MPE – Capítulo 164

Capítulo Anterior
Próximo Capítulo

Capítulo Anterior || Índice || Próximo Capítulo


Capítulo 164: Grupo do Céu do Sul

Tradutor:  Asu | Editor:  Asu

Uma boca gulosa atravessou a superfície do rio. Fluxos de água escorriam dos buracos vazios dos lábios, criando várias cachoeiras. A enorme boca negra parecia uma entrada para as profundezas do inferno.

“Dragão Branco”, Ji Hanwu disse casualmente.

O ar congelou instantaneamente como se o mundo tivesse parado de se mover.

Acompanhado por um rugido de dragão crepitante, garras brancas de um dragão aquático surgiram de repente das profundezas do rio. Três garras de dragão atingiram a boca gigantesca e deixaram enormes marcas de garras sobre ela.

Sangue fresco explodiu para fora.

A força incrível rasgou a gigantesca boca aberta.

Um nevoeiro cobria a superfície do rio, cobrindo o rio com uma névoa branca.

“Novamente. Toda vez. Há neblina e não podemos ver a cena da batalha”, disse o general caolho da área militar de Yuzhou com uma expressão desinteressada. Ele então jogou um pedaço de melancia meio comido no lixo ao lado dele.

Depois disso, ele acenou com a mão e saiu da sala de monitoramento. “Não há mais necessidade de me mostrar as imagens de infravermelho, estou entediado com isso!”

De longe, o nevoeiro cobria a área acima da superfície do rio, bloqueando a linha de visão. A visibilidade era inferior a cinco metros. Na ocasião, uma enorme sombra podia vagamente ser vista movendo-se através das névoas, acompanhada pelos rugidos de um dragão e de uma besta.

Depois de algum tempo, o som desapareceu gradualmente e a calma voltou ao rio. Uma sombra branca atravessou o nevoeiro e voou para a cidade de Yuzhou. O nevoeiro que cobria a superfície do rio também desapareceu gradualmente. O rio furioso continuou rugindo incansavelmente.

Na superfície do rio, os restos de um barco que foi partido ao meio foram deixados à deriva, afundando lentamente para as profundezas…

Uma enorme sombra escura flutuava na superfície do rio. Grandes poças de sangue fresco se espalharam na água antes de serem rapidamente arrastadas pelas ondas.

No curso inferior do rio Yangtze, dois grandes navios dirigiram-se para a área. Todos os funcionários a bordo dos navios usavam macacões brancos e se moviam para todos os lugares nos navios. Duas palavras foram impressas nas laterais dos navios “Céu do Sul”.

Vários macacos de pele azulada e carregando sacos vermelhos estavam sentados obedientemente nas bordas dos navios. Eles balançaram as pernas habilmente, usando fones de ouvido intra-auricular enquanto balançavam a cabeça com a batida da música. Eles pareciam extremamente felizes.

Os navios gradualmente se aproximaram do cadáver flutuando no rio. Alguns membros da equipe acenaram com varas de bambu e atingiram a borda do navio.

Os macacos azuis obedientemente tiraram os fones de ouvido e os colocaram cuidadosamente dentro das bolsas vermelhas nas costas. Eles se abaixaram e pegaram os ganchos de ferro nas bordas dos navios, então saltaram para a água.

Os ganchos eram conectados a correntes de liga espessa que afundavam na água constantemente.

Como o resultado da batalha anterior era grande demais, nenhum monstro se atreveu a chegar perto do leito do rio.

Um funcionário que tinha acabado de começar seu trabalho no navio imaginou que tipo de música esses macacos ouviam todos os dias. Eles eram altos e enérgicos o dia inteiro. Ele pegou um fone de ouvido e colocou na cabeça. Uma melodia Familiar começou a soar em seu ouvido.

“Houge, Houge, você é incrível ~ Até mesmo a montanha dos cinco elementos não conseguiu contê-lo.  Sun Wukong chegou~[1]

A música era muito cativante. O novo funcionário não pôde deixar de apertar os olhos antes de cantarolar.

No rio, os macacos azuis moviam-se agilmente e agudamente evitavam várias correntes ocultas. Finalmente, eles nadaram ao lado do corpo do monstro, encontraram um bom lugar e fixaram firmemente os ganchos nas articulações do corpo do monstro antes de puxar as correntes. Depois de confirmar que os ganchos e correntes estavam firmes, os macacos azuis nadaram até a superfície e fizeram um sinal sonoro.

Os navios começaram a se mover devagar para trás, e as correntes se estenderam, fazendo ruídos estridentes.

Alguns ganchos que não estavam fixos com firmeza se soltaram. Os macacos azuis sinalizaram para que os navios parassem para que pudessem procurar novas áreas para prender seus ganchos e correntes. Depois de várias repetições, todos os problemas foram finalmente resolvidos. Então, os motores dos navios começaram.

O cadáver do monstro Tier Lorde emitiu um cheiro que assustou os monstros e garantiu que eles estivessem a pelo menos 12 quilômetros de distância. Os macacos azuis arrastaram-se pelas correntes em direção ao convés do navio. Eles então gentilmente sacudiram seus corpos. O pelo encharcado que colava em seus corpos repentinamente se expandiu para fora, liberando uma chuva de gotículas de água.

Sua camada externa de pele estava encharcada, mas a camada interna de pele ainda estava seca.

Eles colocaram seus fones de ouvido de volta, em seguida, deitaram preguiçosamente no convés do navio, ouvindo a música que se repetia enquanto olhava estupidamente para o céu.

―◊◊◊―

Depois de descer do avião, o Tio Liu pediu o serviço de transporte do aeroporto, e eles se dirigiram para o Grupo do Céu do Sul. Senão, seria muito inconveniente para eles pegarem um táxi com todos os seus Familiares.

A sede do Grupo do Céu do Sul ficava em uma área suburbana, cercada por dezenas de milhares de acres de terra. Consistia não apenas em grandes edifícios comerciais, mas também em fábricas.

O Grupo do Céu do Sul também construiu algumas instalações de entretenimento nas áreas circundantes. Eles usaram a sede do grupo como um centro que ajudou o desenvolvimento econômico de toda a região.

O carro parou em frente à entrada principal do Grupo do Céu do Sul. O motorista virou de lado e disse desanimado: “Não posso ir mais longe; a segurança do Grupo do Céu do Sul é muito rigorosa.”

Tio Liu riu e assentiu para indicar que entendia. Ele então pagou e sinalizou para Gao Peng e os Familiares para sair do carro.

O Grupo do Céu do Sul estava cercado por muros altos e espessos, e uma camada de fios eletrificados envolvia o topo dos muros.

Um guarda de segurança estava posicionado em cada lado da entrada. Ao lado dos guardas de segurança estavam dois Familiares, que eram Familiares raros do Tipo Planta. Os Familiares subiram pelos altos postes de metal. Suas trepadeiras fortes e espessas cobriam os postes de metal como se fossem jiboias, e na superfície das trepadeiras havia grandes botões de flores brancos. Os botões florais estavam fechados e, na ponta de cada botão fechado, podia-se ver vagamente uma ponta afiada saliente.

Gao Peng ficou sem palavras. Parecia um pouco exagerado, já que esses Familiares do Tipo Planta estavam no Tier Lorde.

O Tio Liu adiantou-se e tirou uma carteira de identidade azul do bolso. Ele então entregou ao guarda de segurança. O guarda de segurança passou o cartão em uma máquina.

Seu rosto mudou de cor quase que imediatamente. Ele rapidamente acenou para o Tio Liu e, ao mesmo tempo, abriu a grande porta automática.

“Vamos lá. Vamos entrar primeiro e continuar esperando.” Tio Liu acenou para Gao Peng. “Não seja tão formal. Apenas trate isso como sua casa, certo?

Gao Peng assentiu. “Tudo bem.”

Risos que alguém não conseguiu conter vieram de trás deles.

Gao Peng virou-se e viu uma mulher de vestido vermelho cobrindo a boca enquanto ria. Quase se podia ver rugas no canto de seus olhos por causa da risada.

A mulher deve ter pelo menos 27 ou 28 anos de idade. Gao Peng pensou seriamente nisso.

“Desculpe-me.” O rosto da mulher endureceu quando ela viu Gao Peng indo em sua direção. Ela forçou suas risadas para baixo quando ela retornou ao seu comportamento anteriormente calmo e frio.

“Há uma sala de espera dentro da sede do grupo. Por favor, espere por mim por um tempo lá. Eu sei que prometi acompanhá-lo hoje, mas há uma emergência no grupo…” disse um homem de macacão preto que estava ao lado da mulher. Ele parecia estar em seus trinta anos.

“Ok sem problemas. O trabalho é mais importante.” A mulher assentiu e sorriu.

Depois de entrar no prédio do grupo, Tio Liu levou Gao Peng em círculos duas vezes, antes de finalmente voltar ao mesmo lugar sem jeito.

Cof cof. Parece que o lugar mudou muito nos dois anos em que estive em Chang’an”, disse o Tio Liu, desajeitado. Ele ignorou o olhar desconfiado e vigilante do guarda de segurança na entrada principal e continuou conduzindo Gao Peng para dentro.

“Veja o que eu quero dizer? Eu pensei que a ala dos funcionários era aqui, mas agora acho que já viemos por essa direção antes. Este velho Ji, ele quase transformou a fábrica em um labirinto” queixou-se o Tio Liu.


Capítulo Anterior || Índice || Próximo Capítulo


Nota:

[1] Houge significa Irmão Macaco, em inglês eles não traduziram, então eu mantive ‘houge’.

Quem quiser ouvir a música: Houge Houge

Capítulo Anterior
Próximo Capítulo