MPE – Capítulo 143

Capítulo Anterior || Índice || Próximo Capítulo


Capítulo 143: Tipo Parasita

Tradutor: Asu | Editor: Asu

Croak! Um dos sapos moveu seu corpo e olhou para Gao Peng.

[Nome do Monstro]: Sapo de Pele Azul

[Nível de Monstro]: Nível 8

[Grau do Monstro]: Normal

[Condição do monstro]: Saudável (feliz)

[Hobby do Monstro]: Banho de sol em paz

[Fraqueza do Monstro]:

1.       Elétrico;

2.       Odeia o barulho.

 

Este deve ser o primo do Sapo de Pele Verde…

Quer fossem seus nomes semelhantes ou sua aparência similar, Gap Peng não tinha dúvidas de que esses dois tipos de monstros estavam relacionados. No entanto, estes Sapos de Pele Azul eram muito melhores do que os Sapos de Pele Verde, personalidade sábia. Pelo menos eles não pareciam gostar de cuspir em outras criaturas.

Pui. O Sapo de Pele Azul mais próximo de Gao Peng cuspiu nele.

Gao Peng levantou rapidamente a perna direita para evitar o cuspe. Ele ficou sem palavras enquanto olhava para o Sapo de Pele Azul sentada na pedra coberta de musgo.

Eu acho que falei cedo demais…

Os olhos do Sapo de Pele Azul se estreitaram em duas formas de lua, e resmungou de excitação. Os outros sapos também começaram a coaxar de alegria ao ver a situação.

Gao Peng ficou sem fala.

Por que o quadro de dados não indicou esse hobby repugnante deles? O mau hábito de cuspir também se tornou parte da natureza dos Sapos de Pele Azul?

Ele nunca teria pensado que os Sapos de Pele Azul na área de Jiangnan eram ainda mais perniciosos do que os Sapos de Pele Verde em Chang’an.

Havia mais de mil Sapos de Pele Azul ao longo do córrego, e Gao Peng não estava interessado em lidar com eles.

Gao Peng foi mais fundo na floresta densa, através do córrego, e o ar ficou ainda mais úmido.

“Vamos um pouco mais longe e olhar em volta”, disse Gao Peng com incerteza. Provavelmente não havia pilares em um lugar úmido como aquele, mas ele não saberia com certeza a menos que checasse. E desde que ele já estava lá, não fazia sentido para ele voltar pelo caminho que ele tinha vindo.

De repente, um Sapo de Pele Azul saiu de um arbusto. Tinha sujeira e lama manchando seu corpo, parecendo com algum selvagem pária[1] que havia sido deixado para trás por seu clã de Pele Azul.

O sapo estava sentado no chão e olhava estupidamente para Gao Peng com os olhos arregalados. Foi realmente muito fofo.

Gao Peng franziu a testa. Havia algo estranho nas costas do Sapo de Pele Azul…

Videiras apareceram debaixo de sua pele. Múltiplos fios de raízes azuis e verdes e trepadeiras saíam de sua pele antes de deslizarem sob a pele novamente para se esconder. Parecia que as cobras estavam se movendo sob a pele lisa e brilhante do sapo.

Algumas poucas videiras ainda estavam expostas e estavam absorvendo a umidade, os minerais e a nutrição do ar. Acima das videiras havia várias folhas verdes. Elas pareciam ser um tipo de samambaia.

Gao Peng encarou o Sapo de Pele Azul. Ele não conseguia detectar nenhuma emoção em seus olhos. Eles estavam tão vazios quanto os olhos de uma boneca deixada em um armário.

Gao Peng de repente pensou no Bulbassauro de Pokémon, que também tinha plantas crescendo em suas costas, mas não era exatamente a mesma coisa.

Depois de olhar para Gao Peng por um minuto, a Sapo de Pele Azul pulou para longe e voltou para as profundezas da floresta.

Gao Peng franziu a testa e disse a Dumby: “Vamos segui-lo”.

Depois de entrar na densa floresta, a cena apertou o peito de Gao Peng.

Era uma área ampla e vazia, e o chão estava cheio de uma infinidade de monstros. Nenhum dos monstros tinha níveis altos, o mais alto era apenas um Lobo de Orelha Preta com Manchas Amarelas de Classificação Normal e Nível 18 .

Mas não havia como negar o grande número deles. Havia pelo menos 70 ou 80 monstros no espaço vazio, grandes e pequenos. O maior era tão grande quanto um sedã, enquanto o menor era tão grande quanto uma melancia.

No entanto, esses monstros tinham duas semelhanças: Um, todos eles estavam quietos no lugar, a única prova de que eles estavam vivos era sua respiração lenta. Dois, cada um dos monstros tinha samambaias crescendo em suas costas ou em alguma outra parte de seu corpo, as raízes verde-clara da planta estavam perfurando os vasos sanguíneos.

Parasitas!

Era claramente um Tipo Parasita.

Gao Peng olhou em volta, em alerta total. Ele estava inicialmente preparado para recuar, mas no meio do espaço vazio havia uma coluna de rocha branca arenosa.

Havia parasitas fracos e fortes, mas o fator mais crítico era se o monstro que eles se alimentavam era forte ou não. Embora houvesse muitos monstros lá, sua qualidade não era muito alta, então Gao Peng e seus familiares ainda tinham uma chance.

Com base na experiência da espécie humana lutando contra todos os tipos de monstros nos últimos anos, quando confrontados com monstros parasitas, a prioridade era encontrar o corpo original do parasita e destruí-lo. Isso foi basicamente o suficiente para diminuir pelo menos metade da capacidade de combate do parasita. O corpo original do parasita normalmente teria força de combate fraca, já que o parasita dependia principalmente da habilidade de combate de seu hospedeiro, que manteria suas capacidades e habilidades originais, para garantir sua sobrevivência.

De um certo ponto de vista, eles eram semelhantes aos treinadores de monstros.

O Lobo de Orelha Preta  com Manchas Amarelas levantou-se lentamente e uivou. Ele olhou para Gao Peng sem qualquer emoção. Enquanto caminhava lentamente, todos os outros monstros naquele pedaço vazio de terra também começaram a se aproximar.

Todos olhavam para o grupo de Gao Peng sem qualquer emoção, emitindo sons ameaçadores de sua boca.

Acima dos passos e dos grunhidos baixos e roucos dos monstros ao redor, Gao Peng ouviu um farfalhar de folhas dentro da floresta, como se uma rajada de vento soprasse em sua direção.

Gao Peng achou engraçado. Ele estava inicialmente preocupado que o monstro parasita tivesse algum plano de apoio, mas como ele viu o comportamento instintivo dos anfitriões, Gao Peng deduziu que o corpo original do parasita era razoavelmente fraco. Caso contrário, não teria se comportado dessa maneira.

Afinal, se um predador estivesse caçando, iria expor voluntariamente sua existência e arrisca espantar sua presa?

Somente se se sentisse ameaçado ou estivesse em uma situação incerta, ele se comportaria dessa maneira.

“Encontrei!” Gao Peng gritou, olhando na direção das folhas farfalhantes. Era um arbusto denso, e ao lado do arbusto havia samambaias que pareciam centopeias no chão. Parecia uma samambaia de rim, que também era às vezes chamada de grama centípede.

[Nome do Monstro]: Samambaia de Ferro Azul

[Nível de Monstro]: Nível 21

[Classificação do Monstro]: Excelente

[Atributo do Monstro]: Parasita

[Fraqueza do Monstro]: Fogo

“Da Zi, destrua essa planta!” Gao Peng disse Da Zi.

Da Zi assentiu vigorosamente e rapidamente correu em direção à Samambaia de Ferro Azul.

Os monstros subitamente se lançaram em direção a Da Zi como se tivessem ficado loucos.

“Dumby, bloqueie-os! Ajude Da Zi a ganhar algum tempo.”

Dumby assentiu. Ele pegou uma pedra enorme que estava a seus pés e levantou-a contra os monstros que atacavam. O Lobo de Orelha Preta com Manchas Amarelas, na frente do bando, não teve tempo suficiente para se esquivar da pedra que se aproximava e foi atingido diretamente em sua cabeça. Caiu no chão com um poof quando o sangue explodiu de sua cabeça.

Dumby rugiu de raiva quando correu para frente. Ele pegou um monstro parecido com uma cobra na mão esquerda e um monstro parecido com um verme na direita e começou a usá-los como nunchaku[2], girando-os em um frenesi.

Boom Boom Boom!

Os monstros se tornaram dois chicotes em suas mãos, pós-imagens foram deixadas por trás de seus balanços.

Monstro após monstro foi atingido e pele e carne divididas, encharcando o campo de batalha em sangue. Os dois monstros nas mãos de Dumby estavam em condições ainda piores. Seus crânios foram esmagados e seus corpos estavam perto de rasgar.

O Sapo de Pele Azul que tinham visto na estrada mais cedo foi atingido pelo “chicote de cobra”, e seus globos oculares se projetaram para fora quando sons de ossos estalando puderam ser ouvidos.


Capítulo Anterior || Índice || Próximo Capítulo


Nota:

[1] Basicamente, Pária é um ser que é excluído do convívio social.

[2] Para quem não sabe o que é Nunchacku é uma arma de artes marciais do conjunto de armas do kobudo e consiste de dois bastões pequenos conectados em seus fins por uma corda ou corrente. Aparece muito em filmes de kung-fu.

Rolar para o topo