MPE – Capítulo 95

Capítulo Anterior || Índice || Próximo Capítulo


Capítulo 95: O Segundo Treinamento na Região Selvagem

Tradutor: Asu | Editor: Asu

Uma semana se passou e a reforma da vivenda nos subúrbios foi concluída. Embora o lugar parecesse deserto, já que ninguém vivia ali durante três anos inteiros, apenas a camada externa da parede se quebrou, com algumas rachaduras em outros lugares. O edifício geral estava bom. A tecnologia humana ainda era confiável.

Eles só precisavam limpar as ervas daninhas, refazer as paredes e dar à vivenda uma nova pintura. As paredes externas estavam pintadas de branco e os tijolos quebrados foram trocados por novos. Por solicitação de Gao Peng, eles também construíram um porão.

Não foi difícil. Não exigia muita habilidade técnica, apenas pessoas para solidificar as paredes para evitar o colapso.

Os requisitos de Gao Peng também não eram despropositados. Ele só queria que eles incluíssem uma passagem que ligasse o porão, localizado na superfície rasa do solo, ao interior da casa. Pequenos projetos de construção como esse não eram problema para a maioria das empresas de construção.

Eles precisavam apenas de alguns dias para concluir a tarefa.

Agora que a reforma da vivenda estava completa, Gao Peng poderia se mudar a qualquer momento.

―◊◊◊―

Possuir uma casa onde não se podia ficar era agonizante, especialmente quando era uma vivenda. Às vezes Gao Peng só queria perguntar a Deus o que ele fez de errado.

Poderia ser que todo menino bonito tivesse que suportar dificuldades que correspondessem ao seu rosto?

No dia seguinte, foi mais uma vez a hora de irem para a Região Selvagem para treinar no vale. O período de tempo foi de uma semana.

Nada aconteceu com ninguém durante o último treinamento na Região Selvagem; apenas alguns alunos ficaram feridos. O resto beneficiou-se de pressionar o botão de ajuda de emergência com antecedência. Caso contrário, as coisas não teriam sido tão simples quanto se machucarem.

Além disso, Gao Peng ouviu que alguns outros alunos estavam trancados dentro de uma casa segura junto com seus familiares. Eles ficaram sem comida, e os poucos alunos quase foram comidos por familiares famintos.

Foi apenas no final, graças a sua determinação em continuar batendo na porta, que o som alertou os outros e eles foram salvos. Caso contrário, o trágico incidente desses alunos morrendo de fome poderia ter aparecido nos noticiários. O incidente foi falado bastante na escola.

Desta vez, Gao Peng decidiu levar o Macaco Carniçal Esquelético, Dumby e o Centopéia do Trovão de Dorso Roxo, Da Zi, com ele. Quanto a Stripey e Silly, Gao Peng os deixou em casa. Pode ter sido muito chamativo trazer tantos familiares ao mesmo tempo.

Com Dumby por perto, Gao Peng se sentiu genuinamente confiante. Da última vez, devido à Anaconda Gigante da Selva, Gao Peng permaneceu vigilante por alguns dias. Ele estava com medo de atrair a atenção indesejada de monstros que ele não conseguia lidar.

Ele não sabia que a Anaconda da Selva Gigante era o soberano de todo o vale. Sua percepção era de que era possível encontrar um monstro tão assustador apenas andando casualmente pela floresta.

Dumby seguiu seu mestre para fora da casa. Ficou atrás de seu mestre e subitamente deu um tapinha no ombro de Gao Peng.

Gao Peng se virou e viu Dumby acertar seu peito inchado com o punho cerrado. Uma voz baixa reverberou na mente de Gao Peng. Mestre! EU! Proteger você!

Gao Peng riu. “Você… Onde você aprendeu essas palavras?”

“Armor Baby”, Dumby respondeu honestamente.

Gao Peng não sabia se ria ou chorava.

Todos os familiares foram transportados para o destino através de um caminhão grande. Os cadetes treinadores de monstros, por outro lado, foram para outro veículo.

Foi a segunda viagem. Como eles já experimentaram durante a primeira viagem, os assentos foram randomizados, e o veículo partiu assim que todos estavam no ônibus.

Gao Peng não conhecia os alunos que estavam sentados ao lado dele. Sua linguagem era um pouco grosseira e seus tons um pouco fortes. A profanidade preenchia suas frases sempre que falavam.

“Porra, estou te dizendo, é melhor não me deixar pegar esse desgraçado.”

“Sim, se nós o encontrarmos, definitivamente vamos matá-lo! Ele é um animal! Não, nem os animais são tão perversos.”

“Filho da puta, nos trancando dentro da casa só por causa de algumas palavras. Felizmente alguém veio para destrancar a porta, ou então nós poderíamos ter morrido de fome por dentro.”

“Não sei quem é, não viu o rosto dele da última vez. Estou dizendo a você, é melhor não me deixar saber quem ele é, ou eu vou ter 100 métodos para ter certeza de que ele não será capaz de ficar na nossa escola “.

A cor no rosto de Gao Peng mudou gradualmente conforme ele ouvia a conversa entre o grupo de estudantes.

Não é de admirar por que ele achava que aquelas pessoas pareciam familiares. O destino com certeza é uma coisa engraçada.

Gao Peng fechou os olhos e colocou os fones de ouvido. Anteriormente, por essas pessoas não deixarem ele e Mu Tieying  entrar no esconderijo, eles os trancaram lá dentro. Então eles não estavam em dívida uns com os outros. Ele não continuaria mexendo com ele porque eles já pagaram o preço por suas palavras.

Depois que o veículo parou, o grupo desceu do ônibus enquanto eles continuavam brigando, e se prepararam para ir até o outro caminhão para pegar seus familiares.

O caminhão parou logo atrás do ônibus porque se os familiares ficassem muito longe de seus mestres, eles se tornariam emocionalmente instáveis. Então eles tinham que se certificar de que o caminhão e o ônibus permanecessem a uma certa distância um do outro. Dessa forma, os familiares sentiriam a presença de seus mestres.

A única coisa era que os familiares eram estáveis ​​demais naquele dia.

Depois que a porta dos fundos do caminhão se abriu, eles viram todos os familiares congelados em um ponto, tremendo.

Um gigantesco humanoide coberto por uma túnica preta saiu do caminhão. Os familiares em seu caminho o evitaram, movendo-se para os lados como se fossem oficiais se afastando para dar as boas-vindas à chegada do rei.

O baque surdo da figura pousando no chão os acordou. Dumby pulou do caminhão.

Ele andou na direção dos treinadores. Seu poder e influência sem forma forçaram-nos a se afastar. Foi só depois que Dumby se afastou que eles recuperaram os sentidos. Seus rostos estavam vermelhos brilhantes. “É apenas um familiar, por que estamos nervosos?” alguém disse. Mas o cara só se atreveu a reclamar em voz baixa.

Ele nunca poderia imaginar que Dumby teria um senso tão aguçado de audição. Dumby pisou no chão no próximo passo e virou ligeiramente a cabeça. Sob o capuz havia uma chama fraca. Isso causou arrepios na espinha do cara que falou. Seu rosto ficou pálido.

Foi uma coisa boa que Dumby continuou com sua caminhada depois de um simples olhar.

Dumby finalmente parou ao lado de Gao Peng. Pendurado na cintura de Dumby havia um cinto roxo. Após uma inspeção mais detalhada, pode-se ver a silhueta de Da Zi envolvendo a cintura de Dumby mais de uma vez.

O único Dumby atraiu a atenção de muitas pessoas. O manto negro os deixou ainda mais curiosos.

Depois de entrar no vale, Gao Peng não escolheu se juntar a Mu Tieying. Ele escolheu ir sozinho.

Seria mais fácil fazer as coisas se ele estivesse sozinho. Quanto mais as pessoas juntas, mais complicadas se tornariam.

Depois de entrar no vale, Gao Peng deixou Dumby guiá-lo em suas profundezas.

Ele sentou-se no ombro de Dumby, envolta de seu pescoço. Embora a pose fosse um pouco vergonhosa, também era muito conveniente.

O vento soprou em seu rosto quando ele se sentou no pescoço de Dumby.

Um monstro ao lado da estrada ficou surpreso. Através da selva densa, Gao Peng viu uma sombra negra se afastar ainda mais em suas profundezas. Gao Peng imediatamente viu que a estrada parecia familiar e pediu que Dumby parasse.

Depois que eles pararam, ele viu que havia um lago não muito longe. Foi então que Gao Peng soube de onde vinha o sentimento familiar. Se ele não estivesse enganado, haveria um grupo de Sapo de Pele Verde no lago; o grupo de Sapos de Pele Verde que adoravam cuspir em outras formas de vida.

“Vamos mudar de direção”, disse Gao Peng. Ele não tinha intenção de mexer com o grupo de Sapos de Pele Verde.

De repente, sons apareceram das profundezas da selva. As planícies se abriram como ondas e um corpo maciço aproximou-se lentamente.


Capítulo Anterior || Índice || Próximo Capítulo

Rolar para o topo