AFE – Capítulo 41 – Um Golpe

Capítulo Anterior || Índice || Próximo Capítulo

 

Duanmu Huanghun tinha teorizado inúmeros cenários possíveis em sua mente, mas a cena na frente dele estava totalmente fora de suas expectativas.

Ele começou a rir.

Esse cara que não frequentou uma única aula introdutória nem abriu nenhum dos seus palácios realmente ousou desafiar alguém de seu calibre. Duanmu Huanghun estava realmente sem palavras com sua audácia.

Quanto à amada de Ai Hui, bem, alguém que se sentiu atraído por um idiota miserável como Ai Hui não poderia ter nenhuma habilidade.

Hoje será o dia que eu irei resolver estes dois adúlteros e decapitarei o meu demônio interior!

Duanmu Huanghun soltou um cacarejo maligno; seus olhos estavam praticamente brilhando.

No momento seguinte, no entanto, seu sorriso congelou.

Uma figura embaçada se materializou bem à sua frente como uma ilusão aquática. Fragmentos de um rosto – que certamente não pareciam pertencer a uma beleza – pareciam se juntar na frente de seus olhos.

Tão rápido!

Uma palma perfeita, branca como a neve, suavemente pressionada em seu ombro.

As pupilas de Duanmu Huanghun se alargaram em grandes círculos.

Dong!

Um barulho profundo e baixo, como o de um tiro de canhão, ressoou; O som era verdadeiramente intimidante.

A palma requintada se destacou como uma lua cheia na noite escura, à medida que surtos de ar formaram um anel ao redor. O anel, que ainda não se dissipara, era semelhante à fumaça que se elevava do barril de um rifle que acabara de disparar.

O corpo de Duanmu Huanghun havia desaparecido.

Ele foi jogado instantaneamente pelo ar como uma bola de canhão, esmagando fortemente na parede oposta e fazendo com que um grande pedaço da parede colapsasse no chão.

Em meio aos escombros, Duanmu Huanghun lutou para voltar a ficar de pé. Um escudo de vime tecida de espinheiros pode ser visto em seu ombro. Aquele golpe o tinha deixado sentindo tonto, e ele atualmente estava vendo estrelas.

Que força temível!

A amada de Ai Hui era realmente um touro selvagem?

Isso … isso não era racional …

Como Ai Hui tem uma menina tão feroz?

Embora a mente de Duanmu Huanghun estivesse completamente nebulizada, ele rapidamente percebeu a situação em que ele estava. Ele podia sentir que suas reações se tornaram lentas.

Dang!

Seu corpo estava extremamente cansado, sua força totalmente drenada. A maior parte de seu esforço foi usada para tentar manter a cabeça clara e seu corpo já não poderia continuar. Esse golpe era tão poderoso que seus músculos ainda tremiam e, como resultado de sua imensa fadiga, ele era incapaz de controlar a energia elementar dentro de seu corpo.

Naquele momento, Ai Hui saltou na parede, com a espada na mão.

Enquanto ele pulava pelo ar, a ira de Ai Hui se intensificou. Quando ele notou uma figura que lutava para sair dos escombros, ele disparou da parede sem qualquer hesitação, saltando direto para a silhueta do alvo.

Do meio do ar, ele viu a garota da loja de macarrão aparecer ao lado de seu alvo.

Ela silenciosamente dirigiu sua palma para o escudo de vime do alvo.

Isso tornou Ai Hui ainda mais irritado. Não só ela acabou com os macarrão, nem mesmo lhe deixaria a sopa(Nt: jogo de palavras por ela ser a garota do macarrão)!

Ele carregou violentamente em sua direção.

Estrondo!

Uma estrondo sônico soou novamente, e uma onda de ar em forma de anel explodiu para fora.

Antes que Duanmu Huanghun pudesse juntar sua inteligência, outra força aterrorizante o atingiu, e sua visão ficou turva quando ele foi enviado voando novamente. Este ataque foi quase fatal, eviscerando completamente os últimos fragmentos de consciência que lhe havia sobrado.

Duanmu Huanghun, que não estava completamente preparado para algo assim, foi totalmente derrotado. Incapaz de retaliar até mesmo um pouco, Duanmu Huanghun era como um cordeiro caminhando em seu próprio abate. Shi Xueman, que estava completamente enfurecida com a rótulo dela como “amada” de Ai Hui, era implacável em seus ataques.

Dong! Dong! Dong!

As estrondos intimidantes familiares, baixos e ressonantes, soaram um após o outro, reverberando pelo beco escuro e estreito.

Ai Hui viu seu alvo acelerando pelo ar como um foguete, deixando-o no pó. Em vez de aliviar sua raiva, continuamente incapaz de apanhar seu alvo só amplificou muitas vezes a raiva de Ai Hui.

Este foi o mais sufocado que ele se sentiu há muito tempo; Sua raiva estava praticamente fervendo. Ele segurou a espada com tanta tenacidade, as veias na parte de trás da mão abaulando. A garota da barraca de macarrão era tão rápida quanto um raio e ele mal conseguiu capturar seus movimentos com os olhos.

Ai Hui, que estava completamente focado em seu objetivo, não percebeu que o embrião da espada gradualmente começou a mudar. A semente do embrião da espada entre as sobrancelhas absorvia rapidamente a névoa azul em torno dela, semelhante à terra ressecada do deserto absorvendo fervorosamente a água da chuva.

A semente do embrião da espada absorvia incansavelmente os fios da névoa azul.

Ai Hui só podia sentir a espada de grama em sua mão tornando-se mais leve. Com os olhos no prêmio, Ai Hui fez uma corrida louca para a entrada do beco.

Semelhante a Shi Xueman, a palavra “Amada”, também, desencadeou algo dentro de Ai Hui. Sua raiva só poderia ser destruída cortando Duanmu Huanghun com sua espada.

Oitenta milhões de yuans!

Comer uma tigela simples de macarrão de lhe deu uma dívida de oitenta milhões de yuans!

Ele estava gastando todas as partículas preciosas de sua energia elementar sem hesitação, o que resultou em um aumento dramático da velocidade.

O esboço borrado do embrião da espada em sua testa tornou-se cada vez mais distinto, pois absorveu a Seda Azul Calmante. Anteriormente, Ai Hui só conseguiu discernir a presença da semente do embrião da espada.

Embora ele cultivasse calorosamente seu embrião de espada, seus esforços nunca haviam sido amplamente pagos – até este momento.

Ninguém percebeu que uma luz azul fraca se deslizara pelos olhos de Ai Hui. O brilho azul iluminou seu rosto, fazendo com que ele parecesse ainda mais grave e severo, como um recife escondido no fundo do mar.

A velocidade com que a semente do embrião da espada absorveu a névoa azul começou a acelerar.

A velocidade de movimento de Ai Hui também aumentou constantemente.

A ira de Ai Hui crescia e crescia enquanto avançava pelo beco. Ele estava se movendo tão rápido que sua visão foi afetada; a garota da loja de macarrão e seu alvo se tornaram um borrão.

O som do vento irrigou os canais de sua orelha enquanto ele passava pelas luzes das casas dos dois lados do beco.

Ele nunca tinha corrido a velocidades tão altas antes, mesmo quando perseguido por animais ferozes. Os fluidos dentro de seu corpo cresciam como um magma fluente, e o rugido ensurdecedor do vento nos ouvidos competia com a batida de seu coração.

Mas … essa velocidade ainda não era suficiente!

Embora a silhueta de seu alvo estivesse bem à sua frente, parecia que ele estaria sempre fora de seu alcance.

Que outros meios existem …

A espada de grama nas mãos de Ai Hui subia e descia com o movimento de seu corpo, balançando como folhas à deriva no vento.

O ritmo único parecia despertar uma lembrança inativa nos recessos de sua mente, e a espada da grama começou a ressoar com sua alma. Com um leve movimento de seu pulso, a espada da grama balançou como uma pena, cortando suavemente o ar com um som nítido e zumbido.

O vento que se aproximava era aparentemente cortado pelo meio pela espada, passando suavemente pelo Ai Hui.

O corpo de Ai Hui deixou uma trilha esbranquiçada e borrada enquanto avançava.

Sua expressão solene não se moveu um centímetro e suas pupilas azuis brilhantes não mostraram sinais de emoção. Eles estavam firmemente presos em seu alvo.

As solas de seus pés foram empurradas com força do o chão, levando-o para o ar.

Naquele momento, o último fio da Seda Azul Calmante foi absorvido pelo embrião da espada e o brilho azul nos olhos desapareceu. Os sons que haviam envolvido Ai Hui também desapareceram abruptamente – era como se ele tivesse entrado agora em um vazio sem som.

Nenhum som poderia ser ouvido.

Um manual de espadas familiar, porém aparentemente estranho, abriu-se, como se tivesse sido praticado inúmeras vezes.

Quando a luz da entrada do beco veio à vista, Shi Xueman finalmente desabafou a maior parte de sua raiva. Ela usou o método mais violento que conhecia, que estava continuamente batendo Duanmu Huanghun mais de dez vezes, com cada explosão enviando-o voando mais para fora do beco.

Olhando para o inconsciente Duanmu Huanghun voando para a entrada do beco como um saco de areia, ela revelou um olhar de satisfação. Este sujeito mereceu ser severamente punido por ter falado o que não devia. Ele pode ter escapado da morte, mas pelo menos não era, sem antes, suportar um inferno vivo.

Ele provavelmente seria acamado durante meio mês antes que ele pudesse se levantar de novo.

De repente ela sentiu algo e rapidamente se virou!

Sob o céu noturno, Ai Hui saltou para o ar como um pássaro gigante, a escuridão agindo como suas asas.

Um indescritível flash de luz percorreu o céu.

Era como se o tempo estivesse parado.

 

Capítulo Anterior || Índice || Próximo Capítulo