Selecione o tipo de erro abaixo

Capítulo 215: Destino 


Tradutora: Pam pam


Assim que desligou o telefone, Gu Jun esfregou sua cabeça que agora estava latejando. Felizmente, o que Yu de mente suja tinha de excêntrica, ela tinha de esperta. Graças a isso, Wu Siyu entendeu tudo que ele havia mandado.

Sem a ligação para ser usada como intermediária, a conexão foi cortada imediatamente, era como se uma porta fosse fechada. Esse tipo de conexão ESP de longa distância era extremamente exaustivo. Se não fosse pela sua enorme quantidade de poder que exigia e pelas suspeitas de que uma ligação muito longa pudesse ser rastreada, teria sido ótimo conversar mais um pouco com Yu de mente suja, ouvir a sua voz o fez perceber que ele havia mesmo retornado. 

Mesmo que objetivamente falando, não fizesse tanto tempo assim desde tudo que ocorreu na antiga mansão, ainda parecia que já havia se passado um século.

“Parece que tudo está bem tanto no Estado Oriental quanto na China”. 

Na hora em que ela disse “os dias tem sido muito pacíficos ultimamente, talvez eu esteja comendo demais” parecia confirmar isso. 

O problema era que ninguém parecia ter notado que algo estava acontecendo por baixo dos panos, algo que iria acabar com essa tranquilidade em breve…

— Ao menos por enquanto, tenho certeza de que ela está segura. 

“Agora, preciso encontrar uma forma de conseguir me comunicar com Yu de uma maneira mais estável e em segredo. Mas antes disso, preciso descobrir o que está acontecendo com os outros, resolver o problema com Kathlyn/Pavão e o resto do grupo, lidar com às três relíquias sagradas, os Manuscritos Pnakóticos, e, por fim, descobrir o significado daquilo, 【…sonho, use um sonho bom…mude…】”.

Gu Jun olhou em sua mente e percebeu que ainda havia 3 bolhas de sonhos bons que estavam prestes a estourar. Além de usar isso como uma forma de escape da realidade, ele não conseguia pensar em outra forma útil de utilizá-los. 

— Além disso, há o problema com minha condição física… 

Ele esfregou a cabeça mais uma vez.

O sistema mostrou que seu tumor estava estável, mesmo que ele não tomasse seus remédios há algum tempo. 

“Espero que continue assim. Será um problema a menos para lidar agora”.

Depois de descansar um pouco, Gu Jun se levantou e saiu do quarto. 

Nessa época do ano o hotel não recebe muitos hóspedes, por isso, o lugar estava praticamente deserto. Ele atravessou o corredor e entrou no quarto. 

Ao abrir a porta, percebeu que Pavão e os outros haviam tomado banho e estavam vestindo as roupas que compraram mais cedo. Claro, eles também pediram a Kathlyn alguma explicação sobre toda essa situação, mas aparentemente ainda estavam tão confusos quanto sempre estiveram desde que haviam chegado. 

— Sr. Homem Pesadelo. — disse Malaquita. — Você disse que estamos na era de ouro do nosso mundo ancestral. Então, isso significa que não poderemos retornar à Cidade das Centelhas?

Ao ouvir isso, Pavão ficou cabisbaixa, ela foi a única do grupo a ver como a Cidade das Centelhas realmente era. 

— Eu não sei. — Gu Jun admitiu friamente. — Mas, acredito que agora vocês têm outra missão, uma ainda mais grandiosa, impedir a chegada da época do grande colapso, impedir que o mundo caminhe rumo a destruição

Claro, essa também era a missão dele.

Ao ouvirem isso, eles franziram o cenho e um estranho silêncio se instalou. De repente, Aquamarine murmurou: 

— Mas nosso assentamento está em perigo, nosso povo está contando conosco para salvá-los… 

— Não, eles não estão. Isso é no futuro, ou seja, nada disso aconteceu ainda. — Gu Jun encorajou-os — Se pudermos mudar o presente, esse futuro não acontecerá. 

Os cinco se entreolharam, sim, eles estavam interessados, mas não eram ingênuos. Impedir o grande colapso? Eles mal conseguiram parar a Invasão dos ossarianos. 

Percebendo que eles estavam em conflito, Gu Jun disse a Gold e aos outros para ficarem na sala enquanto levava Pavão e Malaquita para o quarto em que ele estava antes. 

Pavão seria sua a intérprete durante a hipnose de Malaquita. Trazer a outra personalidade tinha seus riscos, e se esse tal de “Tom” quisesse chamar a polícia? Por isso, Gu Jun decidiu ir com calma. Seu plano era primeiro extrair o máximo de informações que pudesse e, em seguida, independentemente de poder confiar ou não no dono original daquele corpo, ele faria com que os viajantes da terra mantivessem o controle principal dos corpos. As duas personalidades podiam se comunicar internamente e até trocar de lugar se quisessem, mas os viajantes da terra tinham que ser a personalidade principal. Isso era injusto com os donos originais daqueles corpos, mas situações extremas requerem medidas extremas. Além disso, comparado com Pavão, Malaquita foi bem mais resistente à hipnose. 

Ele estava relutante em formar um vínculo com Gu Jun, mesmo após dizer que isso era necessário para mostrar-lhe os Manuscritos Pnakóticos. Malaquita até o questionou sobre isso.

— Sr. Homem Pesadelo, você disse a mesma coisa quando precisou que o seguíssemos mais cedo. Eu ainda não vi os manuscritos. 

A outra razão para sua resistência foi a presença de Pavão. Apesar dos dois serem próximos, nenhum deles estava disposto a mostrar suas fraquezas. Felizmente, essas pessoas vieram do futuro, nenhum deles conhecia o poder da psicologia moderna.

Gu Jun parou de tentar criar um vínculo com Malaquita perguntando sobre seus interesses e hobbies, o rapaz a sua frente não estava nenhum pouco disposto a cooperar. Ao menos agora, ele conseguia entender um pouco seu ponto de vista e objetivo. Tendo isso em mente, Gu Jun decidiu aplicar o Método Socrático. Ao ver o forte desejo de Malaquita em alcançar o seu objetivo, ele decidiu usar isso como uma sugestão hipnótica. 

Ao ter um plano já traçado, Gu Jun começou a persuadi-lo: 

— Os únicos que podem ter acesso aos Manuscritos Pnakóticos são os escolhidos. Malaquita, eu acredito fortemente que você é uma dessas pessoas. Além disso, sei que você já percebeu haver outra consciência dentro de você, o nome dele é Tom. Ele será o seu guia neste mundo, e o ajudará a completar sua missão. Ouça, para se tornar alguém como o Herói Phecda, você precisa impedir a chegada da era do colapso neste mundo. 

Ao combinar a antecipação do rapaz com a sugestão hipnótica que Gu Jun acabou de fazer, a defesa psicológica do paciente acabaria sendo quebrada e ele se tornaria suscetível à hipnose. Contudo, isso só funciona quando se o paciente estivesse disposto a acreditar nessa premissa e, assim, se tornar suscetível às suas sugestões…”Sim, isso pode me ajudar a alcançar meu objetivo”, essa era uma tática muito utilizada pelos profissionais de marketing. 

Gradualmente, Malaquita se abriu para Gu Jun e os seus olhos tinham um brilho intenso e apaixonado, e até perguntou:

— Eu sou mesmo capaz de fazer isso? Posso me tornar alguém como o Herói Phecda?

As coisas estavam indo bem agora. Gu Jun assentiu e continuou em um tom persuasivo e confiante. 

— Sim, é claro, você também se tornará um herói. 

Vendo o desenrolar daquela cena bem na sua frente, Pavão e Kathlyn ficaram chocadas. Kathlyn pensou consigo mesma. 

“Esse cara deve ser algum tipo de psiquiatra ou algo assim.” 

Isso desencadeou uma resposta inesperada de Pavão. Os viajantes da terra tinham grande respeito pelos médicos e o comentário aleatório de Kathlyn fez com que Gu Jun ganhasse vários pontos com a garota. 

Após Malaquita ser hipnotizado, Gu Jun pensou que seria fácil convocar Tom, mas foi muito mais difícil do que ele esperava. Quando Tom apareceu, ele estava em um estado muito retraído e esgotado. Seus reflexos estavam lentos e relaxados. Ele reviveu um pouco depois de alguma hipnose. 

Depois que Gu Jun quebrou a barreira entre as duas personalidades, Tom e Malaquita puderam aparecer ao mesmo tempo, mas a conexão era muito instável. A coexistência harmoniosa que Pavão e Kathlyn compartilharam parecia ser única.

O trabalho de Gu Jun com Gold, Aquamarine e Esotérico mostrou que seu raciocínio estava certo. Eles responderam da mesma forma que Malaquita ou ainda pior. Suas personalidades originais foram nenhum pouco úteis, eles não conseguiam se lembrar de nada da época em que estiveram nas Terras Oníricas. Tudo que conseguiam se lembrar eram de pequenos pedaços de suas vidas originais. Mas, o grupo tinha certeza de que nenhum deles se conhecia antes. Eles não eram nem da mesma cidade, a única coisa que tinham em comum era que todos moravam na Austrália. 

Então, Kathlyn/Pavão era a anomalia… Gu Jun não conseguiu evitar, mas começou a estudar ‘eles’. Tinha que haver uma razão por trás dessa anomalia, será que isso foi planejado por aquele vulto, mas por que? 

 —  Todos nós estudamos os Sete Livros Cripticos de Hsan até o quinto volume.

Pavão parecia confusa. 

 — Portanto, devemos ter o mesmo nível de poder mental. 

 — Eu… — Kathlyn de repente revelou.  — Eu acho que costumava ficar por aqui quando era criança, mas não tenho certeza se isso significa algo ou não. 

Olá, eu sou o Urso!

Olá, eu sou o Urso!

Comentem e Avaliem o Capítulo! Se quiser me apoiar de alguma forma, entre em nosso Discord para conversarmos!

Clique aqui para entrar em nosso Discord ➥