Capítulo 17: O por que que ele os deixou ir

Mutagênico

Não carregou? Ative seu JavaScript
Atualizar

Capítulo 17: O por que que ele os deixou ir

 

Tradutor: ♦ AJ ♦   |   Revisor: ♦ AJ ♦

 

 

Na sala mal iluminada do cinema, Mark estava meio ajoelhado no chão, na frente dele, uma garota seminua com apenas uma jaqueta nas costas cobrindo seu corpo estava chorando. Mark, que ainda estava com o rosto impassível, ficou bastante perplexo com o choro da garota. Por alguma razão, as lágrimas da menina não provinham apenas do que havia acontecido com ela um pouco antes, pareciam que vinham de algum lugar mais profundo.

Ele sentiu o quão pesado é o peso que as lágrimas dessa garota carrega, mas não pode fazer nada a respeito. Ele pode apenas acariciar suavemente a cabeça dela, tentando fornecer algum conforto.

Enquanto Mark afaga sua cabeça, ele está pensando no que fazer a seguir. A menina precisava se limpar, mas ela claramente não está em condições de fazê-lo. Ele pensou em chamar as meninas para ajudar, mas relutou em fazê-lo. O corpo da garota está manchado com o fluido de um homem, então outras garotas podem achar nojento. Ele pode fazer isso sozinho e seria uma mentira se ele dissesse que não queria, mas na verdade parece inapropriado.

No final, ele decidiu chamar as meninas.

Quando ele estava prestes a se levantar, a garota rapidamente agarrou sua mão direita.

“Você precisa se limpar rápido, então eu vou atras de ajuda. Não se preocupe, elas são meninas.”

‘Bem, também há um homem, mas … vou apenas levá-lo para o outro lado, acho?’ Ele pensou.

Não seria surpreendente se essa garota fosse cautelosa com os homens depois que essas coisas ruins acontecessem.

Mark afagou a cabeça dela mais uma vez depois que ela soltou sua mão. Mas antes que ele chamasse as meninas… Ele olhou ao redor. O menino que ele chutou ainda está inconsciente e o líder está em silêncio. Não. Em vez disso, o líder está…

‘Ele já morreu hein.’

Encharcado com seu sangue, o líder da gangue já parou de respirar.

‘E outra mudança de planos.’ Ele suspirou.

Mark não pode deixá-la se o lugar estiver assim. Ele se aproximou do menino inconsciente e removeu as correntes amarradas em seu cinto, então usou as correntes para amarrar as mãos do menino atrás das costas. O acessório desnecessário do gângster veio a calhar neste momento.

Em seguida, ele enfiou as armas deixadas pelos gângsteres em sua mochila. Um cano de ferro de um metro de comprimento, um facão e um furador de gelo. Essas armas seriam úteis.

Ele olhou de volta para o cadáver sem braços.

‘EU NÃO  VOU  TOCAR NELE.’

Mark se aproximou da garota novamente apenas para encontrá-la olhando para ele. Embora ela já tenha parado de chorar em algum momento e tenha tentado enxugar as lágrimas com as mãos, deixando marcas de sujeira no rosto. Seu rosto manchado de lágrimas, sêmen e sangue a deixavam com uma aparência bastante lamentável.

Ele pegou o lenço mais uma vez e dobrou-o ao contrário antes de limpar a sujeira do rosto dela.

“Você aguenta ficar de pé e andar?”

A garota assentiu fracamente. Ela tentou se levantar, mas caiu quase imediatamente. Felizmente, Mark está lá para segurá-la. Ele então a ajudou enquanto ela tentava se levantar.

Com a ajuda dele, ela tentou andar, mas seus passos eram muito instáveis, mas ela franzia as sobrancelhas finas de vez em quando devido à dor. Lágrimas se acumularam no canto de seus olhos, mas ela se segurou.

“Xi-Xiao Mei.”

Ela falou de repente. Mark olhou para ela confuso, mas não é como se ele não tivesse ideia do que ela está falando.

“S-seu-“

“Mark.”

Mark não a deixou terminar.

“Bem, a apresentação veio do nada, mas você pode me chamar de Mark. Apenas Mark está bem, eu acho. Também não tente abrir a boca se estiver doendo. Sua bochecha está machucada e você tem cortes nos lábios.”

Ele a conduziu até o outro lado do cinema e ajudou-a a se sentar em uma cadeira no final da fileira do meio.

“Espere um pouco aqui.”

Ele então caminhou em direção à porta dupla deste lado do cinema. As portas também estavam trancadas, mas eram mais fáceis de abrir deste lado. Depois de destrancar a porta, ele a abriu lentamente.

*BAM!*

Uma pessoa coberta de sangue caiu bem na frente dele. Não, não é uma pessoa, mas ja foi..

Ange estava do lado de fora da porta e derrubou o zumbi a seus pés. Mark então abriu a porta em velocidade normal.

Ele viu Ange apontando o bastão de metal para ele, mas imediatamente abaixou o bastão depois de ver quem abriu as portas.

Mark olhou em volta e viu vários corpos no chão e zumbis que estavam fechando fora da área do cinema. Ele ignorou os corpos e falou com Ange.

“Você está bem?”

Como Ange ainda está ofegante, ela apenas levantou o polegar para Mark.

‘Você não parece nada bem.’

Os outros também deixaram de se esconder ao vê-lo sair. Paula o informou.

“Vários corredores vieram devido ao tiro anterior.”

“É minha culpa, eu acho.” Ele coçou a cabeça.

*BANG!*

Todos, não apenas o grupo de Mark, mas incluindo os zumbis que se aproximavam do lado de fora, viraram suas cabeças em direção à área central do shopping de onde o tiro parecia ter vindo.

*BANG! BANG!*

Mais tiros ecoaram pelo shopping.

Os zumbis lentos do lado de fora se viraram seguindo a origem dos tiros.

“O show começou sem nós, huh. Bem, isso nos dará mais algum tempo, eu acho.”

Mark disse recuperando a atenção de seu grupo.

“De qualquer forma, vamos embora, preciso de ajuda.”

Ele virou as costas sem esperar resposta, pegou uma caixa de um balcão de comida próximo e entrou na sala do cinema mais uma vez. Os outros o seguiram apressadamente. Eles pareciam começar a se acostumar com a atitude irritante de Mark.

Depois de entrar, ele disse ao funcionário para ficar perto da porta para ficar de guarda um pouco antes dele levar as meninas para Xiao Mei. O que eles viram foi a aparência lamentável da linda garota e o odor desagradável que pairava ao seu redor.

Parecia que Xiao Mei ainda estava inquieta quando imediatamente agarrou a bainha da camisa de Mark quando ele se aproximou. Ele afagou sua cabeça para assegurar-lhe que está tudo bem fazê-la se acalmar um pouco. Isso pode ser apenas um gesto simples, mas as garotas que Mark trouxe eram repletas de emoções, como “parece que ele realmente era uma boa pessoa”, “acabamos de ver um lado agradável dele” ou “algo estranho está acontecendo”.

Então as meninas receberam um olhar furioso de Mark.

Ele contou-lhes as circunstâncias e pediu-lhes que ajudassem Xiao Mei a limpar o corpo dela e entregou-lhes a caixa que acabara de tirar do balcão do lado de fora, que era uma caixa de papel de seda. Ele também tirou um pequeno frasco de spray que continha álcool para eles usarem.

Mark ficou surpreso ao ver que a aparentemente conservadora Paula não demonstrou nenhuma repulsa ao ajudar Xiao Mei a limpar seu corpo. O mesmo vale para a mãe que deixou sua filha sentada em uma cadeira próxima enquanto limpava o cabelo de Xiao Mei. E ele ficou pasmo com o fato de que a educada Ange, que parecia não se incomodar com o sangue, estava realmente relutante em lidar com o líquido branco nojento, embora ela ainda tivesse acabado de ajudar depois de ser repreendida pela amiga.

Xiao Mei também foi proativa na limpeza, mas como se sentia fraca e com as mãos trêmulas, ela não ajudou em nada.

Mark, por outro lado, deixou as meninas trabalhando, pois era impróprio para ele assistir e foi em direção à saída de incêndio perto da tela da sala. Ele abriu uma brecha na porta e deu uma olhada do lado de fora. Não há zumbis que possam ser vistos, embora haja marcas de sangue deixadas em muitas partes do corredor.

“Parece que o plano funcionou de alguma forma.”

Isso mesmo, ele planejou isso. É a razão pela qual ele deixou os dois gangsters fugirem. Ele pensou na possibilidade de haver zumbis dentro dos corredores traseiros, que concluiu serem corretos ao ver as marcas deixadas para trás. Ele deixou os dois irem na esperança de que eles atraíssem os zumbis para longe.

Embora ele também esperasse que não funcionasse ou os dois voltariam a atrair os zumbis, ele preparou alguns planos de backup, mas os planos em que ele pensou foram desperdiçados no bom sentido.

 

Tradutor:

Aj

Aj

Rolar para o topo