MPE – Capítulo 193

Capítulo Anterior || Índice || Próximo Capítulo


Capítulo 193: Uma Montanha Estranha

Tradutor:  Asu | Editor:  Asu

Este Pato Adamantino deve ter levado uma vida difícil na floresta.

Pelo menos, isso foi o que Gao Peng pensou até ler a descrição do monstro.

[Nome do Monstro]: Pato Adamantino (Tipo Variante)

[Nível do Monstro]: Nível 10

[Classificação do Monstro]: Épica

[Características Especiais]: Poder Gui (Efeito Passivo: quando está sendo atacado, tem a chance de expandir seu corpo por um certo período de tempo. Sua força, defesa e velocidade também serão amplificadas ao mesmo tempo).

[Estado atual do monstro]: Saudável (Cansado)

 

Não admira que tivesse sido capaz de se manter vivo por tanto tempo. Apesar de sua lentidão, parecia bastante formidável.

Gao Peng sentiu que havia ganhado na loteria com ele.

“Diga: ‘Eu não sou um pato, eu sou um homem humano que por acaso é um pouco mais bonito do que o resto.’ Diga que ele pode vir conosco se não se importar que eu seja humano ”, disse Gao Peng a Flamy.

Flamy parecia estar completamente surpreso com a ordem de Gao Peng. Então relutantemente traduziu o que dissera para o Pato Adamantino.

Um olhar de conflito apareceu no rosto do Pato enquanto ele ouvia o que Flamy dizia. Ele olhou para Gao Peng, incerto.

Finalmente, sacudiu a cabeça e o corpo. Quarck quarck?

“É ‘Quack’“, corrigiu Gao Peng.

O Pato Adamantino riu alegremente. “Quack!”

Gao Peng não sabia o que estava passando pela cabeça do pato distraído. De qualquer forma, parecia que o grupo ganhara um novo membro.

Embora sua Classificação de Monstro fosse Épica, o fato permaneceu que ainda estava no Nível 10, significando que não era tão ágil quanto os outros Familiares.

Também era teimoso. Apesar de ser o mais lento do grupo, recusou-se a deixar alguém ajudar.

O Pato Adamantino pulou e pulou na parte de trás do grupo alegremente.

Às vezes ele farejava aqui e ali, movendo seu bico.

Os pelos nas costas de um gato preto que estava no meio do acasalamento com uma gata se levantaram. Ele se virou e viu um pato dando um olhar estranho por trás de uma árvore.

Era um olhar calmo e insensível. Que tipo de criatura era capaz de ter um olhar tão apático? O gato preto ficou atordoado.

A gata abaixo soltou um ronronar, um tanto aborrecida por seu companheiro parar abruptamente o que estava fazendo.

O gato preto pressionou levemente a pata na gata. “Shhh, quieta agora. Este pato me intrigou. Seus olhos me dão arrepios. Eu nunca senti esse sentimento antes…”

Thwap! A gata deu um tapa no gato preto com a pata, mandando-o voar para longe. “Vá então! Vá com seu precioso pato!”

Depois de dizer isso, a gata desapareceu na floresta, deixando o gato preto atordoado no chão.

O gato preto virou-se para procurar o pato, apenas para perceber que ele havia desaparecido.

Em outro canto, um coelho cavava alegremente um buraco no chão quando de repente sentiu que algo estava olhando para ele.

O coelho de pele cinza virou-se e viu que alguma coisa estava com a cabeça esticada de trás de um amontoado de árvores. A cabeça encarava o coelho sem piscar com os olhos sem vida.

A cabeça pertencia a um pato.

O coelho de pele cinza soltou um suspiro de alívio e continuou cavando seu buraco.

No entanto, começou a sentir os olhos do pato se contorcendo em suas costas como vermes. No início, o coelho foi capaz de suportar o olhar do pato, mas finalmente não aguentou mais.

Virou-se, saltou para a frente e deu um poderoso chute ao Pato Adamantino.

O Pato Adamantino cambaleou e caiu no chão. Então uma luz roxa passou pelo seu corpo. Em um instante, seu corpo se expandiu como um balão.

Surpreso com isso, o coelho de pele cinza saiu imediatamente da cena.

“Ele só ficar lá, olhando para o nada… Eu acho que o nome Dumby deveria ter sido dado a ele em vez disso”, Disse Stripey para Da Zi.

A trinta metros de distância, o Pato Adamantino estava agachado em um ângulo estranho no chão. Seus olhos estavam arregalados como pires enquanto observava distraidamente uma fileira de formigas rastejando, como se houvesse algum significado profundo a ser tirado delas.

Da Zi olhou para ele. Ele simplesmente não conseguia descobrir o que estava acontecendo dentro da cabeça do pato. Então desviou o olhar. “Comida.”

―◊◊◊―

“Os Núcleos do Espírito da Terra são geralmente formados nas profundezas das cavernas das montanhas”, Gao Peng murmurou para si mesmo.

Na frente dele, havia uma montanha de 600 metros de altura. Havia uma pedra negra brilhando de um lado dela. A pedra negra estava cheia de cavernas escuras e misteriosas.

A vida vegetal era escassa na montanha. Apenas alguns tipos resistentes de plantas conseguiram sobreviver em um ambiente tão duro. De longe, a montanha parecia uma enorme colmeia cheia de buracos.

Pode-se dizer pela sua aparência que havia algo incomum nessa montanha. Não parecia um lugar onde se pudesse encontrar qualquer Núcleo do Espírito da Terra. Gao Peng sacudiu a cabeça.

Quando ele estava prestes a se virar e sair, Gao Peng de repente ouviu passos correndo de dentro da floresta. As árvores ao longe tremiam violentamente no mesmo instante.

Gao Peng franziu a testa e acenou com a mão para os outros se afastarem.

Bolas de luz vermelha irromperam das árvores e se lançaram na direção da estranha montanha. Silhuetas podiam ser vistas à luz.

Quanto mais perto as cavernas estavam do chão, maiores elas pareciam ser.

Gao Peng chegou a ver algumas cavernas no sopé da montanha, que eram tão altas quanto 15 metros.

Não houve sinal de atividade depois disso.

Dez minutos depois, outro monstro entrou na montanha de outra direção. O mais forte entre os monstros que entravam na montanha estava em torno do Nível 30, enquanto o mais fraco entre eles estava no Tier Elite.

Esta estranha montanha pareceu dar as boas-vindas a todos que entraram nela.

De repente, Silly, que estivera pairando ao lado de Gao Peng durante todo esse tempo, começou a vagar lentamente em direção à estranha montanha.

Gao Peng imediatamente agarrou Silly e tirou um pouco de suco do seu espaço portátil.

Em um instante, o encantado Silly recuperou seus sentidos e alegremente pegou o suco.

“O que aconteceu com você agora? Por que você estava voando para a montanha?” perguntou Flamy.

Silly coçou a cabeça com um tentáculo. “Não sei. Por alguma razão, pensei que havia um delicioso suco de frutas naquela montanha.”

“Mestre, há muito peixe lá em cima…” Flamy de repente apontou para a estranha montanha.

“Há… Agulhas de Cedro Yin também?” Disse Dumby em confusão.

“Há muitos Stripeys lá dentro!”, Disse Da Zi, cujas antenas se agitaram animadamente no ar.

Stripey olhou para Da Zi, que percebeu que havia dito algo que não deveria ter dito. Ele rapidamente cobriu a boca com os pés e desviou o olhar de Stripey.


Capítulo Anterior || Índice || Próximo Capítulo

Rolar para o topo