, você deve ser um aborígene aqui.”

“Claro.” Duo Er estava orgulhoso de si mesma.

“Além de você, deve haver muitos de sua tribo nesta cidade?” Lin Huang olhou para as outras bonecas que estavam na loja.

“Claro.”

Duo Er notou que Lin Huang estava olhando para as outras bonecas, então ela riu enquanto cobria a boca.

“Isso é tão engraçado! Você pensou que todos nós parecíamos bonecas?”

“Não é assim que é?” Lin Huang ficou intrigado.

“Apenas alguns de nós, inclusive eu, somos bonecas, enquanto o resto está em diferentes formas. Afinal, as bonecas não combinam muito bem com as batalhas. Nosso pai e o resto escolheram seus corpos para estarem aptos para batalhas.” Duo Er parecia ter baixado a guarda enquanto conversavam, depois saiu de trás das bonecas.

“Eles conseguem escolher o corpo deles?” Lin Huang ficou intrigado.

“Eu não sei como explicar para você. Siga-me se você quiser saber. Vou levá-lo para onde nossa tribo está. O líder da tribo e meu pai vão explicar para você.” Duo Er pensou sobre isso e decidiu trazer Lin Huang para ver sua tribo.

“Sua tribo recebe pessoas de fora como eu?” Lin Huang levantou a sobrancelha.

“Normalmente, eles não o fazem, já que a maioria dos humanos que vieram eram pessoas más. Mas eu posso explicar ao líder da tribo que você não é ruim”, disse Duo com toda a seriedade.

“Seu líder de tribo vai ouvir você?” Lin Huang estava cético.

“Claro, o líder da tribo me ama.” Duo Er tinha certeza.

“Amar-te e confiar em mim são duas coisas diferentes…” Lin Huang pensou consigo mesmo, mas ele decidiu ir com Duo Er, pois ele queria saber mais sobre as Ruínas.

“Tudo bem, siga-me!”


Capítulo Anterior  ||  Índice  ||  Próximo Capítulo

Aviso do Tradutor:

Asu

Asu

Rolar para o topo