Capítulo 4: Encontros pescoço a pescoço

Mutagênico

Não carregou? Ative seu JavaScript
Atualizar

 

 

Capítulo 4: Os encontros pescoço a pescoço

Tradutor: ♦ AJ ♦ | Revisor: ♦ AJ ♦

 

 

À sua direita, havia um homem de uniforme branco correndo em sua direção como se não houvesse amanhã com uma espingarda balançando na cintura. Se ele parecesse normal, estaria tudo bem, mas o problema era que as roupas dessa pessoa estavam quase irreconhecíveis por causa do sangue e havia um pedaço de carne do tamanho de uma mordida faltando em seu pescoço. Outro passo foi o suficiente e o homem se lançou sobre Mark como um animal faminto.

Mesmo que Mark estivesse suando frio momento, seus reflexos não o traíram. Seu sangue ferveu quando ele deu um passo para o lado, esquivando-se do ataque do zumbi. Enquanto ainda estava no ar à sua frente, ele deu um forte golpe com o seu bastão vindo de cima. O golpe errou a cabeça do zumbi, mas acertou diretamente na nuca.

O som de ossos se quebrando entraram em seus ouvidos quando o bastão de metal pesado fez contato. O impacto interrompeu o ímpeto de seu ataque e o zumbi caiu no chão com o pescoço dobrado para trás mais do que normalmente seria capaz.

Dando algumas contrações, quase parou de se mover. Por que quase? Porque sua cabeça ainda estava se movendo! O contra-ataque de Mark quebrou seu pescoço e cortou toda a sua capacidade de mover seu corpo, mas ainda assim, seu cérebro permaneceu intacto. E assim, ainda estava “vivo”. Ainda assim, ele não pode deixar de notar que estava mais fraco. Provavelmente por causa do ataque, mas ele não sabia ao certo.

A cabeça olhou para uma Mark como se estivesse olhando para sua presa enquanto rosnava com boca derramando sangue.

Mark, por outro lado, olhou de volta para o zumbi, mas ele estava realmente tentando se acostumar com a sensação que sentia agora. Mesmo que Mark não tenha hesitado em dar um golpe mortal, ainda foi à primeira vez que ele tentou matar uma pessoa na vida real, mesmo que fosse um zumbi. Nos videogames que ele jogava todos os dias, matar era uma questão normal, já que uma grande variedade de jogos funciona pelo sistema de matar inimigos, sejam humanos, monstros ou qualquer outra coisa.

Além disso, a sensação de estar perto da morte era sufocante. Afinal de contas, realmente foi perto. Se seus instintos não funcionassem, ser atacado não era o fim de tudo.

A sensação de estar perto da morte e matar na vida real era totalmente diferente. Mark estava realmente tremendo e seu coração batia forte enquanto ele tentava segurar seu bastão de metal com mais força. Depois de respirar fundo, ele começou a se acalmar.

Ele olhou para o zumbi familiar que estava no chão à sua frente. Era familiar desde que ele viu essa pessoa há apenas alguns minutos. Por não conseguir recarregar sua arma a tempo, ele foi mordido no pescoço por um zumbi que se lançou sobre ele. Foi o guarda no primeiro andar que desapareceu quando Mark não estava olhando. Como prova, uma espingarda descarregada que ainda tinha sua câmara aberta estava ao lado do zumbi enquanto estava amarrada ao redor de seu corpo.

Este guarda zumbi não nenhum teve outro ferimento além da mordida que ele levou antes e do pescoço quebrado infligido por Mark. Dessa forma, Mark conseguiu se assegurar de que era como nos filmes. Uma única mordida de um zumbi pode transformar uma pessoa em uma. Ele tinha a ideia de que poderia haver outros fatores de transmissão, como sangue e excrementos, mas Mark não tinha tempo ou maneira de saber por agora.

Como o tempo era muito importante, Mark decidiu continuar refletindo sobre essas coisas mais tarde. Fortalecendo seu coração, ele ergueu seu taco de beisebol mais uma vez e impiedosamente o golpeou na cabeça do ex-guarda. Um cheiro de ferro foi estava no ar quando o sangue do guarda espirrou no chão.

Mark deu outro golpe para o lado para se livrar do sangue que estava no taco e chutou o zumbi morto para fazê-lo ficar de costas. Cobrindo a mão com um lenço, ele removeu uma das pontas da alça conectada à espingarda e puxou a arma do corpo do zumbi. Ele então soltou a fivela do cinto de segurança do guarda e deu um puxão, tirando o cinto com as bolsas e os bolsos.

Dando uma olhada rápida no conteúdo do saco maior atrás do cinto, ele sorriu. Ele tirou vários cartuchos de espingarda da bolsa e encheu a câmara da espingarda recarregando-a totalmente. Ele então afivelou o cinto em volta da cintura, já que tudo dentro dos bolsos conectado ao cinto contém as coisas necessárias, como uma pequena lanterna no primeiro bolso e o rádio bidirecional no bolso próximo a ela. O rádio parecia quebrado, pois ele não detecta nenhum barulho de estalo.

Sem mais delongas, sem nem mesmo olhar para o guarda zumbi outra vez, ele correu em direção à área central. Foi porque ele começou a ouvir vários gritos aqui neste andar!

Três pessoas reunindo suprimentos na ala leste do shopping agora estavam fugindo enquanto eram perseguidas por um zumbi que corria rápido. Mais atrás deles estão vários outros zumbis, mas eram mais lentos e cambaleavam ao tentar alcançá-los.

Mark viu os três e não pôde deixar de elogiá-los em sua mente. Eles não queriam lutar porque estavam com medo. Ainda assim, enquanto fugiam, eles não tiveram o impulso de jogar fora os suprimentos.

Os três homens estavam fugindo empurrando dois carrinhos cheios de várias caixas grandes de comida!

Como a loja de equipamentos esportivos que ele acabou de deixar estava localizada na ala sul, perto da área central do shopping, ele não estava muito longe das três. Enquanto os três empurravam carrinhos com alimentos preciosos, ele não hesitou e correu em direção a eles para ajudar. Outra razão era porque ele estava ansioso para testar uma arma que ele tirou do guarda zumbi que acabara de matar.

Vendo Mark, que segurava uma arma na mão, estava correndo em direção a eles, os três homens se sentiram alegres. Eles tinham medo de lutar contra o zumbi correndo atrás deles e há mais zumbis vindo para trás. Mesmo assim, eles não queriam deixar a comida que pegaram com muito esforço. Era muita sorte que o trabalho deles fosse reabastecer comida em barracas para que eles soubessem onde encontrar esses carrinhos. Eles pegaram os carrinhos e esvaziaram a barraca onde estavam entregando o suprimento, mas antes que pudessem levar tudo, eles viram os zumbis subindo cambaleantes a escada rolante com um que se movia rápido liderando na frente.

“Continue correndo!”

Mark passou pelos três e gritou. Claro, os três homens não ousariam parar, mesmo que ele não tivesse gritado.

Ele então parou de correr e ficou um pouco longe do zumbi correndo em sua direção. Ao ver o zumbi, Mark achou que os três tiveram sorte. Se fosse um zumbi que corria rápido, eles não ia conseguir fugir sem ter que deixar os carrinhos de comida. No entanto, o zumbi que os perseguia tinha apenas um pé! Apenas seu pé direito estava intacto e o outro ficou com um coto logo acima do tornozelo. Trilhas feitas de sangue que pingava de sua perna podem ser vistas no caminho que ele percorreu antes. Não havia dúvida de que esse zumbi não estava no mesmo padrão do guarda que Mark matou antes, mas foi muito prejudicado por sua deficiência.

Enquanto o zumbi tentava como uma besta correr para ele, Mark segurou o bastão de metal com a mão esquerda e a espingarda puxada para o lado esquerdo com a mão direita. Quando ele colocou a mão nesta arma, ele estava realmente ansioso para tentar atirar. Esta espingarda pode ter o corpo curto, mas ainda assim tinha um recuo forte. Uma arma era apenas uma coisa na lista dos itens mais procurados de um Otaku.

Ele deu um passo para trás com o pé esquerdo virando o corpo para o lado enquanto sua mão direita apontava a espingarda para frente. Ele só podia mirar assim, pois não queria cometer o erro de largar o taco de beisebol e a espingarda era um modelo sem coronha. Como gamer e Otaku, ele tinha bastante conhecimento sobre armas. Mesmo que quisesse acertar a cabeça do zumbi, ele apontou a arma um pouco mais para baixo enquanto se preparava para o recuo.

*BANG!*

Mark sentir sua mão direita ficar dormente depois de puxar o gatilho enquanto o sangue do zumbi espirrava por toda parte. A cabeça do zumbi foi jogada para tras e seu corpo foi empurrado para trás devido ao impacto antes de cair no chão. Apesar de ter sido baleado com uma espingarda, o corpo do zumbi não teve o impacto que deveria, pois o zumbi não foi atingido no centro do corpo. Mesmo assim, a cabeça também não explodiu como uma melancia sendo esmagada no chão. Foi porque o zumbi foi atingido pelo tiro…

Em seu pescoço…

 

Tradutor:

Aj

Aj

Rolar para o topo