Monster Pet Evolution – Capítulo 14

Capítulo Anterior || Índice || Próximo Capítulo


Capítulo 14: O Primeiro Familiar

Tradutor: Asu | Editor: Asu

“Uh?” Gao Peng congelou e sacudiu a cabeça. “Obrigado pela sua gentileza, mas Da Zi é tudo o que me resta dos meus pais e ele está ao meu lado há três anos. Já decidi que será meu primeiro familiar.”

Tio Liu parecia atordoado. Da Zi, que estava perto dos pés de Gao Peng, parecia entender as palavras do tio Liu. Assobiou ao Tio Liu com aborrecimento, mostrando suas garras ao Tio Liu.

“Tudo bem, chega”, disse Gao Peng. Da Zi olhou para o dono, sentindo-se ofendido. Deitou-se ao lado de Gao Peng sem querer, de costas para o Tio Liu.

Depois de conversar com o Tio Liu, Gao Peng levou Da Zi de volta para casa. Ele bateu o cartão de acesso na porta da frente no primeiro andar. A porta se abriu depois do sinal.

Olhando para as costas de Gao Peng, depois para Da Zi, o Tio Liu suspirou. Ele bateu seus lábios. Centopéia de Garras Amarelas com Dorso Roxo… Que assim seja. Afinal, não ocupará muito espaço da alma. Um… Devo dizer ao Velho Jiang agora?

Hesitando por um longo tempo, finalmente Tio Liu suspirou novamente. Bem, esse careta[1] é tão teimoso quanto um touro em alguns aspectos. Deixe-me esperar até que Peng assine o contrato.

Ao passar pelo segundo andar, Gao Peng ouviu algo esfregando a parede. Então ele viu uma sombra cinza arrancar sua cabeça para fora da janela da escada, observando-o secretamente. Da Zi assobiou impaciente, e a sombra cinzenta desapareceu de imediato, como se a sua bunda estivesse em chamas.

Depois de entrar em casa, Gao Peng fechou a porta, largou a mochila e entrou na cozinha.

Ao assinar um contrato de sangue, os novatos precisavam usar uma gota de sangue do dedo anular do lado esquerdo como intermediário. Se essa pessoa não tivesse um dedo anelar, o sangue do coração teria o mesmo efeito.

Gao Peng segurava uma garrafa de álcool medicinal em sua mão esquerda, que ele comprou no caminho de volta para casa. Ele despejou todo o álcool em uma tigela, mergulhou uma bola de algodão no álcool, depois esfregou uma faca para a frente e para trás.

Gao Peng não parou até que a ponta da faca se tornou um arco prateado.

Enquanto ele afiava a faca em uma pedra de amolar, a faca tilintou. Ele derramou um pouco de água e a faca emitiu uma luz fria. Ele até podia ver seu rosto claramente na faca.

Gao Peng suspirou de alívio. A razão pela qual ele levou tanto tempo para se preparar foi porque ele tinha medo da dor, assim como do tétano. A faca de desossa foi usada para cortar pernas de porco e inevitavelmente estaria contaminada com bactérias.

Ele cerrou os dentes, depois passou levemente o dedo anelar pela borda afiada.

Uma ferida mais fina que um fio de cabelo surgiu gradualmente, uma gota de sangue vermelha escura escorreu da ferida por causa da gravidade.

“Da Zi, venha aqui!” Gao Peng gritou de uma vez.

Tunk tunk tunk! Ruídos afiados vieram da sala de estar, como inúmeros dedos tamborilando uma placa de aço.

Gao Peng fechou os olhos e recitou o contrato, enquanto colocava o dedo anelar na cabeça de Da Zi. Quando ele fechou os olhos, ficou escuro ao redor. Mas quando ele colocou o dedo em Da Zi, um toque frio percorreu seu coração.

No mundo invisível, Gao Peng ouviu algum barulho. Estava claro, mas confuso, como se milhares de pessoas estivessem murmurando ao lado dele.

“Tão faminto…”.

“Por que não é hora do jantar ainda…”.

“Mestre estúpido, ele está planejando me fazer passar fome?”

“Eu estou com fome…”.

Estes eram todos os pensamentos que ele podia ouvir, claro e simples.

São esses – são esses os pensamentos de Da Zi? Estou conectado ao espaço mental de Da Zi?

Da Zi? Gao Peng tentou enviar seu pensamento.

Hum? Todas as ideias barulhentas desapareceram imediatamente e só restou um pensamento unificado. Quem é Você?

Não é de admirar que os Treinadores de Monstros e seus Familiares pudessem conectar suas mentes, com o treinador sendo capaz de instruir os Familiares a realizar ações complexas. Essa foi a razão.

Mas não era hora de conversar. Gao Peng perguntou a Da Zi apressadamente, eu quero assinar um Contrato de Sangue com você; Você está disposto a ser meu parceiro?

No espaço mental escuro, um pergaminho vermelho-sangue subiu, subindo em chamas douradas.

Até mesmo a criatura mais estúpida podia entender o contrato de uma só vez.

Então Gao Peng viu o contrato queimar, movendo-se lentamente em direção ao vazio profundo. Indicou que assinaram o contrato com sucesso.

Sem hesitação, Da Zi confiava totalmente em Gao Peng. Ele assinou o contrato diretamente.

Uma sensação de calor subiu do fundo do coração de Gao Peng.

Ele moveu o dedo e abriu os olhos. Logo ele ouviu a voz de Da Zi novamente em sua cabeça: Com fome! Com fome!

Da Zi mostrou os dentes e as garras, encarando Gao Peng. Suas duas antenas continuavam acenando no ar.

Um sorriso caloroso surgiu no rosto frio de Gao Peng. “Tudo bem, vamos jantar.”

Então ele se virou e tirou Daiko[2], maçãs e carne de porco congelada da geladeira.

Ele lavou os legumes e frutas enquanto fervia água no forno. Ele estava muito ocupado na cozinha.

Depois de um curto período, uma panela quente estava pronta. Foi servido em uma chapa de aço, dando um cheiro agradável.

Ferver completamente um pedaço de carne de porco congelada precisou de muito tempo; daí a razão pela qual a carne de porco na chapa de aço era meio rara. Gao Peng só aqueceu um pouquinho, só para o caso de a carne de porco congelada deixar Da Zi doente. Comida à temperatura ambiente seria bom.

Gostoso, gostoso! Da Zi estava curtindo sua comida. Às vezes levantava a cabeça, observando secretamente Gao Peng.

Gao Peng fez uma sopa de macarrão para si mesmo. Enquanto ele polvilhava um pouco de cebolinha picada, um cheiro delicioso subia da cozinha.

De repente, Da Zi parou de comer. Ele olhou para a sopa de macarrão de Gao Peng surpreendentemente.

Gao Peng fechou os lábios, virando-se sem fala, preparando-se para comer o macarrão. Ele ouviu pés rastejando no chão.

Então ele viu uma figura roxa deitada na frente dele, ansiosamente olhando para cima.

“Ei, você é uma centopéia.” Gao Peng achou engraçado.

Hiss! Da Zi estava cheio de bravura. Acenou com as garras, mostrou os dentes e continuou ameaçando Gao Peng. A rejeição de Gao Peng não funcionou.

“Tudo bem, tudo bem, aqui para você. Não me culpe quando você se sentir doente”, Gao Peng amuou. Ele colocou a tigela no chão.

Da Zi não respondeu nada. Ele atacou o macarrão e os devorou ​​como um lobo. Gao Peng sentiu a felicidade atravessar seu corpo continuamente.

Depois de fazer outra sopa de macarrão para si mesmo, Gao Peng hesitou por um tempo, e começou a pensar em melhorar a Classificação de Da Zi.

Para atualizar da Classificação atual de Da Zi para Elite, eram necessários 600g de Madeira Reluzente de cem anos, o Cristal de Núcleo de um Monstro Elétrico acima do nível 10 e 10 talos de Grama da Sombra.

O mais caro deles foi o Cristal de Núcleo. Os níveis 1-10 eram monstros Comuns, enquanto os níveis 11-20 eram monstros de Elite.

Além disso, o monstro precisava ser Elétrico. Os atributos mais comuns eram Metal, Madeira, Água, Fogo e Terra, pois estes eram os cinco elementos mais essenciais e comumente vistos. Mas os monstros elétricos dificilmente eram encontrados, mesmo entre os atributos raros.

O preço mais baixo para comprar era 10 Pontos de Crédito, o suficiente para comprar um Familiar vivo.

A Grama da Sombra era uma erva especial que crescia na área onde qi Yin se reunia com grande mal. Normalmente, essa área maligna atraía monstros fortes que preferiam lugares sombrios; Por isso, foi bastante desafiador colher a Grama da Sombra.

Gao Peng perguntou sobre seu preço; 200 Dólares da Aliança por um talo de grama e dez talos por 2000 Dólares da Aliança. Mas esse preço era obviamente alto demais. Já que o Grama da Sombra não tinha muita utilidade, além de servir como alimento de alto valor para os monstros do Tipo Yin, Sombrio e Cadáver, ele poderia negociar o preço se comprasse dez talos de Grama da Sombra de uma só vez.

O ingrediente mais barato foi a Madeira Reluzente de cem ano. Não exigia que uma árvore tenha vivido por cem anos, mas algo que proporcionasse um efeito medicinal semelhante ao de um ginseng, que vinha crescendo num ambiente normal há cem anos.


Capítulo Anterior || Índice || Próximo Capítulo


Notas:

[1] Em inglês estava fuddy-duddy, que quer dizer que a pessoa é antiquada, velho, chato e etc. Pode ser usado de forma depreciativa ou afetuosa. Careta se encaixa melhor nessa descrição.

[2] Daiko é um modo de preparar a comida, indiano eu acho.

Rolar para o topo