MPE – Capítulo 159

Capítulo Anterior
Próximo Capítulo

Capítulo Anterior || Índice || Próximo Capítulo


Capítulo 159: Corpo de Extrema Dureza

Tradutor:  Asu | Editor:  Asu

Quando as divindades lutam, os mortais sofrem.

Apenas as ondas de choque da luta foram suficientes para destruir enormes trechos de árvores dentro da floresta. Os monstros se escondendo nos cantos e esperando por uma chance de pegar alguns dos espólios da guerra fugiram da cena depois de ver a situação.

O Diretor Chen estava ansioso. Por que essa minhoca era tão mesquinha? Seu objetivo era que essa minhoca Tier, com sucesso, voltasse e tivesse uma boa “conversa” com o Soberano do Deserto, para que os militares pudessem colher os despojos de sua guerra.

Não importava qual monstro vencesse aquela luta. Ganhar também seria um ativo valioso.

Mas essa aranha… eu não tinha intenção de fazer você “conversar” com essa aranha! É um Pseudo-Lorde que sofreu uma evolução fracassada. Seu potencial é praticamente zero. Por que você deve lutar com a aranha?!

O coração do Diretor Chen doía e ele observava em silêncio como as coisas se desenvolveriam.

A minhoca tinha acabado de se tornar um monstro Tier Lorde, e seu corpo ainda não estava totalmente recuperado. Depois do ataque surpresa inicial, descobriu que não tinha vantagem real sobre a aranha. Com uma sacudida de seu corpo, usou seu movimento especial para cavar o chão e escapar.

Um grande buraco apareceu de repente no chão. A terra parecia se separar como se tivesse vida própria, e depois que o Lorde das Minhocas Shatuoman Comedoras de Homens escapou pelo túnel, ela desabou, a terra solta gradualmente se fechando naquele buraco que havia aparecido.

A aranha apunhalou o chão com raiva e balançou seu membro ao redor, fazendo com que o resto do túnel se desmoronasse. Com isso, a aranha perdeu todos os vestígios do Lorde das Minhocas Shatuoman Comedoras de Homens.

A Aranha Feminina Violenta Horrível ficou com um grande número de feridas. Afinal, era apenas um Pseudo-Lorde e não um verdadeiro Lorde, por isso estava em desvantagem, mesmo contra um Lorde que acabara de ser promovido. Sua pele cinzenta estava coberta de cicatrizes grandes e pequenas. Alguns deles já haviam curado, enquanto outros ainda estavam se curando.

Gao Peng tinha visto durante a luta que, quando o Lorde das Minhocas Shatuoman Comedoras de Homens mordera a perna da Aranha Feminina Violenta Horrível, grandes quantidades de pele de perna cinzenta tinham caído. Por causa disso, a aranha realmente não sofreu ferimentos graves depois de perder sua primeira perna no ataque surpresa; ele acabou de perder uma camada de material branco, semelhante a um entulho. Assim como os javalis selvagens esfregam a resina por todo o pelo espesso e depois rolam na lama para formar uma espécie de cobertura blindada, a aranha parece ter uma pele blindada similar.

“Esta aranha gastou muita energia durante a luta, por isso pode estar com fome”, disse o Tio Liu, apertando os olhos.

A aranha estava no chão. Era difícil imaginar uma aranha gigante de quinze metros de comprimento parecendo tão gentil. Seus oito olhos observaram cuidadosamente o buraco no chão enquanto circulava o túnel do qual o Lorde das minhocas escapava. Parecia um pouco bobo.

Por fim, percebeu que a minhoca escapara para sempre e soltou um gemido de arrependimento.

Na bacia, no entanto, ainda restavam algumas minhocas. Quando o líder deles promoveu e fugiu, um grupo deles se espremeu apressadamente, ficando preso em uma bola. Perdendo o alvo, a aranha virou a cabeça e olhou friamente para as minhocas. Sua boca se abriu lentamente, revelando um conjunto de presas ferozes.

Um bocado branco apareceu em sua boca e, no momento seguinte, ele soltou uma grande quantidade de seda branca. A seda se espalhou em forma de leque. Cada gota se reuniu em pequenas pérolas brancas que se espalharam no ar, formando uma grande e densa teia branca.

Sentindo algo pousar nelas, as minhocas se esforçaram para escapar. Apenas algumas sortudas conseguiram fugir, mas o resto foi muito lento e ficou preso na teia de aranha.

A teia ainda tinha uma ponta conectada na boca da Aranha Feminina Violenta Horrível. Assim como se enrolando em uma grande rede, os dois pedipalpos começaram a puxar a rede de volta para a boca.

Os olhos de Gao Peng se arregalaram. Pensar que ele usou uma maneira tão diligente de comer sua presa! Então, o cérebro de Gao Peng de repente se contraiu, e ele pensou em comer macarrão de pasta de soja…

Uma faixa de sombra negra se escondia dentro da grama curta, aproximando-se silenciosamente da aranha.

A aranha estava devorando sua comida com tristeza quando sentiu um calafrio na perna. Então, uma dor aguda veio. Ele olhou para baixo para ver bolas pretas de poder sombrio formando tesouras e cortando sua perna. A parte que foi cortada foi o ponto exato em que o Lorde das minhocas havia infligido danos pesados ​​durante a luta anterior, e era o ponto com a defesa mais fraca.

Já havia perdido uma perna e agora, de repente, havia perdido a que estava ao lado dela! Ele tropeçou e quase caiu. Perder duas pernas em tão pouco tempo não foi fácil de se acostumar.

Assim que a aranha tropeçou, o Lagarto da Sombra fez seu movimento. Ele entrou em ação, tornou-se uma pós-imagem verde. Abriu a boca grande e os lados da cabeça começaram a subir. As escamas em seu corpo sibilaram quando as cartilagens nas laterais de sua cabeça se abriram. Um jato de ar saiu de trás, impulsionando-o para frente. O Lagarto da Sombra mordeu violentamente uma das pernas da aranha e balançou a cabeça para trás.

A perna se torceu de uma maneira estranha, quase se quebrando.

A aranha ficou furiosa! Por que esses monstros gostam de morder minhas pernas?!

Com uma varredura de sua perna, enviou o Lagarto da Sombra voando.

Embora a perna não estivesse quebrada, ainda estava gravemente ferida e tornava a caminhada extremamente difícil. A aranha agora tinha pernas faltando e uma perna gravemente ferida no mesmo lado do corpo.

Um sorriso apareceu no rosto do Tio Liu. “Agora não pode fugir”, disse ele e depois olhou para o céu.

Eles não sabiam quando apareceu, mas acima de suas cabeças circulavam uma sombra negra. E daquela sombra surgiu uma aura desconhecida e assustadora.

No momento seguinte, a sombra desceu, vestida de ventos furiosos quando desceu e aterrissou bem no meio da bacia.

Uma aureola branca pálida estava girando sob os pés do pássaro gigante. Na aureola, parecia haver padrões de tornado.

Um Lorde! Um Lorde do Tipo Pássaro!

Todos no local prenderam a respiração; os cabelos deles estavam de pé.

Embora o Lorde das minhocas e a aranha Pseudo-Lorde fossem entidades extremamente poderosas, nenhum deles emitia uma sensação tão opressiva de poder.

Na batalha anterior, o Lorde das minhocas não havia exibido as verdadeiras capacidades de batalha de um monstro Tier Lorde porque acabara de ser promovido. Se tivesse, não havia como ter sido expulso por um Pseudo-Lorde.

Esse novo convidado era um abutre. Mas comparado a outros abutres, este tinha um pescoço mais grosso e robusto. Seus olhos ferozes estavam cercados por um círculo negro, com uma área de coloração vermelho-sangue nas laterais do olho. Seu olhar era penetrante e as penas do pescoço para cima eram todas brancas.

Mas o que deixou a maior impressão foi os músculos fortes que eram visíveis por todo o corpo! Suas asas foram levantadas no alto, flexionando seus músculos salientes. Quando se aproximaram, as penas formaram um elegante padrão de onda.

Em seus dedos fortes, havia garras que pareciam grandes ganchos de ferro. Seu peito forte subia e descia enquanto respirava, e lâminas de ventos violentos formavam uma barreira invisível ao redor de seu corpo, fazendo os arbustos ao redor balançarem ao vento.


Capítulo Anterior || Índice || Próximo Capítulo

Capítulo Anterior
Próximo Capítulo