MPE – Capítulo 73

Capítulo Anterior || Índice || Próximo Capítulo


Capítulo 73: Você Deve Estar Muito Triste

Tradutor: Asu | Editor: Asu

“Xiuying, é hora de levantar para o café da manhã.” A voz de um velho veio do pequeno quarto.

Um papagaio vermelho estava empoleirado no guarda-roupa, chamando a velha de cabelos brancos deitada na cama. Todas as manhãs, era assim que o papagaio despertava a velha senhora. Tornou-se uma ocorrência diária para eles nos últimos dois anos. O sobrenome da velha era Chen e seu nome era Xiuying.

Hoje, Xiuying não se levantou obedientemente como de costume. Sua visão ainda está embaçada. Ela abriu os olhos devagar e depois sorriu para o papagaio.

O papagaio parou de chamar e ficou quieto no topo do guarda-roupa. Seus olhos se encontraram com os de Xiuying.

Xiuying não teve filhos. Vinte anos atrás, um acidente de carro havia tirado toda a família da filha dela.

Daquele ponto em diante, o casal idoso e solitário só podia depender um do outro. Eles moravam exatamente naquela casa que não era muito grande.

Depois do acidente de carro, eles conseguiram uma grande quantia em dinheiro como compensação, mas nunca compraram uma nova casa. Eles já haviam se acostumado demais a essa velha casa deles.

Algum tempo depois, eles começaram a criar um papagaio.

O papagaio era inteligente. Podia falar e também imitar sons, e muitas vezes provocava riso ao casal de idosos.

O casal de idosos encontrou um companheiro dentro do papagaio. Eles ensinaram como falar e também como imitar suas vozes. Trouxe uma ponta extra de calor para a casa fria.

No passado, o velho acordava Xiuying todos os dias. Depois de perder a filha, Xiuying se tornou muito menos mentalmente alerta e muito mais sonolenta. Sem o velho para acordá-la, ela costumava perder o café da manhã, e isso era ruim para o estômago.

Isso continuou até dois anos atrás. O velho faleceu.

Para Xiuying, era sem dúvida como se o céu tivesse caído sobre ela. Foi uma noite longa e escura para ela. Ela não tinha ideia de como ela realmente conseguiu continuar. Mas no dia seguinte ao amanhecer, assim como o sol começou a nascer…

Apenas no dia seguinte após o falecimento do velho homem, o papagaio ficou ao lado da cama de Xiuying…

E em uma imitação da voz do velho, gentilmente falou com ela. “Xiuying, é hora de levantar para o café da manhã.”

Xiuying abriu os olhos e olhou para o papagaio ao lado da cama. O par de olhos que encontrou os dela era familiar e tão quente quanto ela lembrava.

O papagaio podou as penas e levantou a cabeça para olhá-la novamente.

Lágrimas brotaram nos olhos de Xiuying. Ela saiu da cama e preparou o café da manhã para ela e para o papagaio também. Ela preparou os bolinhos favoritos do seu parceiro.

O papagaio não comeu. Ele apenas bicou os bolinhos uma vez, depois parou.

A partir de então, todas as manhãs, o papagaio se empoleirava ao lado da cama de Xiuying e acordava-a usando aquela voz familiar.

Hoje Xiuying não saiu da cama como de costume. Em vez disso, ela estava enrolada na cama como uma garotinha, sorrindo atrevidamente para o papagaio.

Esse sorriso parecia tê-la trazido de volta há 60 anos.

Quando ela ainda era uma jovem menina; foi exatamente o dia em que ela se casou e o dia em que passou a primeira noite com o marido recém-casado.

De repente, Xiuying se sentiu cada vez mais cansada. Ela achou difícil manter os olhos abertos.

Na verdade, ela já deveria ter ido ontem à noite. Ela já era muito velha. A solidão estava corroendo tudo isso por muito tempo.

Mas ela só queria ouvir mais uma vez. Apenas mais uma vez.

Ouvir a voz do velho.

Ouvir o velho dizer: “Xiuying, é hora de se levantar para o café da manhã”.

Meu amor, você está prestes a sair em uma longa jornada, longe de mim.

Eu conto os dias para o seu retorno. Quando você estará de volta?

Você disse,

Quando eu ouvir sua voz mais uma vez, será o dia em que nos reunirmos.

De repente, Xiuying pôde ver o velho. Ele estava de pé ao lado da cama dela, segurando a mão dela.

Ele disse a ela: “Estou de volta, minha querida, eu fiz você esperar”.

No dia seguinte, Gao Peng ouviu os vizinhos conversando enquanto descia as escadas.

Vovó Chen, que vivia no andar abaixo, havia falecido. Quando o resto entrou em sua casa, viram a Vovó Chen deitada em sua cama com uma expressão pacífica no rosto.

Seus dedos estavam suavemente curvados, e eles estavam entrelaçados com pequenas e curtas garras. No outro extremo de seus dedos estava o corpo frio de um papagaio.

A Vovó Chen não tinha parentes diretos, então, de acordo com os regulamentos do governo, seu corpo seria coletado pelo necrotério, que então contataria seus parentes distantes.

Se ninguém viesse buscá-la, seu corpo seria cremado e colocado no cemitério público.

“Aiya!”

“É um fantasma!”

Gritos de alarme vieram da multidão, e muitos deles estavam fugindo.

No fundo da multidão, Gao Peng podia ver que pontos de luz tinham aparecido de repente. Essas partículas de luz gradualmente flutuaram para o céu.

Entre os pontos de luz, Gao Peng podia vagamente ver um papagaio semi-transparente azul-claro voando para o céu. As partículas de luz pareciam estar dançando em volta.

[Nome do Monstro]: Guardião da Alma

[Nível do Monstro]: 25

[Classificação do Monstro]: Perfeita

[Atributo do Monstro]: Alma

[Descrição do Monstro]: Uma forte obsessão com a alma mantém esse monstro no reino mortal. Pode tomar várias formas. Quando a obsessão terminar, ela retornará ao submundo.

 

O papagaio azul-claro circulou três vezes a janela do terceiro andar e, com um súbito bater de asas, desapareceu no céu.

“Eu vi, eles começaram a voar! Os dois cadáveres no suporte de metal se tornaram manchas de luz e voaram para longe! O papagaio e a pessoa estavam definitivamente mortos!” Um dos trabalhadores do necrotério estava em pânico absoluto. Ele definitivamente estava com medo de sua inteligência.

O mundo mudou depois do cataclismo, pode-se dizer; mas os cadáveres tinham permanecido iguais.

Não importa quão aterrorizante o monstro ou humano, todos eles se tornaram os mesmos depois da morte.

Não importa o que, eles ficaram frios e incapazes de se mover.

Mas agora, até os cadáveres não estavam seguindo as regras!

Os trabalhadores do necrotério definitivamente estavam assustados.

Com o falecimento da Vovó Chen, Gao Peng ficou chocado.

Quando ele ouviu a notícia, seu coração ficou pesado. Afinal, ela era um rosto familiar que ele via o tempo todo.

Ele lembrou que, além da Aranha de Placa Cinza Listrada, a Vovó Chen tinha outro animal de estimação, que era o papagaio que ela mantinha em casa.

Agora que a vovó Chen e o papagaio se foram, o que aconteceria com a Aranha de Placa Cinza Listrada?

Houve incidentes anteriores dentro da cidade onde o Familiar foi deixado para trás depois que seu dono faleceu. Sem o controle de seus mestres, alguns Familiares decidiram entrar nas montanhas, retornando à natureza.

Outros experimentaram uma enorme mudança em sua natureza, tornaram-se altamente ofensivos e atacaram outros humanos.

Gao Peng estava pretendendo sair para comprar os materiais necessários para a evolução de Silly. Além do Coração Espacial de Madeira, Gao Peng ouvira falar dos outros materiais. Eles não eram particularmente raros ou caros. Mas com o que acabou de acontecer, Gao Peng decidiu subir as escadas para dar uma olhada.

Ele ainda estava bastante familiarizado com aquela pequena aranha que gostava de andar na escada.

Subindo as escadas, ele encontrou a pequena aranha no teto da escadaria do quinto andar.

Seus oito membros com garras estavam enganchados no teto, e seus olhos vermelhos de sangue estavam constantemente brilhando com um toque de loucura. Estava soltando um assobio baixo também.

Na visão de Gao Peng, ele pôde ver que a condição da Aranha de Placa Cinza Listrada estava atualmente em um estado de tristeza.

Vendo que alguém havia chegado, a Aranha de Placa Cinza Listrada virou o rosto e se escondeu em um canto do teto, como se estivesse envergonhada de ser vista em tal estado.

Depois de alguns minutos, vendo que Gao Peng ainda estava lá, o embaraço da aranha se transformou em raiva. Começou a gritar alto para Gao Peng.

Hiss? Da Zi fez casualmente um som quando subiu preguiçosamente no ombro de Gao Peng.

O Aranha de Placa Cinza Listrada congelou, depois se enrolou em uma bola em resignação.

Acabará de perder seu mestre, e agora um tirano cruel na forma de uma centopéia estava intimidando-a. A vida de uma aranha foi muito dura.

Tendo perdido suas esperanças e sonhos, ela se enrolou em uma bola peluda.

Com um pachi, caiu do teto e ficou no chão sem se mexer.

“Você deve estar muito triste, não é?” disse Gao Peng, agachando-se ao lado da aranha e gentilmente acariciando-a na cabeça.

A Aranha de Placa Cinza Listrada podia sentir as intenções amáveis ​​na voz de Gao Peng e tremeu um pouco.


Capítulo Anterior || Índice || Próximo Capítulo

Rolar para o topo